Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Página 1 de 11 1, 2, 3 ... 9, 10, 11  Seguinte

Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Érica em Ter 02 Set 2014, 23:04

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Mqc846r

O dia estava claro e os exploradores agradeciam pelos raios de sol, mas também revelava as condições do barco. Dois mastros destruídos, estando um queimado e outro caído, bem como as duas velas rasgadas, além de alguns outros danos. Calmamente atracava no porto da cidade desconhecida.

Ambos os exploradores observavam, tentavam obter qualquer informação sobre aquele lugar, sem obter sucesso. Alguns hematomas estavam distribuídos pelos corpos de Albert e Alexandre. O braço do primeiro estava enfaixado, cobrindo os pontos que levara devido a ferida. O gangster possuía uma tala numa das pernas, onde anteriormente estava um pedaço de madeira, também tendo alguns pontos no local.

Inúmeros barris se acumulavam pela praia, sendo visível alguns vultos ao redor dos mesmos, furtando a comida que se encontrava ali, mas os marinheiros os ignoravam. Alguns desciam do navio e se dirigiam até a cidade, provavelmente para buscar materiais para concertar o navio.

-Muito bem camundongos filhos de uma ratazana leprosa! Prestem bastante atenção! A passagem será curta, então não vão se acomodando demais! No momento em que tudo estiver pronto, iremos partir, e não irei esperar por ninguém!

A capitã dizia, recebendo uma afirmação de sua tripulação que voltava ao trabalho. Aquilo levaria alguns dias, dando a liberdade dos jovens explorarem, se assim quisessem.

Dia 1
13:11

Off: O navio zarpará às 10:30 do 5º dia. O tempo transcorrido na rota será avisado no começo de cada post. Fiquem atentos.

ordem de postagem: Melissa> Ay > Marcus > Melissa...
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Qua 03 Set 2014, 11:10

Off: Tsumi \o/
Adorei o título "férias-sqn" XD

Após os primeiros raios de sol atingir a minha face, eu estremeci por completo. Aquele calor era muito bem requerido após dias em alto mar. Na verdade eu nem sei quanto tempo passei, parecia que em alto mar o tempo escorria da minha consciência e eu perdia noção temporal. Mesmo assim, estava feliz por finalmente ter pisado em terra firme, apesar da frustração de ter encontrando um lugar que não era, ainda, a Ilha Misteriosa. Tsumi parecia ser uma ilhota entre as rotas marinhas e a ilha propriamente dita, mas teria que agradecer por ter a encontrado, já que o navio necessitava de reparos urgentes.

Cinco dias. Esse foi o tempo que deram para consertar o que tinha ali. Eu não conhecia a cidade, por isso teria que ter cuidado, pois minha identidade como Gangster teria que ser preservada. A capitã parecia agitada, como sempre, mas o pior dos problemas, ou foi o pior, foi ter que enfaixar o meu pé. Naquela ocasião eu começava a sentir ainda o peso extra, mas isso não me evitaria praticar as minhas artes de gangster. Horsea ajudou muito na travessia e agora descansava em sua Pokéball. Jasper ainda comigo ao lado, parecia andar sem ao menos se importar com os outros. Apesar disso, sabia que se importava comigo.

- Que tal desfrutar desse imenso paraíso em meio mar? Quem sabe a aventuras que encontraremos aqui, caro amigo quadrúpede? – tentava animar o Pokémon, mas tudo o que eu conseguia era fazê-lo revirar os olhos e virar a cabeça para o lado, tentando me ignorar. – Então, tá! – dizia, desistindo de animar o Absol.

Saímos sem falar nada de perto do navio. Não me importava o que o exilado Apocalipse iria fazer. Para mim, e toda a organização, ele era um traidor, mas eu deveria não me meter com ele, para ter a minha travessia segura... Quem sabe eu não apronte com ele na Ilha Misteriosa? Pensando no que fazer, ia para a cidade conhece-la ...

Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Luna Yum em Qui 11 Set 2014, 10:44

OFF: Desculpe a Demora!

Enfim, terra!
O mar havia me causado bons hematomas e sem contar nas dores e o stress continuo, mas por ora ter um chão firme sob meus pés já me fazia sentir melhor de todas as formas. Meu braço apesar dos curativos e remédios ainda doía um pouco assim como meu pulso latejava também, porém isso ia diminuindo com o passar das horas, os cuidados que a enfermeira tomou estavam fazendo efeito.

Death como sempre sentada em meu ombro, de rosto emburrado por não gostar de seu novo companheiro, Mantine, no entanto ela respeitara meu momento de repouso e evitara qualquer tipo de comportamento infantil para com a arraia novata.

Os marujos desciam aos montes do navio, era hora de por aqueles mastros de pé outra vez e voltar ao mar dentro do prazo estipulado pela Capitã nanica. - Rsrs... - eu ri discretamente, evitando ser visto por ela e caminhei para fora do navio. Procurei o jovem que lutara do outro lado pra proa do navio, mas não o encontrei e também não me preocupei muito, mas cedo ou mais tarde ele abriria aquela imensa boca para falar asneiras outra vez.

Assim, Death me cutucou a cabeça e apontou para a cidade, desejando conhecer o novo ambiente. - Éh sim, minha pequena, vamos dar um volta e conhecer esse misterioso lugar, Ok?? - ela sorriu e concordou que sim e nós sumimos em meio aos marujos e fomos em direção a cidade e por precaução, eu havia colocado novamente meu lenço sob o rosto.
Luna Yum
Luna Yum


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Érica em Qui 11 Set 2014, 16:50

A entrada para a cidade ficava disponível após a rampa ser abaixada. O gangster e o exilado não perderam muito tempo, saindo da embarcação e sentindo finalmente a terra firme sobre seus pés. Os raios de sol iluminavam a cidade, era difícil dizer qual dos exploradores estava mais satisfeito em deixar o mar por alguns dias.

Alex sentia-se levemente frustrado, visto que ainda não era a ilha misteriosa que devia ser desbravada, mas mesmo assim, agradecia os reparos que seriam feitos na embarcação. No entanto, teria cautela e preservaria sua identidade. Mais atrás e seguindo outra direção, Albert agradecia por sua Pokémon não se comportar de forma infantil, rindo discretamente da estatura da capitã.

Por alguns instantes, os exploradores pensaram se iriam acabar chamando a atenção da população local, entretanto os exploradores sim pareciam mirar tudo com interesse. Boa parte das construções pareciam ser feitas com restos de navios, a população parecia gostar do tom marrom para roupas, ou não perdia tempo com tecidos coloridos... As únicas que usavam roupas mais chamativas eram mulheres de conduta muito duvidosa. Diversos bares estavam abertos, onde muito barulho ecoava, variando desde conversas e gargalhadas, à cantorias e até brigas.

Albert caminhava entre as ruas, pulando para trás no momento exato quando um homem voava pela janela e caía no chão, bêbado demais para notar este fator. Alguma distancia dali, Alex via um homem totalmente embriagado dormindo dentro de um barril de rum, tendo apenas metade do rosto para fora e formando pequenas bolhas a cada vez que roncava.


Off1: também adorei o -sqn XD
Off2: tudo bem ^^
Off3: alteração da regra! Cliquem Aqui pra maiores informações.
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Sex 12 Set 2014, 10:33

Ao desembarcar na cidade, ou melhor, ilha entre a Ilha Misteriosa, eu olhava para os lados e seguia em direção ao povoado. Aquilo tudo era bem diferente das cidades de Shinki, afinal, ali reinava a desordem. Pessoas bêbadas nas ruas, mulheres de conduta questionáveis e construções feitas de restos de barcos. A imundice e a festa estavam soltas. Barulho e brigas. Resumindo... Havia naufragado em mar, morrido e ali seria o céu! Jasper andava com sua postura nobre, cabeça abaixada e apenas os seus olhos viravam de um lado para o outro. Se o Pokémon pressentia desastres, ele deveria pressentir um a cada passo.

Um sorriso bobo era ensaiado na minha cara, deixando-me bem mais animado do que eu fiquei com a Odisseia em alto mar outrora. O barco demoraria em consertar, por isso deveria procurar algum lugar para ficar, ou algo do tipo. Ao julgar pelas pessoas daquela cidade, um Apocalipse querendo fazer caos ali pouco iria influenciar, já que o caos já morava ali e nem pagava a estalagem! Suspirei e prosseguir andando pelas ruas, até vê um homem bêbado, dormindo em um barril de rum, o que me fez secar a boca desejando um pouco da bebida.

Jasper continuava ao meu lado, andando de passos em passos, desconfiado de tudo o que acontecia. O Pokémon parecia perdido quando estava em lugares como aquele.

- O que foi, meu amigo? Qual a dificuldade de sair por aqui sem se importar com nada? Pense ai: sem cadetes, sem correria? – Jasper erguia a cabeça e fechava os olhos, indicando que não queria nem saber. – Ah! É verdade: também não tem como criar caos, ou roubar ninguém aqui. Poucos devem ter algo de valor. Você está certo.

Havia colocado palavras na boca do Pokémon, e ao ouvir, o Dark me olhou com um olhar de morte, como quem não gostava que fizesse isso. Eu sorrir para ele ao vê-lo chateado e assim continuamos prosseguindo, em busca de um bar onde poderia tomar uma boa bebida.

Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Luna Yum em Sex 12 Set 2014, 12:20

A ilha não era das mais agradáveis mas ter um chão firme sob os pés já era melhor do que última tempestade de passei juntos aos tripulantes e uma Capitã nanica e mandona que por ora ainda era agradável.

Eu me perdi em meio a multidão, sumindo como uma sombra na escuridão, olhando para as pessoas, rostos sem vida, alguns jogados aos montes pelas entradas da ilha, becos e também no meio das ruas. Por pouco escapei de um fulano que fora atirado em minha frente por uma janela de bar, pobre homem, pensei. A loucura de bebidas destiladas o consumiu e ele perdeu sua razão, embriagou-se em viver.

A pequena bruxa sentado em meu ombro mexia em meus longos cabelos, já fazia dias que ela não agia daquela forma, também não podia culpa-la já que o mar não nos deu sossego algum desde que entramos naquela barco. Era reconfortante as caricias de Death ao menos me fazia esquecer a dor dos ferimentos já tratados anteriormente.

Eu estava com fome e sede, procurava um poço ou alguma fonte de água limpa para molhar a boca, mas não obtinha sucesso, tudo oque avistava eram bares, mulheres depravadas e homens pobres de corpo e alma jogados por todos os lados, era repugnante.

"Como pode o homem se deixar chegar a tal ponto, tornando-se inferiores a suas próprias almas, indignos de seus corpos imundos." - pensava enquanto observava cada detalhe que via pela frente.

O pensamento me levou para longe e com uma cutucada de Death eu retornei curioso. - Oque foi pequena? Algum problema? - indaguei. Ela balançou o rosto tentando dizer algo, mas não consegui entender, ela levantou-se e rodeou-me e eu sorri sem entender nada.
Luna Yum
Luna Yum


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Érica em Sab 13 Set 2014, 20:03

Off: pra ficar mais fácil pra mim, vou fazer como se fossem rotas separadas, tdo bem?


Alex

O gangster via a festa, bebida e sujeira rolarem soltas por todas as ruas e becos. O barulho eliminava qualquer chance de paz. Pessoas e monstrinhos se esgueiravam pelas sombras, roubando pertences de forma descarada dos mais bêbados. O rapaz acreditava ter morrido e parado no céu, sendo a primeira justificativa plausível para existir um lugar com tanta desordem. Sorria de forma boba, algo que não despertava a atenção de nenhum “civil”. Ninguém se importava. Seu Pokémon, por outro lado, não estava exatamente feliz com a situação, pressentindo desastres para todas as direções.

O caos reinava em cada canto, em cada esquina. Jasper ficava pouco a vontade, ao contrario de seu senhor.

Enquanto percorria as ruas, Alexandre se deparou com uma visão que pouco esperava. Um homem estava sentado em uma mesa ao ar livre, tendo uma mulher com roupas espalhafatosas ao seu lado. A julgar pelo rosto, o individuo já deveria estar embriagado, quando alguém lhe acertava a cabeça com uma garrafa, o desnorteando e roubando sua carteira.

-Obrigada pela contribuição!

A ladra dizia alegre, não sendo ninguém mais do que a capitã. O homem massageava a cabeça, a principio confuso, quando levou um tapa da mulher que o acompanhava, sendo questionado sobre quem era a outra. Enquanto isso, a capitã seguia pelas ruas e adentrava em outro bar com um sorriso na face.

Albert

Ao contrario do gangster, o exilado não comparava aquilo com o céu. Parecia até mesmo repudiar as pessoas embriagadas, que se amontoavam no chão e eram visíveis por todas as esquinas. Gritaria tomava conta de todas as construções que se erguiam e formavam a dita cidade. Não havia lugar para o silencio, aparentemente...

A fantasma demonstrava sua afeição para com o seu senhor, algo que não ocorria alguns dias. Mas como fazê-lo? Estavam em meio a tempestade a pouco tempo atrás, não havendo tempo para qualquer momento de carinho. O exilado sentia-se feliz e, por alguns instantes, as feridas doeram menos.

A fome e a sede começaram a falar alto, fazendo Albert procurar alguma fonte de água limpa, mas a julgar pela população, água não era comum por ali em diversos aspectos.

Os pensamentos voaram longe e Death desaprovava aquele ambiente, tentando levar seu senhor para longe das mulheres depravadas que rodeavam a cidade, infelizmente, uma se aproximou e se pendurou (literalmente) no braço do exilado.

-Está perdido querido?

A mulher perguntava. A roupa era espalhafatosa e vulgar, o cabelo amarelo vibrante, sendo difícil não olhar. Um berro indignado era ouvido, um homem se aproximava e exigia explicações da moça, que apenas mostrou a língua para ele e apertou o abraço. A fantasma ficava indignada e flutuou, puxando uma mecha de cabelo da mulher, o que assustou a estranha e fez soltar Albert, mas isso pareceu irritar mais ainda o homem.

-Atacando mulheres despreparadas?! Isso não é atitude de homem!
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Dom 14 Set 2014, 11:53

Caminhando pela cidade, assistia como aquele peculiar povo se comportava e pelo incrível que pareça, nenhum cadete era visto e se era, não seria capaz de pôr ordem naquela Tortuga. As instalações da ilha eram dispostas de forma que parecesse restos de barcos e realmente eram! Possível embarcações naufragadas estavam compondo o cenário perfeito para uma aventura pirata. A briga e o roubo eram feitos na luz do dia, sem nenhuma preocupação, me instigando a praticar o mesmo delito. Meu corpo chegou arrepiar só de pensar que poderia fazer o que eu quiser, quando quiser, sem me preocupar como a “Ordem”. Ali era um protótipo que Mina estava preparando para o mundo conhecer.

Logo que vi aquilo ali, tomei de posse o bloco de notas, canetas de várias cores e começava a anotar o mundo quase ideal para um Apocalipse. Usava Jasper para segurar as canetas, empurrando o objeto na boca do Pokémon. Ele me olhou irritado e quando estava perto de enviar as canetas na minha face, vimos uma cena que deixou-o chocado, mas que abriu em mim um sorriso enorme. A capitã do barco estava na ilha e acabara de praticar um roubo na luz do dia. A mulher parecia bem à vontade naquela ilha. Mas nada que não fosse esperado de uma capitã que se vendeu para trazer criminosos e exilados para a ilha, afinal, quem é bonzinho hoje em dia sem ser Sakura Mille?

Antes que Jasper pudesse reagir, eu pega as canetas e guardava na bolsa de lado e assim saia correndo, tentando acompanhar a baixinha mandona. Ela havia entrado em uma espécie de bar e era para lá que eu iria, afinal, tinha a chance dela me pagar uma bebida... E se mesmo assim ela não pagasse, iria achar alguém que iria “pagar” para mim. Jasper saiu correndo ao meu lado, ainda pressentindo que a qualquer hora tudo poderia cair por terra. Por mim, que caísse!
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Luna Yum em Seg 15 Set 2014, 14:08

De bochechas avermelhas e sem saber onde esconder seu rosto naquela situação, tendo Death como ciumenta defensora mas sem muito sucesso, Albert precisou reagir as investidas da meretriz depravada.

Ele encarou a mulher dos pés a cabeça quando a mesma o soltou pelo puxão recebido vindo de Death, era daquela corja que o exilado queria distância, afinal ele já tinha problema e ferimentos demais para um corpo, mas não era dessa forma que o destino o via.

Ao longe, um homem caminhava em minha direção, cogitando a hipótese em total certeza de sua mente que fora eu quem abordara a tal mulher de roupas estranhas. Eu olhei para Death que balançou os ombros tanto quando eu, demonstrando não entender nada da situação.

- Primeiro, não estou perdido. - voltei o olhar para o homem. "Esses exilados bêbados me enojam" - pensei. Fiquei calado por alguns minutos, enquanto via a silhueta desajeitada do homem continuar a vir em minha direção. - Segundo, não costumo ter contato com ninguém, tão pouco com mulheres na situação dela. - falei levantando a sobrancelha.

Death voltou a surgir em meu ombro e sua feição era de desgosto total, ainda mais pela forma como a mulher me abordou. - Acalme-se minha pequena, não vale a pena dar atenção a isso. - falei enquanto olhava para a bruxinha toda emburrada. Assim, eu virava as costas e seguia caminho, ainda a procura de comida e água e considerando a presença de um homem defensor de mulheres meretrizes que deixei mais atrás.
Luna Yum
Luna Yum


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Érica em Sab 20 Set 2014, 17:38

Off: desculpa a demora @.@


Alex

O gangster ainda se via surpreso pelo caos e pela falta de cadetes naquele ambiente. O cenário o fazia se sentir como se entrasse num filme de aventura e pirataria. Ver as pessoas roubando a luz do dia, sem se preocupar se eram vistas ou não, incentivava o rapaz a fazer o mesmo. Era um requisito para aumentar seu rank na gangue, então não faria nenhum mal, não é?

Seu bloco de notas logo era usado, sendo anotadas as informações do mundo ideal para a líder dos Apocalipses. Seu companheiro era usado como um “guarda caneta”, para desgosto do Pokémon desastre que se preparava para ensinar uma lição a seu mestre, no entanto, a imagem da capitã tão bem a vontade naquela cidade, realizando furtos e entrando num dos bares, era surpreendente demais. Alex não evitou e sorriu.

O gangster seguia a mulher, tentando não perdê-la de vista. Se, por um lado, era fácil vê-la no barco, graças às vestimentas e por todos se afastarem da mesma, em Tsumi era o completo oposto. Sem o chapéu e o sobretudo preto, que fora substituído por uma jaqueta marrom simples, era relativamente fácil perdê-la de vista. Para complicar, o bar onde a pequena entrou estava um verdadeiro caos.

Pessoas brigavam e bebiam por todos os lados. Punhos erguidos, todos se golpeavam, alguns fugindo para dar alguns goles num copo de rum indefeso, antes de voltar a pancadaria. Alexandre visualizou a capitã caminhando entre as pessoas, desviando sem dificuldades enquanto segurava firmemente um copo grande de cerveja, parecendo brincar de trocar de chapéu com quem passasse perto. Era até engraçado ver que alguns esperavam ela colocar o chapéu de senhora num dos homens, antes dos outros o agarrarem e jogarem pela janela, ignorando enquanto a menor roubava um chapéu do grupo e o colocava em outro que passava.

Off: qualquer semelhança com cenas de filmes, é mera coincidência XD

Albert

A situação em que o exilado estava era, no mínimo, desconfortável. Com o rosto corado, uma mulher vulgar e uma Pokémon ciumenta, Albert não sabia onde esconder o rosto. A última coisa que desejava era se aproximar de alguém do nível daquela senhora de conduta altamente duvidosa, mas quanto mais tentava fugir de situações adversas, parecia que encontrava mais destas.

A confusão tendia a crescer com a chegada do homem e, tentando se livrar daqueles indivíduos, Albert se pronunciava e logo tentava se afastar com sua fantasma, que estava totalmente desgostosa com toda aquela situação, mas a mulher não parecia estar disposta a deixar o exilado se ir, o abraçando de novo e se pendurando no pescoço do mesmo.

-Você não precisa ser tão tímido meu bem! Que tal um passeio pela praia?
-Isso é um insulto! Não vai ficar assim!

O abuso da estranha deixava Death enfurecida. A fantasma se preparava para atacar a mulher, que a provocou ainda mais mostrando a ponta da língua para a Pokémon e perguntando se ela não estava acostumada a concorrentes, o que deixou Death vermelha de raiva. Ao mesmo tempo, o homem gritava promessas de vingança para Albert. Não pareceria tão fácil de sair daquela condição, quando sentiu a estranha se afastar. Por mais aliviado que estivesse, viu um olhar incrédulo de sua fantasma, e ao mirar a mulher, viu que esta contava descaradamente o dinheiro recém-furtado do exilado. O homem, no entanto, ainda queria sua vingança. Talvez também tivesse sido vitima da estranha e tido seus bolsos esvaziados, mas não parecia se importar com isso.
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Sab 20 Set 2014, 23:41

Off: )o) kkkkkk

Salvo pela figura da capitã, Absol não se irritava mais comigo, na verdade, a facilidade que o Pokémon tinha para esquecer facilmente o que eu aprontava com ele era tamanha. Eu via que o Dark poderia me matar a qualquer momento, mas por forças que nem eu mesmo conheço, ou ouso conhecer, sempre surgia algo que nos remetia a um estágio passageiro de paz. Esse algo no momento era a surpresa de encontrar a capitã, sem seu chapéu ou trajes de capitã ali, o que por um lado deixava a capitã com menos o ar de deusa da parada, por outro levava a mulher para um patamar de indiferença, em que ela nem ao menos se destacava da população da ilha.

Sorridente por tudo, eu saia correndo atrás da mulher e assim adentrava em um bar no qual um caos, muito maior do que o de lá de fora, estava armado. Brigas, bebidas e roubos. Tudo o que eu queria! Ainda atencioso para poder encontrar a capitã, eu saia andando por ali, desviando dos copos jogados pelo lado e tentando surgir de modo que encontrasse a mulher. Jasper encontrava grande dificuldade de locomoção e dentre um pedaço de madeira ou um vidro quebrando-se no nada, o Pokémon andava comigo. Jurei ter sentido uma ou duas vezes o Dark usar o chifre para poder me proteger de um vidro que que era jogado contra mim e assim avançava sem me importar muito e sobre o jogo dos chapéus da mulher.

Entre um cara bêbado e outro brigando, eu passava a mão nos bolsos traseiros, procurando achar um dinheiro, esse que seria roubado para ver se pagava uma bebida para a mulher do navio. Depois de localizar a nossa adorada capitã, sentei-me perto dela, lançando no chão um cara que estava mais do que quase morto de tanto beber.

- Mas ora! O que traz a nossa ilustríssima comandante a um lugar como esse? Pelo menos permita que esse velho forasteiro sem medidas pague uma bebida! – dizia puxando uma cadeira com o pé e mostrando o local para que a jovem capitã pegasse. – Garçom (ou garçonete)! Rum para mim e para essa minha “amiga”. – dizia animado.

Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Luna Yum em Seg 22 Set 2014, 22:34

Off: Odeio putas! ¬.¬" (Só pra constar)

Por fim tudo que eu menos esperava aconteceu, um encrenca vinha pelas ruas daquela ilha abarrotada de exilados e meretrizes, que por sinal uma das tais me abordara e com suas saliências me furtou o pouco dinheiro que tinha e que já tinha destino certo.

Ela se jogou em meus braços e logo se afastou, ao que pude perceber Death estava enfurecida com a presença da loira já que a mesma não era lá de se confiar. Quando busquei a direção do olhar de minha pequena bruxinha pude enfim perceber que fui roubado, pior, por uma meretriz.

- Death, nunca pedi que atacasse outros humanos, mas desta vez eu quero que furte de volta o que é meu, sei que por ser do tipo fantasma isso lhe é fácil, agora faça ou não teremos como comer nada. - falei, ordenando a Duskull que recuperasse nossa fonte de alimento.

Enquanto ela agia eu desvia o olhar para o bêbado que resmungava algumas palavras que eu nem entendia, mas que eram ditas a mim, esperando a ação de Death cautelosamente e preparado para qualquer intervenção alheia.
Luna Yum
Luna Yum


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Érica em Sab 27 Set 2014, 20:52

Alex

Swan podia se considerar salvo, visto que seu Pokémon estava tão surpreso que não realizava nenhum ato de vingança. Sempre ocorria algo que o salvava e deixava o Absol deixar de lado o que o gangster havia aprontado. Desta vez foi a pequena capitã, que se misturava facilmente com a população daquele lugar, mas servia de guia para o rapaz para o que o mesmo mais queria.

A confusão do bar era tamanha que Jasper sentia-se inquieto, prevendo desastres para todos os lados, e de fato ocorriam. A dupla evadia de cada “ataque” de copos, garrafas, cadeiras, e até mesmo pessoas, voadores. Enquanto Alexandre avançava despreocupado, o Absol já tinha trabalho extra, tentando proteger o gangster de qualquer objeto que ameaçasse colidir contra o mesmo.

Enquanto avançava, o rapaz tentava furtar alguma carteira, sendo difícil encontrar alguma coisa, visto que todos pareciam ter torrado até o último tostão em bebidas, quando vê dois caras brigando ao mesmo tempo que encontrava a capitã. Um dos briguentos erguia o sapato para longe do outro, impedindo de ter o calçado apanhado, quando ambos caíram e Alex pegava o item, encontrando 350Pk$ dentro do mesmo. A mulher sorriu divertida.

-Vejo que o camundongo está a vontade na Tsumi. – A menor observava, esvaziando o copo de cerveja enquanto aceitava o lugar. Não demorou para que outro homem caísse perto da cadeira da capitã, e menos ainda para que a mulher roubasse o chapéu do mesmo e usasse a cabeça dele como apoio para os pés.  O garçom depositava dois canecos de rum, o que fez o sorriso da mulher aumentar. – Se quer me agradar, está se saindo muito bem. E respondendo: apenas respirando novos ares, e você?
-São 10Pk$. Vão querer mais alguma coisa?

A capitã já começava a beber, o garçom aguardava o pagamento e a resposta da dupla, embora seu olhar fosse mais para o gangster que carregava algum dinheiro a vista.

Albert

O exilado se envolvia em uma encrenca da qual havia tentado fugir. Sua situação era indescritível, além de frustrante, afinal, havia sido roubado por uma meretriz, e não possuía muito dinheiro para se permitir ficar gastando em vão.

Definitivamente, a loira não era nem um pouco de confiança. A pequena bruxinha enfurecida claramente desejava avançar contra a meretriz, não demorando para receber a ordem de retomar aquilo que era do Exilado, mas ao se aproximar, foi forçada a se afastar, evitando um ataque de bolhas. O Pokémon caranguejo se colocava entre a fantasma e a meretriz, que sorria para o aquático.

-Meu bem, vai ter que se esforçar muito mais do que isso. Agora, se não se importam, tem muita carne nova desejando um pouco de atenção... Até logo fofinho!

A mulher piscava para Albert, se preparando para partir.
Off: odiar é uma palavra tão forte XD
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Seg 29 Set 2014, 10:39

Avançando pela guerrilha que ocorria naquele bar, era nítida a face de insatisfação de Jasper, mas o que eu poderia fazer? Um Pokémon desastre não causava desastre, apenas sentia, mas ao andar comigo, Jasper iria se acostumar aos poucos com o caos que iria espalhar por onde andasse. O incrível era que mesmo depois desse tempo todo, Jasper continuava tentando acostumar. Naquele bar, junto com a capitã de roupas mais civis, eu começava a apreciar a briga e a desordem. Jasper mantinha-se inquieto, às vezes usando de seus golpes para proteger-nos. Apesar de tudo, o Dark me amava – ou não?

- Aqui. Pode ficar com o troco. – dizia ao garçom entregando 15$ do que havia encontrado como fruto da briga de dois rapazes e ai guardei o resto, dando um gole na cerveja – Pensei em conhecer essa cidade devastada pela desordem. Parece quase que utópico para mim. – ria para a capitã. – Ouvi boatos no navio que há lugares aqui que podem me ensinar um pouco da arte de luta. Você, como uma mulher dos mares, poderia me mostrar onde encontrar? – perguntava para a capitã e em seguida erguia o copo para Jasper. – Aceita?

O Pokémon me olhou com uma cara onde se lia “Sério mesmo?”. O alvo parecia ter achado aquilo o limite, mas antes que ele pudesse enfiar a minha cabeça inteira naquele copo, Jasper se ocupou usando um Ice Beam em uma “garrafa voadora” que vinha ao nosso encontro. Às vezes tinha a certeza que abusava da sorte ...
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Luna Yum em Qua 01 Out 2014, 23:19

Por baixo do lenço que encobria meu rosto um sorriso cínico e com um toque de raiva surgiu, os dentes rangiam e eu serrei os punhos, apertando firmemente até que a dor da ferida me incomodou e eu relaxei as mãos.

Death que recuou do ataque surpresa me olhou duvidosa, tentando imaginar oque eu queria fazer e sem demorar ela surgiu em meu ombro e eu sussurrei:

- Não recue, precisamos do nosso dinheiro, use o Double Team após surgir sem ele ver e quando ele atacar use o Night Shade para causar dano, vai! - disse eu estalando o pescoço.

- Você acha mesmo que vou ficar calado como qualquer outro bêbado que você se envolve, acho que não!

Mesmo que eu evitasse e tentasse não me envolver em brigas a cada instante isso parecia inevitável, a encrenca me perseguia a cada passo dado, isso já era complô do destino, quicá?
Luna Yum
Luna Yum


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Érica em Ter 07 Out 2014, 15:46

Alex

O caos e a bagunça flertavam com o perigo. Assim era Tsumi no City. Assim era toda aquela estranha civilização. O gangster nunca havia encontrado um lugar semelhante, mas sentia-se muito bem, parecendo estar em casa. Jasper ainda tentava se acostumar com o caos que rondava sua vida, protegendo a dupla que estava claramente despreocupada.

-É um bom lugar para férias, depois que se acostuma com o cheiro... – A menor comentava, e como se reforçasse suas palavras, um homem vomitava em outra mesa, arrancando um olhar de desagrado do Pokémon Dark. A pergunta seguinte atraia um olhar um tanto curioso da capitã. – Quer dizer que aquele bando de baratas sarnentas, filhotes de uma lebre perneta, estão fofocando invés de trabalhar como os escravos que são? Terei que tomar uma providencia...

A pequena comentava, estando pensativa sobre o que fazer com sua tripulação, não deixando duvidas de que ainda tinha autoridade, mesmo com as vestes mais civis. Jasper quase avançou contra seu senhor, que se mostrava realmente sortudo, visto que o Absol teve que se defender de um objeto voador.

-Mas deixando a futura punição daquele protótipo de tripulação momentaneamente de lado, a Rato Frito oferece algumas aulinhas que pode ser interessante... E a cerveja de lá ouvi dizer que é boa.

A capitã respondia, bebendo mais alguns goles de rum. Novamente Jasper defendia a dupla de objetos voadores.

Albert

A paciência de Albert era testada ao limite, descobrindo que este era muito baixo quando se tratava de ser roubado por meretrizes abusadas. Relaxava as mãos só depois que a ferida começava a lhe incomodar novamente. A situação se mostrava desfavorável para o Exilado. A fantasma surgia novamente no ombro de seu senhor. As primeiras ordens eram dadas.

-Meu lindinho, você está me subestimando... Não será tão fácil conseguir o que eu tomo. Krab, meu amorzinho, pode usar Amnesia e Bubblebeam, caso ele apronte alguma coisa?

A loira pedia para seu Pokémon, recebendo uma afirmação deste. No momento que a fantasma usava Double Team, o siri utilizou Amnesia, o que aumentava sua defesa especial. Death se aproximou e atingia seu alvo com Night Shade, mas este aproveitou agora que sabia qual era a verdadeira para contra-atacar com Bubblebeam.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Ruas de Tsumi no City. Poucas construções ao redor e alguns poucos barris. Rua de terra batida. Relativamente próximo da praia.
Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn 355
Duskull/Death - Lv.12 - Trait: Levitate
92%, Status: +1 Evasiness (5 imagens, contando original)
Vs.

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn 98
Krabby/Apelido - Lv.15 - Trait: Shell Armor
88%, Status: +2 Spc. Def

Albert desejava evitar qualquer tipo de confusão, mas esta parecia determinada em segui-lo. A meretriz, apesar do começo um pouco ruim, ainda sorria de forma atrevida, como se o rapaz não pudesse fazer nada contra ela. O homem bêbado tentou avançar contra o exilado, mas a embriaguez o fez tropeçar e cair, sendo ignorado por todos.

-Krab, queridinho, poderia usar Amnesia mais uma vezinha e atacar um Thief? Ou se ela n avançar, usar um segundo Amnesia? Mas claro que pode fazer o que achar melhor xodó...

A loira dizia para seu Pokémon, dando os comandos na forma de pedidos, dando total liberdade para que o siri fizesse outras ações.
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Ter 07 Out 2014, 17:02

O linguajar da capitã me tirava alguns sorrisos. Típica de uma mulher dos mares, a ruiva pequena parecia ter confiança no que falava e parecia ter o controle de tudo em suas mãos. Enquanto pensava no que iria fazer com sua tripulação, para deixarem de fofocar enquanto trabalham, eu dava um gole na cerveja, que já estava um pouco quente. A mulher explicava sobre um local, Rato Frito, uma estalagem que poderia me ajudar em combates diretos, afinal, nunca se sabe quando eu terei que usar as próprias mãos, apesar de preferir que os outros façam o trabalho sujo, ou Jasper se manifeste. Com posse da informação, poderia sair daquele lugar que de tão cheio, estava parecendo ficar quente e assim me erguia da mesa.

- Pois então, lá vou eu ao Rato Frito. São muitos dias aqui para ter que ficar sem fazer nada, então, se quiser me acompanhar, agradeceria, caso contrário, lá vou eu. – dizia à capitã.

Levantava-me após um gole e deixei a mesa com Jasper, aproveitando a bagunça que se encontrava ali para roubar mais algum dinheiro, que possivelmente pagaria o curso que eu pretendia tomar. Jasper me seguia de perto, usando o seu chifre em forma de foice para destruir os itens que jogavam contra mim e ia protegendo nós dois.
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Érica em Qui 09 Out 2014, 21:19

Off: Léo perdeu o prazo e vai cair fora do evento. Crie uma nova rota nas Ruas de Mengun.


Albert se concentrava totalmente na batalha, ignorando o homem bêbado que estava caído no chão, sendo seu pior erro. Sem perceber que o individuo se erguia, o exilado era atingido na cabeça por um pedaço de madeira, ficando desmaiado. A fantasma se assustava e tentava verificar as condições de seu senhor, mas os ataques do Pokémon Water a mantinham distante.

A loira se aproximou e pegou a mochila do rapaz, levando todos os pertences do mesmo, com exceção dos dois Pokémon, demonstrando total desinteresse na fantasma e na outra esfera vermelha e branca.

-Beni, querido, ele me ofendeu tanto... Não pode dar uma liçãozinha nele?

O homem bêbado sorriu para a loira, pegando o corpo inconsciente e o jogando dentro de uma caixa. Quando se afastaram, Death se aproximou e tentou acordar seu senhor, quando a caixa foi fechada e colocada dentro de um barco, voltando para Shinki.


Itens perdidos:


  • Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn 722 Pokébolas
  • Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn 281 Thunder Stone
  • Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn 331 Dusk Stone
  • Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn 204 Antidores
  • Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn 16 3 Burn Heal
  • Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn 17 1 Ice Heal
  • Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn 18 2 Paralyz Heal
  • Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn 12 6 Potion
  • Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn 13 2 Super Potion
  • 2 Cantil
  • 2 Saco de dormir
  • 52 fósforos
  • 4 caneta (2 azuis, 1 preta e 1 vermelha)
  • 1 Bloco de Notas
  • 1 Celular
  • 1 corda de 1m
  • 1 Corda de 10 metros
  • 1 Bussola
  • 1 Canivete
  • 1 Isqueiro
  • 1 Lanterna
  • 1 Luneta
  • 5 Pítons
  • 1 Algibeira
  • 1 Arpéu
  • 1 Cobertor de Inverno
  • 1 Caderno Grande
  • 1 Mochila
  • 5 Pilhas Fortes
  • 3 Velas
  • 1 Câmera Fotográfica
  • 1 Kit Primeiros Socorros (10x band-aid neutros para cortes pequenos, 5x remédio para febre baixa e 5x remédio para enjoo leve.)
  • 1 Jarro
  • Pk$900


Enquanto isso, o gangster continuava num momento agradável com a capitã. O linguajar da menor arrancava alguns sorrisos do rapaz de cabelos prateados, que bebia mais um pouco enquanto a garota arquitetava formas de colocar toda a sua tripulação na linha. Logo a informação que o homem desejava vinha, sendo informado de um lugar onde poderia treinar seu corpo.

-Eu vou beber mais um pouco, mas vou agradecer se me fizer um favorzinho. Se encontrar um homem chamado Daniel, diga a ele que Marri mandou o recado... Não, chute as joias dele, será mais poético...

A mulher pedia com um meio sorriso, antes de voltar para a sua bebida. O Apocalipse se retirava do estabelecimento, infelizmente falhando nos furtos, visto que todos estavam falidos praticamente. Jasper suava para conseguir proteger seu mestre, suspirando aliviado quando chegaram à saída.
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Qui 09 Out 2014, 22:55

A capitã parecia uma pessoa interessante quando não estava gritando ordens em seu navio e ao lado de seu fofucho Gyarados. Não era à toa que Ária sentia medo da serpente marinha, final, o monstro era realmente desagradável. Deixava a estalagem com uma informação de posse, já que agora eu tinha uma missão para seguir em frente. Andava por meio do bar enquanto objeto e pessoas eram lançados de um lado para o outro, como se não fossem nada. Era visto que logo eu estava diante de uma verdadeira confusão que não me rendeu um trocado extra, afinal, não só eu tinha a ideia de roubar que encontrava ali.

Jasper continuava ao meu lado, protegendo-me acima de tudo. O bom de ter um Pokémon desastre era que ele preveniria muitos roubos, mas mesmo assim continuava andando com as mãos no bolso, deixando o meu pensamento focado no treinamento que iria participar. Estalagem do Rato Frito! Meu próximo alvo e local da minha missão. Seguia pelo caminho para fora da estalagem, onde o caos ainda reinava, mas em uma área maior, e por isso mais distribuída do que a pequena estalagem onde quando se briga com um, todos a sua volta se manifestam.

Seguia pelas ruas de Tsumi no City, ilha adorável, senão fosse, como a própria capitã disse, por causa do fedor. Jasper andava do meu lado cabisbaixo. Estava mais satisfeito de ter saído daquele lugar que chegava fedia a desastre e assim me acompanhava com passos nobres pela rua de terra batida.

- Não se preocupe, caro amigo felpudo. Um dia Shinki será dessa maneira. A verdadeira ordem só pode emergir do máximo caos, sem controle de líderes corruptos que envergonham a nossa gente... – enquanto começava um discurso para o meu Pokémon Dark, ele revirava os olhos, a cara para o lado e assim soltava um suspiro pesado, sem nem ao menos ouvir o que dizia...
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Érica em Sex 10 Out 2014, 20:31

Alex achava a personalidade da pequena capitã interessante, quando esta não estava ocupada comandando sua tripulação ou acompanhada do único ser que parece conhecer o lado amoroso da mulher. Este, por sinal, era o pesadelo da pequena Horsea.

O Absol continuava trabalhando arduamente, tentando ao máximo proteger seu senhor e sentindo o desastre se aproximando por todos os lados. Enquanto isso, o gangster refletia sobre o treinamento que faria, caminhando pelas ruas da cidade do pecado e concordando com a capitã. Um lugar agradável, se não fosse o odor. O Apocalipse começava um discurso, utilizando de palavras difíceis, enquanto seu companheiro somente revirava os olhos e nem o ouvia.

Os passos calmos duraram poucos minutos. Jasper precisou saltar e usar seu chifre para partir uma garrafa que saia voando de uma janela e ia em direção ao gangster. Com um salto, desviava de um homem bêbado, que também era arremessado para fora do bar, mas ainda no ar, acabou sendo atingido por um monte de água amarronzada. O pelo alvo estava encharcado e com algumas manchas, além de um odor não muito agradável, indicando o quão raro o banho era naquele lugar. Outro homem olhou para o Pokémon.

-Já é sábado pra ter que tomar banho?

O homem perguntava para o Pokémon, que não estava nem um pouco feliz com a situação de seu pelo. Neste meio tempo, Alex sentia alguém abraçar seu braço, olhando para o lado e vendo uma mulher de cabelo loiro berrante e roupas muito vulgares.

-O gatinho está perdido?

Ela perguntava, piscando algumas vezes com velocidade. Um homem a seguia, carregando uma mochila em seus ombros, gritando indignado ao ver sua mulher dar em cima de outro de forma tão descarada.
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Sex 10 Out 2014, 20:56

Cidade do pecado parecia o contrário da organizada e disciplinada Nyender City. Passei por lá uma ou duas vezes na minha vida e percebi que a cidade de flor de cerejeira era o reflexo da ordem que o governo esperava, já que os menores índices de criminalidade estavam lá. Eu olhei para os lados, desviando de alguns objetos que insistiam em querer me atingir e Jasper cuidava do mais. Eu olhava o Pokémon desviar de um bêbado que era lançado da janela de um bar e assim defender-me de uma garrafa que era lançada, mas no fim, o alvo recebia um banho de uma água que parecia mais sujar do que limpar. Eu olhava para cima buscando a origem da água, mas nada via.

Logo que eu erguia o braço para aconselhar o meu Pokémon, uma mulher aparecia e abraçava o meu braço, impedindo de avançar. O Dark soltava um ar quente pela boca, enquanto eu observava a mulher de roupas indecentes se insinuar para mim. Eu logo sorrir para ela, como se as roupas não chamassem a atenção e ignorava o homem que reclamava com ela, por se jogar nos braços de qualquer um. O loiro chamativo parecia me cegar e eu logo iria verificando os bolsos para saber se ela estava me roubando ou não.

- Senhorita, para dizer a verdade estou procurando a estalagem do rato frito... Conhece?

Enquanto Jasper agitava o seu pelo, buscando se livrar do excesso da água, eu tentava empurrar a loira para longe, segurando em seus braços e os separando de mim, para assim tentar respirar um pouco sem ela me olhar tão nitidamente nos olhos. Apenas esperava que ela me disse onde fica o local e por ser uma estalagem, esperava que ele tivesse um pouco de água para poder limpar Jasper daquela água de origem bem duvidável.
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Érica em Ter 14 Out 2014, 16:34

O gangster fazia algumas comparações entre a cidade do começo e a cidade do pecado. Uma regida pelos cadetes, tendo a ordem que o governo desejava. A outra, uma terra sem lei. O rapaz tentava localizar a origem da água imunda que havia acertado seu Pokémon, não vendo nada, mas o mais provável era de que havia sido jogada por uma janela.

Quando Alex tentou se aproximar, era abordado por uma mulher de conduta duvidosa, cujo cabelo conseguia cegar um pouco o homem. O Apocalipse buscava vasculhar seus bolsos, tentando verificar se não estava sendo roubado, sentindo a pele de uma das mãos da mulher no bolso onde estava sua carteira. A desconhecida se afastou rapidamente, com o dinheiro do gangster em mãos e sorrindo de forma travessa.

-Meu xodó, se quer encontrar a Rato Frito, ela fica mais ao centro, em cima de um pequeno morro, o que faz parecer um pouco mais alta.

A mulher dizia num pequeno sorriso, enquanto avaliava descaradamente o dinheiro recém-furtado e parecendo muito satisfeita. Jasper tentava se livrar da água de origem duvidosa, rosnando para a loira.

-Sinto muito querido, mas agora acho que vou indo. Beni, meu bem, não esqueça a mochila, sim?

O homem voltava a sorrir de forma boba para a mulher, já que agora a atenção da mesma se voltava para ele.
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Qua 15 Out 2014, 11:16

A loira meretriz me dava a informação da localização da Estalagem Rato frito. Pelo o que ela tinha informado, não era difícil de encontrar um lugar no alto de um morro naquele pacato lugar. Eu apenas afastei a mão antes que ela pudesse... Bem, não fui tão rápido assim e percebia que ela tinha roubado o meu dinheiro, na cara de pau. Parecia um mal hábito daquele povo ali pensar que todas as pessoas que passam pelo lugar são suscetíveis a serem roubadas. Ledo engano da moça loira, que agora contava o dinheiro como se não tivesse feito nada, que fosse dela o que tinha roubado. Respirei um pouco pesado, enquanto Jasper, que começava a exalar um odor na agradável, rangia.

- Dei-me licença. – dizia me impondo entre a mulher e o seu admirador, seja lá quem for ele e assim de forma bruta pegava o dinheiro furtado de volta. Não iria permitir que ninguém desse nível me roubasse... Na verdade, de nível nenhum! – Agradeço a informação, mas acredito, eu, que não quer me roubar, minha cara. – dizia sorrindo e assim guardando o dinheiro de volta.

Jasper encarava a dupla, pronto para intervir caso necessário, mas a única intervenção que precisava no momento era de um banho, pois o Pokémon parecia já ter estado em um lixão, onde deixava um Muk cheiroso, em comparação ao Dark.
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Érica em Qui 16 Out 2014, 21:15

Apesar de possuir a informação que desejava, o gangster não foi rápido o suficiente para evitar o roubo. A mulher se mostrava descarada, contando o furto diante do homem, como se aquilo não fosse nada demais. O gangster respirava pesadamente, sentindo um aroma desagradável vindo de seu Pokémon, que por sinal, rosnava para a meretriz.

Alex se colocava entre a meretriz e o homem embriagado que a seguia, tentando recuperar aquilo que era seu, mas a mulher pulou para trás, mantendo o dinheiro junto de si ainda.

-Ai que se engana meu lindinho... Aqui não importa quem você é, mas se tem algo no bolso. Se tiver algo, pode ser roubado, e este não é pensamento exclusivo meu. Tem gente que roubaria até seus sapatos, o que não é má ideia, mas a menos que tenha algum sapato feminino bonito com você, eu dispenso. – A meretriz comentava, sorrindo de forma travessa, enquanto o outro individuo protestava, dizendo que aquilo não era forma de tratar uma dama. – Se quer o que agora é meu, aconselho a roubar alguém por ai... A poucos minutos consegui algumas coisinhas bem interessantes até, quem sabe você não dê sorte? E com licença, gracinha, desejo ver se consigo juntar mais alguma coisinha. Como sou legal, vou até te informar que na Gato Sarnento é possível ter um banho quente, acho que seu Pokémon está precisando...

Jasper não pareceu gostar da indireta da mulher, rosnando e avançando um passo. A loira ergueu uma Pokébola, como se quisesse se precaver, caso o Pokémon tentasse avançar demais em sua direção, mas continuava com o olhar travesso para Alex, desviando algumas vezes para o Absol.
Érica
Érica


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Sex 17 Out 2014, 10:43

A ousadia da mulher era tamanha que ela não se importava com o fato de estar ali sem ter o mínimo de consideração para o que acontecia. Eu olhava para aquela mulher meio que boquiaberto com tamanha facilidade de executar um roubo e nem ao menos sair correndo. Mas no fim um pequeno sorriso apossava-se da minha face e eu compreendia que ela era verdadeiramente uma meretriz bem cara de pau. Jasper não apreciava aquela arte tanto quanto eu, mas no fim o Pokémon, já sem paciência, se colocava à frente para alcançar o dinheiro.

A mulher dava alguns passos para trás e retirava uma esfera do bolso. “Isso pode ficar interessante!”. Jasper rangia os dentes para a mulher, enquanto o homem com uma mochila nas costas sorria para a mulher, bem bobalhão. Ele não seria problema. Aquela mulher precisa aprender uma coisa no mundo do crime: eu roubo as pessoas, não o contrário!

- Minha cara, você precisa aprender uma coisa que poder ser bem complexo para a sua massa encefálica reproduzir, mas vou... mastigar para você: Eu roubo as pessoas, não o contrário. Partindo dessa máxima, espero que você a senhorita possa se arrepender quando uma estaca pairar sobre o seu peito debaixo de uma árvore já morta. Jasper, Ice Beam!

Não que eu esteja irritado, mas depois de passar tanto tempo ao mar, diante de uma rota que parecia querer matar cada um que adentrasse nela, eu estava precisando aliviar todo o suor eu perdi naquela embarcação. Coitada da meretriz que entrou no meio caminho.... Precisaria mais do que um copo de cerveja para me fazer parar agora.
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 11 1, 2, 3 ... 9, 10, 11  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum