II - O laço de uma amizade!

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Lilian Sollari em Sab 11 Abr 2015, 03:28

Estava pronta para a tatuagem. Minha preocupação com Snivy era tão grande que quase esqueci que aquilo doeria. O tatuador, apesar de afirmar que o local escolhido por mim não era o mais sensível, disse que iria doer um pouco. Fiquei um pouco preocupa com isso, fechei meus olhos e dei o sinal para que ele começasse. No princípio a dor era suportável, mas houve um momento que ele parecia estar preenchendo o desenho e a dor se intensificara muito. Não aguentei e gritei. Acho que meu pai deve ter me ouvido lá em Twister. Durante todo o processo pedi que se fizesse pausas e sempre indagava sobre o quanto iria demorar para concluir a sessão. Perguntava não devido a dor, mas porque queria levar Snivy logo para o hospital.
 
Depois de um tempo, que parecia interminável, a tortura havia acabado. Finalmente estava concluída. Admirava a tatuagem enquanto ouvia as recomendações do cadete. Assim que ele terminou de falar não perdi tempo e corri em direção à recepção. Meu peito doía um pouco, mas a dor não me incomodava. Estava preocupada com meu pokémon.
 
A cadete me recepcionou muito bem. Me entregou minha licença e me desejou boa sorte. Mas a ajuda primordial foi ela ter me explicado o caminho para o hospital. Como não conhecia Nyender, eu poderia me perder tentando encontrar o local. Não era muito longe, só precisaria atravessar a praça Sakura e chegar na Rua das Flores que logo veria o grande prédio. Eu tinha que chegar o mais rápido possível ao hospital. Não queria que Snivy continuasse sofrendo.

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Athena em Qua 22 Abr 2015, 22:26

Não era essa a sensação que Lilian esperava sentir quando terminasse o teste. Cornélio acabara com toda sua vontade de festejar. Seus pensamentos eram todos voltados a como chegar ao hospital e tratar de Snivy.

A cadete que lhe ensinara o caminho fora muito atenciosa, mas Lilian ainda tinha algum receio em fazer o caminho, apesar de ser fácil.

O primeiro passo era atravessar a praça Sakura. Lilian ficou encantada com a quantidade de arvores cerejeira que haviam ali. O tom Rosa predominava o lugar e seu perfume era inebriante. Contudo ela andava com passos rápido em direção ao Hospital.

Uma leve brisa fez com que o tecido de sua blusa tocasse sua tatuagem e ela arrepiou-se com a dor que isso causou. Ela se lembrou o momento em que ela fora feita. A dor a princípio fora suportável, mas quando o desenho foi preenchido ela não resistiu e gritou. E essa era uma área não muito sensível. Imagine a dor em uma área realmente sensível. Não, era melhor nem pensar nisso.

Mas essa dor não era nada se comparada a dor que Snivy estava sentindo. Apressou o passo e viu que estava no fim da praça. Deveria ir para a rua das Flores.

Olhou a procura de uma placa que indicasse a rua que estava, mas isso não foi necessário. Um grande prédio branco, com vários andares. Só podia ser ele, e a placa em frente a ele confirmou o que ela esperava. Hospital de Nyender.

Havia um movimento intenso de pessoas e pokemon. Vários com indicio de atendimento médico. Faixas, membros engessados, cortes suturados, ambulâncias, coisas bem comuns em um hospital.

off: Serei sua narradora. Vamos nos divertir.

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Lilian Sollari em Qui 23 Abr 2015, 00:37

off: aeee \o/ vamos nos divertir sim


Eu precisaria seguir as orientações à risca para não me perder. Encontrar a praça Sakura não foi difícil, pois a mesma fica em frente à academia. Havia uma boa quantidade de pessoas e a praça em si era muito linda devido suas cerejeiras. Ficava encantada com aquela paisagem e me sentia muito bem ali, mas ao mesmo tempo me senti culpada, não poderia me permitir aproveitar aquele ambiente enquanto Snivy não ficasse bem.
 
Quando estava no meio da praça, uma brisa fez com que minha blusa tocasse em minha tatuagem. “Depois de todo o meu cuidado, uma brisa me faz sentir a dor! ” O local ainda estava sensível e dolorido, mas não era hora para queixas. Precisava me apressar!
 
Finalmente o fim da praça! Procurei logo por uma indicação sobre o nome da rua, mas não foi preciso. Meus olhos encontraram o grande prédio branco que a recepcionista mencionara. Corri o mais rápido que pude, talvez até mais rápido do que aquele Persian infeliz. Acho que exagerei nesta última parte, mas corri muito rápido mesmo.
 
Dentro da construção, minha sensação não seria outra: eu me sentia mal. Não gostava de ter que ir a hospitais. Esses lugares me traziam a lembrança dos últimos momentos de minha mãe. Lembro-me como se fosse ontem. Ela estava deitada na cama de um dos quartos do hospital de Twister. Seu rosto que costumava ser tão vivo, estava pálido. Seu olhar era cansado e não conseguia acompanhar os movimentos. “É melhor eu parar de pensar nisso! Papai sempre disse para me lembrar dela quando estava em momentos felizes”. Me aproximei do balcão, havia uma grande movimentação ali, muitos doentes, também não me sentia muito bem. Estava ficando tonta, minha visão estava escurecendo, meu peito doía muito. Somente consegui dizer duas palavras antes que perdesse os sentidos e desmaiasse.
 
- ...m-meu... Snivy...

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Athena em Qui 23 Abr 2015, 15:43

Lilian passara por um estresse profundo durante o teste, em sua mente havia a possibilidade de não encontrar o hospital. Sem falar na imagem de seu pokemon ferido e agonizante em seus braços. Tudo isso foi demais para sua mente e ela escolheu o caminho da proteção e se desligou, causando o desmaio.

Ela abriu os olhos e estava em um lugar totalmente estranho. Um quarto minúsculo, totalmente branco. Uma luz forte brilhava acima dela dificultando ver o que havia ao seu redor. Devagar ela se levantou e sua visão foi melhorando aos poucos, seu corpo todo tremia devido a ansiedade e o desmaio. Ela olhou ao redor mais não conseguiu definir onde estava. Ouviu som de passos e logo uma enfermeira entrou no quarto.

- Que bom que acordou. Você deu um susto imenso na equipe. Um médico a examinou e constatou que foi apenas estresse, você deve melhorar em breve. Você está tomando soro e um relaxante, por isso se se sentir meio estranha é normal devido ao medicamento.

A enfermeira ajeitou seu soro e continuou.

- Seu pokemon se encontra no centro de recuperação. Ele estará restabelecido em aproximadamente duas horas, mais ou menos no mesmo tempo que seu soro. Você precisa preencher essa ficha de atendimento. Você deve me informar se você vai usar a área particular ou a subsidiada pela prefeitura. Se você escolher a área particular os preços são os seguintes:

Ela entregou duas folhas de papel, uma com os preços e outra com os dados do paciente.

Só restaurar HP sem curar Status: 350Pk$ por pokémon
Sleep: 400Pk$ por Pokémon
Frozen:450Pk$ por Pokémon
Paralyzed: 450Pk$ por Pokémon
Burn: 450Pk$ por Pokémon
Poison: 450Pk$ por Pokémon
Badly Poison: 700Pk$ por Pokémon
Fainted: 1,200Pk$ por Pokémon

Exames simples (sangue, ecografias, hemogramas...) para personagem ou Pokémon: 500Pk$
Exames complexos (ressonâncias...) para personagem ou Pokémon: 3,000Pk$


Dados pessoais

Nome: ___________________________________________________
Data de Nascimento: __/__/__
Sexo : (  ) M (  ) F
Ocupação: _________________
Motivo: ___________________________________________________

Dados do Pokémon

Nome: ____________________________________________________
Tipo: _____________________________________________________
Sexo : (  ) M (  ) F
HP: _________________________Status: _______________________

- O serviço subsidiado pela prefeitura é gratuito. Você deve me informar qual o tipo de serviço você deseja.

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Lilian Sollari em Sex 24 Abr 2015, 03:55

II - O laço de uma amizade! 2zqepvk
"Minha pequena Lil, não chore! Amanhã virei te buscar"

Eu conseguia me ver... Tudo ali era estranho... Eu ainda era criança e chorava muito... Parecia uma despedida... Mas aquelas palavras... 
Acordei um pouco confusa. Não sabia se aquilo havia sido um sonho ou uma memória.
 
- On-onde estou? Eu morri? Arceus, é você? – o drama era algo tão natural quanto respirar, parecia que eu vivia em um filme ou em um musical direcionado pelos magníficos diretores do Teatro das Auroras. Como Lucian era lindo!
 
Aos poucos, minha visão se recuperava, a intensa luz havia me ofuscado. Não sabia bem onde estava ou como havia parado ali; lembro somente de que estava na recepção do hospital e tudo começou a girar. Me esforcei para me levantar, mas meu corpo parecia indicar exaustão ou ansiedade. Olhei ao redor, mas mesmo assim não conseguia entender bem onde estava. Sons de passos precederam a entrada de uma enfermeira que logo falava amigavelmente comigo.
 
- Des-desculpe o transtorno – sentia-me enrubescendo; baixei meus olhos e prossegui – Não foi um começo fácil: saí de minha cidade sozinha pela primeira vez; fui praticamente atacada por um Gengar; fui aterrorizada por um Persian; e ainda vi meu mais novo parceiro sofrer. – Eu não queria parecer estar reclamando, mas era minha história. Na verdade daria um belo show como uma comédia-trágica. Só precisaria achar onde estava a comédia.
 
Fiquei feliz ao saber que Snivy já estava sendo tratado apesar do tempo que demoraria. Olhando pelo lado bom, seria um tempo para descansarmos. Como próximo passo, eu precisaria preencher uma ficha e informar se desejaria o serviço público ou particular. Dei uma bela olhada na tabela de preços e chequei minha bolsa. Suspirei profundamente. Meu dinheiro não dava para custear nada. Precisaria recorrer ao serviço público.

Dados pessoais

Nome: _Lilian Loyal Sollari__________________________________________________
Data de Nascimento: 10/12/30
Sexo : (  ) M ( X ) F
Ocupação: _Stylist________________
Motivo: _Pokémon ferido gravemente por um Persian fora de controle___________________

Dados do Pokémon

Nome: __Snivy__________________________________________________
Tipo: ___Grass__________________________________________________
Sexo : ( X ) M (  ) F
HP: ___15%____________          Status: Corpo coberto por pequenos arranhões______
 Preenchi o papel e o devolvi à enfermeira.

- Vou preferir a área subsidiada pela prefeitura. Obrigada pela atenção!

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Athena em Sab 25 Abr 2015, 18:09

A enfermeira sorriu e pegou o formulário preenchido. Ajustou o soro dela. Diminuiu a luz do ambiente.

- O seu soro deve acabar em mais ou menos duas horas. Avise-me se seu braço doer ou inchar. Procure não mexer esse braço para manter a agulha no local. Para falar comigo basta apertar esse botão, que eu virei em seguida. Descanse, seu pokemon está bem e descansando. Eu o trarei assim que estiver recuperado.  

A voz da enfermeira era calma e passava segurança. Ela diminuiu a luz para que Lilian dormisse. O sono renovaria sus forças e equilibraria suas emoções.

Havia uma música no ar. Um som de surpresa surgia na boca dos espectadores, mas Lilian não ouviu o que saia de seus lábios. Ela passou algumas instruções para Snivy, mas o som também não saiu da sua boca.  Seu Snyve assumiu a pose de um bailarino. As pessoas ao seu redor olharam para o céu. Uma linda dança de folhas verde e flores rosa surgiu. Elas rodopiavam seguindo o ritmo de uma música. Contudo o local estava no mais completo silencio.

Lilian prestou mais atenção para tentar ouvir algo, mas não havia nenhum som. As pessoas tinha aspecto de estarem embevecidas. O Snivy dançava ao som dessa música e havia beleza em todo lugar.

Uma luz forte ofuscou os olhos de Lilian. Por um momento não enxergou nada, mas seus olhos foram se acostumando e ela se viu no quarto do hospital. A enfermeira estava ao seu lado e em seu braços Snivy. Os olhos brilhando de  ansiedade. Antes que a enfermeira pudesse fazer qualquer coisa Snivy pulou sobre a moça ainda deitada.

- Ele sentiu sua falta. Como pode ver, ele está recuperado. E você também, o médico esteve aqui enquanto dormia e se você não sentir nada ao levantar, estará liberada para sair

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Lilian Sollari em Dom 26 Abr 2015, 14:39

A enfermeira passava umas últimas instruções para mim. Sua voz me acalentava e me acalmava. Fiquei feliz ao saber sobre a saúde de Snivy e sorri para ela. As luzes eram diminuídas. Eu poderia descansar um pouco! Desde que saí de Twister o mais próximo que tive de descanso foi a minha espera para o teste. Mas agora poderia fechar meus olhos em segurança e relaxar um pouco.

Era tudo tão mágico! A plateia nos assistia curiosa e emocionada. Eu passava umas últimas instruções para meu lindo pokémon. Snivy estava tão elegante e belo! Parecia um bailarino talentoso. Logo o palco era invadido por belas folhas e flores. Eu olhava confiante para a plateia e as pessoas pareciam estar adorando a apresentação.

Uma grande luz vinha em minha direção. Por um breve tempo não consegui enxergar nada, mas logo o quarto do hospital se tornava visível. Ao meu lado, a enfermeira segurava em seus braços um pokémon cujos olhos estavam brilhando de ansiedade. O pequeno grass não se conteve e pulou em cima de mim.

- Snivy!!! – fiquei tão feliz por nosso reencontro e por ele estar bem, eu o abraçava forte enquanto ele lambia meu rosto.

Segundo informações da enfermeira eu poderia sair se já estivesse me sentindo bem

- Não estou sentindo nada estranho não. Estou bem. – afirmei sorrindo para a moça.

Me levantei cuidadosamente enquanto a enfermeira cuidava dos últimos procedimentos. Enquanto caminhava pelos corredores, não pude deixar de notar a quantidade de pessoas enfermas. Meu breve desmaio indicava que eu ainda não havia superado completamente a perda de minha mãe. Mas eu precisava! Uma música que meu pai costumava a cantar veio em minha cabeça. Durante minha caminhada até a saída, me pus a cantá-la.




Quando terminei de cantar, percebi que já estava na saída do hospital. Lancei um olhar para trás como sinal de despedida. Não me despedia do hospital, mas de minha mãe. Uma  lágrima escapava de meus olhos, mas logo era resgatada pela vinha de Snivy.

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Athena em Seg 27 Abr 2015, 16:16

O hospital trazia tristes recordações a Lilian, seu passado, seus sentimentos por sua mãe, sua fragilidade no momento de sua morte tudo veio a sua mente e tomou forma em uma gota de lágrima que foi recolhida pela vinha de Snivy.

Sem perceber Lilian havia caminhado de volta a praça Sakura. Sua beleza permanecia inalterada e as flores da cerejeira que caiam fez com que se lembrasse do sonho que tivera no hospital.

Ela sentou-se em um banco, a tarde já estava no fim e o céu adquiria aquele tom avermelhado que anunciava que a noite estava chegando.

II - O laço de uma amizade! Cerejeira10-270x168

Lilian devia pensar onde passaria a noite. Com sua ida ao hospital, o tema não havia passado por sua cabeça. Embora a praça fosse  segura devido a proximidade da Academia, não era um local adequado para ficar. A dor na sua tatuagem lembrou-a de que dera seu primeiro passo. Era uma stylist.

off: gostei da música, mas prefiro ela com Tim Maia.

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Lilian Sollari em Seg 27 Abr 2015, 17:49

off: Realmente Tim arraza
off²: Desculpe o post fraco x.x


A praça Sakura surgia diante de meus olhos. A música se encerrara em meus lábios e meu coração se acalmava. Comecei a caminhar pela praça e me sentei em um dos bancos. O Sol já encontrava seu ocaso e o arrebol já anunciava a chegada da noite. Snivy continuava em meus braços. Nós dois estávamos ali, sentados, admirando aquele belo cenário. As luzes da cidade criavam um belo efeito com a cor rosada das árvores.

– Como a noite é bela! Noite... NOITE!!!! – dei um leve grito ao perceber minha atual situação – o que eu vou fazer? Não conheço nada por aqui – me lembrei de John e de como ele poderia ser uma grande ajuda agora – Como fui boba! Eu deveria ter pego o número dele. Acho que temos que encontrar algum lugar para passarmos a noite, Snivy.

Dei um último suspiro e me levantei do banco. Nyender era grande e meu único desejo era encontrar um lugar o mais rápido possível.

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Athena em Qua 29 Abr 2015, 16:28

Lilian caminhava enquanto analisava as possibilidade, ela não conhecia a cidade. Um hotel ou uma pousada deveriam ter valores acima do que ela estava disposta a gastar.

Acampar na praça, também não era uma opção, os cadetes não gostariam nem um pouco disso e haveria o perigo de algo acontecer, ser  roubada por exemplo. Ela não conhecia ninguém na cidade que pudesse hospedá-la.

Sem saber onde procurar ela sentou-se novamente. Snivy em seu colo queria ajudar, mas não sabia como. Com sua vinha ele fez carinhos no rosto de Lilian, para acalma-la.

Um movimento em suas pernas, fez com que olhasse para baixo. Uma garota, com mais ou menos seis anos, puxava sua saia tentando chamar sua atenção. Ela tinha os cabelos brancos e os olhos avermelhados, um olhar assustado em seu rosto infantil.

II - O laço de uma amizade! Images?q=tbn:ANd9GcQd6cat9XEiMRvZiAcc3MMZXwksV0MvPOQq27m8172lEeMFzn4lVA

- Oi, moça. Meu nome é Azumi. Por que você está triste ? Você não precisa chorar, as coisas vão melhorar, minha mãe sempre diz isso. Você está perdida ? Talvez eu possa te ajudar, se você me contar o que está acontecendo. Essa pokemon é seu ? Ela parece gostar muito de você.  Na  minha casa eu tenho um chapéu que vai ficar lindo nela.

II - O laço de uma amizade! Images?q=tbn:ANd9GcSWAAmlNLRU8X9o8WNHyLWqC_K9rI3JE2bPM1Eg_hHRU1GCfPPx

A menina falava sem parar, não dando tempo a Lilian de responder. Ela era solicita e atenciosa, pois percebera que Lilian estava precisando de ajuda, não sabia o que, mas queria ajudar. Contudo ela era muito pequena para estar ali sozinha, sem supervisão. Lilian olhou ao redor, mas a garota parecia estar sozinha.

off: Acho que Snivy não vai gostar de ser chamado de menina e usar um chapéu com flores.

off1: Não se preocupe.

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Lilian Sollari em Qui 30 Abr 2015, 00:36

off: Morri de rir imaginando essa cena com Snivy e vendo aquela imagem XD


Caminhei um pouco sem saber para onde iria. Na verdade eu acho que andei em círculos. Mais cedo eu ouvi algumas pessoas comentando sobre um hotel que custava 200 pokés a estadia. Se eu fosse para lá eu estaria sem dinheiro para mais nada. Estava começando a ficar assustada ao perceber a situação em que me encontrava.

Sentei novamente em um banco. Minhas mãos se apoiavam em meus joelhos, minha cabeça estava baixa, Snivy subira em meu colo. Meu coração estava ficando desolada, estava prestes a cantar a música Alone quando senti as vinhas de meu gentil pokémon me acariciando.

– Você é tão especial, Snivy! – peguei o pokémon grass em meus braços e o abracei.

Quando olhei para o chão eu vi uma pequena garotinha nos olhando. Ela começou a falar sem deixar brecha para que intervisse. A menina era fofa. Olhei para os lados e percebi que ninguém estava acompanhando-a.

– Okay, vamos por partes! Obrigado por se preocupar comigo e Snivy adoraria usar seu chapéu – sorri levemente para a menina, mas Snivy me cutucou com a vinha, acho que ele não gostou muito da ideia – mas o que você faz sozinha aqui? Vamos fazer assim: eu levo você para casa e converso com sua mãe. O que acha?

Não poderia deixar aquela pequena garotinha ali sozinha e eu aproveitaria e poderia obter informações com a mãe dela sobre algum lugar para passar a noite.

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Athena em Sex 01 Maio 2015, 15:01

Lilian ficou preocupada por uma menina tão pequena, estar sozinha naquela praça movimentada. Sugeriu levá-la para casa e ao mesmo tempo obteria informações sobre um lugar onde ficar.

Contudo a menina balançou a cabeça de um lado para outro, ao mesmo tempo que tentava passar a mão em Snivy.

- Eu moro naquela casa ali. Minha mãe me deixa ficar aqui a tarde para brincar, meu pokemon vem sempre comigo, mas hoje ele ficou ajudando minha mãe e eu vim sozinha. Sua pokemon é muito bonita.

A menina falou rapidamente, enquanto apontava na direção de uma casa ali perto.

II - O laço de uma amizade! Images?q=tbn:ANd9GcT7ehd-lNDVIuVCc9HnYoezj0fyAUay9JfDRgQpPFebUQG7j0vc9w

- Está anoitecendo, logo minha mãe vem me buscar. Você mora aqui? Você gostaria de jantar conosco? A minha mãe cozinha muito bem, você vai gostar da comida dela. Se você quiser, pode dormir lá em casa. Tem um quarto lá em casa que minha mãe deixa eu levar minhas amigas e você é legal e está triste, podemos brincar de trocar as roupas de nossas pokemon, ou tomar chá de mentirinha O que você acha? Você pode ligar para sua mãe pedindo para ela deixar você ficar.

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Lilian Sollari em Sex 01 Maio 2015, 15:30

A pequena garota balançava a cabeça negativamente. Com isso ela me mostrava onde morava apontando com o dedo. Era uma bela e grande casa e estávamos próximas dela, então não era tão perigoso assim. Snivy se esforçava para não ser tocado pela garota. Ele realmente não gostara de ter sido confundido com uma fêmea e ainda mais por eu ter concordado sobre o chapéu. Eu ia começar a falar, mas a menininha foi mais rápida do que eu. Ela falava tanta coisa, tão rápido, como ela consegue?! Eram muitas perguntas e afirmações vindas de uma criaturinha tão pequena, mas acho que esse comportamento é natural em crianças da idade dela. Mas quando ela citou sobre eu ligar para minha mãe, eu engoli em seco. “Okay Arceus, você deve estar querendo me testar!”. Suspirei e dei um leve sorriso para a mocinha antes de respondê-la.

– Não, não, eu sou de Twister City onde há o belo Teatro Vermelho e a magnífica Carmen Scarlet. Snivy e eu adoraríamos brincar com você e seria uma honra experimentar a comida de sua mãe – senti mais uma vez a vinha da pequena serpente me cutucando; eu ri baixinho.

Minha ideia era apenas conversar com a mãe dela, pois eu não poderia aceitar um convite de uma criança sem ao menos o consentimento da mãe. Mas eu não me importaria se ela me convidasse. A noite aos poucos estava entrando em cartaz. Estava muito cansada e exausta. Mesmo tendo dormido um pouco no hospital, meu corpo ainda exigia repouso.

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Athena em Sab 02 Maio 2015, 17:07

A noite estava chegando, o céu já se tornara um manto negro onde as estrelas apresentavam seu show. A atriz principal ainda não estava no palco, mas em breve seria a atração no céu.

Seria uma ótima opção para Lilian, se ela conseguisse abrigo na casa da garota, nesse horário seria complicado procurar algum outro lugar.

A garota tentava acariciar Snivy e ele olhava para Lilian pedindo ajuda com isso. A garota pareceu satisfeita com o que conseguiu e sentou-se ao lado de Lilian, enquanto esperava por sua mãe.

- Minha mãe deve chegar em breve. Ela trabalha no hospital e cuida das pessoas e pokemon que estão doentes. As vezes ela chega muito triste, quando apesar de tudo o que eles fazem, Arceus leva o pokemon mesmo assim. Mas na maioria da vezes ela consegue ajuda-los e volta feliz. Nós moramos sozinhas, meu pai foi para junto de Arceus quando eu era bem pequena. Minha mãe fala que mesmo não estando aqui, ele sempre cuida de mim e que me ama muito. É uma pena que ele não está aqui para conhece-la, ele iria gostar muito de você e de sua pokemon.

Enquanto falava ela ajeitava sua roupa e se sentava ereta, como se fosse uma pessoa adulta. Um vulto surgiu na direção das duas. Logo uma mulher se aproximou delas rindo.

- Oi Azumi, vejo que você fez uma nova amiga.

A menina saltou do banco e pulou no colo da mulher, dando uma abraço apertado e muitos beijos em seu rosto. A mulher colocou a garota no chão e olhou  Lilian como se a reconhecesse.

- Olha mãe, essa é minha nova amiga Lilian e sua pokemon. Ela vai jantar conosco. Eu a convidei e vamos fazer um desfile com sua pokemon. Ela vai ficar linda no vestido cor de rosa. Não vai?

- Claro que vai. Mas acho que o pokemon vai preferir roupas de menino. Meninos não gostam muito de vestidos e chapéu de flores.

Snivy deu um suspiro de alivio. Pelo jeito alguém ia salva-lo de passar por esse vexame. Ele olhou para a mulher e notou que ela era familiar.

- Olá, você não deve estar me reconhecendo sem o uniforme do hospital. Eu sou a enfermeira que cuidou de você no hospital. Você não é daqui, se não me engano. Você tem um lugar para ficar? Você deve descansar, depois de tudo o que passou. Depois que Cornélio assumiu o lugar de Angélica, temos recebidos muitos pokemon e pessoas abaladas com o teste que ele anda aplicando. Vamos até minha casa. Lá nós podemos conversar a respeito enquanto jantamos. Espero que você goste de comida italiana.

Parece que a menina tinha o hábito de levar as pessoas que conhecia para casa. A mãe não achou  estranho isso e era uma coincidência enorme ser a enfermeira que cuidou de Lilian no hospital.

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Lilian Sollari em Dom 03 Maio 2015, 05:59

A garotinha se sentou ao meu lado e começou a falar novamente. Pelo que pude entender, a mãe dela poderia ser uma enfermeira que trabalhava muito e também que seu pai já falecera. Com essas informações, imaginei o quanto poderia ser solitária a vida dela. Talvez por isso ela goste tanto de fazer amizade com estranhos. Ela se ajeitava e tentava manter uma postura ereta, quase como uma adulta. Crianças assim geralmente amadurecem muito cedo devido a necessidade de ajudar em casa. Quando minha mãe morreu, eu tive que ajudar muito nos afazeres de casa, principalmente em cozinhar.

Não demorou muito e a figura de uma mulher se aproximava de nós. Com um sorriso no rosto, ela chamava a filha que logo saltava do banco e se lançava nos braços da mãe enchendo-a de beijos e carinho. A mulher colocou a filha no chão e olhou atentamente para mim como se me reconhecesse de algum lugar. Eu olhei para ela com a mesma impressão.

Após a menção de um suposto desfile de moda e de finalmente Snivy ser reconhecido como um macho (para alegria dele), a mulher se apresentou sendo a enfermeira que havia me atendido no hospital.

– Muito obrigada por toda a atenção e cuidado que você teve comigo no hospital e desculpe se dei trabalho – sentia que estava começando a ficar vermelha – realmente eu não sou daqui, sou de Twister. Não conheço a cidade e estou, tecnicamente, desabrigada – dei um leve sorriso para tentar disfarçar, pois sentia que estava corando mais – Eu agradeço o seu convite e o aceito com muita gratidão. E eu adoro comida italiana! – me levantei com Snivy nos braços – O teste foi muito, mas muito assustador. Posso te contar tudo que passei nesse dia, desde a entrada na academia até eu acordar sob seus cuidados.

Na minha mente, o meu dia parecia uma mistura de comédia, drama e tragédia. Eu não sei porque, mas consigo realizar essas façanhas em minha vida. Por ora, eu estava muito feliz por ter conseguido um lugar para passar a noite graças à bondade da pequena Azumi e de sua mãe.

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Athena em Dom 03 Maio 2015, 14:58

A mulher deu um largo sorriso para Lilian. Aquele sorriso que faz com que você se sinta a vontade.

- Você não me deu trabalho algum. Você teve um dia exaustivo. Vamos entrar, um bom jantar vai cair muito bem para nós duas. O plantão no hospital é exaustivo.

Azumi deu a mão a sua mãe e junto com Lilian caminham os poucos metros que as distanciavam da casa. Era uma casa grande, mas os móveis eram simples e funcionais.

Uma senhora simpática as veio receber. Ela era responsável por cuidar da casa e da criança.

- Boa Noite, senhora. Azumi insistiu em espera-la na praça. Vejo que ela fez uma nova amiga. Seja bem vinda minha filha. O quarto de hospedes esta preparado como sempre. Vocês gostariam de um banho antes do jantar ?

Agora Lilian sabia de onde a menina tinha pego o habito de falar sem parar.

-Boa Noite, Penélope. Acredito que nós três precisamos de um bom banho antes do jantar. Pode deixar que eu levo Lilian até seus aposentos.

Ela pegou a mão de sua filha e indicou a escada para que subissem ao primeiro andar da casa. Era uma casa antiga, mas muito bonita, havia uma predominância de cores claras e aconchegantes. Elas chegaram ao primeiro andar e se dirigiram a direita no corredor. Abriram a porta do último quarto

II - O laço de uma amizade! B1a575d8ybSUPdhDpB8smoSEEepQZXu7ZjHlfUUjNkMG-USO3B9aHa2elLI9SDiQn6ry=s115

- Essa casa pertenceu ao meu marido, mas agora ela me pertence. Esse é o quarto onde vai ficar. Nessa porta há um banheiro para seu uso exclusivo. Fique a vontade, não precisa se apressar. Quando chego em casa gosto de um bom e demorado banho.

II - O laço de uma amizade! C_5Sw_feyu3boMKk-TaA32fX2rO9vzFTY_Y7Wx_HSdImwL2z3QsZGjXsOnYIzPu6tiaI_xI=s85

Ela pegou a mão da menina e começou a se retirar.

- Não se esqueça que depois do jantar nós vamos brincar de vestir sua pokemon e você vai conhecer a minha pokemon. Bom banho.

Lilian ficou observando enquanto mãe e filha saiam de mãos dadas do aposento.

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Lilian Sollari em Dom 03 Maio 2015, 17:21

A mulher deu um largo sorriso me fazendo sentir-me mais à vontade com ela. As palavras dela eram reconfortantes e, dentro de mim, ficava muito feliz por toda a hospitalidade que eu estava recebendo. Nos dirigimos em direção à casa e, em pouco tempo, já havíamos chegado.

O local era grande, mas os móveis eram simples o que não tirava o conforto. Uma gentil senhora se aproximava de nós e nos recepcionava. A senhora tinha o mesmo costume de falar sem parar assim como Azumi, ou era Azumi que pegou o costume da senhora. A mãe explicava que primeiramente íamos tomar um banho restaurador antes do jantar. Me animei muito, pois estava muito exausta.

Começamos a subir as escadas rumo ao primeiro andar. As cores claras da casa me transmitiam muita paz e serenidade. Snivy estava afoito em meus braços, deslumbrado com toda a beleza do local.

Após passarmos por um corredor, chegamos ao quarto de hóspedes. Snivy pulou de meus braços e se lançou na cama. Eu fiquei um pouco envergonhada devido a ação do pokémon, mas também estava extasiada com o conforto do quarto. A mãe de Azumi me explicou que eu não precisava ter pressa no banho o que me deixou mais à vontade. Antes de se retirarem, Azumi falou algo que fez o coraçãozinho de Snivy estremecer: o desfile! Eu me virei para ele e sorri.

– Obrigado! – agradeci enquanto mãe e filha se retiravam.

Após a saída das duas, eu tranquei a porta e me joguei na cama.

– Que sorte a nossa por termos encontrado pessoas tão bondosas, Snivy! Vamos ao banho!

Retirei minhas roupas, desfiz os laços em meu cabelo e me dirigi ao banheiro com Snivy. No espelho, observei a tatuagem em meu busto. Ainda estava um pouco avermelhada e sensível, mas não doía mais. Partimos para o box e liguei o chuveiro. A água estava em uma temperatura agradável. O pokémon grass começou a bater com as vinhas na água fazendo com que a água fosse jogada em mim. Eu ri daquela situação e joguei água nele também. Após um relaxante e divertido banho, voltamos para o quarto. Primeiro arrumei Snivy e alisei bem a folha dele para que ficasse bem bonita e brilhante. Depois sequei meus cabelos e coloquei minha roupa. Novamente em frente ao espelho, eu fazia os laços em meu cabelo.

– Vamos descer e aguardar lá embaixo.

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Athena em Seg 04 Maio 2015, 19:00

Lilian teve um momento de relaxamento em seu banho. Só percebeu que estava tensa, quando a água atingiu seu corpo cansado. Ela e Snivy se divertiram bastante enquanto tomavam banho. Ela se trocou, refez o laços em seu cabelo e desceu para esperar sua anfitriã.

Quando ela chegou a sala de jantar. Penélope estava colocando mesa e só então ela percebeu que estava com fome. Ela havia tomado soro no hospital, mas alem disso não havia se alimentado. O cheiro que subia da comida era delicioso.

II - O laço de uma amizade! Images?q=tbn:ANd9GcRxqsplRDhm3ESLl8byZE2OdnHUIOLSiC_M047s7GkHMwlQkUMV

Neste momento, mãe e filha chegaram e elas se sentaram em uma mesa ao lado, com Penélope a servi-las. Havia um lugar a mesa para Snivy e foi servido ração pokemon especifica para  seu tipo.

Quando terminaram de comer, elas foram a uma grande sala, com um carpete fofo e macio. Azumi arrumou uma escrivaninha om seu material escolar.

- Agora vou fazer minha lição e estudar. Enquanto vocês conversam. Depois eu vou mostrar meu quarto e você pode conhecer meu pokemon. Nós podemos brincar, um pouco antes de eu dormir.  

A duas se afastaram um pouco e sentaram em um sofá muito confortável. De onde estavam podiam ver a menina se concentrando para fazer os deveres da escola. Snivy andava pela sala estranhando a textura do carpete verde, que parecia grama, mas era completamente diferente.

- Ela é uma menina muito educada e estudiosa, mas muito sozinha. Por isso deixo-a ir a praça para conviver com mais pessoas. Seu pai morreu recentemente e  nós sentimos muito sua falta. Ela não estava exatamente sozinha hoje. Seu pokemon estava com ela, apesar dela não o ter notado. E você , conte-me sua história, como você foi parar nas garras terríveis de Cornélio?

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Lilian Sollari em Ter 05 Maio 2015, 01:21

Penélope arrumava a mesa do jantar. Quando vi a abundância de comida e o delicioso cheiro que chegava a mim, senti minha barriga cantar um Dó grave. Lembrei que a única coisa que tinha “comido” era o soro no hospital. Não demorou muito mãe e filha chegavam na sala de jantar.

Sentei-me juntamente com elas enquanto Penélope nos servia. Snivy também se sentava em seu lugar. Não é porque é meu pokémon, mas ele se comportou como um verdadeiro gentleman. A comida estava deliciosa. Lembro-me de ter elogiado a senhora umas duas vezes no mínimo. Não queria parecer gulosa, mas repeti a refeição.

Após o delicioso jantar, fomos para uma grande sala que possuía um carpete muito fofo e macio. A pequena Azumi apareceu com o material escolar dizendo que iria fazer a lição enquanto eu conversaria com sua mãe. Nos afastamos um pouco e nos sentamos em um belo e confortável sofá. Dali conseguíamos ver Azumi se esforçando na lição e Snivy que andava pelo carpete o estranhando um pouco.

A mulher iniciou a conversa falando sobre menina e que a perda do pai fora recente. Meu coração ficou apertado ao saber disso. Sei que não é fácil quando perdemos alguém que amamos.

– Sinto muito por seu marido. Faz três anos que perdi minha mãe, sofri muito no começo, mas agora consigo lidar um pouco melhor com isso. Tento mantê-la viva em meu coração.

Ela citou que o pokémon de Azumi a estava acompanhando no parque, mas não lembrei de tê-lo visto. De qualquer forma, eu o conheceria no desfile que iria acontecer. Quando a mulher perguntou sobre minha história, meus olhos brilharam. Eu gosto de contar minhas aventuras e desventuras.

– Bem, tudo começa no grandíssimo e belíssimo Teatro Vermelho com a magnífica Carmen...

Eu viajava em meus pensamentos enquanto contava minha história. Falei sobre os grandes shows que presenciei no teatro, da inspiração para ser uma stylist e do teste na academia, claro que dando muita ênfase na parte do Gengar e de Cornélios e Persian. Percebi que ela sorria levemente enquanto ouvia minha história. Na minha cabeça tudo soava como um épico drama, mas acho que minhas caras e bocas não ajudaram a manter a seriedade, ainda mais quando imitei a voz de Cornélios com uma voz engraçada.

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Athena em Dom 10 Maio 2015, 14:34

Lilian começou a contar sua história, seus momento felizes, suas aspirações, o que e trouxera a Nyender e contou em detalhes como foi seu teste. Seus olhos brilhavam quando lembrava do teatro e das apresentações e  sua imitação de Cornélio, conseguiu tirar sorrisos de quem ouvia.

Suas expressões faciais, suas caras e bocas contribuiu para tornar o ambiente agradável e tranquilo. Azumi havia terminado seu dever de casa e havia sentado no chão, para  ouvir a conversa. Uma noite agradável, como um final de jantar em família.

- Sem duvida Cornélio tem abusado um pouco nos testes. Depois que ele assumiu o lugar de Angélica, recebemos um número muito maior de pessoas e pokemon feridos. Contudo isso e da competência do Comando dos cadetes, cabe a nos apenas tentar amenizar as consequências da melhor maneira possível.

Quando Azumi chegou, Snivy que estava a um certa distancia de Lilian se aproximou dela, tentando fugir da garota. Foi quando entrou uma linda Snivy com flores na cabeça.

II - O laço de uma amizade! Images?q=tbn:ANd9GcRiOGNMA90cRy3r5UtaIo1thqwjx7gbNxadNrRO1DUDJo9O6Toz6Q

- Tris, você chegou, podemos começar o desfile. Vejo que você prestou atenção na sua nova amiga. Fique aqui que eu vou buscar minhas coisas para podermos brincar.

Azumi se levantou e subiu as escadas correndo. Quando voltou trazia uma mala grande e um cabide com várias roupas arrumadas.

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Lilian Sollari em Dom 10 Maio 2015, 16:14

A enfermeira ouvia atentamente minhas histórias. Vê-la sorrir me alegrou muito. Quando Azumi terminou a tarefa e sentou-se próxima a nós, eu me senti como parte da família. Tudo ali era agradável e me lembrava dos momentos felizes que passei com minha mãe. A mulher confirmava que, desde que Cornélios assumiu o comando temporariamente, o número de incidentes com pessoas e pokémons nos testes havia aumentado. Realmente aquele homem parecia ser muito mau.

Percebi que, logo que a menina chegou, Snivy, que estava brincando no carpete, correu para junto de mim. Minha pequenina serpente parecia estar fugindo da brincadeira de desfile ainda mais por ser confundido com uma fêmea. Eu sorri para ele para tentar confortá-lo. Não demorou muito e um pokémon surgia na sala: uma bela Snivy com flores na cabeça. Meu pokémon ficou agitado ao ver a fêmea, mas não entendi muito o porquê.

Azumi subiu as escadas rapidamente e logo surgia com uma grande mala e várias roupas. Era hora do desfile!

─ Vamos brincar Azumi! Meu Snivy já está animado! – eu sorria para a garotinha enquanto colocava a serpente novamente no chão.



Snivy’s POV


Aquele chão era muito estranho. Era meio macio, parecia grama, mas nem era verde. Infelizmente não pude continuar minhas pesquisas naquele novo solo devido a aproximação da pequena gangster. Não pensei duas vezes e corri em direção à minha adorada Lil.

Mas a vida de um pokémon é muito engraçada, pois uma hora estamos por baixo e outra por cima. Diante dos meus olhos surgia a mais bela, pura, perfeita e elegante criatura de Shinki. Seu olhar me fitava, as flores realçavam a beleza. Que perfeito!!! Claro que minha Lil vinha em primeiro lugar, mas a Tris... Que adorável!

Percebi que havia uma única chance de eu conquistar aquele coração grass: eu precisaria ser um galã nesse terrível desfile e assim exibir toda minha beleza natural. Fechei minhas mãozinhas demonstrando minha determinação.

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Athena em Ter 12 Maio 2015, 14:02

Azumi tirou vários acessórios de sua mala e os colocou sobre o sofá. Ela ciou uma passarela, com um imenso tapete de cetim vermelho.

Arrumou dois camarins, um com roupas femininas e outro com roupas masculinas.

Snivy se posicionou ao lado do camarote masculino, enquanto que a Snivy de Azumi foi procurar algo no camarote feminino.

Penélope trouxe uma bandeja com biscoitos e um bule de chá. Ela nos serviu e sentou-se para assistir ao desfile.

II - O laço de uma amizade! Images?q=tbn:ANd9GcSQVT7iJJ82mHj3Ha37uGmRF_2Z2NOaivuejIhsIcUf4BW25-6s5g

Azumi arrumou sua snivy e ela ficou esperando  atrás de uma cortina rosa. Embora a contragosto Snivy deixou que Azumi o preparasse para o desfile. Ele também ficou sob uma cortina azul. Azumi chegou  perto de nós e os anunciou para entrar na passarela.

- Desfilando na passarela entrara o casal real de Snivys. Eles estão vestindo suas roupas clasiicas para o dia a dia. Podem entrar.

II - O laço de uma amizade! Images?q=tbn:ANd9GcS4C-gNfWtGWeokuUeckfebag3iCRzfd8cPJQLQVzTlc8YZE9TidA        II - O laço de uma amizade! Images?q=tbn:ANd9GcRTbJgDZ7Gq7toyA73q4-C_OPFQL9EN5xCdBYAq5RZzF97kwmiA

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Lilian Sollari em Ter 12 Maio 2015, 15:08

Estava me divertindo muito com a situação. A pequena Azumi tinha muitos materiais para o desfile. Colocou vários acessórios sobre o sofá e improvisou uma passarela com um belo tapete vermelho. Além disso, preparou dois camarins para os pokémons. Realmente eu estava ficando animada. Aquele lugar apagava de minha memória o estresse vivido na Academia. Estar ali era revigorante.

A governante nos servia biscoitos e chá e logo se juntava a nós na plateia do desfile. Os pokémons grass se dirigiam para seus respectivos camarins e logo Azumi ia para enfeitá-los. Após um tempo com seu serviço de ajudante dos modelos, Azumi se aproximava de nós e anunciava o começo do show.

Primeiro saiu Tris e logo após Snivy. Como estavam lindos! Fiquei tendo várias ideias para futuros shows. Snivy desfilava com elegância e corria para acompanhar Tris. Formavam um belo casal. Entre os goles de chá e alguns biscoitos, eu aplaudia com entusiasmo.

- Estão lindoos!!!

Snivy’s POV

A pequena gangster montava algo que parecia ser uma câmara de tortura. Minha dona consentia que eu passasse por aquilo e agora eu tinha interesses particulares envolvidos (Tris). Me aproximei como um Tauros para o abatedouro. Passei pelas cortinas azuis e logo me vi em um lugar fechado. Fiquei imaginando o que aconteceria comigo.

Depois de um momento de espera, a pequena gangster se aparecia e começava a mexer em mim como se eu fosse um boneco sem vida. No auge de minha superioridade e humildade, permiti que fosse tratado daquele jeito. Muita coisa estava em jogo.

Após os preparativos, éramos anunciados. Confesso que gostei do termo “Casal Real”. Quando passei pela cortina, meus olhos foram premiados com a visão de Tris. Pensei que ela não poderia ficar mais bonita do que já era, mas estava enganado. Não sei que tipo de bruxaria a pequena gangster usava, mas dava certo, pois eu estava mais belo do que nunca. Com certeza eu conquistaria o doce coração grass. Eu acompanhava Tris e exalava todo o meu poder através de meus movimentos.

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Athena em Qui 14 Maio 2015, 15:27

O desfile continuou, os dois pokemon apareceram vestidos de várias maneiras diferentes. A Snivy de Azumi, apareceu de traje de gala, de um vestido florido, com e sem chapéu, ela parecia apreciar aquele momento na passarela.

II - O laço de uma amizade! Images?q=tbn:ANd9GcTJBA067DH23jP5NV0aONQHKp9p51OI5AZq4F2KSu3VcRZ1R2D_5w

Lilian ficou impressionada com o comportamento de seu Snivy. Ela pensou que seria um problema, pois ele havia demonstrado não gostar da ideia. Porém com o decorrer do desfile ele parecia estar gostando e até adotara a postura de modelo ao lado da pokemon de Azumi.

II - O laço de uma amizade! 5346

A noite estava agradável, e elas poderiam ficar ali por muito tempo, mas era hora de dormir. A enfermeira estava escalada para um plantão extra no hospital e Azumi iria na escola logo pela manhã.

Lilian necessitava de um bom sono para que seu corpo recuperasse do estresse que passou, e precisava definir o que faria daqui por diante.

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Lilian Sollari em Qui 14 Maio 2015, 22:23

O casal de Snivys estava muito lindo. Era emocionante ver meu pequeno grass se esforçando tanto. Na verdade, eu pensei que ele relutaria em desfilar já que estava agindo tão estranho com Azumi devido ela o chamar de fêmea. A serpente estava como um verdadeiro modelo.

Como tudo que é bom, a noite avançava e precisávamos dormir. A enfermeira avisava que logo teria que sair para um plantão e Azumi deveria dormir cedo para ir para a escola no dia seguinte. Eu também estava cansada. Fora um longo dia, mas no fim das contas foi bom.

Nos despedimos e cada uma partiu para seu quarto. Me joguei na cama. O meu corpo parecia exigir seu devido descanso. Snivy pulou na cama e eu logo o abracei.

─ Foi um belo dia, não acha?! Apesar dos momentos na academia, este foi nosso primeiro dia juntos. Devemos guardar na memória para sempre! Amanhã continuaremos nossa jornada para algum lugar. Aliás, o que acha de um nome para você? ─ observei a pequena serpente por um tempo e logo o nome surgiu em minha mente ─ Viny!

Viny pareceu gostar do novo nome e, ali mesmo, desmaiamos de sono.

Voltar ao Topo Ir em baixo

II - O laço de uma amizade! Empty Re: II - O laço de uma amizade!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum