Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Érica em Sab 10 Maio 2014, 20:17

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Mqc846r

A rota parecia dar as “boas vindas” para os exploradores, fazendo com que algumas ondas mais violentas atingissem o navio, desequilibrando todos. Albert colidia contra o mastro, o que acabou despertando a Pokémon fantasma, que flutuava ao redor do exilado, tentando verificar se o homem estava bem. Ária quase caia no mar, mas Alexandre conseguia segurá-la a tempo, sendo segurado pelo Pokémon Desastre.

O navio se ergueu, acompanhando uma segunda onda. Por um segundo o grupo acreditou que a embarcação fosse virar por completo. Com o angulo, Alexandre conseguiu se afastar da beirada do barco, mantendo a Horsea firme em seu braço. Albert se segurava em algumas cordas, evitando uma nova queda. A força das ondas pareciam não desejar que qualquer um restaurasse o equilíbrio.

-Gyarados!

Ao grito da capitã, a serpente marinha mergulhava, voltando a aparecer perto do barco. Ainda usava Surf contra as maiores ondas, utilizando o corpo para tentar dar maior suporte ao navio, e tentar evitar que o mesmo afundasse. Entretanto a jornada prometia ser difícil. Quando a primeira onda foi vencida, a proa mergulhou contra as ondas, retomando a superfície cheia d'água. Todos estavam encharcados...


A ordem de post será: Melissa > Albert > Alexandre > Melissa...
Espero que se divirtam ^^
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Luna Yum em Dom 11 Maio 2014, 12:15

Enfim uma terrível tempestade havia caído sobre o mar e consequentemente sobre o nosso barco que se mantinha instável e cheio d'água. Death estava segura, afinal o balançar do barco não afetava em sua forma de flutuar, mas a água atingia ela constantemente, mas logo ela surgia novamente perto de mim.

Eu começa a ficar mais preocupado com a fúria que o mar estava nos tratando e isso não era algo bom, olhei para Alex e observei sua situação difícil em segurar seu pequeno cavalo-marinho. - ALEX! - gritei segurando em mais algumas cordas. - Acho que já está na hora de Ária perder o medo de seu habitat natural, não acha? Eu estou de mãos atadas, não tenho mais nenhum Pokémon que possa ajudar controle do mar, porém ela tem Surf e mesmo que seja uma completa criança, creio que ajudará Gyarados! O que me diz? - exclamei preocupado!

Eu buscava tentar ajudar, Death me encavara dizendo que era a hora de aderir mais alguém a equipe e isso precisava ser feito urgentemente, já que todo o trecho até a nova cidade era completo pelo mar, mas Death sabia que naquele momento, em meio a tempestade era quase que impossível ajudar, pelo menos nas minhas condições. Aguardei então pela ação de Alex enquanto me agarrava nas cordas da forma que podia.
Luna Yum
Luna Yum


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Ayzen em Dom 11 Maio 2014, 12:38

O agitar do barco continuava até na rota chamada de X. Depois da rota 16, ir para a Ilha misteriosa requeria passar pela tempestade e, mais intensa que a rota 16, não brincava naquele pedaço de mar. A embarcação mexia tanto e ameaçava cair e afundar. Mas sabia que era questão de tempo para estabilizar o barco. Correto? Não! Quanto mais avançávamos, mais o barco parecia querer naufragar. Era incrível o esforço que a capitã estava tentando fazer afim de que saíssemos daquela zona de perigo, mas algo me dizia que não seria tão fácil assim.

A embarcação era totalmente encharcada pelas ondas que vinham. Os marinheiros trabalhavam para terem o mínimo de perda possível e assim eu e Jasper tentávamos encontrar um ponto firme. Com um pequeno balançar do barco, Ária quase deixava o navio, para o lado em que Gyarados tentava bater as ondas. Graças ao Pokémon Desastre, consegui salvar a Pokémon cavalo-marinho e estávamos de volta a embarcação, ao contrário do Luvdisc, que desapareceu no mar.

O exilado apocalipse dava a sugestão de usar Ária, mas naquele estado, temia que ela não conseguisse realizar algum movimento. O medo que a mesma tinha de Gyarados era tremendo, mas afinal, não a culpo levando em consideração como ela nasceu. O barco continuava sendo impedido de seguir pelas forças das ondas e se eu não fizesse nada, todos iriam cair no mar profundo.

Levando em consideração que o Surf de Ária é descontrolado e poderoso, poderia optar por conseguir alguma coisa em meio ao mar. Um treinamento, talvez, de controle. E mesmo assim, o Surf dela poderia derrubar a onda livremente, ajudando Gyarados. Aproximei do outro lado do navio, no qual Gyarados não se encontrava, e estiquei Ária para  fora.

- Que tal brincar na água, Ária. – a Pokémon sorria, querendo o mar, mas ainda certificava-se se Gyarados estava longe. – Ok, ao chegar lá, use o seu Surf, ok? Brinque com ele e procure destruir as demais ondas. Vai lá! – dizia soltando-a, enquanto ela caia feliz no mar. Jasper ficava observando, tanto a mim, quanto Ária.
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Érica em Ter 13 Maio 2014, 23:38

O chão se mostrava escorregadio devido a quantidade de água. Os marinheiros corriam de um lado para o outro, mantendo tudo em ordem, estando acostumados com o chão escorregadio, mas o mesmo não era dito dos dois exploradores.

Albert tentava encontrar maneiras de ajudar, mas por ter unicamente sua Pokémon fantasma, naquela situação, estava de mãos atadas. Alexandre tinha dificuldades de manter sua Pokémon criança segura em seu braço e ainda se segurar, por mais que Absol tentasse auxilia-lo na tarefa de se equilibrar. A situação era complicada, o exilado dando uma sugestão para o Apocalipse.

Ária era jogada para o mar, sumindo entre as ondas por alguns instantes, até que utilizava seu Surf e derrubava uma onda. A Horsea conseguia auxiliar a serpente a deter as ondas, destruindo-as com o golpe de água, apesar de Ária ainda estar tentando dominá-lo. Seu ataque algumas vezes saia fraco, não destruindo a onda por completo, outras vezes saia com poder demais, fugindo de seu controle, mas a pratica em breve surtiria efeito, e mesmo não sendo completo o controle, a violência que as ondas batiam no navio já reduzia. Alexandre e Albert já conseguiam se equilibrar mais facilmente.

A chuva continuava, ficando cada vez mais forte. O vento soprando com força, sacudindo o cabelo já molhado de cada um que estava no barco. O som das trovoadas os acompanhando. Podiam ter conseguido aliviar a situação das ondas, mas a chuva demonstrava não estar a favor dos exploradores e marujos. Um raio atingia o mastro principal, o incendiando.
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Luna Yum em Qui 15 Maio 2014, 16:33

Em partes a situação das ondes estava mais controlada, já que o outro gangster resolveu ouvir meu conselho e treinar seu Pokémon no mar furioso, afinal se ela aprender a se controlar no mar com aquela situação, saberá controlar até um simples poça d'água.

O barco parecia balançar menos que antes, já que dois controlando as ondas era melhor que um, no entanto havia outros problemas para que nos preocupássemos, os raios eram constantes e por ventura disso o mastro foi atingido e pegara fogo e isso causava um pouco de agitação no convés. Eu não sabia o que fazer, estava de mãos atadas com o decorrer da situação, apenas uma coisa passava pela minha cabeça... Nunca vá para o mar sem um Pokémon aquático em sua equipe, mas mesmo assim eu não dava tanta importância para isso e tentava procurar uma solução.

- Capitã? - Gritei. - O que pode ser feito em uma situação como essa? - exclamei, jogando o longo e volumoso cabela para trás e esperando ouvir algo que alimentasse minhas esperanças de manter aquele barco inteiro. Enquanto aguardava alguma reação da Capitã, olhei outra vez para Alex que se encontrava pouco mais a minha frente, junto de seu Absol. - Alex, venha para cá, agora! - disse eu um pouco nervoso com a situação! - Preciso de você aqui!
Luna Yum
Luna Yum


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Ayzen em Qui 15 Maio 2014, 18:12

Off escreveu:Léo, não se lembra, mas você não sabe do meu nome nem que sou gangster XD

Ária sumia no meio do mar, que com a tempestade, se tornava tão feroz quanto qualquer inimigo. Eu observava tudo como se fosse um pai vendo o seu filho a andar. A Pokémon Water se emergia do mar com bravura usando suscetíveis surfs, que com os de Gyarados, conseguia equilibrar o barco melhor. Os golpes de Ária saiam divergentes entre si. Um mais forte. Outro mais fraco. Mas no fim, conseguia ajudar Gyarados a manter o barco bem. Eu, por minha vez, apenas torcia para que ela conseguisse manter o barco em uma situação melhor do que antes. Aquilo seria um treino em tanto e logo a menina da equipe estaria pronta para batalhas de alto nível.

A chuva continuava ferozmente, enquanto todos ali começavam a trabalhar. O ex-gangster se movia de forma preocupante e logo eu sentia o clarão e o barulho atrás de mim. Um raio atingia o mastro logo atrás e aquilo deixava todos desesperados. Se as ondas do mar já nos atrasava, imagina um mastro destruído? Albert parecia o mais preocupado e logo me chamava. Eu ignorei o exilado, afinal era um traidor e eu teria que manter distância dele mesmo em alto mar. Olhei novamente para o mastro queimado e Jasper assentia com a cabeça para mim.

- Ice Beam! – dizia para o meu Pokémon.

O golpe de gelo era o que melhor poderia substituir o golpe de Water, sendo, dependo do ponto de vista, mais efetivo por resfriar o lugar. Aquilo daria conta do fogo, além de conseguir, assim esperava, manter o mastro firme com uma camada de gelo, que por estar chovendo, se formaria com mais facilidade.
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Érica em Sex 16 Maio 2014, 10:23

Apesar do barco não sofrer mais tanto com as ondas, parecendo ficar um pouco mais estabilizado, os problemas não pareciam nem perto de acabarem. O exilado sentia-se de mãos atadas, sem saber o que fazer. A falta de um Pokémon aquático era grande, bem como a necessidade de obter um algum dia. No entanto, o moreno tentava encontrar alguma solução.

Enquanto isso, Alexandre via sua pequena Pokémon utilizar seus ataques, tentando dominá-los e, desta forma, auxiliar a serpente que tanto a assustava, tentando garantir a sobrevivência da população. As chamas deixavam todos desesperados e a capitã franzia o cenho, claramente irritada. O Pokémon desastre utilizava um golpe Ice, conseguindo sufocar as chamas e criar uma fica camada de gelo, tentando manter o mastro o mais intacto possível.

Com as chamas começando a se extinguir e Absol ganhando ajuda de outros Pokémon, estes pertencendo a outros marinheiros, as coisas pareciam começar a melhorar, mas Jasper ficava inquieto. Pressentia que algo em breve aconteceria. E aconteceu.

Uma onda maior surgia pelo lado onde Ária agia. Por mais que a Horsea tivesse a enfraquecido, não conseguiu detê-la. A água atingia com força a embarcação, derrubando várias pessoas. O balançar violento derrubou Alexandre, Albert conseguia se segurar nas cordas, mas o movimento brusco fez com que seu pulso começasse a doer. Um Mantine, que foi levado pela onda, parecia de incrível mal humor, estando mais perto do exilado.

-Livre-se dele!

A capitã dizia, respondendo a pergunta do exilado e dando uma tarefa ao mesmo. Pouco depois, o rugido de Gyarados se fez presente, chamando a atenção. A serpente era atacada por um grupo de Tentacruel, lutando com os mesmos. A cada mordida que dava, ceifava uma vida daqueles Pokémon venenosos. No entanto, um deles aproveitava a distração e subia no convés, estando mais perto do Apocalipse.

prints:
https://i.imgur.com/ShE7Vlc.png
https://i.imgur.com/SygzbQa.png
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Luna Yum em Seg 19 Maio 2014, 12:52

A Capitã não demorou muito para responder minha pergunta, ordenando-me que me livrasse daquele invasor o mais rápido que pudesse. Logo eu encarei a arraia que se debatia no chão escorregadio do barco e olhei para Death que logo se pôs a minha frente.

"Agora sim eu pego você" - pensou Albert alisando o punho dolorido.

- Death, não direi que essa luta será tão fácil como a nossa última, porém fique atenta, nós evoluímos bastante e as dificuldades tão, logo isso vai ser bem divertido. - joguei a cabeça para o lado afim de tirar os cabelos molhados do meu campo de visão. - Comece com o Calm Mind e desapareça, aguarde o movimento dele e em seguida sai do chão e use o Toxic girando pelo chão e desapareça novamente.

Mais uma luta se iniciava, meu pulso doía razoavelmente e isso me incomodava já que o esforço para me manter em pé na última ontem foi bem grande, no entanto a luta tomava a maior parte da minha atenção, tornando a dor algo menos importante.
Luna Yum
Luna Yum


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Ayzen em Seg 19 Maio 2014, 16:17

Mais uma vez aquele barco se mostrava um lugar bem perigoso no meio daquela tempestade. Os trovões unidos ao barco que já aparentava velho e rodeado de marujos apavorados, era um cenário plausível de um filme de terror em alto mar. Faltava apenas os peixes cartilaginosos para completar o roteiro, nos quais não gostaria de enfrentar. Diante de toda aquela esfera de terror, observei ao longe a capitã encarando tudo como se fosse um filme de ação. Cada um tinha seu gosto, mas em minha mente ficava ressoando sobre a rota Y, na qual eu gostaria muito de passar por lá.

Essa Ilha misteriosa se mostrava muito distante, mesmo com o nosso empenho de atravessar o mar, tendo o vento como aliado nosso. Mas aqueles Pokémon que constantemente avançavam no barco me deixavam desapontado ao perceber o nível dos marujos que nos rodeavam. Não demorava muito e logo dois Pokémon conseguiam passar pelas ondas e pela fúria de Gyarados. Horsea continuava ajudando o Pokémon serpente marinha com os seus descontroláveis Surfs e assim eu pude me deparar com o Tentacruel que me fitava logo a frente.

Albert, o exilado Apocalipse, já se posicionava de pé perto do Pokémon Water/Flying, que também conseguia romper as diversas barreiras. A chuva deixava os golpes do tipo Water melhor, sem contar as habilidades propícias para climas chuvosos. Ao ver o Pokémon tentáculos, logo me posiciono junto com Jasper, mas antes de tudo, erguia a minha esfera e liberava Klaus em campo.

Como de costume, o Pokémon pintinho detestou sair dali no meio da tempestade, mas o que eu queria era simples: apenas um pouco de experiência para o pintinho. Klaus mal aparecia e Jasper revirava o rosto em tom de desprezo. O Pokémon fire ignorava e se posicionava pronto para seguir as minhas ordens.

- Klaus, use o seu Double Team e se espalhe ao redor de Mantine. Use o seu Aerial Ace em seguida e depois volte aqui. – dizia para o Pokémon e em seguida para Jasper. – Essa batalha é nossa, meu companheiro. Não há Odisseia que me fará retroceder. Afinal, se não podemos mudar o nosso passado, podemos ao menos tentar imaginar o futuro que virá. Galeano. – dizia em um sorriso aberto, enquanto Jasper revirava os olhos quase que dizendo: “Começou com essas baboseiras!” – Jasper, use o seu Double Team e cerque o seu oponente correndo ao redor dele. Tente sempre desviar. Ele não está no mar, então esse terreno é nosso. Em seguida, use o seu Sword Dance e continue priorizando a evasiva! – dizia para o meu Pokémon.

Jasper se encontrava no navio e apesar de estar bem escorregadio, ainda assim dava bastante mobilidade para nós. O balançar do navio não era um movimento que me agradasse, já que poderia dificultar o trabalho, mas sabia que o Pokémon tentáculos não era dos mais cascudos que aquele oceano poderia guardar. O nosso maior inimigo até então era o mar!
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Érica em Qui 22 Maio 2014, 23:49

Death se colocava na frente do Pokémon aquático, observando-o atentamente, bem como o exilado que era seu mestre. Mantine encarava com fúria, claramente nem um pouco satisfeito em estar no navio, parecendo culpar mais a embarcação de estar lá do que as ondas que o jogaram ali.

Com um movimento rápido, o moreno retirava os fios úmidos da frente dos olhos, ditando novos comandos para sua companheira. Os status especiais da fantasma eram aumentados, Mantine utilizava um Bubblebeam, mas errava quando esta desviava. Death surgia, pronta para usar um Toxic, mas um novo Bubblebeam era utilizado, mas o Pokémon aproveitava o piso escorregadio para girar seu corpo, lançando as bolhas para todas as direções e atingindo sua oponente. Ele logo se aproveitava por saber a localização da mesma e desviar do Toxic.

O exilado se concentrava no combate, apesar do pulso estar dolorido, provavelmente torcido.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Chuva muito forte com trovoadas, com vento ainda mais forte. Muitas ondas atrapalhando o equilíbrio e água. Rosnados de Gyarados ao fundo. Luta acontecendo perto da proa, havendo por perto um dos mastros. Cordas ao redor. Chão muito molhado e escorregadio.
Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 355
Duskull/Death - Lv.11 - Trait: Levitate
84%, Status: Spc. Attck +1 / Spc. Def +1
Vs.

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 226
Mantine/Apelido - Lv.10 - Trait: Water Absorb
100%, Status: Normal

Alexandre se sentia em um filme de terror em alto mar, torcendo para que não terminasse num naufrágio e todos da tripulação mortos. Estava relativamente escuro, devido a tempestade e as nuvens que impediam qualquer raio de sol, se é que fosse dia, entrar. A maior iluminação eram os raios que cruzavam os céus. No entanto, a mulher que comandava a embarcação sorria, como se estivesse vendo um filme de ação muito bom.

O caminho até a ilha ainda seria longo, o avanço constantemente atrapalhado pelas ondas e pelos monstrinhos que se mostravam violentos. Apesar dos esforços, alguns conseguiam avançar e atacar o barco.

Torchic era liberado de sua Pokébola, fazendo um olhar de desgosto para a chuva. As ordens eram de atacar o Mantine, infelizmente, como a serpente estava ocupada com centenas de Tentacrueis, outra grande onda subia e atingia a embarcação, para a infelicidade do Pokémon Fire. Klaus estava caído, todo encharcado, os olhos em forma de redemoinho, enquanto cuspia água pelo bico, parecendo um mini Water Gun, uma cena que podia ser considerada cômica, menos para o gangster. Jasper e Alexandre também estavam encharcados, o único satisfeito com aquilo parecia ser o invasor.

Absol começava se multiplicando, criando diversas cópias, confundindo o Pokémon venenoso, que tentava atingir um Poison Sting, mas destruía apenas 2 cópias. O ataque de Jasper crecia, mas em contra partida, Tentacruel parecia imitar Mantine, aproveitando o chão escorregadio para girar, utilizando o Supersonic. As ondas super sônicas acabavam por acertar o Pokémon desastre.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Chuva muito forte com trovoadas, com vento ainda mais forte. Muitas ondas atrapalhando o equilíbrio e água. Rosnados de Gyarados ao fundo. Luta acontecendo perto da proa, havendo por perto um dos mastros. Cordas ao redor. Chão muito molhado e escorregadio.
Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 73
Pokémon/Apelido - Lv.04 - Trait: Clear Body
100%, Status: Normal
Vs.

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 359
Absol/Jasper - Lv.10 - Trait: Super Luck
100%, Status: +1 Evasiness / +2 Attack / Confuso

Como se a situação não fosse complicada, mais um raio atingia o mastro. A madeira úmida e a camada de gelo explodiam com a grande eletricidade repentina, lançando diversas lascas de madeira para todos os lados. Alguns marinheiros eram atingido. Albert era arranhado no braço. Alexandre sentia uma dor aguda, vendo que um pedaço da madeira havia encravado em sua perna. Jasper sofria um arranhão, tendo o pelo do topo de suas costas manchado de sangue.
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Luna Yum em Dom 25 Maio 2014, 15:45

A instabilidade do barco é muito notável, eu estava tendo dificuldades para me manter de pé com o chão escorregadio e o pulso torcido, me impedia de fazer maiores esforços para me segurar, mas o que era possível eu tentava fazer, me equilibrando ou usando o outro braço para me segurar.

Death havia feito o que tinha sido pedido, porém o sucesso não foi como esperado, no entanto o jovem gangster do outro lado do convés tentava me ajudar, mas outra onde invadiu o barco e seu Pokémon Fire ficou encharcado, assim como seu próprio dono e eu também. Todos estávamos mais que encharcados, a essa altura eu já começava a acreditar que fazíamos parte do mar.

Outro acontecimento em meio ao ápice do caos naquela embarcação foi quando um clarão cruzou os céus e atingiu o mastro que estava congelado, a explosão lançou farpas de madeira para todos os lados. Só tive tempo que gritar para Death sumir e cobrir o rosto com as mãos e ainda sim isso não foi o suficiente para evitar novos ferimentos, senti meu braço arder profundamente e quando olhei vi sangue escorrendo pelo mesmo... "Mais um para a coleção" - pensei.

Death surgiu na mesma hora diante de mim, demonstrando preocupação. - Acalma-se, eu estou bem, foi apenas um arranhão, concentre-se naquele Mantine. - disse eu tirando o lenço do pescoço e fazendo uma tipoia e ajustando seu braço com o pulso torcido e cortado pelas farpas, mantendo-o firme e parado.

- Voltamos Death, vamos continuar de onde paramos... Use o Double Team e suma junto com suas cópias, evite contato próximo e desvia de possíveis bolhas confundindo-o com suas cópias em seguida use o Toxic e lambuze o chão com ele, assim já que ele quer se arrastar pelo convés, vai nadar em veneno. - terminei encostando no que sobrou do mastro atrás de mim, mantendo os olhos fixos na luta ao mesmo que segurava o braço ferido.
Luna Yum
Luna Yum


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Ayzen em Dom 25 Maio 2014, 18:02

O barco continuava descontrolado. Enquanto Gyarados lutava contra diversos Tentacrueis, apenas Ária tentava manter a estabilidade da embarcação e isso não era o suficiente. Apesar do poder descontrolado de Surf, era preciso mais do que um Pokémon para manter aquele barco estável e sem esse mais outro Pokémon, tudo parecia diferente. Tentava ao máximo executar movimentos firmes, mas com toda aquela chuva facilitando a vinda do Pokémon Water e me deixando mais instável, era possível que tivesse mais trabalho do que pensava.

Uma nova onda invadia o barco e assim começava a sofrer os danos da chuva, que continuava a cair fortemente. Um raio atingia o mastro e assim a proteção de gelo que Jasper havia feito dava lugar as chamas que invadiam o lugar. Tentei ao máximo receber o menor dano possível, mas era difícil com aquele barco querendo virar. Aquele filme de terror continuava, querendo ao máximo que tudo saísse daquele triangulo das Bermudas e voltasse para um passeio simples. Agora entendia o que a capitã queria falar com “se sobreviver...”. Agora, sobreviver, era a única opção.

A batalha continuava e no fim, conseguia apenas Klaus encharcado e nocauteado, assim como Jasper confuso. Recolhia o Pokémon pintinho de fogo, já que aquele lugar não estava nada bem para ele. Assim, sacava mais uma esfera, esperando que o Flareon resolvesse, mas eu teria que pensar melhor, pois havia mais ondas ali do que Pokémon. Guardei a esfera precisando apenas de Jasper comigo. Aproximei do Pokémon confuso e dava a ele um Lum Berry, esperando que a sua confusão curasse. Jasper comia ainda com os olhos fixos ao nada e logo balançava a cabeça e mostrava-se apto novamente ao combate.

- Ótimo, meu guerreiro! Vamos continuar nossa batalha, que nem o mais alto Kraken pode nos deter. Jasper, use o seu Double Team e continue a confundir Tentacruel. Logo em seguida, aproveite que o Pokémon está bem distraído e use Ice Beam novamente no mastro. Temos que evitar menos dano possível – dizia para o Pokémon Dark.

A chuva continuava a cair e por isso eu começava a me afastar do centro da batalha e me encostava na borda do navio. Ali, Ária continuava a nadar como se fosse uma verdadeira competição. A Pokémon saia-se bem, mas ainda assim me preocupava com ela. As ondas continuavam a bater firme no barco e sempre que podia, Ária lançava o seu Surf para quebrar mais ondas. Vigiava a pequena em sua tarefa, enquanto a batalha continuava.
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Érica em Dom 01 Jun 2014, 15:17

Todos estavam incrivelmente encharcados, o frio só sendo superado pela adrenalina e a necessidade de manter o barco o mais intacto possível. O caos se alastrava e nem mar, nem tempestade, pareciam querer dar descanso para os dois exploradores. Os gritos da capitã, ordenando seus marinheiros, competiam em volume com os raios, o mar revoltado, o vento e os rugidos de Gyarados.

Albert fazia o possível para se equilibrar, sentindo seu braço arder e vendo o sangue escorrendo pela ferida. Por sorte, sua Pokémon não era atingida, mas para seu azar, Mantine também não. Utilizando o lenço para improvisar um curativo, o exilado dava novas ordens para a fantasma, sendo prontamente obedecido.

Death se multiplicava, sumindo em seguida com suas cópias. O Toxic era lançado no chão, tendo sucesso em envenenar o Pokémon Water, que utilizava Psybeam para todas as direções possíveis, tentando acertar sua oponente, mas acabava por acertar apenas duas cópias dela.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Chuva muito forte com trovoadas, com vento ainda mais forte. Muitas ondas atrapalhando o equilíbrio e água. Rosnados de Gyarados ao fundo. Luta acontecendo perto da proa, havendo por perto um dos mastros. Cordas ao redor. Chão muito molhado e escorregadio. Mastro caído.
Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 355
Duskull/Death - Lv.11 - Trait: Levitate
84%, Status: Spc. Attck +1 / Spc. Def +1 / +1 Evasiness (2 cópias, contando original)
Vs.

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 226
Mantine/Apelido - Lv.10 - Trait: Water Absorb
95%, Status: Badly Poison

Do outro lado, Alexandre estava cada vez mais tenso. A serpente marinha era atacada constantemente, o que por um lado era bom, visto que o número de oponentes era incrivelmente reduzido, por outro lado era ruim, já que apenas Ária tentava manter o barco estabilizado, não sendo o suficiente. A situação não era nada fácil.

Mais uma mordida do Gyarados, que deixava o Tentacruel morto cair no mar, conseguindo intimidar mais os outros Pokémon Poison, que recuaram levemente. A capitã dizendo para seu “lindinho” aproveitar o Buffet livre, e quando outro Mantine tentou invadir a embarcação, encontrou o fim nas presas da grande serpente. Alexandre agradecia que sua Horsea não tivesse presenciado tal cena.

Sobreviver era a única opção oferecida a todos os membros da tripulação. Deviam batalhar intensamente para que tudo ficasse bem. No entanto, as coisas não ocorriam bem para o Apocalipse. A quantidade de ondas o fez recuar quanto a ideia de mandar seu Flareon, dando sua Berry para o Pokémon desastre e o curando da confusão. Absol se multiplicava e distraia o Tentacruel, que tentava usar Poison Sting e acertava uma das cópias, seguido de um Constrict, novamente acertando outra cópia e se irritando.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Chuva muito forte com trovoadas, com vento ainda mais forte. Muitas ondas atrapalhando o equilíbrio e água. Rosnados de Gyarados ao fundo. Luta acontecendo perto da proa, havendo por perto um dos mastros. Cordas ao redor. Chão muito molhado e escorregadio.Mastro caído.
Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 73
Pokémon/Apelido - Lv.04 - Trait: Clear Body
100%, Status: Normal
Vs.

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 359
Absol/Jasper - Lv.10 - Trait: Super Luck
100%, Status: +1 Evasiness / +2 Attack / +1 Evasiness (2 cópias, contando original)

Jasper refazia sua proteção no mastro central, para tentar impedir grandes danos, no entanto, o mastro mais próximo da proa agora era o alvo de um dos raios, sendo atingido no meio. O mastro caia, atingindo o mastro central e quebrando-o parcialmente, mas a camada de gelo auxiliava a mantê-lo em seu lugar, no entanto, as duas velas não eram poupadas, ficando ambas rasgadas. O fogo crescia e os marinheiros lançavam seus Pokémon, tentando apagá-lo. Por sorte, Gyarados lançava um Surf fraco, encharcado a embarcação e reduzindo muito as chamas, facilitando o trabalho.

Por sorte, os dois exploradores e tripulação não foram atingidos pelo mastro. Ária se assustava um pouco, olhando para o barco preocupada. Por sorte, Alexandre conseguia alertá-la sobre a aproximação de um Luvdisc, que quase atingia a Horsea pelas costas.

Print
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Luna Yum em Ter 03 Jun 2014, 12:06

O braço ferido queimava por inteiro, a dor era suportável, mas incomodava muito fazendo-me apertá-lo de vez em quando afim de suprimir o fluxo do sangue e adormecer o membro, nem sempre funcionava, pois o barco balançava demais e eu precisava me manter de pé dependendo apenas das pernas e de um dos braços. Death de vez em quando trocava alguns olhares comigo e por mais enegrecido que fosse meu coração ela era a única que via algo de bom em mim, mas não perdendo o foco da batalha.

Mais um mastro era quebrado e mais destroços era lançados longe, por sorte eu conseguia me desviar de todos e me manter seguro, o barco parecia ser bem forte por aguentar a fúria dos céus e daquele mar em estado de loucura, as lutas prosseguiam, a grande serpente e o pequeno cavala aquático faziam o que podiam para manter o barco o mais equilibrado possível, volta e meia isso saia de controla, mas logo retornava ao normal. Eu me via de mãos atadas, mas faria questão de manter a ordem dentro do barco, foi quando encarei Mantine com todo o meu ódio e me ergui, equilibrando-me sem o auxílio de nenhum objeto ou parte do barco.

- Você vai ser minha, sua raia desprezível! - serrei o outro punho e respirei fundo. - Death, aproveite os pedaços dos mastros espalhados pelo convés, use-os para desviar dos ataques desse Mantine, atravessando-os e driblando-o com suas cópias. - o barco chacoalhou mais e eu me apoiei no mastro quebrado atrás de mim. - Agora use o Calm Mind e eleve seu poder um pouco mais e em seguida use o Night Shade e desapareça com seu clone novamente, ainda usando os obstáculos para se defender. - tirando um pouco dos cabelos do meu campo de visão e me mantive firme e segurando onde podia, queria evitar mais ferimentos.

Luna Yum
Luna Yum


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Ayzen em Ter 03 Jun 2014, 14:02

A chuva forte. O frio. Tudo cooperava para tentar nos deter de atravessar aquela rota. O perigo estava eminente em nossa frente. Parecia que tudo aquilo era um ato bem elaborado de A Odisseia. Embora o sentimento fosse de temor da morte, um sorriso bem admirado estava na cara da capitã, arrancando um meu. Aquela ironia que fazia chacota com a morte parecia nada em frente aos problemas em campo. O exilado continuava a sua batalha distante do meu lado do barco, enquanto eu continuava com a minha.

Jasper era dividido em mais vários outros, e assim era visto que o seu auxílio com o Ice Beam era louvado para o mastro. Mas logo um outro raio atingia embarcação, levando fogo e mais desespero. Duas velas eram quase destruídas, me fazendo crer que a cada mastro que consertasse, outros iriam aparecer destruídos. Os gritos de Gyarados eram terríveis. A habilidade do Pokémon era admirável. A serpente do mar parecia destruir os seus oponentes, literalmente, arrancando a vida deles.

Jasper parecia disposto a acabar com aquela batalha. Principalmente porque agora tínhamos um navio para cuidar. Jasper era a melhor chave naquele lugar, mas logo precisaríamos de mais poder em seus ataques. Ao reparar Ária, que lutava contra as ondas que vinham do mar, perseguia um Luvdisc que tentava atacá-la. A Pokémon, por pouco, conseguia desviar, mas agora teria que batalhar. Dava graças porque Gyarados terminou com a batalha, mesmo de forma tão aterrorizante, ao abocanhar um Pokémon intruso.

- Ária, divida-se em Double Team e use em seguida o seu borrão de tinta contra o oponente. – dizia para a Pokémon usar o seu Smokescreen. – Jasper, vamos acabar com essa batalha. Use Sword dance mais uma vez e ataque o oponente com Quick Attack. – dizia para o Pokémon desastre.

A batalha teria que finalizar logo. O navio sofreu mais danos na última rodada, do que no resto das rotas todas. Mas de certo, a rota X era mais terrível, fazendo-me pensar o que me aguarda nas rotas seguintes. Meu coração batia forte enquanto todos os marujos se mobilizavam na batalha. Não iria querer perder para um Pokémon selvagem. Embora seja um selvagem bem enfurecido...
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Érica em Dom 08 Jun 2014, 16:05

Aquela rota, definitivamente, fornecia as piores experiências que os exploradores já tiveram em toda a vida. O vento, as trovoadas, a chuva, o balançar do barco, os ataques, tudo parecia conspirar contra a embarcação, como se a rota X estivesse determinada a naufragá-lo e utilizando tudo o que tinha a disposição. O perigo estava por todos os lados, cercando Apocalipse e Exilado. No entanto, o barco parecia forte o suficiente para conseguir suportar tais golpes, mesmo que sofresse belos danos com estes.

Albert sentia sua ferida ardendo, mas a dor era suportável, ou talvez fosse a adrenalina que o fazia esquecer-se dela temporariamente. Manter-se em pé era um grande desafio. A fantasma parecia preocupada com o exilado, mas ainda mantinha-se atenta a batalha. Um olhar de ódio era lançado para o Mantine, que o retribuía de forma não amigável.

Death parecia dançar entre os pedaços e destroços espalhados pelo convés, em conjunto com sua cópia. O Pokémon Water tentava atingir um novo Bubblebeam, mas Death utilizava os destroços ao seu favor, aumentando seu poder de ataque. O golpe do tipo Ghost atingia seu alvo em cheio, que sofria também com o veneno. A raia fuzilava a fantasma com fúria e, aproveitando saber qual delas era a original, atingia um Bubblebeam em sua oponente.

O movimento do barco fazia o exilado se apoiar no mastro caído, em busca de segurança, firmando-se com maior facilidade. O olhar do Pokémon Water era de desafio, desafiando o rapaz a derrotá-lo, se é que fosse capaz de tal feito.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Chuva muito forte com trovoadas, com vento ainda mais forte. Muitas ondas atrapalhando o equilíbrio e água. Rosnados de Gyarados ao fundo. Luta acontecendo perto da proa, havendo por perto um dos mastros. Cordas ao redor. Chão muito molhado e escorregadio. Mastro caído.
Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 355
Duskull/Death - Lv.11 - Trait: Levitate
69%, Status: Spc. Attck +2 / Spc. Def +2 / +1 Evasiness
Vs.

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 226
Mantine/Apelido - Lv.10 - Trait: Water Absorb
81%, Status: Badly Poison

Alexandre, embora estivesse preenchido pelo medo da morte, sorria ao notar o sorriso da mulher que comandava a embarcação. Deveras, a capitã parecia encarar aquilo como uma aventura, não parecendo ter qualquer pensamento pessimista. Seu olhar para seu Gyarados deixava claro que tinha total confiança de que ele não deixaria acabar ali. Comandava a embarcação, evitando as rochas e corais.

Ária se via sem escolhas, além de batalhar. Jasper ainda devia se livrar do Pokémon tentáculo. Por sorte, agora que os outros invasores haviam recuado, Gyarados voltava a utilizar seu Surf, estabelecendo algum equilibro no navio.

A Horsea começava seu ataque de forma mais defensiva. Criava várias cópias e o jato de tinta era certeiro, tendo um bom começo. Luvdisc mergulhava, por um momento parecendo ter fugido assustado, mas logo surgia novamente e acertava uma cópia com um Tackle, aproveitando a altura para mergulhar em outra investida, atingindo outra cópia.

O Pokémon desastre aumentava ainda mais seu poder de ataque. Tentacruel, no entanto, não daria a vitória tão facilmente. Novamente utilizava o Poison Sting, girando e eliminando as cópias, acertando alguns dos espinhos em Jasper. Por mais que os danos fossem poucos, Absol ficava envenenado, sofrendo com o veneno. O golpe rápido era executado, atingindo seu alvo em cheio. Tentacruel era lançado longe, colidindo contra o mastro caído e ficando nocauteado.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Chuva muito forte com trovoadas, com vento ainda mais forte. Muitas ondas atrapalhando o equilíbrio e água. Rosnados de Gyarados ao fundo. Luta acontecendo perto da proa, havendo por perto um dos mastros. Cordas ao redor. Chão muito molhado e escorregadio.Mastro caído.
Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 73
Tentacruel - Lv.04 - Trait: Clear Body
0%, Status: Nocauteado
Vs.

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 359
Absol/Jasper - Lv.10 - Trait: Super Luck
92%, Status: +4 Attack / +2 Evasiness / Poison


Hora da Batalha
Condições da batalha: Batalha acontecendo em alto mar. Mar revoltado, com muitas ondas e correntezas. Chuva caindo.
Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 370
Luvdisc - Lv.05 - Trait: Swift Swim
100%, Status: -1 Accuracy
Vs.

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 116
Horsea/Ária - Lv.04 - Trait: Swift Swim
100%, Status: +1 Evasiness (3 cópias, contando original)
Off: Irei dar a EXP no final da rota
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Luna Yum em Qui 12 Jun 2014, 15:10

Aquela raia me incomodava muito, porém a dor no braço me incomodava ainda mais, sendo assim eu decidi que ela seria minha de qualquer maneira. Logo ajustei o lenço para prender totalmente o braço e deixa-lo imóvel, assim eu sentiria menos dor e poderia movimentar-me melhor no convés ou pelo menos tentar.

Death viu que eu me reerguia aos poucos e logo quis ouvir os novos comandos para aquele round. - Minha deusa da escuridão, evite qualquer contato com ele, deleite-se dos mastros quebrados ainda para se esquivar de possíveis ataques, enquanto isso use outra vez o Calm Mind para elevar seu poder e desapareça, surja embaixo dele girando e acerte um forte Night Shade, assim ele não poderá te ver e tão pouco de atacar, use tal força para tentar lança-lo contra algum mastro. - dizia isso enquanto cambaleava entre minhas próprias pernas.

Mesmo que eu tentasse manter o membro ferido imóvel, era impossível que ele não revidasse com dores e ardências profundas, mas a adrenalina conseguia me manter de pé em completo estado de êxtase.
Luna Yum
Luna Yum


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Ayzen em Sex 13 Jun 2014, 00:02

Um sorriso invadia a minha mente ao ver toda aquela Odisseia postar em alto mar. Monstros marinhos. Tempestades delirantes. Aonde estariam o canto das sereias? Mesmo sem sereia o horizonte era temeroso. O céu negro ocultava o dia ou a noite, deixando-me entusiasmado com tudo aquilo. Infelizmente, teria que usar de meus artifícios para tentar sair dali com vida, afinal, apesar de tudo, ainda tinha um sistema para derrubar. AH! O sistema! Doce dia será esse momento utópico quando o presidente cair e os Apocalipses tomarem Shinki!

Deixando os sonhos de lado, lá vinha a realidade delirante. O barco continuava a se chacoalhar, só que menos do que antes, pois a serpente marinha já se colocava em posto de escolta, usando novamente os seus diversos Surfs para poder estabilizar o barco. Seguindo a diante, Ária começava uma batalha contra o Pokémon rosado, que parecia mais uma praga naquele mar. Jasper permanecia em um olhar fixo ao seu oponente, já que agora estava chegando a reta final.

O Pokémon tentáculos saia com o seu poderoso jato de espinhos. Rodopiava em campo, me surpreendendo ao perceber que ele era bem inteligente para um selvagem. Os espinhos atingiam as cópias do Dark e ainda o acertava, deixando Poisoned. Jasper teria que aguentar, por enquanto. No mar, Ária erguia os seus clones, deixando Luvdisc mais tensa. Com um borrão de tinta, a Pokémon cavalo-marinho conseguia bons proveitos em sua posição defensiva, tendo sucesso ter apenas os seus clones atingidos e não a original.

Olhei para o redor e via o incêndio sendo contido pelo Pokémon Dark. Gyarados guiava o barco, mas no momento teria que terminar a batalha para poder conter o barco. Ária estava na batalha. Jasper envenenado, mas ainda tinha bastante energia para permanecer em pé por um bom tempo. A Pokémon rosada parecia mais tensa que o normal. Batalhar e seguir navio. Era uma guerreira, desde nova!

- Ária, cerque o Luvdisc com o Double Team. Mergulhe e tire o Pokémon da água com o seu Bubble. – Dizia para a pequena. – Jasper, quando Ária conseguir tirar o Pokémon rosado da água com o golpe Water, use o seu Ice Beam no Pokémon no alto. – dizia para o meu Pokémon.

Com um suspiro, revirei os meus olhos em campo, ou melhor, no navio para saber no que poderia ajudar. Infelizmente, meus dois outros Pokémon eram Fire, nos quais detestam esse tipo de lugar. Chuva, mar. O grito de Gyarados anunciava o começo de um novo round.


Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Érica em Dom 15 Jun 2014, 00:09

Parecia que Mantine e a ferida competiam, tentando ver quem irritava e incomodava mais o exilado, no entanto, o ferimento parecia estar ganhando mais atenção naquele momento. Determinado a tornar aquele Pokémon seu, Albert arrumava o curativo improvisado, mantendo o braço mais imóvel para incomodar menos, podendo se mover com alguma liberdade a mais.

Death era esperta, utilizando o que havia ainda de mastro, enquanto a raia tentava atingi-la inutilmente com Bubblebeam. A fantasma conseguia aumentar ainda mais seu poder de ataque e sua defesa, desaparecendo. Mantine ficava atento, tentando encontrá-la, mas tal foi sua surpresa quando a Duskull apareceu abaixo de si, atingindo o Night Shade com tudo e causando dano critico, jogando-o contra o mastro caído. Os danos eram agravados pelo veneno.

O Pokémon Water olhou com fúria para sua oponente, tentando atingi-la com Psybeam, mas a fantasma voltava a desaparecer, evadindo. O chão era o único a levar reais danos.

Enquanto isso, Albert batalhava para se manter em pé, ao mesmo tempo em que tentava não mover seu braço ferido. No entanto, a adrenalina percorria seu corpo, fazendo-o esquecer da dor.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Chuva muito forte com trovoadas, com vento ainda mais forte. Muitas ondas atrapalhando o equilíbrio e água. Rosnados de Gyarados ao fundo. Luta acontecendo perto da proa, havendo por perto um dos mastros. Cordas ao redor. Chão muito molhado e escorregadio. Mastro caído.
Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 355
Duskull/Death - Lv.11 - Trait: Levitate
69%, Status: Spc. Attck +3 / Spc. Def +3 / +1 Evasiness
Vs.

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 226
Mantine/Apelido - Lv.10 - Trait: Water Absorb
54%, Status: Badly Poison

Para o Apocalipse, parecia estar vivendo uma história de ação com momentos de puro terror. A tempestade como sua maior inimiga. Monstros marinhos o rodeando o tempo todo. O caos se alastrando de forma inimaginável. O jovem se perguntava onde estariam as sereias, em meio aquele mar turbulento. Assim como o Exilado, a adrenalina corria no sangue do gangster, fazendo-o ignorar a dor na perna que era causada pela madeira encravada. Tudo parecia um sonho delirante, mas era a pura e tenebrosa realidade.

Enquanto Gyarados se ocupava em manter o barco ileso, Ária batalhava com o Pokémon mais comum em Shinki, que parecia invadir todos os mares, lagos e rios. Jasper encerrava sua batalha, mas sofria com o veneno que percorria seu corpo. Parecia que várias coisas tentavam puxar a atenção do gangster apenas para si.

A Horsea novamente utilizava seus clones, multiplicando e tentando cercar a Luvdisc. No entanto, a oponente era mais inteligente do que parecia, mergulhando e indo para a profundeza do mar. Ária a seguia, tentando atingir suas bolhas. Os corais se espalhavam num labirinto colorido, várias algas e rochas se espalhavam, ocultando pequenas cavernas. Uma cratera mais ao fundo, com destroços de um navio muito antigo. No entanto, nada disso ganhava atenção, Ária se focava em seu objetivo. Luvdisc escondia-se entre os corais, usando-os como barreira contra as bolhas. Avançava, utilizando dois tackles, acertando apenas cópias, mas pronta para fugir para os corais novamente.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Batalha acontecendo em alto mar. Mar revoltado, com muitas ondas e correntezas. Chuva caindo.
Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 370
Luvdisc - Lv.05 - Trait: Swift Swim
100%, Status: -1 Accuracy
Vs.

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 116
Horsea/Ária - Lv.04 - Trait: Swift Swim
100%, Status: +2 Evasiness (4 cópias, contando original)

Hp de Jasper: 88

A tempestade ainda continuava, as nuvens negras e pesadas. Os raios e trovões iluminando e cruzando os céus. Um dos marinheiros lançava uma Pokébola, liberando um Pikachu da mesma. O roedor subia no mastro que ainda estava intacto, lançando descargas elétricas e impedindo os raios de alcançar a embarcação novamente. Todavia, o vento forte era um forte oponente, quase desequilibrando o roedor diversas vezes.

Gyarados lançou um surf de leve no navio, junto com as manobras da capitã, evitando que o casco da embarcação colidisse com algumas rochas, mas desequilibrando boa parte dos marujos. Mais uma onda surgia em frente, o barco mergulhando contra esta e encharcando todos. A água batendo nos calcanhares da tripulação, escorrendo pelas escadas da parte mais de cima, onde estava a capitã dirigindo o leme.

A enfermeira era vista de relance com um balde, jogando o excesso de água para fora, mas desacostumada com o movimento violento, caia e tropeçava a todo instante. Em um desses tropeços, o balde cheio de água caia em sua cabeça.
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Luna Yum em Dom 15 Jun 2014, 14:55

Enfim a adrenalina se fez presente em todo meu corpo e a dor foi se esvaindo aos poucos e assim eu podia me mexer melhor e me concentrar mais na batalha. Death com o passar das batalhas fica mais ligada a mim e eu a ela, assim agíamos em harmonia e compreensão, afinal ela era a única que me entendia completamente.

- Death, preste atenção no que vou lhe dizer, refaça seus movimentos do último round, porém ao invés de sair embaixo de Mantine surja em cima dele e acerte o Night Shade em suas costas e o pressione com toda sua força contra o chão do navio. - o barco balançou novamente, porém eu consegui me manter de pé. - A seguir, é provável que ele tentará te atacar, desapareça e espere-o atacar, assim peço que use o Double Team e torne suas evasivas mais eficazes que o normal.

Logo que terminei de dizer tais palavras uma onde engoliu o barco, encharcando a todos que estavam nele, só tive tempo de prender um pouco de ar e sucumbir pelas ondas. Death ainda podia se salvar, sumindo entre a água e aparecendo na superfície, logo a água baixo e eu me vi em cima do barco novamente.
Luna Yum
Luna Yum


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Ayzen em Dom 15 Jun 2014, 15:24

O navio balançava violentamente enquanto a água invadia o local. Tudo parecia bem lento ao meu olhar, fazendo-me crer que eu não estava nada bem. Uma tontura invadia a minha cabeça ao passo em que a embarcação facilitava o movimento desordenado da embarcação. A visão da serpente marinha era visto com grande realce. Gyarados lutava para manter o navio em sua rota, desviando-o das rochas e estabilizando a embarcação. Vendo aquilo, poderia dizer que Gyarados era o melhor parceiro que uma pessoa, ou melhor, capitã poderia ter em alto mar.

Não muito distante, o exilado parecia empenhado em sua luta contra o Pokémon raia. Este lutava bravamente, mostrando o poder de anos de treinamento em alto mar. Meu Pokémon Dark estava ainda sobre efeito do veneno deixado por Tentacruel, que a essa altura estaria no fundo do mar. No alto, um roedor elétrico tentava rebater os raios, mas o vento o desestabilizava sempre. No mar, Ária lutava com bastante empenho para deter Luvdisc, mais um.

A Pokémon cavalo-marinho espalhava os seus clones e tentava cercar Luvdisc, mas o Pokémon não era só rápido, mas esperto. Adentrava o mais fundo do mar e assim sumia de vista. Jasper estava preparado para atacar o Pokémon peixe, caso este saísse do mar, mas nossa atenção era desviada para a enfermeira, que caia no chão tendo o balde na sua cabeça. Eu acenava para Jasper e o mesmo se movia para perto dela, ajudando-a a se levantar.

- Enfermeira, ele está envenenado. Pode ajudar? – pedia auxilio para a mulher, enquanto voltava para a lateral do navio.

Não enxergava Ária e isso poderia significar que a batalha estava acontecendo com força no fundo do mar. Eu olhei para as águas, mas nada me chamava a atenção, então teria que pedir para que Ária apenas me escutasse.

- Ária, mostre que também é veloz! Vá para o fundo e em seguida use o seu Surf e com ele tire Luvdisc do fundo e traga para a superfície. Em seguida, congele-o com o poder de Ice Beam. – dizia para a Pokémon, torcendo para que conseguisse ouvir.

Meu olhar para o mar só era superado pelos raios rebatidos pelo Pikachu. Ambos quentes e esperançosos. Voltava a sentir a tontura, ao perceber a dor na perna. Eu engolia em seco e isso fazia com que o meu sangue voltasse a correr mais rápido, fazendo a adrenalina suprir a dor que sentia
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Érica em Ter 17 Jun 2014, 01:08

Albert se concentrava mais na batalha, esquecendo-se lentamente da dor que sentia em seu braço. Death continuava dançando entre os escombros. A raia tentava atingir sua oponente com o Bubblebeam, no entanto, não obtinha sucesso em suas tentativas, visto que a fantasma escondia e usava os objetos como proteção.

Num dos momentos que Death sumiu, Mantine passou a atacar todas as direções com o Psybeam, mas não imaginava que a oponente viria de cima, sendo novamente atingido pelo golpe Ghost e jogado contra o chão.

O exilado se recuperava da onda repentina enquanto sua Pokémon batalhava bravamente.  Sentia o gosto salgado na boca, o cabelo encharcado parecia insistir em atrapalhar sua visão. Manter-se em pé era complicado, mas com tantas ondas e o piso tão escorregadio, era algo previsível de acontecer.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Chuva muito forte com trovoadas, com vento ainda mais forte. Muitas ondas atrapalhando o equilíbrio e água. Rosnados de Gyarados ao fundo. Luta acontecendo perto da proa, havendo por perto um dos mastros. Cordas ao redor. Chão muito molhado e escorregadio. Mastro caído.
Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 355
Duskull/Death - Lv.11 - Trait: Levitate
69%, Status: Spc. Attck +3 / Spc. Def +3 / +2 Evasiness (5 cópias, contando original)
Vs.

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 226
Mantine/Apelido - Lv.10 - Trait: Water Absorb
30%, Status: Badly Poison

Aos olhos do gangster, tudo ocorria de forma lenta, vagarosa. O Apocalipse via a serpente marinha auxiliar a capitã, chegando a conclusão que era o melhor companheiro que a mulher poderia ter no momento. Uma tontura atingia sua mente, fazendo-o acreditar que não estava muito bem, tendo dificuldades de se manter em pé. Absol ainda sofria com o veneno. Tentacruel havia sido levado pelas ondas, descansando no fundo do mar.

Enquanto aguardava o resultado da luta de Ária, a atrapalhada enfermeira chamava atenção, estando caída no chão. O Pokémon Desastre ajudava a mulher a se erguer, ao mesmo tempo que Alexandre pedia ajuda e que ela curasse o veneno.

A jovem acenava de forma positiva, rumando junto com Absol em direção a cabine que ficou reservada para ela. Entre tropeços, a dupla avançava de forma lenta. Enquanto isso, o Apocalipse mirava as águas, em busca de sua companheira, torcendo para que esta o ouvisse. Apesar de não se ter certeza de que a Pokémon ouviu as ordens, a Horsea utilizava Surf no momento em que Luvdisc avançou contra ela, o jogando ainda mais fundo no mar. O peixe róseo se ocultava entre as rochas, sendo seguido pela oponente, aproveitando a distração para um Tackle e atingindo duas cópias.

Levou mais algum tempo para que o rapaz sentisse a dor em sua perna, vindo acompanhada por mais tontura, por sorte, a adrenalina fazia a dor suportável.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Batalha acontecendo em alto mar. Mar revoltado, com muitas ondas e correntezas. Chuva caindo.
Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 370
Luvdisc - Lv.05 - Trait: Swift Swim
68%, Status: -1 Accuracy
Vs.

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 116
Horsea/Ária - Lv.04 - Trait: Swift Swim
100%, Status: +2 Evasiness (2 cópias, contando original)

Hp de Jasper: 84
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Luna Yum em Qui 19 Jun 2014, 21:32

Aos poucos eu me mantinha na batalha, esquivando-me junto de Death e bailando por entre a água que escorria pelos longos fios de cabelo que me atrapalhavam a visão, no entanto eu não podia pensar só em mim naquele momento, por um instante e sabia que estava dividindo aquele barco com algumas dúzias de pessoas, incluindo Death, que era o meu Pokémon.

Existem algumas oportunidades que nós não podemos dispersar na vida, tão pouco entregá-las para outras pessoas quando a responsabilidade é nossa, eu tinha que me manter forte e garantir que saíssemos vimos daquela tempestade, assim como também olhava a forma como o outro jovem agia e apesar de ele ser um tanto irritante e tagarela ele fazia o mesmo para manter o barco na superfície.

- Death, já chega de ter piedade, outra vez Calm Mind e use o Night Shade, minha deusa. Continue evadindo os ataques dele, dançando com as cópias para confundi-lo e evitá-lo. - foi apenas o que eu tinha para dizer, enquanto jogava os cabelos para traz liberando novamente a minha visão.


Última edição por Marcus Yallow em Sex 20 Jun 2014, 13:55, editado 1 vez(es)
Luna Yum
Luna Yum


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Ayzen em Qui 19 Jun 2014, 22:14

A dor na perna continuava oscilando. Ora estava forte, ora estava fraca. Pensava em poder pedir ajuda para a enfermeira desengonçada que se retirava junto de Jasper, mas aquilo não era opção enquanto Ária continuasse no fundo do mar, tentando acabar com o Luvdisc, praga dos oceanos e lagos. Meus olhos tentavam fitar a Pokémon azulada, mas tudo o que eu via era um mar violento que queria nos tirar da rota. Parecia que a ajuda de Ária era significante, pois o mar parecia tenebroso em querer nos afogar.

Enquanto eu observava as águas superficiais, dava para sentir que no fundo a batalha das duas criaturas seguia. Ária parecia se empenhar, afinal, o barco dependia dela e de seu surf para poder estabilizar-se no alto mar. Mas agora, tudo o que eu via era um mover estranho das águas do mar, parecendo que Surf havia feito um verdadeiro reboliço lá embaixo. Os meus olhos confiantes pairavam sobre a calmaria do oceano. Acho que agora era mais um jogo de evasiva que acontecia no fundo do mar.

Mesmo sem poder ver a batalha, poderia supor o que acontecia. Mas supor não era mostrar a verdade, é apenas tentar imaginá-la. Teria que deixar aquilo por conta de Ária e o resto eu iria fazer o que puder. Analisar a batalha por conta dos movimentos das ondas era terrível e cansativo. Iria tirá-la dali o mais rápido, pois assim poderia fazer algo melhor para poder auxiliar a minha Pokémon.

- Ária, use Double Team e retorne para a superfície. Atraia Luvdisc e quando puder atingi-a com um novo Surf, devolvendo-a para o fundo do mar. – gritava.

Com a Pokémon na superfície, eu estava disposto a tentar acabar com a rosada Luvdisc. O barco tinha sérios danos e eu precisaria calcular como estaria. Olhei ao redor procurando algo que poderia ser reparado, mas diante de velas rasgadas, mastros incendiados, só poderia torcer para que o Pikachu efetuasse o seu trabalho no alto de forma correta.



Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Érica em Dom 13 Jul 2014, 14:31

Albert e Alexandre tentavam se manter atentos as suas respectivas batalhas, ao mesmo tempo que batalhavam para se manter presente e firme no barco. As gotas de chuva eram espessas, golpeando-os com fúria, enquanto os raios cruzavam os céus e o iluminavam, mas sendo observados com desconfiança por todos, afinal, dois dos mastros já haviam sido prejudicados por causa deles.

Outros monstrinhos invadiam a embarcação, mas a tripulação conseguia se livrar deles. O roedor elétrico se esforçava em sua tarefa, mas seu equilíbrio era sempre testado, prejudicando-o. Outros raios escarlate refletiam na água, relevando um Bellsprout e Joltik, seres que podiam despertar pouco interesse em alto mar, mas que começava a utilizar suas vinhas e teias para auxiliar o Pikachu e outros marinheiros, demonstrando terem experiência naquele meio. Gyarados rosnava com fúria para outros Pokémon que tentavam se aproximar e invadir a embarcação, utilizando Surf para afastá-los, ao mesmo tempo que ainda quebrava as ondas. As ordens da capitã, que guiavam todos em suas tarefas, e isso incluía os monstrinhos dos marinheiros, não eram ignoradas. Todos tinham sua tarefa para manter aquele navio em curso.

Albert mantinha-se focado em sua função, expulsando os invasores. Esta era sua responsabilidade e devia exercê-la para que nada de ruim ocorresse. Sua companheira ainda batalhava bravamente, esforçando-se e aumentando ainda mais seu poder e sua defesa com o Calm Mind. Mantine atacou com dois Bubblebeam, atingindo três cópias, mas recebendo o Night Shade e levando danos do veneno. A batalha não iria durar por muito mais tempo, a raia já demonstrava sinais de cansaço, além do veneno estar cada vez mais forte.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Chuva muito forte com trovoadas, com vento ainda mais forte. Muitas ondas atrapalhando o equilíbrio e água. Rosnados de Gyarados ao fundo. Luta acontecendo perto da proa, havendo por perto um dos mastros. Cordas ao redor. Chão muito molhado e escorregadio. Mastro caído.
Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 355
Duskull/Death - Lv.11 - Trait: Levitate
69%, Status: Spc. Attck +4 / Spc. Def +4 / +2 Evasiness (2 cópias, contando original)
Vs.

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 226
Mantine/Apelido - Lv.10 - Trait: Water Absorb
11%, Status: Badly Poison

Alexandre sentia a dor em sua perna incomodando constantemente. No entanto, ao menos por enquanto, ainda teria que suportar e tentar ignorar. Haviam coisas mais importantes no momento do que sua ferida. Ária, sua pequena Horsea, ainda estava nas profundezas do mar, totalmente fora do alcance de seus olhos e de suas palavras.

As ondas violentas impediam qualquer visualização do que estava acontecendo, deixando o Apocalipse sem ter certeza do que sua Pokémon estava fazendo e de como a luta prosseguia. Estaria tudo bem? Ou ela estava ferida? A única certeza era de que o Surf era utilizado constantemente, remexendo as águas e sacudindo o barco.

O gangster tentava comandar sua parceira, mas suas palavras não conseguiam alcançá-la. Luvdisc avançou com um Tackle e Ária contra-atacava com um Surf, lançando a oponente para longe. Um segundo Surf era usado e Luvdisc colidia contra uma rocha, agravando os danos e deixando-a atordoada. A rosada utilizava Charm, sendo algo inesperado pela azulada, que teve seu ataque reduzido.

Alexandre observava Pikachu, que agora se fixava no mastro, estando amarrado com várias teias e segurando-se firmemente no mastro. Apesar de ser difícil de visualizar, a expressão do Pokémon Elétrico não era de felicidade. Outra onda batia no navio, quase derrubando o jovem no mar, mas este era segurado pelas vinhas de Bellsprout.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Batalha acontecendo em alto mar. Mar revoltado, com muitas ondas e correntezas. Chuva caindo.
Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 370
Luvdisc - Lv.05 - Trait: Swift Swim
30%, Status: -1 Accuracy
Vs.

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 116
Horsea/Ária - Lv.04 - Trait: Swift Swim
100%, Status: +2 Evasiness (2 cópias, contando original) / -2 Attck
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3 Empty Re: Rota X: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 3

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum