Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Bianca.red em Ter 24 Set 2013, 23:29

Eu consegui.

Depois de semanas me preparando para esse dia, eu finalmente consegui, mas ainda era um pouco difícil de acreditar e se não fosse a pokeball de minha inicial que agora estava fazendo um leve peso em meu bolso, eu poderia pensar que havia imaginado tudo o que aconteceu. De manhã, quando o sol havia acabado de lançar seus primeiros raios de luz eu e Ingrid estávamos na estação nos despedindo. O trem havia acabado de chegar na estação e entramos juntas para não chamar muita atenção, mas enquanto ela se sentava em um dos lugares eu simplesmente lhe dava um ultimo abraço antes de sair por outro vagão e me esconder em um beco até que tive certeza que o trem já estaria bem longe.

Depois disso não foi difícil encontrar o monge e seu geodude limpando uma estátua de Arceus. No começo foi difícil convencê-los de que eu não era uma espiã tentando passar informações para os cadetes (acho que o fato de ser filha de um aumentava um pouco as suspeitas), mas depois de muito insistir finalmente consegui minha missão e a cumpri sem muitos problemas com o experiente geodude do monge ao meu lado. Vendo o poder daquele pokemon eu não tive duvidas e nem exitei, apenas peguei a pokeball de Geodude e agora fazia parte dos gangster apocalipse.

Agora eu estava andando pelas ruas muito bem iluminadas de Twister, pensando qual seria meu próximo passo. Eu poderia sair e ir para algum vilarejo próximo, capturar alguns pokemon, ficar longe dos cadetes e treinar um pouco, mas eu tinha uma alternativa bem melhor. Inconscientemente percebi que estava indo em direção sul, onde ficava a usina elétrica Elektrowni. Perfeito.

Um lugar muito importante que produzia energia para toda essa região e ainda estava recheada de pokemon elétricos que seriam mais do que perfeitos para treinar meu pokemon terrestre? Nunca acharia um lugar melhor para começar minha carreira de gangster com mais estilo. "Com a imunidade da Geodude a ataques elétricos e sua grande resistência, não teríamos problemas para causar um grande estrago lá." Pensei enquanto caminhava pelas ruas em direção a Elektrowni, mas como ainda demoraria um pouco para chegar lá decidi ir procurando algum local sossegado para ensinar as TMs, que eu tinha pego "emprestadas" do meu pai, para minha geodude.
Bianca.red
Bianca.red


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Érica em Qui 26 Set 2013, 09:54

Off: Bu!
Assumindo tua rota, espero que se divirta =3 só desculpa o post lixo-fraco-sem-emoção ç.ç
A, tua geodude não tem personalidade, quer que eu faça? ^^


Vitória. Era essa a sensação que a mais nova gangster possuía no presente momento. Ultrapassou todos os obstáculos e conseguiu obter sua mais nova companheira de viagem. Uma geodude, um Pokémon naturalmente lento, mas que compensava isso com sua resistência. Parecia ser o dia de sorte de Jasmine.

Era ainda recém dez horas da manhã, mas o sol estava forte e não havia uma única nuvem no céu. Fazia 45°C no presente momento, mas tudo indicava que a temperatura ainda subiria, a brisa era fraca demais para aliviar o calor excessivo. As pessoas perambulavam sem parar, atraídas pelos cassinos e hotéis, ou se dirigindo ao parque de diversões, buscando entretenimento. De fato, o local era movimentado. A loira buscava um local sossegado, mas isso parecia inexistente ali.

Um grupo de pessoas se reunia mais a frente, parecendo admirar algo ou alguém. A curiosidade humana era despertada em Jasmine. Poderia haver algo interessante ali?
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Bianca.red em Qui 26 Set 2013, 16:12

off: Mel *3* *pula na Mel e fica mordendo ela *w* também espero que se divirta cheers 
off²: sem problemas, aquele meu primeiro e esse também estão ruins XD
off³: não precisa, já estou fazendo uma personalidade ^^

Caminhando pelas ruas tão conhecidas por mim, comecei a pensar se realmente tinha sido uma boa ideia começar minha jornada aqui. Muitos me conheciam e aqui as chances de meu pai me encontrar eram muito maiores, mesmo que agora ele esteja em missão em alguma vila ou rota próxima, decidi tomar ainda mais cuidado, nem ousando tirar a pokeball de Geodude do meu bolso.

O sol forte já começava a incomodar um pouco minha pele que já começava a ficar levemente avermelhada, mas decidi ignorar isso apenas tentando ficar mais tempo na sombra do que no sol. Minha prioridade no momento era achar um local sem muitas pessoas para soltar, conhecer minha pokemon e lhe ensinar alguns ataques, mas como eu já esperava isso iria demorar muito para acontecer. Twister devia ser a maior e mais populosa cidade de toda shinki, então ficar um tempo sozinha poderia ser pedir um pouco de mais, mas eu não desistiria e continuaria procurando.

Depois de caminha por um tempo já amaldiçoando um pouco aquele calor e sol fortes, passei por um grupo de pessoas que ia em direção ao cassino ou ao parque de diversão, não tinha muita certeza de pra onde elas iam e nem me importava, o que realmente me interessava era um grupo um pouco maior parado a alguns metros de distância.

"Humm, interessante. Quem sabe eu não conseguisse algo interessante daqueles bobos distraídos." Pensei me aproximando do grupo. Parecia ser realmente interessante, já que tinha chamado a atenção de tantas pessoas, mas se não fosse pelo menos eu tinha chance de pegar uma carteira ou até mesmo algumas pokeballs de algum descuidado que estivesse ali.
Bianca.red
Bianca.red


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Érica em Sab 28 Set 2013, 17:59

Off: Bia *3* *agarra Bi e fica mordendo sem parar °w°*
Teu post ta melhor que o meu u.u
tudo bem =3


A jovem começava a amaldiçoar o clima. A ilha se encontrava na pior seca que já havia ocorrido, o tempo era cruel. Parecia que o sol queria cozinhar todos que pudesse, tornando o grande deserto um inferno na terra.

A pele de Jasmine começava a ficar levemente avermelhada, por causa da exposição ao sol forte. A jovem tentava ir pela sombra, mas isso não amenizava muito os danos que o astro rei causava a sua pele. A cidade de Twister não parecia querer colaborar, de forma alguma, com a mais nova gangster. As pessoas a conheciam, era movimentada demais, seu pai poderia voltar. Dependia muito da sorte naquele momento.

O grupo de pessoas parecia um alvo interessante. Quem sabe pudesse roubar alguém? Mas também podia haver algo ali, para chamar a atenção. Ao se aproximar, a loira pode visualizar uma mulher de longos cabelos e escuros. Ela usava um vestido longo, de coloração azul, havendo um milotic ao seu lado. O rosto já era conhecido por muitos, sendo Marina Bones.

-Olá viajantes.

Ela começava a se pronunciar. Era notável que forçava o sorriso doce e o tom de voz agradável. Todos a ouviam com atenção, estando em silencio.

-Preciso que algum de vocês faça um pequeno favor para mim. Infelizmente, durante minha caminhada, deixei um de meus brincos cair em algum lugar do parque de diversões. Aquele que realizar meu pedido, será bem recompensado. Tenho uma TM comigo, que poderá ser de grande ajuda durante sua jornada. Infelizmente não poderei eu mesma procurar, devo ajudar a diretora do teatro da cidade. Aquele que encontrar meu brinco, me encontre no teatro para ser recompensado.

A stylist dizia, enquanto uma Loppuny mostrava o brinco que ainda se encontrava com a dona. O objeto, apenas em ser visualizado, já demonstrava ser caro. Entretanto, a recompensa era uma TM. O preço do brinco poderia comprar a TM, ou não valer nem metade do preço da mesma. Jasmine ouvia alguns murmúrios, alguns planejando ficar com a joia para si, outros querendo dá-la a alguma amante ou esposa. Ela poderia participar da “caçada” e tentar ganhar a TM, ou vender a joia para ganhar algo, bastava a mesma decidir.
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Bianca.red em Dom 29 Set 2013, 18:50

Um dia extremamente quente e seco, com sol forte, nenhuma nuvem no céu e nem ao menos uma única brisa soprando para diminuir um pouco a temperatura. Tem coisa melhor para se fazer num "lindo" dia como esse do que ficar andando e depois entrar no meio de um aglomerado de pessoas para simplesmente matar a curiosidade e talvez conseguir algumas "lembrancinhas"? Com certeza deve ter, mas só o fato de não estar fazendo um teste idiota em Nyender me animava, então prendi um pouco o fôlego para não sentir o cheiro do suor dos outros e comecei a empurrar alguns chatos para que eu conseguisse ver o que estava acontecendo.

Depois de alguns empurrões, pisadas no pé e uma rápida troca de palavras "gentis", consegui finalmente ficar numa posição em que enxergava o que estava chamando tanta atenção. Ao lado de sua linda Loppuny, que não parava de mostrar a todos o que me parecia um brinco de ouro bonito e brilhando tanto que poderia ter acabado de sair da loja, estava elegante e arrogante Marina Bones.

Mesmo tendo perdido uma parte do seu discurso enquanto empurra as pessoas, mas com o que eu ouvi e vi daquela situação já consegui entender o que estava acontecendo ali. Parecia que Marina tinha perdido um de seus valiosos brincos e queria que alguém o encontrasse e em troca ela daria uma TM misteriosa. Interessante.

Assim que Marina terminou de falar eu comecei a ouvir várias pessoas falando que queriam a TM ou que simplesmente iriam vender o brinco assim que o achassem. "Que idiotas. Será que ninguém pensou que um único brinco não valia nem metade do preço e uma par de brincos, ou que se eles fizessem isso teriam uma grande chance de irem presos por tentar vender algo, que aos olhos dos cadetes e da Marina seria roubado?" Pensei tentando me afastar do meio daquelas pessoas, estava mais quente e bagunçado do que eu considero confortável.

Assim que me afastei um pouco daquelas pessoas, parei um pouco para arrumar meu vestido e comecei a andar em direção ao parque de diversão. Encontrar o brinco perdido parecia algo bem complicado, principalmente no movimentado parque de diversões, mas só a chance de conseguir mais uma TM para a minha pokemon e ainda de graça já compensava em muito o trabalho que essa busca daria.
Bianca.red
Bianca.red


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Érica em Dom 29 Set 2013, 22:06

Off: Eu e Al tivemos uma ideia que será muito divertida pra tua rota What a Face


A temperatura, de fato, não pretendia dar nenhuma trégua. A jovem conseguia avançar entre as pessoas, não encontrando nada de interessante nos bolsos desavisados. Ninguém parecia ter algo realmente de valor, ou aquela parte em especifico pelo menos.

Após, “gentilmente”, ir passando pelas pessoas e se aproximando da mulher, ouvindo apenas parte do pequeno discurso, mas o suficiente para entender a proposta, se interessando. Uma TM praticamente grátis, economizando uma quantia de dinheiro. Tão rápido quanto o anuncio era dado, o grupo se dispersava, desejando encontrar o objeto perdido.

O parque de diversões estava tão movimentado, se não mais, do que o imaginado. Um sábado de sol, centenas de crianças, adolescentes e adultos caminhavam de um lado para o outro. Jasmine pode ver duas crianças pequenas correndo, uma mulher indo atrás dela, provavelmente a mãe, um pouco atrás, um homem carregado de balões, brinquedos, bichos de pelúcia e sacolas. Mais adiante, um palhaço correndo, fugindo de um grupo de crianças, enquanto os pais das mesmas corriam logo atrás. As filas para os brinquedos sempre com movimento, assim como as barracas de alimentos, refrescos e prêmios. Era um dia comum de fim de semana, quando não se possuía as responsabilidades no trabalho ou escola.

Para a infelicidade de Jasmine, não havia um único sinal do brinco. De fato, não seria fácil encontrá-lo. Pelo menos, havia áreas onde não havia ninguém atrás de alguns brinquedos, dando a possibilidade de privacidade que a mesma desejava.
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Bianca.red em Seg 30 Set 2013, 19:50

off: dorgas, será que da pra Alice parar de tentar matar minhas personagens? Ç~Ç
off²: me desculpe pelo post super ruim >.>


Depois de me afastar do aglomerado de pessoas não demorei muito para chegar no parque de diversões, que por ser um sábado, estava lotado de famílias se divertindo. Tentei não prestar muita atenção nelas, me concentrando apenas no chão e no que estava a minha frente para não acabar colidindo com nada e nem ninguém, mas o parque estava tão cheio que acabei esbarrando em algumas pessoas.

Para o meu azar, por mais que eu procurasse em cada centímetro de chão eu não consegui ver nenhum sinal do brinco perdido. Não que eu esperasse encontrar rápido, principalmente naquele local movimentado, onde alguém poderia muito bem ter pego o brinco para si ou jogado no lixo, como também poderia muito bem ter chutado o brinco sem perceber e feito ele parar em algum bueiro.

As possibilidades eram infinitas, mas ficar pensando nelas não me traria o brinco então continuei procurando. Andando com a cabeça baixa me concentrando mais no chão do que no resto dificultava um pouco para descobrir exatamente para onde eu estava indo, mas ainda assim tentei me manter no caminho menos movimentado, olhando perto de latas de lixo e qualquer outro lugar onde o brinco poderia estar.
Bianca.red
Bianca.red


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Érica em Seg 30 Set 2013, 20:11

Jasmine continuava a procurar pela joia, olhando para o chão com cuidado. Vasculhando cada centímetro do solo onde pisava e tentando não colidir com ninguém, mas o movimento intenso não facilitava em nada a tarefa. Vez ou outra, a loira esbarrava em alguém, ou o contrário, algumas vezes recebendo um pedido de desculpas, outras não.

O sol continuava alto e forte, nenhum sinal do brinco ao longo dos minutos. A pele de Jasmine ficava avermelhada, para descontentamento da mesma. As latas de lixo estavam repletas de embalagens e restos de comida, outros objetos eram encontrados, como pulseiras de plástico e tênis, mas nada do maldito brinco de Marina.

A gangster encontrou uma região vazia, havendo apenas um banco a sombra livre, sentando-se no mesmo. Escapando momentaneamente do sol. As possibilidades do que poderia ter acontecido com a joia eram, de fato, inúmeras. Enquanto pensativa, a jovem ouvia o que parecia uma buzina se aproximando, erguendo o olhar e encontrando um palhaço que a encarava de perto.

O comediante observava a loira, começando a fazer mímica, mas a cada passo, o som de buzina. Talvez fosse alguma coisa no sapato do mesmo que fizesse o som. Ele escondia a face entre as mãos, espiando vez ou outra e fazendo cara de surpreso, “escondendo-se” de novo. Tentando fazer a garota sorrir. Ao ver que não havia funcionado, ficou pensativo, antes de estalar os dedos, tendo uma ideia e enchendo um balão cor-de-rosa de ar, fazendo um cãozinho com o mesmo e o entregando para Jasmine.
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Bianca.red em Seg 30 Set 2013, 21:47

Eu estava determinada a encontrar aquele brinco, mas a cada minuto que eu passava embaixo daquele sol infernal, esbarrando em várias pessoas, sentindo o sol queimando a minha pela lentamente conseguiu me desanimar bastante. Por mais que eu procurasse, revirasse os lixos que ia encontrando e olhasse em cada cantinho, eu não conseguia achar nem mesmo um único sinal de que aquele brinco estava próximo.

Sem aguentar mais aquele calor e a decepção de não encontrar o brinco, eu logo me sentei em um dos poucos bancos vazios com sombra daquele parque. Sentada ali decidi tirar um momento para pensar, então inclinei um pouco minha cabeça para trás e fechei meus olhos para me concentrar melhor. [color-darkred]"Certo. Se eu continuar a procurar assim provavelmente vou ficar dias procurando ou outra pessoa acabaria achando e eu ainda estaria procurando. Talvez fosse melhor pensar onde Marina andaria e ficaria nesse parqu.... Mas que barulho chato é esse?!"[/color] Pensei olhando para os lados quando o som do que pareciam ser buzinas me tirou de meus devaneios.

Assim que finalmente encontrei a origem do som tive que me conter para não pular para longe de susto. Me encarando de uma distância muito menor do que eu considerava agradável estava um dos vários palhaços que ficavam espalhados no parque divertindo e assustando as crianças e alguns visitantes. Assim que eu olhei em sua direção ele começou a fazer brincadeiras e palhaçadas (sério? palhaço fazendo palhaçadas? Que original....) para tentar me alegrar. Embora por fora eu estivesse com uma expressão imparcial (pelo menos era isso que eu esperava), por dentro eu estava com uma vontade gigantesca de sumir dali ou de lançar aquele palhaço para longe.

"Nossa, como eu odeio palhaços." Pensei observando ele desistir de fazer aquela "brincadeira de esconde-esconde" que eu sempre pensei que só se fazia com bebês e começou a fazer uma escultura com balões. Tive que sorrir quando ele me entregou o balão, não só para tentar fazer ele parar de me fazer rir, mas também porque essa era a única coisa que os palhaços faziam que eu sempre achei legal. Me lembrava de quando vim para esse parque pela primeira vez e eu e minha irmã ganhamos balões idênticos de um palhaço. Ficamos tão encantadas com a facilidade que ele fez as esculturas que eu fiz nosso pai comprar um pacote de balões só para estourar todos sem nem ao menos conseguir fazer mais do que uma cobra.

Desde aquele dia, todas as vezes que fomos ao parque eu sempre tentei ver como eles faziam essas esculturas, mas sem nunca realmente aprender alguma coisa. Depois, com o começo dos treinamentos, paramos de ir ao parque ou a qualquer lugar divertido, mas isso não diminuiu o quanto eu gostava daqueles balões e por um momento, me esqueci daquele brinco chato e da minha urgência em sair da cidade para me perder um pouco na nostalgia que aquele pequeno balão me trazia.
Bianca.red
Bianca.red


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Érica em Seg 30 Set 2013, 22:08

O som das buzinas irritantes interrompiam os pensamentos de Jasmine, que levava um susto com o palhaço. Embora o mesmo tentasse alegrar a jovem, a mesma tinha o desejo de se livrar dele. Nem todos gostavam de palhaços, mas a persistência do mesmo o levava a vitória.

A pequena escultura de balão fazia a gangster recordar de eras mais felizes, deixando um sorriso iluminar a face antes cansada. Se permitindo desfrutar das lembranças em paz. O palhaço sorriu satisfeito, feliz por ter conseguido alegrar mais uma face, mas aquele momento acabou.

Antes que Jasmine percebesse, algo pontudo encostava-se a seu presente, estourando o balão. Ironicamente, a poucos centímetros de sua mão, o brinco que tanto buscava, mas logo se afastava dela, não dando oportunidade para agarrá-lo. Ao virar o rosto para a direção do ser que estourou a escultura, Jasmine se deparou com sua própria face, tendo um sorriso travesso escancarado, rindo da pequena brincadeira.

O palhaço fez olhar de surpreso, dando uma bronca muda na “JasmineTwo”, que fechou a cara. A aparência da figura se alterava, revelando-se uma raposa negra, que fez uma careta para o palhaço. O brinco preso em seu pelo, o dourado cintilando no pelo negro. O Pokémon começou a correr, indo para o meio da multidão, levando a joia junto.


Off: Print quando luta começar =3
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Bianca.red em Seg 30 Set 2013, 23:20

Observando aquela simples escultura de balão eu me perdia em lembranças e pensamentos, me esquecendo por completo do brinco que a alguns instantes era a única coisa com o que eu me preocupava. Como se o destino quisesse me lembrar da minha busca com uma brincadeira bem sem graça, o som do balão estourando me despertou por completo. Em um instante o balão estava na minha mão e no outro eu só estava segurando um pedaço de borracha vazia.

Aquilo teria me irritado muito se eu não tivesse visto o que estourou o balão. Era um pequeno brinco dourado, muito semelhante ao que eu estava procurando, mas antes que eu pudesse me concentrar mais nele, a pessoas que o estava segurando roubou por completo a minha atenção. "Sou eu?!?!" Pensei enquanto descartava imediatamente a possibilidade de ser a Ingrid. Ela tinha cabelos escuras, mas essa que estourou meu balão tinha cabelos tão claros quanto os meus.

Antes que eu pudesse dizer qualquer coisa, a outra Jasmine encarou o palhaço com um olhar de criança nervosa e logo revelou ser uma pequena raposinha de pelos escuros, conhecida como Zorua. O pokemon noturno estava com o brinco e assim que ele começou a correr eu me levantei e comecei a correr atrás dele.

- Espera! - Exclamei enquanto corria atrás do pokemon sem nem ao menos prestar atenção em mais nada além do pokemon travesso e no pequeno brilho dourado em seu pelo que indicava onde o brinco estava. Enquanto corria eu logo tirei a pokeball de Geodude do bolso por impulso, mas só a liberaria se não tivesse outra opção.
Bianca.red
Bianca.red


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Érica em Seg 30 Set 2013, 23:36

A situação inesperada surpreendia Jasmine. Primeiro, uma réplica sua, depois um zorua com o brinco que tanto buscava. Antes da jovem gangster poder reagir de qualquer forma, o pequeno Pokémon correu para longe.

Tão rápido quanto pode, Jasmine perseguia o pequeno ser, pedindo para ele esperar. A perseguição a levou para uma região mais movimentada do parque, as pessoas oferecendo um obstáculo extra. A loira perdia o rastro do pequeno Pokémon, apoiando as mãos nos joelhos, a cabeça baixa, recuperando o fôlego. Um Pokémon que se esconde através de ilusões, no meio de um parque de diversões lotado, como encontrá-lo?

Antes de poder pensar em algo, a jovem sentiu algo fino cutucar de leve sua bochecha, virando o rosto e fitando novamente a si mesma. O mesmo sorriso travesso e escancarado, com o brinco em mão. Zorua, ainda na ilusão e ficando com a aparência de Jasmine, riu de leve, antes de voltar a correr para o meio das pessoas. A pequena raposa parecia se divertir naquela perseguição, parecendo também saber que a loira queria o brinco, exibindo-o bem, antes de fugir de novo, sumindo entre as pessoas novamente.
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Bianca.red em Ter 01 Out 2013, 00:55

"Nossa, como ela é rápida para uma pokemon tão pequena!" Pensei enquanto tentava alcançar a Zorua que já tinha conseguido uns bons metros de distância. A perseguição já estava complicada quando estávamos na parte menos movimentada o parque, mas assim que Zorua correu exatamente para a parte mais lotada, a perseguição se tornou praticamente impossível e eu logo o perdi de vista.

Me apoiando nos joelhos para recuperar pelo menos parte do fôlego perdido naquela corrida repentina, comecei a olhar em volta, entre as pernas das pessoas, em cima de bancos e em qualquer outro lugar em que o pokemon noturno poderia estar, mas não encontrei nem ao menos um fio de seu pelo macio e fofo. Eu ainda estava respirando com dificuldade quando finalmente o encontrei e assim que o avistei percebi que estava procurando por ele da forma errada.

Dando uma leve cutucada em minha bochecha a Zorua, que estava mais uma vez se disfarçando como uma cópia exata de mim, chamou minha atenção. Com a risada travessa que muitos diziam ser característico dos Zoruas, ela mostrou o brinco e começou a correr de novo. "Ah. Então ela quer que eu fique correndo atrás dela? Muito bem, se eu preciso fazer isso para conseguir minha TM, então que assim seja, mas assim que eu alcançasse essa Zorua eu irei capturá-la" Pensei respirando fundo e começando a passar o mais rápido que pude por todos que estavam no meu caminho, sempre tentando manter a Zorua/Jasmine2 a vista.
Bianca.red
Bianca.red


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Érica em Sab 05 Out 2013, 16:58

Off1: O que ta achando da rota? XD
Off2: Dinheiro é da forca pokémon =)
Off3: Sorry demora ç.ç


A velocidade da raposa surpreendia Jasmine. A jovem buscava o Pokémon, tentando enxergar qualquer ser quadrúpede de pelo escuro, mas ao sentir algo cutucar sua bochecha, foi que percebeu que a raposa brincava com ela. Um jogo de perseguição praticamente impossível de ganhar naquelas condições. O número absurdo de pessoas fez a gangster, novamente, perder o Zorua de vista.

Enquanto olhava por todos os lados, Jasmine sentiu algo puxar a barra de seu vestido, vendo uma criança olhando para ela. A possibilidade de ser Zorua logo veio em mente, mas caiu por terra quando a menina falou.

-Moça, cê deixou isso cair...

A criança dizia, alcançando uma carteira para a loira, se afastando em seguida. O objeto não era da jovem, mas não tinha nada que indicasse o verdadeiro dono, além de possuir algumas notas de dinheiro que viriam a ajudar no futuro. Embora o pequeno lucro, o Pokémon havia sumido, assim como o brinco. Havia muitas pessoas por todos os lados, o Pokémon podia se disfarçar facilmente de qualquer uma.

Ainda na busca, Jasmine pode ouvir alguém chamando pelo brinco da mesma forma que uma pessoa chamaria um cachorro, indicando que não era a única na busca. Passando por um banco, viu um Poochyena se aproximando de si, a farejando.

-Muffin, ela disse que o brinco estaria por aqui, então vamos continuar procurando...

O Pokémon choramingou claramente cansado. Sentada num banco, uma garota de cabelos avermelhados e olhar entediado, nem ao menos visualizando o Pokémon negro, que agora vasculhava uma lixeira. A garota estourava uma bola de chiclete, enquanto observava o céu distraidamente. Outra que procurava a joia, a loira devia encontrar o Pokémon rápido.
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Bianca.red em Seg 07 Out 2013, 17:27

off: muito legal )o)
off²: *3* dinheiro =w=
off³: sem problemas (o(

Correr no meio de tantas pessoas naquele parque de diversões já era algo muito chato e complicado, mas fazer isso enquanto tentava não perder uma única pessoa (quer dizer... pokemon) de vista era algo praticamente impossível, então nem me surpreendi quando percebi que a Zorua tinha desaparecido de novo. Não me surpreendi, mas fiquei muito frustada. Essa brincadeira já tinha me cansado e se minha pokemon fosse alguns níveis mais poderosa eu já teria liberado ela para tirar todos esses visitantes chatos que tanto estavam me atrapalhando.

Parada no meio do caminho fiquei observando todos que passavam ali, mas como não me em lugar nenhum (frase mais estranha de toda a minha vida) cheguei a conclusão de que o Zorua não estava naquela parte do parque, mas como ele podia se transformar em qualquer pessoa ou pokemon que visse, ele poderia passar bem na minha frente e eu nem perceberia. Ainda tentando encontrar o Zorua senti alguém puxando o meu vestido e ao ver uma menininha logo imaginei ser o Zorua em uma nova forma, mas assim que ela falou minhas esperanças se foram.

- Obrigada. - Falei enquanto pegava a carteira e via a menina se afastar. Aquela carteira não era minha, era muito cinza para o meu gosto e tinha uns desenhos estranhos que lembravam vagamente algumas flores, mas a aparência dela não me importou mais quando vi o que tinha em seu interior. Era mais do que o dobro do que eu tinha conseguido com a minha mãe, então simplesmente joguei a carteira na minha mochila e sai andando como se nada tivesse acontecido.

Ainda caminhando comecei a observar todos que passavam por mim em busca de algum sinal de que Zorua estava por perto, mas depois de apenas algum tempo encontrei apenas mais um motivo para encontrar o pokemon ilusão o mais rápido possível. Sentada em um banco enquanto apenas mandava seu pokemon procurar pelo brinco estava uma garota ruiva que parecia muito entediada. Era óbvio que eles não eram uma ameaça, mas se eles estavam ali então mais pessoas estariam procurando pelo brinco, então deixei aqueles dois de lado e voltei a procurar pelo travesso Zorua.
Bianca.red
Bianca.red


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Érica em Qua 09 Out 2013, 22:09

Jasmine sentia um misto de frustração, cansaço e irritação. Havia perdido a si mesma no meio da multidão novamente. Embora a quantia de dinheiro fácil ajudasse a animar um pouco, a loira não desistiu da busca, encontrando apenas mais motivos para ser a primeira a encontrar o pequeno Pokémon travesso. Entretanto, antes que pudesse se afastar da jovem ruiva, era impossível não ouvir os gritos e xingamentos.

-Volte aqui seu (censurado)! Me de logo essa (censurado) de brinco!

Ao se virar na direção dos gritos, as pessoas abriam passagem, onde dois jovens altos, de cabelo laranja, corriam. Um deles com um sorriso travesso, o outro com um olhar furioso, até que o rapaz mais sorridente voltava a sua forma original, sendo o pequeno zorua.

-Me entregue esse brinco!

O rapaz gritava e mandava. A raposa apenas fez uma careta, o deixando ainda mais irritado, antes de olhar novamente para Jasmine e se transformar nela. Dava alguns passos rápidos, sem sair no lugar, apenas esperando ser seguido antes de voltar a correr.

-Nem pense nisso! Eu encontrei esse brinco!
-Foi Muffin quem encontrou primeiro...

A ruiva dizia, sem nem olhar para a cena que se desenrolava. O Pokémon negro que a ajudava erguia a cabeça da lata de lixo, o olhar confuso, ignorando a casca de banana em seu focinho.

-Está me desafiando?!
-Te enfrentar ou não vai dar na mesma...
-O que você disse sua (censurado)?! Te desafio pelo direito de pegar o brinco!
-Você é estranho...

A menor se levantava, seu Poochyena voltando a ficar de seu lado, observando o rapaz de cabelo laranja estressado que gritava e xingava a ruiva. Jasmine dois voltou a correr, por reflexo, Jasmine original se posicionou para persegui-la, mas não foi preciso. Outra jovem aparecia, se jogando, literalmente, em cima do Pokémon ilusão. Zorua pulou e se transformou novamente, assumindo sua forma original. As duas jovens pareciam ter o encurralado no momento. A recém-chegada vestia roupas de colegial, provavelmente com 17 anos, tendo cabelos castanhos e longos.

-Se você quiser o brinco, vai ter que me vencer primeiro! Mas já vou avisando, ninguém derrotou o poder feminino da Lizzy!

A jovem dizia, num desafio. Uma emolga pousada em sua cabeça. O Pokémon negro observava as duas, mantendo o olhar arteiro e divertido, planejando alguma forma de aprontar com as duas ao mesmo tempo. Os outros dois ainda estavam ocupados, o rapaz gritando e xingando com a ruiva, que reclamava que ele era entediante, o deixando ainda mais irritado.



Off: imagens dos npcs:
Npc1
Npc2
Npc3

zorua malandrinho fazendo gente armar barraco por culpa dele (o(
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Bianca.red em Sex 25 Out 2013, 00:37

off: Zorua esperto e malandro XD
off²: me desculpe a demora e o post podre >.<
off³:
Spoiler:
Geodude: Apesar de todo o treinamento que recebeu para ser fria e altamente mortal, Geodude manteve um forte espirito maternal e vê sua treinadora, assim como todos os pokemon que esta está cuidando como se fossem seus filhos, protegendo e ensinando tudo o que acha necessário.
Tendo uma paciência quase infinita, ela nunca perde a paciência com seus "filhotes", nem mesmo quando esses se mostram incapazes de executar os ataques que ela constantemente tenta ensiná-los ou quando a contradizem, mas isso muda quando alguém ameaça fazer algum mal a ela ou a seus "filhotes". Quando isso acontece a pokemon se lembra de todo o seu treinamento, se tornando uma verdadeira "arma mortífera", que só para quando seus adversários estão mortos, fugindo para onde ela não pode alcançá-los ou quando sente que eles foram derrotados.
Quando tem algum tempo livre e não esta vigiando seus "filhos", Geodude gosta de ficar um pouco no sol e tomar longos banhos de areia. Ela também adora que a escovem com uma escova bem resistente e que esfreguem ela com uma pano seco para tirar o excesso de areia e deixá-la quase brilhando de tão limpa.

Com o bolso recheado já estava pronta para sair aquela área e continuar a procurar o Zorua quando o som de alguém gritando me chamou a atenção. Olhando para atrás vi um garoto falar todos os palavrões que conheci enquanto perseguia uma replica sua que praticamente só ria da raiva do garoto e o provocava ainda mais antes de voltar a sua pequena forma original. Com toda essa confusão a treinadora do Poochyena logo se levantou e começou a discutir com o outro para decidir quem ficaria com o brinco.

Sem me importar com os dois  começando a imaginar como aquele Poochyena conseguia aturar uma garota tão idiota, volto minha atenção para Zorua, que havia voltado a imitar minha aparência. Estava pronta para correr atrás dele novamente quando uma garota se jogou pronta para pegar o pokemon noturno, mas não conseguiu pois ele logo pulou para longe e ficou olhando de mim para ela, como se estivesse interessado em ver o que aconteceria ou estivesse apenas escolhendo em qual as duas ele iria imitar agora.

Com a energia e características tipicas de uma Stylist com um pouco de experiência (ou uma gladiadora muito animada), a garota logo me desafio para uma batalha que decidiria quem ficaria com o brinco. Eu duvidava muito que Zorua simplesmente entregaria o brinco para quem vencesse a batalha, mas aquela Emolga era uma ótima chance para testar o poder da minha geodude, então logo peguei a pokeball do meu bolso e me preparei para a batalha.

- Nossa. To morrendo de medo de você e dessa ratinha metida a chapéu. - Falei sem conseguir deixar de rir daquela garota e de sua pokemon. Elas não teriam chances contra minha geodude e sem parar de vigiar o Zorua, lancei a pokeball para cima, liberando minha pokemon terrestre que logo começou a olhar em volta tentando entender o que estava acontecendo ali. - Você ainda pode fugir se quiser. - Comentei enquanto pegava três TMs (Fire Punch/ Rock Tomb/ Brick Break) e ensinava para a minha pokemon que observava toda aquela confusão com uma expressão que dizia que ela queria que todos parassem de gritar tanto para que ela pudesse pensar melhor.

- Muito bem Geodude, eu sei que tem muita coisa acontecendo aqui e que esta tudo muito confuso agora, mas vamos nos concentrar só nessa batalha por enquanto, ok? - Perguntei olhando para a treinadora da Emolga e para o Zorua, tentando mostrar que era neles que tínhamos que nos concentrar. Aparentemente funcionou, pois logo a pokemon concordou e se virou para eles batendo suas mãos no chão e se preparando para a batalha. - Ótimo! Então fique com isso e comece usando seu Rock Polish. Depois espere um pouco e assim que algum deles atacar, tente usar seu Rock Tomb para bloquear o ataque e causar alguns danos. - Conclui entregando um Lucky Egg para a Geodude e parando para observar o que Zorua e aquele garota fariam agora.


off¤: tirar Mud Sport ^^
Bianca.red
Bianca.red


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Érica em Ter 29 Out 2013, 19:02

O movimento e a confusão se intensificavam, sendo tudo culpa do pequeno Pokémon raposa. Dois ruivos começavam uma “conversa”, o rapaz gritando ofensas e diversas palavras que faziam as mães cobrirem os ouvidos das crianças, deixando-as chocadas.

O pequeno Zorua estava entre as duas garotas, mantendo um sorriso arteiro e divertido. A jovem animada sorria, embora fosse visível estar um pouco ofegante. Talvez Zorua também tivesse feito ela o perseguir por um tempo, assim como havia feito com a loira e com o rapaz de cabelo laranja berrante. Embora o Pokémon com certeza fosse escapar, enquanto todos se distraiam com sua batalha, a Pokémon voadora da garota era a chance perfeita de treinamento.

-Ninguém fala assim da Lizzy. Você vai ver o poder feminino dela!

A garota agitou os cabelos castanhos, fazendo pose em seguida, parecendo imitar o gesto de uma protagonista de algum anime. O pequeno Zorua parecia perceber que uma batalha em breve ocorreria, se transformando na Emolga e voando para uma das árvores, sorrindo enquanto aguardava alguém persegui-lo.

Os quatro estavam prontos para batalhar. O rapaz liberando um Bulbasaur, enquanto o Poochyena da jovem de olhar sonolento se preparava para atacar. Geodude observava a Emolga, que descia da cabeça de sua mestra, todos tendo um olhar sério e concentrado, quando um rapaz de óculos e cabelos azulados se aproximava. O olhar arrogante.

-Que bando de amadores. Perdendo tempo em uma batalha dessa forma. Bom, enquanto vocês se distraem, eu vou pegar o brinco...

Ele dizia, indo em direção ao Zorua, mas a garota em frente a Jasmine e o rapaz de cabelo laranja gritaram, mandando-o esperar.

-Desafio você também!

Gritavam juntos, um irritado, a outra desesperada. O rapaz suspirou, um meio sorriso debochado, entrando na “roda” que havia se formado. Os Pokémon se olhavam, confusos e sem saber quem atacar ou não.

-São mesmo um grupo de amadores. Creio que meu Pokémon mais fraco será mais que o suficiente para essa batalha.

Ao terminar de se pronunciar, ele liberava um Pokémon, sendo uma Butterfree, mas esta possuía uma coloração diferente do normal, sendo shiny. Todos se encaravam, sem saber quem atacar com exatidão, aguardando alguma reação dos outros oponentes.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Dia quente e abafado. Sem brisa. Batalha ocorrendo dentro do parque de diversões, com várias pessoas, brinquedos, barracas, bancos e latas de lixo para todos os lados.

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. 74
Geodude - Lv.08 - Trait: Rock Head
100%, Status: Normal
Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. 587
Emolga/Lizzy - Lv.10 - Trait: Static
100%, Status: Normal
Vs.
Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. 1
Bulbasaur/Charlie - Lv.09 - Trait:Overgrow
100%, Status: Normal
Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. 261
Poochyena/Muffin - Lv.12 - Trait: Run Away
100%, Status: Normal
Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. 12f
Butterfree - Lv.10 - Trait: Compoundeyes
100%, Status: Normal


Off: Gostando do Zorua pestinha? XD
Teu post tá ótimo ;)melhor que o meu (O(
Personalidade e ficha atualizados o7
Explicação da luta: Será todos contra todos, ataca quem tu quiser XD pode tentar combinar parcerias com algum npc )O)
Npc4
pra facilitar e saber qual NPC ta falando: NPC = Dono da butterfree, NPC¹ = Dona do Poochyena, NPC² = Dono do Bulbasaur, NPC³ = Dona da Emolga
desculpa demora >.<
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Bianca.red em Qua 20 Nov 2013, 01:56

off: sim *.*
off²: o seu que ficou melhor u.u
off³: ok =3
off¤: super luta com granes chances de causar uma grande confusão )o)
off€: entendido ^^ (quem mandou inventar tanto NPC? XD )
off¼: quero os números 4,5,6,7,8,9 e 0 pequenos pra não ter que usar símbolos estranhos nos offs ;-;
off½: to com sono, então o post não vai ser dos melhores Sleep 

A caçada ao brinco estava se tornando muito mais tumultuada do que eu havia imaginado e enquanto a garota de cabelos castanhos (NPC3) falava e agia como se fosse a protagonista de alguma série ou anime, fiquei torcendo para que nossa batalha não chamasse a atenção dos cadetes. Se qualquer um os cadetes de Twister me encontrasse ali, logo meu pai descobriria que eu não tinha entrado no trem para Nyender e voltaria na primeira oportunidade que tivesse. O que não seria nada bom para mim ou para minha pequena geodude (que é o pokemon simbolo da gangue que meu pai mais odeia).

Percebendo que uma batalha começaria e que ele estava bem no meio do "campo de batalha", Zorua se transformou em uma Emolga e logo voou até uma árvore próxima, onde se sentou pronto para assistir e se divertir um pouco com a batalha/confusão que ele havia começado. Todos já haviam liberado seus pokemon e estávamos prontos para começar a batalha quando mais alguém resolveu entrar naquela bagunça.

O mais novo chato de cabelos azuis era o mais arrogante de todos que estavam lutando pelo brinco "perdido". Ele parecia se achar superior a qualquer um ali e estava pronto para simplesmente nos ignorar e ir simplesmente pegar o brinco com o Emolga/Zorua. Antes que eu pudesse fazer qualquer coisa a garota na mina frente e o ruivo boca-suja gritaram ao mesmo tempo desafiando o homem de cabelos azuis para uma batalha e para a minha surpresa ele aceitou, como se ele quisesse isso desde o começo ou não se importasse em entrar naquela bagunça.

- Em vez de passar despercebido e pegar o brinco enquanto estivéssemos concentrados na batalha, você chega anunciando sua presença e chamando a atenção de todos nós. Impressionante. - Comentei olhando diretamente para o chato de cabelos azuis. - Nos que somos os amadores? Tem certeza? -

Assim que terminei de falar observei todos os pokemon que estavam em campo. Cinco pokemon lutando todos contra todos. Parecia que começaríamos uma pequena guerra no meio de um parque cheio de pessoas que não pensariam duas vezes antes de chamar os cadetes caso nossa batalha atrapalhasse a diversão deles. Eu não podia deixar que essa batalha chamasse muito mais atenção do que já havia chamado, então decidi tentar transformar esse "todos contra todos" em algo mais organizado.

- Antes de começar essa batalha eu só tenho uma pergunta: que direito vocês dois tem de ficar com aquele brinco? - Perguntei apontando para o chato de cabelos azuis e logo em seguida para a ruiva preguiçosa. - Você estava sentada sem nem ao menos se esforçar para encontrar esse brinco e você só encontrou o brinco por nossa causa. Nós três aqui corremos atrás desse Zorua o dia inteiro, então se alguém aqui deve ficar com o brinco somos um de nós. - Falei deixando claro que esse "nós" eramos eu, a morena animada e o ruivo irritadinho.

- Não concordam? - Perguntei tentando fazer uma pequena "aliança" para transformar uma luta de todos contra todos para uma de três contra dois e antes que eles respondessem decidi dar algumas instruções para que Geodude ficasse preparada para a batalha. - Geodude comece usando Rock Polish para aumentar um pouco sua velocidade e em seguida use seu Defense Curl para se desviar dos ataques e se manter um pouco afastada de todos. - Conclui esperando que os dois concordassem com minha ideia. Minhas instruções devem ter soado como se eu fosse uma covarde, mas na verdade eu só estava aproveitando que estava esperando o ruivo e a morena decidirem se me ajudariam ou não para aumentar a velocidade e defesa da minha pokemon.
Bianca.red
Bianca.red


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Érica em Ter 10 Dez 2013, 16:55

Off: Mil desculpas pela demora Ç_Ç
O meu deve ta uma confusão só u_u o teu é melhor u_u
Super confusão (O( muito caos )O) e Jasmine vai sofrer \O/ -apanha
da próxima crio menos NPC e.e
símbolos estranhos são lgls \o\
teu post ta perfeito =3


A situação se tornava uma grande bagunça. A jovem gangster ficava preocupada com a possibilidade dos visitantes chamarem os cadetes, mas ao contrário disso, algumas pessoas se reuniam e assistiam, aparentando acreditar que eles eram uma nova atração do local. Pareciam acreditar que aquela confusão era apenas mais um show, o que poderia ser de ajuda para a loira. Enquanto acreditassem nisso, menos chances de chamarem cadetes.

O rapaz de óculos encarou Jasmine, arrumando os óculos e dando um sorriso de canto. O pequeno Zorua encarava curioso, aproveitando o “show”.

(NPC)-Você é mais amadora do que imaginei. Vocês não tem como pegar um Pokémon que faz ilusões simplesmente correndo atrás dele, mas nem mesmo Zorua pode se esconder do próprio cheiro, não concordam? – Ele dizia, liberando um segundo Pokémon. Um Growlithe que ficava ao seu lado. – Enquanto eu impeço vocês de pegarem o brinco primeiro, meu Pokémon vai atrás de Zorua. Uma divisão de tarefas, distraindo a concorrência mais perigosa enquanto meu companheiro conquista meu objetivo, além de dar um desafio com potencial para minha Pokémon.

Ele olhou para o cão de fogo, que acenou e correu em direção a Zorua. O Pokémon negro percebeu o outro se aproximando e rosnando, voando apressado para se afastar, mas sendo seguido de perto. Os dois sumiam na multidão. Além de vencer os 4 e encontrar Zorua, a jovem agora teria que fazer isso antes de Growlithe pegar a raposa travessa.

(NPC¹)- Concorrência mais perigosa? Então alguns de nós, se não todos, estávamos mais perto do que você de pegar o brinco, então se aproveitou da reunião para nos distrair e ficar mais próximo... Inteligente, mas eu e Muffin nunca perdemos antes, melhor desistir... – A ruiva dizia praticamente inexpressiva. Poochyena tinha um olhar desanimado, não parecendo gostar da ideia de uma luta.

(NPC³)-Não vim tão longe pra desistir! Estou procurando esse brinco já tem... – A morena parou e começou a contar as horas nos dedos junto com sua Emolga, desistindo pouco depois – Muito tempo! Desiste você!

(NPC²)- Da pra parar com essa (censurado) e agir de uma vez?! Antes que aquele cachorro pulguento e (censurado) pegue o brinco pra esse (censurado)!

(NPC)- Apenas amadores são tão desesperados e deselegantes.

O ruivo desbocado começou a pronunciar uma série de ofensas, deixando várias mães chocadas, que cobriam os ouvidos de suas crianças e se afastavam as pressas. A loira logo começava a propor uma aliança, questionando o rapaz de óculos e a ruiva sonolenta. A ruiva deu de ombros, demonstrando desinteresse e estourando outra bola de chiclete. Não parecia interessada em responder.

(NPC)- Numa coisa você está certa, vocês correram atrás dele. Pouparam muito de meus esforços o localizando e deixando que ele fizesse vocês de bobos. Considere a honra de batalhar comigo uma forma de gratidão por terem me poupado dessa corrida.

(NPC³)- Isso não vale!!! O time das garotas sempre ganha! Lizzy, poder feminino no Pokémon dele!

A morena, aparentemente, aceitava a aliança de Jasmine, imitando a pose de provavelmente da sailor moon, enquanto comondava sua Pokémon. A Emolga logo usava Attract na Butterfree, mas não causava efeito. A garota olhou surpresa, a ruiva arqueando uma sobrancelha. Aparentemente, batalhas não eram o forte da dona da roedora elétrica.

(NPC)- Vejo que o “Time das Garotas” compensa sua força de vontade com o dobro de inexperiência... Minha querida use Confusion e arremesse Emolga contra o Bulbasaur. Use Energy Ball contra a Geodude.

(Npc²)- Loirinha, concordo com você, mas não espere que eu facilite. Só um vai sair vencedor de qualquer forma. Charlie use Vine Whip no Poochyena para jogá-lo longe, em seguida Toxic na Emolga!

(NPC¹) – Muffin, use Dig para evadir e surja atrás de Geodude com Iron Tail.

(NPC³) – Lizzy, cuidado! Use Quick Attack para evadir e tentar acertar Poochyena quando ele sair da terra!

O caos se estabelecia no local. Geodude iniciava aumentando sua velocidade, com ajuda do Rock Polish. Poochyena escondia-se na terra, fugindo das vinhas do Pokémon bulbo, mas Emolga logo era atingida pelo Confusion, levando dano e sendo jogada contra o monstrinho de planta. Embora a proximidade, o impacto fez Bulbasaur perder o equilíbrio e errar o Toxic. Poochyena surgia atrás de Geodude e a atingia com Iron Tail, mas a Emolga logo acertava o Pokémon negro com o golpe rápido, forçando-o a se afastar e fazendo o golpe aço atingir apenas parcialmente. Geodude aumentava sua resistência logo em seguida, conseguindo desviar do golpe tipo grama.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Dia quente e abafado. Sem brisa. Batalha ocorrendo dentro do parque de diversões, com várias pessoas, brinquedos, barracas, bancos e latas de lixo para todos os lados.

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. 74
Geodude - Lv.08 - Trait: Rock Head
90%, Status: + 2 Speed / + 1 Defesa
Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. 587
Emolga/Lizzy - Lv.10 - Trait: Static
89%, Status: Normal
Vs.
Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. 1
Bulbasaur/Charlie - Lv.09 - Trait:Overgrow
98%, Status: Normal
Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. 261
Poochyena/Muffin - Lv.12 - Trait: Run Away
88%, Status: Normal
Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. 12f
Butterfree - Lv.10 - Trait: Compoundeyes
100%, Status: Normal
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Bianca.red em Seg 16 Dez 2013, 17:47

off: sem problemas ^^
off²: o rota que ta uma confusão )o)
off³: vish x.x''
off¤: menos NPCs seria bom XD
off€: sim, mas eu preferia números
off¼: ta nada >.<
off½: viva a festa dos offs )o)
off¥: vou matar esse NPC quatro olhos e.e




Para a minha sorte a também da minha pokemon, nenhum dos visitantes do parque pareceu se incomodar com aquela bagunça, e em vez disso estavam se divertindo com a cena. Provavelmente eles achavam que aquilo poderia ser algum tipo de nova atração do parque e muitos surgiram carregando pacotinhos de pipoca para assistir o "show".

Respondendo ao meu comentário, o garoto que parecia um nerd que caiu de cabeça em uma lata de tinta azul logo liberou sua pokemon de fogo para perseguir o Zorua/Emolga, o que junto com a superioridade que aquele chato estava demonstrando me tiraram o pouco de paciência que tinha sobrado depois de correr atrás daquele pokemon raposa por todo o parque de diversão.

- Como eu pego ou deixo de pegar meus pokemon é problema meu! Seu planinho pode até ser bom, mas eu não só vou garantir que vai falhar, mas também vou garantir que você nem ao menos encoste naquele brinco! - Exclamei sentindo vontade de largar aquela batalha de lado e mandar minha pokemon atacar diretamente aquele babaca.

Nem mesmo os comentários hilários ou as poses da treinadora da Emolga melhoraram meu humor, mas o fato dos dois terem concordado com a parceria temporária me fez sorrir de satisfação.

Todos os pokemon tinham ótimos ataques e a maioria sabia usar esses movimentos em boas estratégias, mas com tantos pokemon atacando ao mesmo tempo não consegui entender tudo o que estava acontecendo, então tentei me focar mais no que estava acontecendo com minha pokemon.

- Éhhh, eu não quero me entrometer, mas seria melhor você usar o Attract da sua Lizzy no Poochyena. - Comentei tentando ajudar a morena naquela batalha, que claramente estava se atrapalhando um pouco. - Geodude você foi muito bem, agora use seu Brick Break para bloquear qualquer ataque do Poochyena e em seguida use seu Rock Tomb na Butterfree, mas só a ataque quando ela estiver distraída com alguma outra coisa. - Comandei finalmente eixando a estratégia defensiva para trás e partir finalmente para a ofensiva.
Bianca.red
Bianca.red


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Érica em Sex 20 Dez 2013, 15:55

Off: e lá vou eu demorando de novo pra postar e.e -apanha
Off²: *está confused @u@ Mel leva dano por causa da confusão @u@
Off³: *risada maléfica What a Face
Off£: acho que nunca mais faço luta todos contra todos x.x
Off¢: da pra usar os números normais )o)
Off¬: ta sim u.u
Off&: encher post com tantos offs, que a parte dos offs será 3x o tamanho do post (O(
Off*: kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk XD n é a unica que quer matar ele XD
Off(: como se faz pra colocar esses símbolos estranhos q tu coloco? o.o





A paciência de Jasmine parecia estar sendo testada naquele momento. O rapaz de óculos se mostrava tão arrogante, que apenas a ruiva parecia não se incomodar, provavelmente por ter preguiça demais.

O rapaz de óculos apenas riu do comentário da loira, chamando-a de amadora novamente, dizendo que tal comportamento era esperado de alguém sem experiência. Tais comentários serviram para aumentar a irritação da gangster.

(NPC³) – Chato, chato, chato! Preciso dessa TM muito mais do que você!
(NPC) – Questão não é quem precisa, mas quem irá pegar primeiro o brinco.

A morena estava claramente emburrada, uma das bochechas estufadas e fazendo bico, uma expressão infantil.

(NPC²) – AAAAAAAAAAAA, vamos continuar com essa (censurado) de uma vez?!

Jasmine não parecia ser a única que se irritava com o jovem de óculos, mas a parceria temporária lhe dava algum animo. Apesar disso, todos tinham ataques fortes e, com tantos golpes simultâneos, todos ali pareciam perdidos com a confusão. A “plateia” soltava alguns sons, parecendo animados e aplaudindo algumas vezes.

A morena animada olhou para Jasmine, ouvindo sua sugestão, dando um pequeno golpe em sua própria cabeça.

(NPC³) – Como não pensei nisso? Lizzy, Poder Feminino no poochyena! Em seguida, Thundershock na Butterfree!
(NPC) – Minha linda, use Double Team para confundir todos e ataque com Confusion a Geodude!
(NPC²) – Charlie, use Leech Seed no Poochyena e em seguida Vine Whip nele!
(NPC¹) – Muffin, use Yawn na Emolga, em seguida corra entre os bancos para evadir e ataque com Iron Tail quem estiver mais perto!

Novamente, o caos se estabelecia. Emolga começou e deixou Muffin, Poochyena da ruiva, apaixonado. Pela primeira vez, a garota demonstrou algo além de sonolência, praguejando baixinho. Butterfree usou Double Team, confundindo todos. Devido as cópias, a companheira de Jasmine errava o golpe e Lizzy não atacou de imediato.

Se aproveitando da confusão, Bulbasaur usou seu Leech Seed em Pocchyena, tendo sua vida drenada e o Pokémon grama se recuperando. Butterfree logo atacou a Pokémon rochosa, e sem querer, jogando-a em cima dos trilhos de uma montanha russa, sendo quase atropelada (literalmente) pelos carrinhos. O rapaz ruivo ordenou rapidamente seu Pokémon mudar o golpe e as vinha atingiam a geodude, causando danos extras devido o tipo, mas impedindo que fosse atingida pelo carrinho do brinquedo e levasse danos ainda mais catastróficos.

Emolga aproveitou a breve distração e acertava a Butterfree com seu Thundershock, causando um bom dano, mas era afetada pelo Yawn, passando a bocejar, o que indicava que em breve iria dormir. Poochyena não atacou por estar apaixonado.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Dia quente e abafado. Sem brisa. Batalha ocorrendo dentro do parque de diversões, com várias pessoas, brinquedos, barracas, bancos e latas de lixo para todos os lados.

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. 74
Geodude - Lv.08 - Trait: Rock Head
61%, Status: + 2 Speed / + 1 Defesa
Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. 587
Emolga/Lizzy - Lv.10 - Trait: Static
89%, Status: Sob efeito do Yawn
Vs.
Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. 1
Bulbasaur/Charlie - Lv.09 - Trait:Overgrow
100%, Status: Normal
Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. 261
Poochyena/Muffin - Lv.12 - Trait: Run Away
84%, Status: Apaixonado por Emolga / Sob efeito do Leech Seed
Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. 12f
Butterfree - Lv.10 - Trait: Compoundeyes
80%, Status: + 1 de evasive (3 butterfrees no campo, contando a original)

Mais alguns aplausos e cochichos da pequena plateia, murmurando algo sobre ser clichê fingir que o Pokémon corre algum perigo real durante uma batalha. Outros pareciam estar se divertindo e apostando nos monstrinhos. Pelo o que Jasmine ouvia, a maioria apostava na Butterfree.

(NPC) – Você pode ter conseguido acertar minha parceira, mas sua Pokémon em breve irá cair no sono, e nestas condições, não vai durar muito. Tenho então que me livrar só de uma Pokémon, que pode realmente fazer algo contra minha Butterfree... – Ele dizia, fitando a Geodude com seriedade, arrumando os óculos.

A morena torcia a barra de sua jaqueta cinza entre os dedos, nervosa e sem saber o que fazer. Tendo sido claramente perturbada pelo comentário do outro, mirando Jasmine e pedindo por ajuda de forma silenciosa. A ruiva preguiçosa respirou fundo, pensando.

(NPC¹) – Muffin, use Dig para se esconder temporariamente e, quando tiver oportunidade de surpreender algum dos oponentes, surja pelas costas e ataque com Iron Tail! Faça isso com qualquer um, menos Emolga! – A garota comandava, já excluindo a voadora sonolenta, prevendo que seu Pokémon não poderia fazer nada contra ela por enquanto.
(NPC²) – Charlie, nada de ficar para trás! Use Vine Whip para tentar agarrar Butterfree e acertá-la com Toxic!
(NPC³) – Lizzy-chan, sei que está com sono, mas por favor, por favor, tente usar Charge e acertar Butterfree com um Thundershock reforçado! Mostre do que somos feitas!
(NPC) – Não vou permitir que minha amada seja atingida tão facilmente de novo! Voe mais alto e use mais um Double Team! Deixe suas cópias distraírem esse bando de amadores e, de cima, irá evitar muitos ataques! Ataque todos com Swift!
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Alice em Qua 25 Dez 2013, 13:51

Repentinamente você escuta um estranho som que lhe obriga a olhar para cima por alguns segundos, em busca da fonte, sem no entanto encontrar nada. Em seguida você olha para o chão confuso e se depara com um pequeno embrulho aos seus pés.

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Presente
Confuso e receoso você recolhe o estranho embrulho e lê o bilhete, deparando-se com algo ainda mais estranho.
Feliz Natal! Ho ho ho!

Cada vez mais confuso e desconfiado, você abre o estranho e se depara com um Luck Incense... É... parece que Papai Noel existe mesmo...

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. 63

Ho ho ho! Feliz Natal!
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Bianca.red em Qui 26 Dez 2013, 17:24

off: você não demorou, eu que demorei >.>
off²: *também esta confusa e começa a bater a cabeça na parede @~@
off³: *se escondeu em baixo da cama Ç~Ç
off¤: isso é bom, e também espero nunca participar de uma dessas XD
off€: usar os números normais não é tão legal u.u
off¼: essa discussão de quem tem o post menos ruim deixa muitos players com raiva da gente XD
off½: viva os offs \o\
off¾: então vamos matar ele logo \o/
off¥: eu fui apertando os botões do teclado aleatoriamente @W@




- Palhaço. - Murmurei tentando evitar me juntar ao ruivo e começar a falar todas as ofensas que conhecia para aquele garoto quatro olhos metido. Ela parecia ter o dom de irritar as pessoas, pois com exceção da ruiva que devia ter preguiça até mesmo para se importar com o que os outros falavam, todos que estavam naquela batalha pareciam querer derrotar o garoto da butterfree da maneira mais humilhante possível.

Ainda com uma certa vontade de abandonar a batalha e dar alguns socos na cara daquele metidinho, decidi tentar prestar um pouco mais de atenção naquela bagunça que estávamos chamando de batalha para tentar tirar alguma vantagem. Sem se importar em receber alguns conselhos a garota do "poder feminino" logo seguiu meu conselho, mandando o Attract em direção ao Poochyena, mas logo voltou sua atenção para a Butterffre, ordenando que sua pokemon usasse um Thundershock nela.

Era um bom plano e para ajudar, o ruivo que precisava passar algum tempo em alguma escola de etiqueta para que aprendesse a não xingar tanto em uma única frase decidiu se concentrar na pokemon noturna, pois por mais que quisesse acabar com aquela Butterfree tanto quanto qualquer um de nossa aliança temporária, ela devia saber que os ataques da sua pokemon não fariam muitos estragos na pokemon alada, então decidiu se concentrar em acabar com a única ajuda que o quatro olhos poderia ter. (Pelo menos era isso que eu imaginava e esperava que ele estivesse planejando.....)

Começando bem para o nosso lado, Emolga atingiu Poochyena com vários corações rosas, fazendo-o ficar imediatamente apaixonado pela pokemon elétrica, o que o impediu de atacar ou mesmo de desviar das pequena sementes que o Bulbasaur lançou. Infelizmente a coisas ficaram complicadas quando Butterfree criou vários clones, fazendo a pokemon elétrica ficar sem saber o que fazer e minha pokemon errar o ataque.

Sem dar chance de nos recuperarmos daquele Double team, logo a Butterfree lanço geodude para longe com seu confusion e para o nosso azar, minha pokemon de pedra caiu bem em cima dos trilhos da montanha russa. Vendo o carrinho se aproximar em alta velocidade em direção da minha pokemon comecei a gritar falando para ela sair logo dali, mas parecia que o  poder do ataque combinado com o susto de ver um carrinho de montanha russa vindo em sua direção deixou minha pokemon petrificada e ela teria sido atingida em cheio pelo veículo se as vinhas do pokemon grama/venenoso não a tivessem empurrado para longe no momento exato.

- Obrigada. - Agradeci o ruivo muito aliviada por geodude estar bem e não ter sido atingida pelo brinquedo, mas mesmo assim aquele Vine whip tinha causado estragos e minha pokemon demonstrava isso esfregando um pouco a área onde os chicotes a tinham atingido. Enquanto quase todos estavam concentrados em minha pokemon, Emolga aproveitou isso para atingir a pokemon inseto com um certeiro Thundershock. Mas antes que pudéssemos comemorar o ataque bem sucedido Emolga deu um longo bocejo, mostrando que em breve dormiria por causa do ataque que recebeu.

Ignorando os aplausos, cochichos e apostas que vinham da multidão tentei pensar em alguma coisa para virar aquela batalha, que agora estava muito desfavorável para mim e Geodude. A morena olhou para mim buscando apoio e alguma ideia para responder ao quatro olhos que agora a estava provocando.

- Infelizmente não ha muito o que fazer para sua pokemon não dormir, então o melhor é você tirá-la da batalha assim que ela dormir e usar um item de cura nela, se você tiver algum que a ajude a acordar. Se não tiver nada fique com ela no colo e só a mande de volta para a batalha quando estiver completamente acordada. - Falei dando a única ideia que tive para ajudar a Emolga. Poderia parecer estranho eu estar ajudando alguém que mais cedo ou mais tarde teria que derrotar, mas ela era minha melhor ajuda para derrotar aquela Butterfree e futuramente o Bulbasaur, então no que ela precisasse eu tentaria ajudar.

Ouvindo as instruções dadas aos pokemon tive uma ideia que poderia tirar a vantagem da pokemon borboleta. - Geodude ajude o Bulbasaur lançando seu Rock tomb na Butterfree, tentando cercá-la e destruir o maior número de clones que você conseguir. Em seguida fique ao lado da Emolga e proteja ela lançando Rock tomb em quem vier atacá-las. - Falei confiante de que nossa estratégia daria certo.

Enquanto nos preparávamos para o combate continuar, ouvi um som estranho de sinos vindos de algum lugar acima da minha cabeça, mas quando fui olhar não vi nada de anormal. Para a minha surpresa, assim que olhei para baixo encontrei uma pequena caixa de presente vermelha e ao abri-la encontrei um tipo de incenso cheiroso, que assim que tirei completamente da caixa espalhou sua fumaça amarelada pelo campo. "Que estranho...." Pensei observando o estranho objeto que me era vagamente familiar, talvez por ter visto ele em algum livro ou quando mexia na mochila de viagem do meu pai, mas agora não me lembrava o que era aquilo ou para que servia.

Ainda estava observando o objeto quando algo ainda mais estranho aconteceu. Meu celular começou a tocar mostrando um número restrito na tela, o que me deixou ainda mai confusa enquanto respirava fundo tentando juntar um pouco de coragem para atender o telefone. Assim que atendi uma voz desconhecida explicou que o Ministro do ouro organizou um grande campeonato para comemorar o aniversário de cinquenta anos do fim da guerra e do grande sacrifício de Arceus e eles estavam me convidando para participar, oferecendo transporte até o local e me tentando falando sobre o tentador prêmio do primeiro colocado. - Claro, eu quero participar sim. Estou no parque de diversões perto da montanha-russa. - Falei animada imaginando que tipo de pokemon alguém tão rico quanto o Ministro do ouro poderia ter para oferecer como prêmio.




off¬: presente *O*
off¿: espero ter feito certo essa ligação ^^''
Bianca.red
Bianca.red


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Érica em Sex 27 Dez 2013, 23:19

A vontade de montar um “dueto” com o ruivo desbocado crescia. A grande maioria estava desgostosa com o rapaz de cabelo azulado, que parecia provocá-los com cada gesto e sorriso arrogante. O sol forte parecia facilitar para esquentar o temperamento de Jasmine, que sentia já o cabelo grudando na nuca devido o suor.

O desenrolar da bagunça descomunal continuava, indo relativamente bem para o lado de Jasmine, da morena animada e do desbocado. O susto de quase ter a Pokémon atropelada não atrapalhava a concentração no combate. Novas ordens eram dadas, bem como conselhos, quando todos eram interrompidos e atendiam seus respectivos celulares. Os monstrinhos de bolsos olharam confusos.

(NPC³) – Não tenho itens... Vou recolhê-la assim que ela adormecer, mas assim que ela acordar, agente volta pra luta!

A garota dizia, embora a animação de antes não estivesse mais presente, ela ainda mantinha um sorriso determinado. A batalha começava a se desenrolar. A borboleta criava mais cópias, criando diversas cópias, enquanto o Poochyena cavava e se escondia. Butterfree era surpreendida pelo ataque da Geodude, que destruía suas cópias e, na surpresa, um de seus pés era agarrado pela vinha de Bulbasaur.

Um lapso de esperança surgia no peito de Jasmine, quando via o Bulbasaur preparar seu Toxic e a borboleta voar em pânico. O rapaz de óculos praguejava, mas para azar do trio que queria derrotar o jovem, e sorte do dono da Pokémon alada, Muffin surgia ao lado de Bulbasaur e o atingia com um Iron Tail, atrapalhando-o.

Emolga tentava usar seu golpe, que fortaleceria seu próximo thundeshock, mas bulbasaur era arremessado em cima dela, e com o contato, ficava paralisado. Ele soltava a borboleta, a elétrica usou thundershock apressadamente, antes que a oponente se afastasse, causando danos, antes de finalmente cair no sono.

(NPC³) – Lizzy, sei que adora o filme Bela Adormecida, mas não é hora de esperar um príncipe encantado te acordar!

Poochyena logo ficava em frente a morena, balançando as patas, claramente se candidatando a papel de “príncipe encantado” da emolga, mas sendo claramente ignorado. A ruiva coçou de leve a cabeça.

(NPC¹) – Isso pode ser potencialmente problemático...

A borboleta usou swift, o ataque que acertava a todos os oponentes, as estrelas causando danos em todos no grupo. Geodude, devido à resistência, levava menos danos do que os outros. Parte da energia do Pokémon negro era sugada pelas sementes sanguessugas, sendo transferida para o Bulbasaur.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Dia quente e abafado. Sem brisa. Batalha ocorrendo dentro do parque de diversões, com várias pessoas, brinquedos, barracas, bancos e latas de lixo para todos os lados.

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. 74
Geodude - Lv.08 - Trait: Rock Head
56%, Status: + 2 Speed / + 1 Defesa
Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. 587
Emolga/Lizzy - Lv.10 - Trait: Static
79%, Status: Dormindo
Vs.
Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. 1
Bulbasaur/Charlie - Lv.09 - Trait:Overgrow
83%, Status: Paralisado
Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. 261
Poochyena/Muffin - Lv.12 - Trait: Run Away
50%, Status: Apaixonado por Emolga / Sob efeito do Leech Seed
Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. 12f
Butterfree - Lv.10 - Trait: Compoundeyes
65%, Status: + 2 de evasive

Todos se preparavam para dar novos comandos, a jovem do “poder feminino” pegando a esfera bicolor de sua companheira, quando um homem vestido de cadete se aproximava.

-Que bagunça é essa?! – Ele dizia, os olhos se arregalando, como se reconhecesse todos, ou pelo menos alguns, do grupo. – VOCÊS?!

Jasmine sentia a mão da morena segurar seu pulso e puxá-la, todos os outros correndo em conjunto, sendo seguidos por seus respectivos Pokémon.

(Cadete)-Jonathan Herondale, você está preso por pichar! Lucy Lightwood, você está presa por roubo de uma viatura! E vocês três irão pra delegacia e dizer exatamente o que estão fazendo com esses dois!

O homem gritava, enquanto o grupo fugia. A emolga sendo carregada por Poochyena que corria ao lado de sua dona, geodude rolando ao lado de Jasmine, a borboleta voando acima do grupo.

(NPC³) – Eu deixei um bilhete avisando que ia devolver, e iria se não tivesse esquecido o freio de mão e ele não tivesse caído no mar! – A morena dizia, choramingando.
(NPC²) – Não se pode mais xingar a ex-professora do primário, pichando (censurado) no muro do lugar onde ela trabalha?!
(NPC¹) – Ir presa por estar com vocês é problemático demais pra mim... Não gosto de correr..... – Pela primeira vez, a ruiva demonstrava uma leve irritação.
(NPC) – Essa batalha ainda não acabou, seu bando de amadores problemáticos e escandalosos. Butterfree, se prepare para atacar, isso será um desafio interessante...

Apesar da fuga, a luta ainda continuaria aparentemente, ao mesmo tempo em que tentavam despistar o cadete que os perseguia.




Hora dos offs \o/
agora fui mais rápida XD gostando da confusão? XD
*coloca gelo no lugar onde Bia bateu a cabeça
agora vai ter que lutar, enquanto corre, fugindo de um cadete, tendo que encontrar o zorua, num parque de diversões altamente movimentado u.u XD
XD lutas simples depois dessa XD
eu esqueço de colocar os offsímbolo 'u'
meus posts saem uma bagunça, isso n tem como questionar u.u
offs são a melhor parte do post u.u -apanha-
everybody hate carinha de cabelo azul e arrogante (O(
eu queria conseguir fazer símbolos estranhos assim Ç_Ç
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes. Empty Re: Jasmine e Geodude, saindo da cidade das luzes.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum