"Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ir em baixo

"Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Hiroki Kurihara em Qui 19 Jan 2017, 14:07

A imensidão daquele deserto se estendia por quilômetros, entretanto diferente das outras vezes algo parecia diferente naquele local. Antes morto e habitado somente por Pokémon, o Kuwabara Desert dava lugar a no mínimo uma dezena de carros, desde os simples veículos até poderosos jipes e ônibus que podiam abrigar algumas famílias. Entretanto um desses veículos se destacava, de longe a picape azul não parecia ter nada demais, porém quem conhecia aquela história sabia que os passageiros dali eram, no mínimo, peculiares.

O carro seguia para o mesmo destino que todos os outros, Piesok. O vilarejo até então esquecido pelo tempo se enchia de vida novamente, mais e mais carros entravam no local e faziam suas paradas, de dentro deles os tipos mais diferentes de pessoas saíam. A picape azul estacionava na frente de uma pequena cabana de madeira, sua porta de trás abria e uma Vulpix de coloração diferenciada saltava dela. A Pokémon fitava tudo com os olhos cerrados, parecia ter dificuldade em enxergar, porém não se sabia se por causa da areia ou por algum outro problema pessoal de visão. Atrás da raposa descia um jovem, vestia uma camisa de manga curta branca e que deixava parte de sua tatuagem transparecer, informando assim sua identidade de gladiador. Um jeans azul e um tênis vermelho com a sola branca completavam parte do visual, que consistia ainda em um óculos escuro e um chapéu de sol, este que tapava o cabelo comprido do vigarista.

- Finalmente, aqui poderei mostrar a todos do que sou capaz.

O jovem segurava com força um pingente de prata que carregava em seu pescoço, objeto este que parecia significar muito para Hiroki. Uma das portas do carro se fechava com força e de dentro dela uma jovem albina com os olhos vermelhos saía, talvez não fosse visível, porém o gladiador revirava seus olhos por trás dos óculos escuros ao ver a garota. O vigarista que até então não tinha dito muita coisa olhava para o sua frente impressionado, aquele vilarejo era bem diferente de sua terra natal, Jorvet.

- Ei Sara, você vem com a gente?

Agora, Kurihara se dirigia a mulher que dirigia o veículo, era loira e parecia ter uma idade avançada, porém nada que não fizesse sua beleza transparecer. Tinha também os olhos da garota, o que indicava um certo parentesco entre as mesmas.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Ayzen em Sex 20 Jan 2017, 00:15

Off: Parece que você vai ter que me aturar mais, pois estamos com poucos narradores XD
Bem vindo a Piesok!



O mormaço invadia o rosto do gladiador que se via diante de uma vila bem diferente da tropical Jorvet. Piesok parecia o fim do fim do mundo, com casas feitas de um barro que os próprios moradores desenvolveram para poder construir suas residências, afugentando o calor e se aconchegando ali dentro do sol. As ruas de terra batida, coberta por areia e por uma pequena nuvem de poeira voadora cobriam os pés dos habitantes e forasteiros. Vulpix se engasgava fácil com a areia que tinha ali. O vento soprava e ela engolia uma boa quantidade daquele Sand Attack e saia tossindo para perto do gladiador que acabara de chegar ali.

Sophia desembarcava com um olhar de menosprezo, fazendo pouco caso da vila. A menina desdenhava do juramento de Hiroki para aquele pedaço de mundo. A menina se sentia incomodada verdadeiramente pela poeira do local e ainda tinha que ficar reclamando de que o cabelo dela não aguentaria tamanha exposição ao sol e ao vento continuo. Sara, por sua vez, descia com óculos de sol e um chapéu, como Hiroki. A mais velha sabia que Piesok iria ser o último lugar que ela passaria férias. Mas mesmo assim, ela ajeitava um protetor solar para pele e braços expostos, buscando protege-los o máximo possível.

- Oh, querido, acho que minha idade não me permite me aventura em lugares como esse. Talvez a praia de Jorvet seja mais atrativa para mim. – sorria a loira, indo para o fundo da picape e a abrindo, revelando uma mala rosa enorme da cadete. – Anjinho, melhor não esquecer da sua mala, ela foi feita com muito carinho... – a mais velha mostrava seu amor de mãe que preparava a mala da menina, enquanto Hiroki se via apenas com sua mochila e alguns itens para passar um longo tempo em Piesok. Ainda faltava tempo para a convocação imediata.

A cidade estava lotada de gente. Eram vários cadetes com seus meowths, todos de uma patente que ia de recruta para soldado, não precisava ser um Xatu para prever isso. Gladiadores e stylists se espalhavam pela cidade. Vários montavam acampamento ali nas ruas mesmo, como se fossem mendigos que viviam ali. Muita gente com protetor solar, óculos escuros, roupas apropriadas e Hiroki sem nada e olha que o gladiador esteve no shopping de Nyender e não comprou nada.

Ao longe se via a fronteira da cidade, que dava direto para um gigante lago com vários Gyarados. Com um lago tão perto da cidade, o calor deveria estar menor, mas não era isso que acontecia. Sara despedia-se de sua filha com um beijo na testa e cumprimentava o gladiador. A mais velha deixava os dois em Piesok, como alguém que deixa suas crianças em um acampamento. Mas na verdade, ali viraria um verdadeiro campo de guerra, se as previsões das pessoas estivessem certas.




Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Hiroki Kurihara em Sex 20 Jan 2017, 21:55

Off:
Tudo bem, vai ser bom porque podemos dar continuidade a história \o/
Obrigado, me sinto honrado em ser o primeiro a pisar aqui XD.

Piesok era mesmo um lugar distante da civilização de Shinki, aquelas casas eram diferentes mesmo das de outros vilarejos como Jorvet. O lugar agora tinha movimento advindo da convocação geral, porém o descaso com que era tratado transparecia em tudo o que os olhos viam. Desde a rua não pavimentado, ao calor infernal do local, até os rostos tristes de seus habitantes. Hiroki olhava para os lados e procurava postes de luz, estranhando não vê-los naquele local, porém acreditando que estes estivessem mais adentro da vila.

Sophia começava seu festival de reclamações, com a primeira sendo que seus cabelos não aguentariam tanta areia assim. Hiroki apenas ficava quieto e revirava os olhos, havia cansado de tudo aquilo, porém não iria rebater a garota na frente da sua mãe, ainda mais com essa tendo sido tão legal com ele. Sara dizia que não ficaria ali por muito mais tempo e que preferia passar férias em Jorvet, o que lembrava Hiroki de seu antigo lar e de como sua mãe e irmã estariam naquele momento.

- Devia parar em Jorvet mesmo, acho que não vai se arrepender.

A dupla se despedia da mulher e via a picape azul sumir no horizonte, estavam agora sozinhos e largados a própria sorte no vilarejo. Por sorte o vigarista tinha Sophia ao seu lado, que apesar do jeito mandão era mais experiente que ele e conhecia mais das operações cadetes que ele.

- Certo, nós devemos nos apresentar quando?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Ayzen em Sab 21 Jan 2017, 00:57

Off: Vai sim \o/ E me dá mais tempo de fazer a ficha da Sophie
Preocupa não: Sakura e Marcel estão chegando.



Hiroki procurava por postes de luz e parecia não encontrar. A cidade tinha energia elétrica? Se tinha, a infraestrutura do local era mal conduzida. Os dois se viam de frente do Pevoak da cidade, ficando até que bem perto do lago de Gyarados furiosos, mas que estava cheio. O sobrado de terra era a maior residência de Piesok, com certeza, e ao olhar tantos gladiadores e stylists que saiam dali reclamando, o local estava lotado.

Pokémons desfilavam pela cidade, mostrando força, poder e talento. Um azumarill de longe conjurava um laço de água com sua cauda, uma variação do Aqua Tail, que era bem menos forte e mais bonito, enquanto usava Aqua Ring de bambolê, sendo seguido pela menina de cabelos curtos que usavam bambolê de verdade. Era o jeito stylist de arrumar alguma coisa para fazer.

- Chegamos cedo demais... Nos próximos dias os cadetes irão pedir a sua licença para registrar. – dizia a menina, mais séria do que de costume, talvez porque realmente achasse que aquilo tudo seria terrível, não só para o cabelo, mas para a pele dela.

Puxando sua grande mala rosada, ela seguia para o PEVOAK. Um gladiador tirado, com seu Snorlax poderoso ao lado, passava mostrando o seu Pokémon e dando risada dos outros. Parecia que alguém ali, fora Hiroki, queria mostrar o seu poder em uma possível guerra por território. Um Slakoth pendurado em uma casa ria de todos. Parecia ter um sorriso fácil. Ao longe, próximo ao lago, uma senhora observava os Gyarados ao longe, não tendo medo de se aproximar tão perto do lago. Pelo menos ali no lago, o calor era menos do que na cidade. Vulpix parecia se sentir bem naquele clima quente, ainda mais agora que Sophia se desgrudava dela.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Hiroki Kurihara em Sab 21 Jan 2017, 11:56

Off:
Sem pressa hehe.
Companhia \o\

O lago dos Gyarados trazia curiosidade a Hiroki, eram Pokémon gigantes e poderosos e caso o gladiador pudesse teria um consigo. Entretanto aquele local era seu ninho de reprodução, sendo proibida a captura ali, o que deixava o vigarista desanimado. A dupla entretanto parecia mais interessada no que acontecia no P.E.V.O.A.K local, vários pessoas saiam dali reclamando e a julgar pelos treinadores acampando na rua o local estava cheio.

Nas ruas da cidade os treinadores mostravam o máximo que sabiam, uma stylist treinava com seu Azumarill e divertia os ali presentes, Hiroki sorria ao ver o Pokémon e lembrar dos poucos que vira em Jorvet. Um gladiador passava exibindo seu grande e poderoso Snorlax, o vigarista novato o encarava por de baixo dos óculos, não dizendo nada entretanto. Hiroki não tinha medo de batalhas, mas sabia quando um oponente era mais poderoso que ele e podia vencê-lo facilmente. Um Pokémon preguiça observava tudo ao longe, a espécie não era conhecida pelo jovem herdeiro dos Kurihara, porém o gladidor ficava animado para descobrir mais sobre ela.

- Então temos alguns dias para treinar certo? Quero descobrir algumas coisas sobre esse lugar, quem sabe capturar alguns Pokémon novos.


O gladiador falava para a cadete, em sua mente uma ideia surgia. Se lembrava da rua das trocas de seu vilarejo e sabia que em todos havia uma igual, caso aquela estivesse funcionando seria um ótimo momento para conseguir um Pokémon diferente. Na verdade Hiroki já tinha um Pokémon em mente inclusive, quando esteve em Jorvet se encantara por um monstrinho aquático chamado Froakie, porém devido a falta de sua licença nunca pode adquiri-lo. Agora que estava na vila e podia portar Pokémon talvez conseguisse um, porém antes de tudo entraria no P.E.V.O.A.K e tentaria conseguir um quarto, precisaria de um para descansar no fim das contas.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Ayzen em Dom 22 Jan 2017, 00:06

Hiroki mal tinha chegado a vila e já tinha negócios a tratar. Tinha Pokémons em mente na rua de trocas, treino e, a cima de tudo, um quarto para arrumar no PEVOAK. Os gladiadores espalhados na cidades pareciam todos iguais em seu sentimento: exibir sua força. Haviam gladiadores de todo o tipo ali, de simples vigarista até os rumores que berzerks estavam ali também. Embora fosse possível, se houvesse algum lorde ou lady ali, ninguém saberia dizer quem era.

Ao entrar no PEVOAK, o sobrado de barro se encontrava lotado. Muitas vendas de itens de cura, que treinadores despreparados estavam atrás, assim como alguns, mais sensíveis ao calor, que estavam ali apenas atrás de algum lugar para se refrescar longe do sol forte da cidade. No entanto, com o tanto de gente ali dentro, o local ficava muito mais abadado do que lá fora.

- COMO ASSIM TODOS OS QUARTOS ESTÃO OCUPADOS POR CADETES?

Sophia gritava com o possível responsável pelo PEVOAK. Era alto, cabelos castanhos e bagunçados. Seu olhar cinzento nem se surpreendia com o choque da recruta, enquanto sua cara de desinteresse era negligenciada por ela. Ao lado dele, atrás do balcão, uma Azumarill era ágil em atender os pedidos de compra e venda, enquanto gritava com o seu dono, possivelmente pedindo ajuda com o troco. Um Spinda servia água às pessoas, o que seria um pouco estranho em outras vilas, em Piesok era sinal de extrema cortesia.

- Não acredito que vou ter que ficar nesse fim de mundo dormindo no chão.

A cadete se irritava, enquanto ainda estava diante do balcão e percebia que nada que estava acontecendo ali era aceitável por ela. O pior era que eram cadetes que estavam ali dentro, pois senão, Sophia poderia arrumar um jeito de tirar um gladiador ou um stylist que estivesse ali no meio.

- Vocês podem tentar com moradores da vila, mas acho difícil alguém abrigar vocês por livre e espontânea vontade. - finalizava o rapaz triste ou pensativo, não se sabia o certo.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Hiroki Kurihara em Dom 22 Jan 2017, 16:23

O lado de dentro do PEVOAK era mais cheio do que Hiroki imaginava, além de estar completamente cheio de treinadores que iam ali comprar itens, vários dos presentes pareciam apenas querer se esconder do sol. Hiroki mirava as prateleiras do local buscando o que vendiam, enxergando apenas itens que em sua visão eram desnecessários para ele no momento, talvez no futuro precisasse passar ali.

O vigarista ficava tão perdido em meio ao abafamento que só voltava a si ao ver Sophia balbuciar que todos os quartos pareciam ocupados.

- O QUÊ, COMO ASSIM? NOS OBRIGAM A VIR PARA UM LUGAR QUE NEM CAMAS TEM?

O gladiador se exaltava e gritava junto da cadete alguns xingamentos, a albina reclamava afirmando não acreditaria ter que dormir no chão. O vendedor da loja afirmava que o única jeito de conseguir uma cama era tendo sorte com os locais.

- Tudo bem, vamos sair daqui. Eu nem queria dormir em uma cama mesmo!

Hiroki falava, não sabendo se dizia aquilo para Sophia ou para Vulpix, que era pega no colo do vigarista. Era óbvio também que o herdeiro dos Kurihara preferia uma cama, porém naquela situação preferia que acreditassem o contrário.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Ayzen em Seg 23 Jan 2017, 11:30

A frustração do gladiador e da cadete era tamanha que eles estavam diante de uma temporada em Piesok vivendo a  beira do nada. Se não fosse pelo calor infernal de dia e o frio trucidante de noite, eles ainda não tinham o que comer, embora no momento estivessem cheios. Sophia saia dali com a cara inchada, maior do que ela já era. A sua mala rosada era arrastada pelo local de chão batido com areia, enquanto Hiroki levava Flannery em seus braços.

A vila continuava movimentada e assim não se via nenhum movimento incomum. Hiroki observava os cadetes andando em duplas, gladiadores e Stylist. Um grande Hariyama  brincava com as crianças de frente do Pevoak e parecia se divertir muito, não mostrando que era um Pokémon bruto e grande só de briga. Sophia não sabia para onde andar por ali. Hiroki, muito menos. Até que o avançar do menino era interrompido por uma voz que parecia vim do além.

- Não vai passar por cima de mim, vai?

O susto foi grande, tanto de Hiroki, quanto de Sophia, ao ponto de Flannery ter sido abandonada para o chão e foi quando o gladiador seguiu a queda da Pokémon que ele percebia uma senhora baixinha de pele queimada e cabelos cinzas presos em coque falando com ele. Agora que o susto passou, o vigarista lembrava que era a mesma senhora que estava olhando para o lago dos Gyarados mais cedo.

- Estou falando com você, jovem. Não pretendia atropelar uma jovem anciã, pretendia?



Senhora

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Hiroki Kurihara em Seg 23 Jan 2017, 18:33

Hiroki e Sophia saíam do P.E.V.O.A.K. brigando com o dono, Sophia tinha a cara inchada e puxava sua mala de rodinhas rosa no meio da areia, já Hiroki tinha um rosto irritado que era quase totalmente tampado pelo chapéu e óculos de sol. Perto deles um Hariyama brincava com as crianças locais, provavelmente os pequenos nunca haviam visto um Pokémon daquele tipo.

Na cabeça de Hiroki ele se perguntava onde todos aqueles gladiadores e stylists iriam dormir, será que iam acampar ao ar livre? Nesse caso talvez fosse interessante que a dupla fizesse a mesma coisa, porém ele tinha certeza que Sophia reclamaria da areia, do vento e de mil outras coisas. Poderia se desgrudar da garota então, porém ela era cadete e talvez o melhor a se fazer fosse ficar com ela, ainda mais em um lugar desconhecido daquele.

A dupla caminhava sem rumo até tomar um susto com uma voz vinda do além, Flannery caía no chão e aterrissava de pé. Em sua frente uma senhora bastante baixinha aparecia, o vigarista acabava se lembrando dela como a velhinha que ficara observando os Gyarados ao longe. Hiroki se abaixava até ficar na altura da idosa, Vulpix cheirava a idosa de longe e se escondia atrás da perna de seu treinador.

- Aah não pretendia, desculpe... pequena senhora.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Ayzen em Ter 24 Jan 2017, 10:02

- Pequena senhora?

O olhar da senhora se esbugalhava, enquanto uma sobrancelha se erguia em comparação a outra. Flannery, que já estava atrás de Hiroki, já pressentia que a senhora estava ficando mais alterada. Os olhos verdes dela se encontravam com os do gladiador. Por Hiroki estar perto dela, a senhora não fez muito esforço.

PÁ!

Um tapa era dado diretamente na cara de Hiroki, que se desconsertava e caia no chão, não pela força da senhora, mas pela surpresa. Logo, Hiroki se via a velhinha tentar bater em Hiroki pela audácia dele a ter chamado de pequena. Era pequena, mas Sophia tinha que fazer até uma força para tentar detê-la. Era quase um cão de briga.

- Me solta. Me solta! Eu vou mostrar para esse bastardo quem é pequena aqui... Estou velha, mas não estou morta, estou velha, mas não estou morta, entendeu?

- Calma ai, ele é um idiota, mas se você o matar terei que prender a senhora e nós perderemos mais um gladiador.

Sophia tentava deter a senhora e pela careta que fazia ao puxá-la, fazia muita força. O olhar dela se via na direção de Hiroki, como quem falasse para o gladiador pedir desculpas, antes que ela resolvesse soltar a baixinha em Hiroki...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Hiroki Kurihara em Ter 24 Jan 2017, 13:32

Hiroki caía no chão surpreso com o tapa levado pela velhinha, o vigarista nunca em sua vida cogitaria que uma idosa daquele tamanho tivesse tanta força. Levantava e reparava que Sophia segurava a mulher com força, já que essa parecia querer se avançar nele com toda a força que tinha. A cadete mirava seu olhos rubros no gladiador, tentando dizer que pedisse desculpas para a mulher, como Hiroki sentia bastante medo ele olhava para a senhora dizia:

- Desculpa! Desculpa! Não foi isso que eu quis dizer!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Ayzen em Ter 24 Jan 2017, 19:04

Primeiro dia na cidade
Sexta-feira, 15h30min

O desentendimento era feito entre o gladiador e a senhora rabugenta e valentona de Piesok. A enrugada logo se livrava de Sophia enquanto Hiroki pedia desculpas humildemente para ela. A senhora agora limpava sua roupa e tentava alisá-la passando a mão, porque a cadete havia amassado na tentativa de salvar a vida de Hiroki. Flannery ficava tremendo atrás de seu mestre, enquanto olhava da senhora para Sophie e quem lhe daria uma morte pior. A cadete que mataria a fire de tanto apertar ou a senhora que mataria com murros e pontapés?

- Você é um menino muito desaforado... Se eu fosse sua mãe eu iria te dá uns tapas e você saberia o que é bom... – a senhora continuava enfezada, embora ela não se movia brutalmente contra o menino. Sophia puxava seu uniforme, tirando de dentro do seu uniforme cadete, pois o calor na cidade já estava grande. O olhar dela para Hiroki era claro: o dono do Pevoak disse que só moradores estavam abrigando alguns treinadores e não foi preciso palavras para Hiroki entender. Enquanto a velha gritava para o nada, contando histórias sobre como era a educação antigamente, a cadete pedia para Hiroki agir.

- Faça alguma coisa para que tente se redimir e conquiste ela de novo para quem sabe ela nos abrigar...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Hiroki Kurihara em Qua 25 Jan 2017, 22:40

Sophia fazia sinais para que Hiroki desse um jeito de se desculpar com a senhora para que quem sabe a mesma abrigasse a dupla, se fossem em outra situação o gladiador provavelmente negaria, porém precisavam de um lugar para ficar que não fosse o escaldante sol de Piesok sobre suas cabeças.

- Então, poderíamos lhe acompanhar até a sua casa como um... pedido de desculpas?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Ayzen em Sex 27 Jan 2017, 21:20

Primeiro dia na cidade
Sexta-feira, 15h43min


Em conflito, o jovem Hiroki pensava em quem venceria: seu orgulho em uma situação como aquela ou a sua necessidade de encontrar um local abrigado do sol para poder dormir e descansar durante a sua estadia em Piesok. Olhando para a cadete, a opção do gladiador foi escolher o conforto de uma casa, longe do sol escaldante, ou da noite fria. A velha já estava mais quieta e olhava para o jovem de força enfática. Parecia estudar mais a aparência do vigarista, para que no fim ela pudesse se sentir bem calma, como se nunca tivesse acabado de brigar com o menino de olhos verdes.

- Você faz bem. Uma senhora como eu deveria sempre andar acompanhada, para que nenhum desajuizado tente me atropelar ou me xingar.

A senhora dava uma leve alfinetada em Hiroki, para depois lançar o braço até ele e assim o jovem passava o seu braço, como um verdadeiro cavaleiro acompanhando uma dama. Sophia dava um sorrisinho de deboche e simbolizava palmas, só que sem barulho. Hiroki tinha que se curvar um pouco, afinal a velha era bem baixinha mesmo.

- Minha casa não é muito longe daqui, venha.

Apesar do tamanho e da idade já avançada, a mulher até que andava rápido, com passadas pequenas, mas em alta frequência. Logo chegavam na casa de frente para o lago dos Gyarados e assim entrava na casa igual de outros moradores. Dentro, a organização de tudo era impecável. Com certeza, morava sozinha. A mulher seguia para cozinha.

- Sentem-se e eu vou preparar algo para nós. – de certo, apesar de ser uma senhora rabugenta, era uma senhora que vivia sozinha ali. Talvez fosse necessário um pouco de companhia...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Hiroki Kurihara em Sab 28 Jan 2017, 13:46

Mesmo Hiroki acreditando que fosse mais provável acabar levando mais um tapa, a senhora aceitava seu pedido de desculpas e concordava em retornar para a casa em companhia da dupla. Hiroki retornava Vulpix para a Pokébola e dava seu braço para que a senhora pudesse se segurar, a mulher era baixa e por isso o gladiador acabava tendo que se curvar um pouco para que enfim a mulher conseguisse encostar nele.

Sophia aproveitava o momento para tirar sarro e batia palmas sem som para o vigarista, que olhava para ela com a vontade de dizer algo que infelizmente não podia. Preferiu acompanhar a senhora calado e por isso seguiu sem dar um "piu", acompanhando por um curto caminho até chegar ao lar da idosa, este que tinha uma vista curiosa de frente para o ninho dos Gyarados.

Cadete e gladiador seguiam a senhora para dentro da residência, era de barro assim como todas as outras, porém diferente do que se esperava era bastante arrumada e podia se notar o capricho com o qual a mulher tratava tudo. Não havia ninguém ali e era possível se imaginar que a mulher morava sozinha. Aquela casa arrumada lembrava bastante a de Hiroki, o que o fazia lembrar de sua mãe e o capricho que ela parecia ter com a mesma. De repente uma preocupação séria veio a sua mente, sua mãe como stylist teria sido convocada para a guerra também?

A senhorinha deixava os dois sozinhos pedindo para que se sentassem, Hiroki logo o fazia, porém a dúvida agora parecia lhe atormentar um pouco.

- Sophia, até que idade um stylist pode ser convocado para esse tipo de coisa?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Ayzen em Seg 30 Jan 2017, 11:22

Primeiro dia na cidade
Sexta-feira, 15h55min

Na casa da senhora rabugenta, Hiroki e Sophia se sentavam em uma mesinha bem feita, com acabamento bem delineado. Sophia “estacionava” sua mala rosada de rodinha ao lado e Kyoichi ficava ali sentado, pensativo sobre sua mãe. Flannery já na Pokébola, a senhorinha de olhos verdes parecia agitada na cozinha, que de onde o vigarista estava, dava para perceber o nível altíssimo da organização. Sophia brigava com o sinal do celular.

- Estão sendo convocados apenas os ativos. Normalmente os mais velhos são menos ativos, então, sem convocação.

A resposta aliviava o coração do menino, que se via menos preocupado com a sua mãe. A senhora voltava com uma bandeja de chá. O mal humor da velha era um pouco estranho, porque por mais rabugenta que ela fosse, não se esforçava para ser bem hospitaleira. O chá era gelado, o que agradava de montão o casal de novos guerrilheiros. A senhora se sentava na mesa junto com os dois e seus olhos pareciam mirar cada um deles.

- Querem ouvir uma história?

O olhar da senhora era mais como “vou contar uma história longa, se preparem” do que um pedido. Sophia olhava para Hiroki, fazendo sinal para ser gentil. Era uma casa que eles estavam precisando naquele momento.



Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Hiroki Kurihara em Seg 30 Jan 2017, 16:04

Hiroki suspirava de alivio ao saber que sua mãe provavelmente não seria convocada para o que quer fosse acontecer em Piesok, só de pensar nos perigos que ela correria ele já ficava nervoso. Por sorte em Jorvet tudo corria bem aparentemente e nenhuma gangue tomaria o vilarejo que era tão próximo da capital de Shinki.

A "pequena senhora" logo reaparecia na sala com suas mãos ocupadas segurando uma bandeja de chá, aquilo espantava bastante Hiroki, já que apesar de tudo o que havia acontecido a senhora era bastante gentil e hospitaleira. O vigarista se servia de um pouco do líquido e suspirava ao sentir o sabor refrescante que o chá trazia até a boca, no fim ter pedido desculpas para a senhora não parecia algo tão ruim agora.

A idosa sentava na mesa junto dos dois jovens e olhava fundo em seus olhos, em seguida perguntava se queriam ouvir uma história, de modo que parecia que ela não se importaria muito caso a resposta fosse não. Sophia olhava fundo nos olhos do gladiador, como se dissesse para que fosse gentil caso quisesse dormir em um lugar coberto aquela noite.

- Claro que queremos, eu pelo menos adoro histórias.

Apesar do pedido da cadete o jovem herdeiro dos Kurihara parecia mesmo querer ouvir a história que a senhora contava, aquilo lhe trazia algumas lembranças de quando seu pai estava vivo e contava para ele suas aventuras de sua época de gladiador.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Ayzen em Seg 30 Jan 2017, 17:10

Primeiro dia na cidade
Sexta-feira, 16h35min


- Pois bem, contarei como foi a grande guerra Pokémon. Período em que tudo ficou diferente nesse mundo.

A mulher abria um grande sorriso. Parecia que gostava de uma boa conversa sempre e estava disposta a sempre achar alguém para conversar. Falando daquele jeito, nem parecia ser a velha senhora que quase bateu em Hiroki (tirando o tapa na cara) por ter sido “confundida” por uma senhora baixinha. Sophia dava mais um gole em seu chá e sorria para ela. Hiroki já se entusiasmava. Ele gostava de história e não seria tão difícil para ele.

A senhora começava culpando algumas organizações criminosas pelo o que tinha acontecido, nada que todos já soubessem. Os dois ouviam a velha contar a história que todos sabiam, só que com detalhes que pareciam inacreditáveis, tipo o lado da história em que rangeres salvavam as pessoas segurando nas garras de um Murkrow. Um murkrow levando 10 pessoas era algo bem incomum. Ela prosseguia relatando as quedas de alguns lendários que ela dizia ter presenciado (embora parecia ter sido bem difícil). Aos poucos o gladiador se perguntava como ela sobreviveu, quando ela dizia que estava no meio de todas as batalhas. Ela só não especificou como foi parar lá, sendo que ela não tinha pokémons.

As histórias continuavam e embora os 30 primeiros minutos tenham sido bem interessantes, os demais ficam um pouco repetitivos, apenas mudando alguns personagens, o lendário em questão e algumas outras pessoas, mas a velha continuava lá. Sempre no fim de uma batalha, a velha deixava uma história de moral no fundo.

- Só um momento, que eu vou pegar mais chá. – dizia ela saindo e retornando para a cozinha.

- Não aguento mais. – a cadete se manifestava. – Não se percebeu, mas é sempre a mesma história, só trocando o lendário. E olha lá. Ela repetiu Celebi duas vezes. – repetia a menina.

- Já contei de como Celebi se foi? Triste dia... – dizia a senhora, voltando da cozinha pronta para repetir a história pela terceira ou quarta vez...


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Hiroki Kurihara em Seg 30 Jan 2017, 22:00

A história começava e parecia bem interessante na primeira meia hora, porém começava a ficar chata e repetitiva a partir de certo ponto. Hiroki ouvia com atenção no começo, porém começava a se distrair ao ouvir que tudo aquilo se repetia mais e mais vezes. A idosa sempre contava a história de como estava nos lugares, porém não citava Pokémon, fazendo com que o gladiador acreditasse que ela os teve algum dia, porém foram mortos ou algo mudou com o começo da fiscalização dos monstrinhos.

Hiroki já contabilizava três xícaras de chá para se manter acordado, entretanto não parecia adiantar muito já que o vigarista dava leves "pescadas" algumas vezes. A mulher ia para a cozinha buscar mais chá e Sophia pontuava que ela já havia contado a história de Celebi algumas vezes, apenas para que ela voltasse perguntando se já havia contado tal história.

- Hã, acho que não contou. Mas antes disso eu gostaria de fazer uma pergunta para você... hã. Desculpa, qual é o seu nome mesmo? -
Hiroki se desculpava com a senhora após se lembrar que a mesma não havia se apresentado, porém voltava a sua linha de raciocínio. - Então, reparei que Piesok parece um pouco, como dizer? Abandonada talvez, deu para perceber que o governo não dá muita atenção para o povo daqui. Mas então como vocês conseguem água e se sustentam?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Ayzen em Ter 31 Jan 2017, 12:05

Mesmo de forma cansada, Hiroki estava diante de situação de precisão. A senhora voltava com mais chá, deixando Sophia sonolenta e o gladiador mais enfado. A menina não aguentava mais e usava o seu celular como fuga da realidade. A senhora voltava a se sentar na mesa e entregava mais chá.

- Roxanne Marine. Senhorita Marine para você. – a rabugenta senhora revelava que não era casada e se era perdera o marido há algum tempo. – Aqui nós conseguimos um pouco de água no poço, mas tem que ter sorte, pois é muito pouco que tem e eu não aguento puxar muita, então pego só o suficiente para mim. Alguns loucos ainda tentam pegar água no lago... Tolos! Semana passada mesmo um moço foi engolido por um Gyarados. As pessoas aqui têm vidas humildes, na plantação, quando dá, no trabalho com a terra, alguns até arriscam afugentar Durants de plantações... O único que tem trabalho digno mesmo é o Jafar, no Pevoak. Muitos vão até ele atrás de semente, adubo e do seu conhecimento. Outros o encaram como um líder, mas ele é um desajuizado que sai daqui sempre que pode.

A mulher relatava como era ruim a sua vida ali em Piesok. A casa da senhora era uma das poucas que ainda tinham energia elétrica, mas não tinha água encanada. Roxanne aproveitava a sua água do poço, mas não tinha muita força para retirar água todo o dia de manhã e por isso ela tinha muito trabalho, pegando a água de pouco em pouco. Ela falava mais sobre a vila, como muitas casas passavam necessidade até. E isso emendava em outra história dela com Celebi de plano de fundo...

- Por falar nisso, qual os seus nomes? São casados a quanto tempo? - perguntava

- NÃO SOU CASADA COM ELE! - Sophia despertava de seu celular...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Hiroki Kurihara em Qua 01 Fev 2017, 11:38

- É um belo nome, inclusive me lembra uma pessoa.

Hiroki se lembrava das histórias que seu pai lhe contara dos tempos antigos, falou para ele sobre uma daquelas pessoas que eram os ancestrais dos ministros. O vigarista tentava se lembrar de como eram chamadas, até que o nome de líderes de ginásio surgiu em sua mente. O gladiador se lembrava que o pai havia citado uma Roxanne na história, uma antiga especialista em Pokémon do tipo rocha, infelizmente o jovem nunca tivera o prazer de conhecê-la.

A senhora falava sobre como a vida ali era difícil e que em Piesok era difícil arrumar um trabalho digno, além de que para ela era difícil puxar a água do poço e que o único outro jeito era no lago dos Gyarados. A senhora logo se perdia no assunto e emendava outra história com Celebi como plano de fundo, antes é claro de fazer uma pergunta que podia constranger os jovens um pouco.

- É, não somos casados. Por sorte. -
Hiroki falava após dar uma risadinha, em seguida voltava a falar. - Meu nome é Hiroki Kurihara, sou gladiador. A cadete esquentadinha ali é Sophia.

O vigarista agora parava para pensar no trabalho que a senhora passava para tirar água do poço e começava a bolar uma ideia que poderia acabar ajudando todos ali.

- Senhorita Marine, gostaríamos de fazer uma proposta. Eu e Sophia fomos convocados até aqui por Cornélios, não sabemos ao certo o porque, porém teremos que ficar um tempo no vilarejo. Como o PEVOAK do local está cheio não temos onde passar a noite, nesse caso eu estava pensando se a senhora não poderia nos deixar passar as noites aqui. Caso pudesse fazer isso nós estaríamos dispostos a pegar a água necessária toda manhã, além de é claro ajudar com a alimentação.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Ayzen em Sex 03 Fev 2017, 11:24

Primeiro dia na cidade
Sexta-feira, 16h35min

- Não são casados? Que pouca vergonha...

A senhora comentava em voz alta, mas na verdade era como se ela tivesse pensando. O pensamento de Roxanne se tornava um pouco engraçado para quem assistia aquela conversa, mas a senhora tinha seus ideais bem antigos. Já Hiroki, tentava arrumar um jeito de conseguir abrigo e logo ele comentava sobre a necessidade de um lugar para dormir e ter uma alimentação. Em troca, ele teria como tirar água do poço para ela e Sophia claramente ajudaria. A velhinha parecia pensativa.

- Você pode ser um pouco desbocado, mas parece uma boa pessoa. Talvez ficando aqui um tempo posso colocar juízo nessa sua cabeça oca. – dizia a senhora, batendo na cabeça do gladiador como quem bate em alguma superfície oca, para saber se tem alguma coisa dentro. – Você poderia começar agora... como não tenho força para carregar muita água, sempre pego pouca e tenho que repetir o processo cada vez que pego. Por falar nisso, seria bom vocês limparem e encherem a caixa em cima da casa... Assim posso usar o chuveiro elétrico que não uso há tempos... – os olhos da velha brilhavam simplesmente pelo pensamento de ter que usar o chuveiro já aposentado.

Ela saia da sala e pegava alguns materiais de limpeza, simples, para que eles pudessem limpar a caixa de água em cima da casa. Sophia suspirava, mas no fim aceitava, afinal, ela tinha que ter um lugar para dormir e se fosse necessário limpar a caixa de água, assim faria.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Hiroki Kurihara em Sab 04 Fev 2017, 12:17

Talvez aquela senhora realmente acreditasse que Hiroki e Sophia tinham, hãã... "relações" e por isso exclamava como aquilo era uma pouco vergonha. O gladiador dava um sorriso com a insinuação da mulher, normalmente ele teria se irritado, porém não era necessário pirar com os achismos da idosa. Além disso a dupla precisava de um abrigo, não sendo muito interessante nesse caso que eles brigassem com a dona da casa.

Por sorte Roxanne, ou melhor senhorita Marine, parecia gostar de companhia e aceitava a proposta que o herdeiro dos Kurihara fizera em ajudar com algumas coisas em troca de um teto. A pequena senhora batia na cabeça do vigarista enquanto dizia que tentaria botar algo ali dentro, inclusive a quem diga que realmente não existia nada ali.

- Ai! - Disse o cabeça oca.

Roxanne denominava tarefas para a dupla e pedia para que lhe trouxessem água e limpassem a caixa d'água, para que assim o chuveiro elétrico pudesse ser usado. Os olhos da dupla visitante brilhavam com a sensação de poder tomar banho em um chuveiro real, aquilo realmente era ótimo visto o vilarejo que se abrigavam. Desse modo a senhora pegava alguns objetos de limpeza para que enfim pudesse ter sua caixa d'água limpa, Sophia suspirava e aceitava, assim como o vigarista que tinha uma dúvida.

- Nós vamos ter que subir em cima da casa?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Ayzen em Sab 04 Fev 2017, 21:23

Primeiro dia na cidade
Sexta-feira, 16h40min

- Mas é claro! Vocês vão esperar ela descer sozinha? – a senhoria rebatia a pergunta e saia sorrindo pela casa, enquanto de longe ainda gritava: - Você vai dormir na sala. Não quero pouca vergonha debaixo do meu teto. – Roxanne dizia para Hiroki, que via na sala apenas um sofá bem velho e surrado que parecia ser menos confortável que o tapete no chão ,que pelo menos era mais peludo.

O jovem não tinha jeito. Ele e Sophia, que desfilava com um sorrisinho no rosto para fora pela vitória de ter um quarto para ela, seguiam para fora. A casa era pequena, saindo pela cozinha dava de fora para um quintal aberto e um poço bem cheio de poeira, com um balde uma corda do lado. No alto da casa, a caixa azul (coberta de poeira também) semi aberta esperando algum esforço para poder ser lavada. O gladiador e a cadete teriam trabalho para fazer.

- Sr. Kurihara, é sua chance de provar que é um cavaleiro e não um bruta-montes – Sophia sorria, jogando o esfregão para Hiroki e dizendo que ela iria subir para ver se melhoraria o sinal de internet. A casa também não era tão alta. Era basicamente sustentava por vigas bem construídas de madeira e barro bem fortificado, ao ponto de parecer concreto. Possivelmente havia uma nova mistura naquele barro que faria a casa ganhar tanta resistência. Sophia subia com facilidade. De algum jeito, a menina tinha uma boa habilidade em acrobacia, só faltava o gladiador.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Hiroki Kurihara em Seg 06 Fev 2017, 13:30

Hiroki não ficava tão triste assim em dormir na sala, afinal pelo menos tinha seu saco de dormir consigo, entretanto achava injusto o fato de Sophia ter um quarto e ele não.

Agora a dupla se encaminhava aos fundos e Sophia dizia que tentaria arranjar um sinal de internet melhor e que o gladiador deveria ser um cavalheiro limpando a caixa d'água.

- NEM PENSE QUE EU VOU FAZER ISSO SOZINHO, VOCÊ VAI TER QUE ME AJUDAR!

O vigarista pegava o esfregão e começava a saga de tentar subir na casa com suas "habilidades atléticas".

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Hiroki Kurihara se apresentando ao serviço, senhor!"

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum