Que comece a tortura... ou seria teste?

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ir em baixo

Que comece a tortura... ou seria teste? - Página 2 Empty Re: Que comece a tortura... ou seria teste?

Mensagem por Alice em Sex 18 Abr 2014, 14:10

Susana lutava contra seu medo para responder ao teste e poder se retirar o mais rápido da sala, com sorte carregando sua licença. A estranha música ecoava em sua mente e seus dedos, várias vezes, tentaram escrever a letra no lugar da resposta correta. Era  uma luta constante para a ruiva que se sentia sozinha novamente na escura Kuroi Mori.

O som da cadeira da comandante evidenciava que a mulher estava sentada novamente em seu lugar e isso pressupôs que a jovem teria de colocar a segunda folha respondida sobre a mesa. Após escrever a última palavra, Susana admirou sua prova por alguns instantes, enquanto respirava fundo. Os segundos novamente pareciam horas e a garota podia sentir os dois pares de olhos lhe mirando com intensidade.

Após respirar fundo mais uma vez, a aspirante a Stylist se debruçou para frente com a folha na ponta dos dedos. Contudo Arceus queria lhe testar além do limite. Ao se debruçar, as patas de Persian entraram em seu campo de visão... Caídas na frente da mesa, como se a gata em algum momento tivesse se deitado. O medo a atingiu mais uma vez e a ruiva fechou os olhos com força, porém não recuou o braço. Faltava pouco... Somente mais uma folha e estaria livre. Aprovada ou reprovada, isso não importava mais. Susana só queria se afastar da pokémon amarelo.

Quando seus dedos sentiram a mesa, a jovem Havelle largou a folha e pegou a outra única que sentiu por perto, sem nem pensar muito. Persian, parecendo se divertir com a garota como se a mesma fosse um brinquedo para ela, soltou o ar e um pequeno grunhido, que nada tinha de amistoso mas não chegava a ameaça de um rosnado, próximo ao ouvido da mesma. A felina parecia só dizer "eu estou aqui". Susana podia imaginar a voz da felina, se confundindo com a voz da comandante, ecoando em sua mente e rindo de seu medo. Alguns fios voaram, porém não tanto quanto a jovem que mais uma vez estava colada em sua cadeira. A última folha esmagada entre seus dedos.

8) Dois Stylists estão em uma batalha em dupla. O Stylist A manda um Pokémon que libera uma fragrância doce e picante, instigando todos ao redor a batalhar. O segundo Pokémon que o Stylist A manda para o combate é extremamente inteligente, capaz de pensar mais rápido que um super computador, conhecido por ser um feroz predador, muito agressivo e territorial. O Stylist B acaba por mandar um Pokémon inicial com vantagem ao do Stylist A, de aparência amedrontadora, mas que se preocupa com seus aliados. Sua segunda escolha foi um Pokémon simpático e atencioso, mas também um combatente potente que protege seus filhotes com um cuidado milagroso. O segundo Pokémon do Stylist B, nunca aparece onde houver discórdia.

Durante o combate, o segundo Pokémon do Stylist B utiliza um ataque especial, mas pouco efetivo contra o primeiro Pokémon do Stylist A, entretanto, devido sua habilidade que aumenta as chances de causar um efeito secundário, consegue deixar o Pokémon do oponente confuso. O Stylist A contra-ataca ordenando seu segundo Pokémon utilizar um ataque tipo aço, físico, capaz de aumentar o ataque do usuário em um estágio, contra o atacante. O Pokémon alvo voa alto, para tentar desviar, mas graças as habilidades do segundo Pokémon do Stylist A de mover seu corpo pesado por telecinese, ele persegue o segundo Pokémon do Stylit B, conseguindo atingi-lo. O Stylist A também ordena que seu primeiro Pokémon ataque o primeiro Pokémon do Stylist B com um golpe de poder 20 e tipo ground aprendido apenas por TM, capaz de reduzir a precisão em um nível, mas por causa da confusão, o Pokémon atacou seu aliado. Graças a habilidade do segundo Pokémon do Stylist A, não houve redução de accuracy.

O Stylist B manda seu primeiro Pokémon usar um ataque super efetivo e com base 120 de poder contra o primeiro Pokémon do Stylist A. Graças a habilidade do atacante, o poder de ataque de seu golpe foi ainda mais devastador, entretanto, recebeu dano também por utilizá-lo, sendo aumentado também por causa da habilidade. O dano imenso tirou muita vida do primeiro Pokémon do Stylist A, chegando a menos de um terço, mas graças a isso, sua habilidade se ativa.

Responda:
Quais os Pokémon dos Stylists A e B?
Quais os ataques utilizados?
Quais as habilidades deles?
A situação descrita é possível? Justifique.

9) Dadas as informações: tendem a ser bastante escasso na sua área de distribuição natural, mas onde quer que eles forem encontrados, eles agrupam-se. Eles também são fáceis de pegar uma vez encontrado. É forte e consegue viver tanto em água doce quanto em água salgada. É puro Water e aprende poucos ataques por nível, embora tenha uma grande variedade de Eggmoves e TMs. Existe em iguais proporções de sexos e seu ponto mais forte é a velocidade. Possui uma única habilidade (não incluindo a hidden). Sua evolução é dita ser capaz de acalmar corações violentos e cheios de discórdia.

a) Que Pokémon é este?
b) Onde ele é encontrado em Shinki?
c) Quais os ataques que ele aprende por nível?
d) Quais são suas habilidades (comum e hidden)?
e) Qual é o método para evoluí-lo?
f) Disserte sobre sua evolução

10) Supondo que um Stylist de rank Estrela enfrente um Gladiador em meio às ruas de uma cidade. O Stylist manda para o campo um Pokémon que está sempre a carregar um objeto, utilizando-o como arma. Este Pokémon possui patas e asas versáteis para manusear o objeto, além de serem exímios nadadores, sendo encontrado próximo de fontes de água. Já o Gladiador utiliza um Pokémon que aparenta ter mandíbulas poderosas e se movem em grupos de cinco ou mais integrantes. São seres sociáveis, que visitam e cumprimentam os humanos, sendo dito que eles trazem prosperidade aos locais que visitam. Nas estações sem neve, vive em cavernas congeladas.

Aproveitando-se da vantagem de seu Pokémon, o Stylist consegue obter uma vitória. Seu Pokémon, devido à batalha irá recebe 500 de experiência, por precisar de 750 pontos de experiência, ele não irá evoluir."
Está situação está correta? Se estiver errada, quais são todos os erros que ela apresenta? Justifique sua resposta.

Pontuação até agora: 6,75
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

Que comece a tortura... ou seria teste? - Página 2 Empty Re: Que comece a tortura... ou seria teste?

Mensagem por Susana_fire em Sab 19 Abr 2014, 22:37


Escrevendo as respostas o mais rápido possível e tendo que as vezes reler elas e riscar algumas partes da musica que sem querer acabei rabiscando pelo teste ouvi o som da cadeira, o que esperava que significasse apenas uma coisa. Angélica havia voltado a se sentar e com isso Persian voltaria para o seu quanto da sala. Só esse pensamento já fez minha mão parar de tremer, então logo acabei de responder e me preparei para entregar a segunda parte daquele teste que parecia sem fim.

Com a sensação de estar sendo observada por Angélica a cada movimento que eu fazia, respirei fundo e estiquei o braço para entregar o teste, mas o que eu vi me fez parar imediatamente e quase sair correndo para o mais longe que conseguisse.

Deitada em cima da mesa com suas patas a apenas alguns centímetros de distância estava a Persian me observando mais atenta do que nunca. Não tinha ideia e quando ela tinha chegado tão perto e muito menos de como eu ainda estava sentada imóvel naquela cadeira, só sentia meu coração quase pular para fora do peito enquanto o pouco de cor que ainda restara no meu rosto desaparecia por completo.

Já não me importava mais ser aprovada ou esconder a musica que agora eu tinha forças apenas para murmurar enquanto colocava a segunda parte do teste na mesa e tateava atrás da outra o mais rápido que podia, enquanto mantinha meus olhos bem fechados e torcia para que minha mão não sofresse nenhum tipo de ataque.

Com a folhas em mãos (que felizmente continuavam inteiras apesar de estarem tremendo mais o que nunca) consegui parar de cantarolar para me concentrar exclusivamente naquele pequeno pedaço de papel que agora estava em minhas mãos. As perguntas eram mais difíceis que todas as outras juntas, então ajudou muito a me concentrar e esquecer da Persian. Enquanto escrevia percebi que Angélica poderia ter problemas em ler essa ultima parte, pois não conseguia mais impedir minhas mãos de tremer tanto.

8) Dois Stylists estão em uma batalha em dupla. O Stylist A manda um Pokémon que libera uma fragrância doce e picante, instigando todos ao redor a batalhar. O segundo Pokémon que o Stylist A manda para o combate é extremamente inteligente, capaz de pensar mais rápido que um super computador, conhecido por ser um feroz predador, muito agressivo e territorial. O Stylist B acaba por mandar um Pokémon inicial com vantagem ao do Stylist A, de aparência amedrontadora, mas que se preocupa com seus aliados. Sua segunda escolha foi um Pokémon simpático e atencioso, mas também um combatente potente que protege seus filhotes com um cuidado milagroso. O segundo Pokémon do Stylist B, nunca aparece onde houver discórdia.

Durante o combate, o segundo Pokémon do Stylist B utiliza um ataque especial, mas pouco efetivo contra o primeiro Pokémon do Stylist A, entretanto, devido sua habilidade que aumenta as chances de causar um efeito secundário, consegue deixar o Pokémon do oponente confuso. O Stylist A contra-ataca ordenando seu segundo Pokémon utilizar um ataque tipo aço, físico, capaz de aumentar o ataque do usuário em um estágio, contra o atacante. O Pokémon alvo voa alto, para tentar desviar, mas graças as habilidades do segundo Pokémon do Stylist A de mover seu corpo pesado por telecinese, ele persegue o segundo Pokémon do Stylit B, conseguindo atingi-lo. O Stylist A também ordena que seu primeiro Pokémon ataque o primeiro Pokémon do Stylist B com um golpe de poder 20 e tipo ground aprendido apenas por TM, capaz de reduzir a precisão em um nível, mas por causa da confusão, o Pokémon atacou seu aliado. Graças a habilidade do segundo Pokémon do Stylist A, não houve redução de accuracy.

O Stylist B manda seu primeiro Pokémon usar um ataque super efetivo e com base 120 de poder contra o primeiro Pokémon do Stylist A. Graças a habilidade do atacante, o poder de ataque de seu golpe foi ainda mais devastador, entretanto, recebeu dano também por utilizá-lo, sendo aumentado também por causa da habilidade. O dano imenso tirou muita vida do primeiro Pokémon do Stylist A, chegando a menos de um terço, mas graças a isso, sua habilidade se ativa.

Responda:
Quais os Pokémon dos Stylists A e B?
Quais os ataques utilizados?
Quais as habilidades deles?
A situação descrita é possível? Justifique.

9) Dadas as informações: tendem a ser bastante escasso na sua área de distribuição natural, mas onde quer que eles forem encontrados, eles agrupam-se. Eles também são fáceis de pegar uma vez encontrado. É forte e consegue viver tanto em água doce quanto em água salgada. É puro Water e aprende poucos ataques por nível, embora tenha uma grande variedade de Eggmoves e TMs. Existe em iguais proporções de sexos e seu ponto mais forte é a velocidade. Possui uma única habilidade (não incluindo a hidden). Sua evolução é dita ser capaz de acalmar corações violentos e cheios de discórdia.

a) Que Pokémon é este?
b) Onde ele é encontrado em Shinki?
c) Quais os ataques que ele aprende por nível?
d) Quais são suas habilidades (comum e hidden)?
e) Qual é o método para evoluí-lo?
f) Disserte sobre sua evolução

10) Supondo que um Stylist de rank Estrela enfrente um Gladiador em meio às ruas de uma cidade. O Stylist manda para o campo um Pokémon que está sempre a carregar um objeto, utilizando-o como arma. Este Pokémon possui patas e asas versáteis para manusear o objeto, além de serem exímios nadadores, sendo encontrado próximo de fontes de água. Já o Gladiador utiliza um Pokémon que aparenta ter mandíbulas poderosas e se movem em grupos de cinco ou mais integrantes. São seres sociáveis, que visitam e cumprimentam os humanos, sendo dito que eles trazem prosperidade aos locais que visitam. Nas estações sem neve, vive em cavernas congeladas.

Aproveitando-se da vantagem de seu Pokémon, o Stylist consegue obter uma vitória. Seu Pokémon, devido à batalha irá recebe 500 de experiência, por precisar de 750 pontos de experiência, ele não irá evoluir."
Está situação está correta? Se estiver errada, quais são todos os erros que ela apresenta? Justifique sua resposta.

8) Pokemon do Stulist A: Bayleef e Metagross
Pokemon do Stulist B: Emboar e Togekiss

Togekiss usou Water pulse
Metagross usou Metal Claw
Bayleef usou Mud slap
Emboar usou Flare Blitz

Bayleef tem Overgrow
Metagross tem Light Metal
Emboar tem Reckless
Togekiss tem Super Luck

Não é possível, pois Metagross foi extinto durante a Grande Guerra

9) a) Feebas
b) Route 8
c) Splash no nível 1
Tackle no nível 15
Flail no nível 30
d) Comum: Swift Swim
Hidden: Adaptibility
e) Evolui quando entra em contato com uma Water stone
f) Feebas é um pokemon considerado por muitos feio e até inútil, mas assim que evolui se torna um Milotic, o pokemon mais belo de todos. Com a evolução o HP, os Ataques físico e especiais, Defesa física e especial crescem, assim como o número de ataques que aprende por nível, Move tutor e TM.
Outra alteração pouco conhecida é que assim que evolui Milotic ganha uma habilidade e as que já tinha mudam, passando a ser Marvel Scale/Competitive (Normais) e Cute Charm (Hidden). Com a evolução Milotic se torna capaz de carregar seu treinador nas costas e de remover sentimentos negativos de seus inimigos para tentar evitar uma batalha.

10) Não esta correta. Em primeiro lugar o pokemon dos Stylist, que seria um Farfetch'd leva desvantagem de tipo contra o pokemon do galdiador, um Snorunt. Quanto a experiencia não posso afirmar sem saber os níveis dos pokemon, mas o que mais torna essa situação improvável é o fato que Farfetch'd foi extinto durante a Grande Guerra.
Susana_fire
Susana_fire


Voltar ao Topo Ir em baixo

Que comece a tortura... ou seria teste? - Página 2 Empty Re: Que comece a tortura... ou seria teste?

Mensagem por Alice em Dom 20 Abr 2014, 10:34

A letra tremida poderia atrapalhar um pouco a leitura da prova, porém Susana já não se importava com isso. Tudo o que a garota desejava era se retirar o mais rápido possível da sala. A comandante recolhia a última e lia as respostas. Apesar da péssima caligrafia nesta e dos trechos com música riscada, ainda era mais legível que várias receitas médicas assinadas por Gregory.

O som da caneta riscando certo e errado ao longo das respostas era enervante como uma contagem regressiva. A ruiva, encolhida em sua cadeira, esperava ansiosa ser liberada daquele ambiente. O som da chuva parecia distante, assim como os burburinhos no corredor. Susana só ouvia o som da caneta e o respirar da Persian criando uma sinfonia com as batidas de seu coração que ecoavam no fundo de seu cérebro. Uma melodia que a jovem não gostaria de ouvir uma segunda vez...

- Pode fazer sua tatuagem.

A resposta não era aprovada ou reprovada, muito menos viria acompanhada de um parabéns ou sinto muito. Angélica era severa e todos sabiam disso. Contudo a liberação para a tatuagem era, sim, a aprovação. Susana Havelle passara no teste e agora ganharia uma licença para Stylist. Sua nota final? Não estava com interesse de perguntar e prolongar seu tempo na sala. Ainda de cabeça baixa e ainda tremendo, a mulher agradeceu e se ergueu, tentando sair da sala sem mirar Persian uma última vez.

- Havelle.

O chamado pegou a ruiva de surpresa e essa parou com a mão já na maçaneta da porta. Por que Angélica a chamaria? Tudo o que a ruiva desejava era sair correndo daquela sala. O som de Persian pulado para o chão, sem fazer o mínimo esforço para ser silenciosa, não passou despercebido para a ruiva e a jovem rezava para que a comandante não a forçasse a mirar a felina mais uma vez.

- Mire os Pokémons nos olhos.

A fala da oficial, que aparentemente não se importou com o fato da ruiva não ter se virado, pegou Susana de surpresa. Já lera em vários lugares que os olhos de um Pokémon jamais mentem e seu consciente sabia bem que através do olhar do Pokémon poderia descobrir se ele é uma ameaça ou não. A cor em sim não representa um perigo. Contudo o inconsciente da jovem se recusava a entender isto e seguia assumindo o controle sempre que se deparava com um monstrinho amarelo. No entanto não era isso o mais impressionante. Não passou despercebido para a ruiva, também, que Angélica lhe dera um conselho para ajuda-la em seu medo, apesar do tom de voz ainda inalterado. Conselhos pessoais não eram comuns de serem ouvidos da morena.

Susana sorriu, apesar de ainda tremer.

Fossem os hormônios da gestação que deixassem Angélica mais humana ou fosse um milagre de Arceus que fez a ruiva chamar a atenção da morena... Não importava. A comandante acreditava no medo da mais nova e, se lhe concedeu a licença e ainda a presenteou com um conselho, então também acreditava que Susana poderia superá-lo.

Pontuação final: 9,62
Aprovada
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

Que comece a tortura... ou seria teste? - Página 2 Empty Re: Que comece a tortura... ou seria teste?

Mensagem por Susana_fire em Qua 23 Abr 2014, 16:03

off: passeeeeeeeeeeeiiiiiiiiiiiii *^*



Encolhida na cadeira deixando meu rosto escondido quase que por completo pelos meus cabelos fiquei torcendo e tremendo enquanto escutava a comandante corrigindo minha prova e Persian respirando muito mais próxima do que eu jamais imaginei chegar de um pokemon com aquela cor (ainda mais com aquele tamanho, garras e dentes afiados!). Cada segundo parecia durar horas e comecei a me sentir mal, como se fosse desmaiar logo se não saísse daquela sala o mais rápido possível.

Meus olhos estavam fechados com força, mas assim que ouvi uma única palavra dita por Angélica, que era simples, mas que era tudo o que eu queria, ser aprovada, quase pulei da cadeira. Eu tinha sido aprovada, isso era incrível talvez fosse melhor agradecer a comandante, mas com Persian ainda me encarando decidi fazer isso rápido e sair mais rápido ainda.

Agradecendo rapidamente, o que era bom para a Angélica também considerando o tamanho da fila no corredor, fui em direção a porta com cabeça baixa o mais rápido que pude sem tropeçar em nada. Quando já estava com a mão na maçaneta pronta para abrir a porta e pular para fora, Angélica me chamou, o que me fez paralisar onde estava temendo o que poderia ser e temendo que ela tivesse mudado de ideia sobre dar um pokemon para alguém tão covarde.

- Sim.. - Murmurei enquanto esperava uma resposta sem ter a menor coragem de levantar a cabeça ou de me virar para trás com medo de encontrar Persian ainda me encarando ou pior...

Aumentando ainda mais o choque de ter sido chamada momentos antes de sair da sala, Angélica, a comandante durona que nunca elogia e é dura nas criticas e avaliações (principalmente com os aspirantes), estava me ando um concelho, Não um concelho qualquer, era algo para ajudar com o meu medo que eu nunca tinha pensado antes!

Pensando rapidamente nisso eu acabei percebendo que já fazia isso as vezes, principalmente quando encontrava algum pokemon perto de casa em Mengun, mas nunca tinha me ocorrido fazer o mesmo com os pokemon amarelos.... (talvez por eu sempre correr ou desmaiar quando via um desses). Quase tive vontade e olhar para trás, mas só a lembrança da Persian rosnando me fez mudar de ideia tão rápido quanto tinha surgido.

- Muito obrigada. - Consegui dizer antes de sair da sala sem coragem de olhar para trás. Fora da sala fechei os olhos e respirei fundo conseguindo finalmente para tremer, mas meu coração ainda batia tão forte que dificilmente conseguiria me acalmar, então tentando não prestar muita atenção na fila, fui até a porta por onde Samantha havia ido. Já tinha escolhido carregar a tatuagem no braço esquerdo um pouco abaixo do ombro.

Girando a maçaneta lentamente, temendo um pouco a escolha do pokemon inicial, me sentia muito melhor do que estava quando cheguei, pois tinha certeza que não importava o que tivesse lá dentro, nada seria pior do que eu já havia passado.
Susana_fire
Susana_fire


Voltar ao Topo Ir em baixo

Que comece a tortura... ou seria teste? - Página 2 Empty Re: Que comece a tortura... ou seria teste?

Mensagem por Alice em Qui 24 Abr 2014, 10:10

Receber um conselho da comandante era algo surpreendente, entretanto Susana poderia facilmente atribuir a mudança de humor repentina aos hormônios da gestação. Feliz por ter sido aprovada, ainda nervosa com a visão de Persian, falhando em acalmar seu coração que ainda batia freneticamente, porém tendo sucesso em parar de tremer, Susana ignorava a fila de aspirantes e entrava pela mesma sala que Samantha havia entrado antes. A jovem, não mais aspirante, mas sim há um passo de virar Stylist, se preparava para o próximo passo: a tatuagem.

A nova sala tinha uma maca, onde a jovem poderia se deitar ou sentar, dependendo do lugar onde a marca seria gravada. Contudo a maca era ocupada pelo tatuador, que roncava alto, claramente esgotado. As mesas ao redor, com gavetas abertas, revelavam moldes das três tatuagens em diversos tamanhos e, em ainda maior quantidade de opções, as tintas se espalhavam ao redor da máquina de tatuar. Susana fez um pequeno chamado, simulando uma tosse, para tentar ganhar a atenção do homem. Apesar do outro aparentar estar em um sono pesado, o mesmo saltou após o ruído. Os óculos tortos na face e meio caídos, as olheiras escuras abaixo dos olhos, despenteado e bocejando, ele pedia para que a jovem se sentasse na maca. Pelo menos Susana acreditava ser essa a mensagem, já que pessoalmente não compreendera uma palavra proferida durante o longo bocejo.

Indecisa entre avançar e tentando não ofender o oficial, a mais jovem questionou se ele realmente estava bem para fazer isso. O que menos desejava era que sua tatuagem ficasse torta ou borrada... O outro estufou o peito, alegando que tinha total convicção de seu trabalho, para logo depois soluçar e bocejar mais uma vez, o que fazia a ruiva temer mais ainda sua situação. Contudo teria de sobreviver a isso se quisesse retirar seu pokémon.


off: parabéns ;D agora é a tatuagem u.u boa sorte pra Su XD
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

Que comece a tortura... ou seria teste? - Página 2 Empty Re: Que comece a tortura... ou seria teste?

Mensagem por Susana_fire em Sex 25 Abr 2014, 21:31

off: ela vai precisar XD



Entrei na sala com os olhos fechados, temendo muito encontrar outro Persian ou até mesmo um Meowth com o oficial responsável por fazer as tatuagens, fechei a porta e fiquei parada por um tempo antes de finalmente ver como era a sala.

A primeira vista não tinha nada de muito interessante, a não ser o fato de que parecia que um furacão tinha passado por aquele lugar. As gavetas estavam abertas de qualquer jeito como se fossem cair apenas se encostassem nelas, as tintas estavam espalhadas e os moldes das tatuagens das classes pareciam ter sido jogadas de qualquer jeito, mas o que mais chamava a atenção era o tatuador deitado na maca completamente exausto.

Eu nem tinha parado para pensar nisso, mas agora era óbvio que não era só Angélica que estava sobrecarregada com tantos aspirantes fazendo fila no corredor, pois mesmo que menos da metade conseguisse passar no teste, ainda assim eram muitas pessoas e fazer tatuagem não parecia ser uma das coisas mais fáceis do mundo (principalmente fazendo uma seguida da outro todos os dias).

Sem saber muito bem o que fazer, fiz um barulho tentando chamar a atenção do tatuador, sem muita esperança, mas assim que me ouviu ele pulou assustado, acordando mais rápido do que se tivesse jogada um balde de água fria.

Mesmo parecendo estar quase desmaiando de cansaço ele me pediu para sentar e me preparar para a tatuagem, mas eu não tinha muita certeza se realmente queria isso. Tentei insistir que ele tomasse um café ou tirasse um tempinho para se recuperar, temendo muito acabar com outra tatuagem ou uma irreconhecível no meu braço, mas infelizmente ele insistia que estava bem, então fui me sentar rezando para que tudo desse certo.

- Eu vou querer minha tatuagem de Stylist aqui. - Falei apontando para um ponto no meu braço esquerdo um pouco abaixo do meu ombro, mas assim que ele começou a se preparar para fazer a tatuagem tentar uma ultima tentativa e fazer ele se recuperar um pouco antes de começar minha tatuagem. - Tem certeza que não quer um café antes?
Susana_fire
Susana_fire


Voltar ao Topo Ir em baixo

Que comece a tortura... ou seria teste? - Página 2 Empty Re: Que comece a tortura... ou seria teste?

Mensagem por Alice em Sab 26 Abr 2014, 23:53

Susana estava temerosa por sua tatuagem, já que o tatuador aparentava não ter as mínimas condições de realizar o ato com total consciência. A ruiva tentava convencer o homem a tomar um café antes de prosseguir, porém só recebia uma resposta mal educada sobre a falta de tempo. A nova Stylist suspirou profundamente, percebendo que não havia muito o que fazer e que a falta de sono já afetava os modos do outro.

O adesivo logo encostava na pele e a contorno preto era marcado. Susana respirou fundo quando viu a máquina se aproximar com seu ruído insistente. Quando a tatuagem realmente começou, a mão livre fechou-se com força para esconder a dor que sentia. O sangue começava a escorrer, misturando-se a tinta, porém logo era removido com um pedaço de papel. Após mais de uma hora, a marca finalmente ficava pronta e, para a surpresa da jovem, perfeita. Um plástico filme envolvia a tatuagem finalizada, para protege-la.

- Você deverá todo dia lavá-la com água corrente, passar essa pomada e, por três dias, enrolar de novo com plástico filme.

O homens instruía antes de dizer que Susana estava liberada para seguir. Sem muitas palavras, a ruiva se despedia e rumava para a próxima porta. O braço ainda sofria alguns espasmos involuntários, porém o próximo passo era retirar seu Pokémon e a emoção por isso era tanta que a garota nem ao menos tentou se prolongar na despedida.

Após um longo corredor, onde Susana teve que se identificar para entrar e surpreendeu-se ao perceber que seu nome já estava na lista, a jovem deparou-se com uma grande parede de vidro de onde podia ver um grande salão com os mais diversos monstrinhos. A visão era encantadora e assustadora ao mesmo tempo.

No salão, os mais diversos monstrinhos interagiam. Para a tristeza da ruiva, praticamente todos possuíam alguma parte do corpo amarelada. Os olhos da Stylist se fixavam, involuntariamente, em uma pequena Charmander Shiny que brincava de empilhar blocos. A Pokémon poderia ser descrita como a coisa mais doce que já se vira, sentada com as patas abertas e empilhando blocos tão grandes que tinha de pegar com as duas patas para poder segurar. Infelizmente a Pokémon também era incrivelmente amarela, para total desespero de Susana.

Um Mudkip e um Chimchar pareciam brigar e se empurrar, até que o Pokémon aquático caiu sobre os blocos da Charmander, destruindo a pequena construção e fazendo a salamandra chorar. A atendente, que deveria entregar o inicial para Susana, retirava a Pokémon especial da sala, tentando acalmá-la, enquanto os dois pequenos encrenqueiros se miraram vitoriosos. Se por um lado Susana acreditou que eles encenaram tudo para implicar com a salamandra, por outro percebeu que a dupla era mais endiabrada do que imaginava. Sem ninguém para supervisioná-los, Mudkip e Chimchar se aproximaram cautelosamente do Bulbasaur que dormia tranquilo e serenamente, acordando-o com um estouro de um balão e rindo enquanto fugiam logo depois. O Pokémon sapo virou-se com o olhar mais furioso que a ruiva já viu, ergue-se nas patas traseiras soltando seu grito de guerra e começou a perseguir a dupla de encrenqueiros.
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

Que comece a tortura... ou seria teste? - Página 2 Empty Re: Que comece a tortura... ou seria teste?

Mensagem por Susana_fire em Dom 27 Abr 2014, 17:58

off: charmandeeeeeerrrrrrrr ;~;



Com o contorno da tatuagem feito no meu braço só me restava torcer para que tudo acabasse bem. Prendi a respiração assim que vi a maquininha de tatuagem ligar e começar a se aproximar do meu braço e fiquei sem mover um único músculo enquanto o tatuador fazia seu trabalho. A dor era no mimino dez vezes pior do que eu imaginava, como se ele estivesse usando uma faca pra me tatuar em vez de uma agulha, mas o que mais me preocupava era como iria ficar, então por mais que estivesse doendo eu garanti que a única coisa que moveria era fechar mais e mais minha mão para suportar a dor.

Depois de uma das horas mais compridas de toda a minha vida, o tatuador fez o detalhe final e anunciou animado que tinha acabado. Ainda temendo um pouco o que veria, fui até o espelho, mas para a minha surpresa no meu braço tinha uma perfeita e magnifica tatuagem e Stylist, tão bem feita que em alguns momentos tive a impressão de que Milotic estava viva.

Sem palavras e me sentindo má por ter duvidado do cadete tentei prestar atenção em todas as instruções que ele me dava, guardando a pomada na minha bolsa o mais rápido que conseguia. - Ela ficou incrível, muito obrigada. - Falei antes de sair apressada da sala para o momento que poderia ser ainda mais difícil que o próprio teste, escolher meu inicial.

Por medo sempre estudei os pokemon sem nunca ver fotos deles, então não fazia a menor ideia do que me esperava a seguir. Só sabia que entraria em uma sala cheia de pokemon, muitos sendo ou tendo detalhes amarelos e que teria que escolher um sem desmaiar ou fugir de medo.... Será que falta muito pra isso acabar?

Caminhando por um longo corredor cinza e sem nada que me chamasse atenção não conseguia me acalmar para escolher meu primeiro pokemon e estava tão distraído imaginando com o seria que nem sentia os espasmos do meu braço e só percebi que havia chegado na sala quando uma mulher pediu que eu informasse meu nome.

- Susana Havelle. - Falei quase dando um pulo de susto quando percebi uma porta de vidro atrás da mulher, onde era possível ver vários pokemon brincando e fazendo outras coisas no que parecia uma sala de brinquedos para deixar todos os iniciais entretidos. Não sabia se era a coisa mais adorável, assustadora ou as duas ao mesmo tempo que eu já tinha visto em toda a minha vida.

Depois de verificar meu nome em uma lista a mulher logo abriu a porta e entrou comigo para que eu escolhesse meu inicial. Era difícil saber para onde olhar, pois parecia que para todos os lados que me virava tinha um pokemon amarelo ou com alguma coisa amarela fazendo alguma coisa diferente, mas por um momento vi uma em especifico que se destacava de todos.

A Charmander mais amarela de todas estava sentada no meio de vários blocos, montando alguma coisa que eu não conseguia dizer o que era e por mais medo que eu sentia, simplesmente não conseguia parar de olhar pra ela. Não muito longe dela, dois outros pokemon brincavam de ficar se empurrando, como se estivessem testando a força um do outro, mas logo um deles caiu em cima dos blocos da charmander.

Fazendo uma cara triste que cortaria o coração de qualquer um que estivesse olhando, charmander começou a chorar muito alto enquanto ficava apontando para os bloquinhos e depois para o pokemon azul, que eu tinha quase certeza que era um Mudkip. Antes que eu entendesse o que estava acontecendo, a mulher pegou a charmander no colo e saiu para tentar acalmar a pokemon, me deixando sozinha sem ter a menor ideia do que fazer.

- Éééééé..... - Murmurei olhando em volta totalmente perdida enquanto um Bulbasaur corria atrás dos pokemon encrenqueiros e alguns outros olhavam para mim esperando que eu fizesse alguma coisa e eu queria fazer, mas com tantos pokemon amarelos ali tudo o que conseguia fazer era ficar parada no meio da sala olhando para todos os pokemon ali.
Susana_fire
Susana_fire


Voltar ao Topo Ir em baixo

Que comece a tortura... ou seria teste? - Página 2 Empty Re: Que comece a tortura... ou seria teste?

Mensagem por Alice em Seg 28 Abr 2014, 00:15

Após ser deixada sozinha com os pokémons enquanto a atendente se retirava com a Charmander, Susana observou o grupo novamente, um a um. Squirtle e sua barriga amarelada, outro charmander com seu peito amarelado, cyndaquil amarelo até demais... Treecko, se não tivesse olhos tão amarelos, seria uma opção. O Mudkip encrenqueiro parecia uma opção mais viável, apesar de altamente encrenqueiro... Torchic com certeza não era uma opção. Turtwig, Chimchar, Piplup, Totodile, Bulbasair, Snivy, Tepig, Oshawoot... Muitos lados para se olhar, muitas marcas amarelas, muitos pokémons interagindo...

Bulbasaur continuava a perseguir Chimchar e Mudkip. Snivy observava a cena do alto, enquanto mordia uma Oran Berry e parecendo se divertir com a cena. Oshawoot colocava a cabeça para fora da pequena piscina e mirava os olhos do Squirtle ao seu lado, ambos com ar infantilmente endiabrado. Susana tentou falar e pedir calma aos monstrinhos, contudo sua voz saía gaga devido ao nervosismo. Virando-se de costas para os aquáticos, a ruiva deu o espaço que eles queriam e foi atingida nas costas por dois jatos de água, sendo arremessada para frente e caindo sobre Mudkip e Bulbasaur. Chimchar, mais ágil, conseguiu desviar e agora gargalhava da cena. Bulbasaur, por sua vez, retirava a cabeça de sob a barriga da Stylist, parecendo cansado por não ter previsto algo tão banal. Mudkip esperneava, tentando se soltar e aparentemente ameaçava Chimchar, caso o macaco não parasse de rir e o ajudasse logo.

Susana respirava fundo, enquanto passava a mão na cabeça. A atendente logo retornava, com a Charmander Shiny a seu lado, e com duas palavras acalmava os monstrinhos energéticos. Susana observava a mulher e a Charmander que se afastava com um pirulito enorme. A mulher se aproximava de Susana, mirando a garota, o Mudkip que agora era puxado por Chimchar e o Bulbasaur que mirava tudo entediado, porém sem fazer esforço para mudar a situação. Contudo a atendente não mexeu um dedo para libertar os pokémons de Susana.

- Então, já escolheu seu inicial?
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

Que comece a tortura... ou seria teste? - Página 2 Empty Re: Que comece a tortura... ou seria teste?

Mensagem por Susana_fire em Seg 28 Abr 2014, 15:20

off: nossa, quantos pokes travessos XD



Parada no meio da sala tudo o que eu conseguia fazer era listar pokemon que eu nunca teria. Charmander era fofo, mas muito amarelo e Torchic nem se fala. Parecia que teria que esquecer os pokemon do tipo fogo, mas enquanto observava parecia que só me restava escolher entre o travesso Mudkip e o irritadinho Bulbasaur, que pareia mais determinado o que nunca em conseguir pegar aqueles dois.

- Ca-calma pessoal. - Falei tentando chamar a atenção e Bulbasaur ou Mudkip, qualquer um os dois que me escutasse seria escolhido na hora, mas infelizmente parecia que nenhum os pokemon aquela sala tinha me escutado, ou se tivessem, decidiram me ignorar. Não é um bom começo.

Tentando acompanhar o trio que corria de um lado para o outro na sala, acabei dando as costas para uma pequena piscina, algo que se mostrou um grande erro, pois assim que fiz isso fui atingida em cheio por dois ataques aquáticos e cai bem em cima dos pokemon que até agora estava observando.

Completamente encharcada, com meus cabelos pigando tanto quanto eu havia saído no meio da tempestade, senti Bulbasaur sair debaixo de mim desesperado por um pouco de espaço, enquanto Mudkip gritava com o macaquinho de fogo que só ria do amigo. Muito envergonhada e sem a menor vontade de ter um pokemon aquático, me levantei, fazendo com que Mudkip e Chimchar, que estava tentando puxar seu amigo e debaixo de mim rolarem para longe. Nem preciso dizer que isso fez quase todos os pokemon da sala rirem dele, mas sinceramente só queria sair dali, então nem me importei muito.

- Vou querer...... esse aqui! - Respondi pegando Bulbasaur no colo, que aproveitou a altura para apontar para o Mudkip e rir ainda mais da cara dele. Parecia que sem querer eu tinha ajudado o pokemon grass a se vingar dos dois, mas se isso era bom ou ruim eu nem imaginava.
Susana_fire
Susana_fire


Voltar ao Topo Ir em baixo

Que comece a tortura... ou seria teste? - Página 2 Empty Re: Que comece a tortura... ou seria teste?

Mensagem por Alice em Seg 28 Abr 2014, 19:25

off: um pouco hiperativos XD boa sorte nas ruas de nyender ;D


Susana escolhia Bulbasaur como seu Pokémon inicial. O desejo de se retirar da sala era tanto que a jovem nem ao menos se importou com as risadas dos outros pokémons ao verem Mudkip e Chimchar rolarem para longe. Estava cansada demais. Dormira no chão da Academia, tivera de mirar olho no olho a Persian de Angélica e agora estava em uma sala repleta de monstrinhos com manchas amareladas. A jovem sentia que precisava se afastar o mais rápido possível.

A atendente retirou o Bulbasaur dos braços de Susana e a chamou para acompanha-la. Do lado de fora, assinou um pequeno cartão e o entregou para a Stylist. A ruiva mirou o cartão percebendo seu nome e sua foto no mesmo. Sua licença estava em suas mãos. O Pokémon Grass foi recolhido para uma Pokébola e logo depois entregue para a jovem. Sem um desejo de boa sorte ou qualquer outra despedida, a jovem Havelle estava livre para cumprir seu objetivo.

Mais uma vez nas portas da Academia, a jovem olhou para a chuva que ainda corria forte. Samantha, coincidentemente, estava no mesmo lugar, saboreando o dia enquanto se preparava para sair. Ao lado da morena a Charmander Shiny, com a cauda em volta da perna da morena e o olhar assustado para a água. As duas se olharam, cada uma com seu Pokémon e com sua licença, deram um sorriso e miraram a chuva mais uma vez. Haviam passado da primeira fase.


off: sorteio
off2: tópico trancado. Sua ficha já está sendo atualizada. Pode criar seu tópico nas ruas de Nyender
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

Que comece a tortura... ou seria teste? - Página 2 Empty Re: Que comece a tortura... ou seria teste?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum