Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Página 9 de 11 Anterior  1, 2, 3 ... 8, 9, 10, 11  Seguinte

Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Ter 24 Nov 2015, 19:43

No caminho para o navio, várias coisas rodavam a minha mente tentando se encaixar em uma lista de coisas a se fazer. Tsumi era deplorável. Um deplorável bom, mas ainda assim, deplorável. A situação não ficava bem, com Flareon sumido, Marri, a minha guia, prestes a morrer e o meu “ganha-pão” perdido por ali. Eu apenas não poderia esperar muito tempo. Klaus mantinha-se do meu lado e eu, com muita seriedade, mantinha meu percurso, até me encontrar com Inkays, que trazia o que eu pedi e guardava em minha bolsa.

O navio de Jasmine não se encontrava ali perto, o que significava que havia partido. Talvez por conta dos danos menores. Eu aproximava-se do navio que me trouxe e ouvia os gritos da capitã contra a enfermeira. Aquilo não parecia bem. Na verdade, aquele dia havia sido uma frustração, em comparação com os demais dias. Como poderia acontecer tanta coisa chata de uma só vez? Só queria terminar aquela missão a tempo e partir, afinal, apesar de linda, Tsumi não estava nos meus planos (pelo menos, não ainda...). Quem sabe depois que estalarem uma rede de saneamento ali?

- Inkays, não quero interromper a capitã, poderia trazer a enfermeira, de modo cuidadoso, até mim? Por favor...

Iria querer que o Pokémon lula trouxe a enfermeira com Psychic, tirando da presença da capitã. Ela acharia estranha uma enfermeira voando pelos lugares, mas ela era superior demais para se importar com algo do tipo. Pediria para curar meus monstrinhos, enquanto eu e Klaus iríamos pegar os itens no porto.
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Alice em Dom 06 Dez 2015, 13:23

off: mil perdões pela demora x.x mas as provas estão na reta final final mesmo @W@


Inkay logo usava seu Psychic para puxar a enfermeira para perto da dupla. A capitã, sentindo-se obviamente interrompida, gritava de longe que Alex pagaria por atrapalhar o discurso e a enfermeira mais ainda se não tirasse as manchas de Fofinho.

Aquilo parecia só mais um pequeno detalhe no dia tão frustrante de Alex. A enfermeira estava claramente nervosa com a situação, pensando em como desfazer o acidente que tanto irritara a capitã. O pedido de Alex para que recuperasse seus Pokémons mal ganhava relevância.

Deixando os pokémons com a mulher, Alex se encaminhou para o porto. Nele deparou-se com um atendente caído e o Arruaceiro chegava a temer a origem do cheiro de urina que lhe atingiu o nariz. As caixas empilhadas e desprotegidas poderiam ser um atrativo, não fossem os outros que circulavam. Por algum motivo, o porto parecia ser até respeitado... Talvez os moradores da ilha tivessem um pequeno código de ética, não assaltando o porto e deixando para roubar os itens após serem retirados por seus donos. Difícil de acreditar...
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Seg 07 Dez 2015, 19:35

O dia estava agitado demais, embora eu gostasse de um pouco de confusão, não gostava quando acontecia comigo. Flareon estava desaparecido, ainda, enquanto Marri estava com o apocalipse fujão. Sabe-se lá quando Jasmine e sua trupe iria acordar e eu não queria andar ali para esperar a ajuda dela, que desde o começo não havia acrescentado muitas coisas. Um pouco nervoso, apressado e nada bem intencionado, eu e Klaus chegamos ao porto, vendo as muitas caixas ali, sem proteção alguma.

O cheiro fétido não era muito diferente do resto da cidade. Klaus já se aproximava do responsável, tentando verificar se tinha alguma coisa para roubar, mas o cheiro fez com que o Pokémon pintinho afastasse do homem, ao invés de se aproximar. Cambaleando, embriagado pelo fedor, ele retornava e parecia nada satisfeito. Eu já ia procurando onde estaria as minhas encomendar, mesmo diante de tantos itens que eu poderia roubar, parecia que toda a minha alegria havia ido embora, sendo substituída por uma vontade imensa de querer arrancar a cabeça do meliante. Dia frustrante, esse...

Após achar os meus itens, iria pegá-los e voltar para o navio. Ali, tomaria cuidado para me esquivar o máximo possível da capitã e iria pegar os meus Pokémons e ir atrás das armas que eu pedi para forjar. Era difícil que depois desse tempo todo não tivesse pronta e se não tivesse, eu teria que ser um pouco mais sério (lançando um Flamethrower combinado com Psychic) com aquele homem beberrão...
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Alice em Qui 17 Dez 2015, 00:10

Alex estava mais do que frustrado com aquele dia enlouquecedor. Nem mesmo motivado para roubar as demais caixas ele estava. Buscando somente seus itens, o Apocalipse se afastou do porto retornando ao navio. A mochila agora recheada com novas TMs, dinheiro e um Egg Pokémon. Ao passar pela rampa, reparou que Jasmine e seu grupo não estavam mais ali, porém não sabia para onde teriam ido...

Flareon seguia sumido e havia o risco de Marri já estar morta àquela hora. O quadro não era nada atraente, mesmo para alguém que apreciava o caos e a lei do mais forte. Tragédias e confusão eram bem-vindas com os outros...

No navio, o Arruaceiro se esgueirou pelo convés, indo até a enfermeira que parecia ficar pálida ao vê-lo. Sem se demorar ou falar muito, ela lhe empurrou as Pokébolas e o empurrou para o lado de fora, dizendo que estava todo mundo bem, se trancando em seu quarto logo em seguida. O comportamento suspeito obviamente dizia que não estava tudo bem e Alex sentiu um arrepio em suas costas, temendo o que aconteceu com seus monstrinhos nas mãos daquela "médica" tão atrapalhada. Além disso, havia outro problema: como achar o homem que fazia as armas sem Marri?
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Seg 21 Dez 2015, 21:12

Não acreditava em sorte, mas para sair daquela situação estava acreditando até em Arceus (que Castiel não se revire no túmulo ao saber disso...) Queria logo acabar com o exilado.. Queria minhas armas... Queria até saber o que estava acontecendo com os meus Pokémons dentro de suas esferas em minhas mãos, mas o medo de mais uma notícia negativa me impedia de até liberar Jasper. Permaneci com Klaus ao meu lado. Apesar de encrenqueiro e se fazer de santo, o Pokémon estava até que comportado no momento e eu não iria comentar isso para não lembrá-lo de ser uma máquina de caçar confusão...

Deixei o navio, olhando para os lados e procurando saber onde encontraria o velho das armas. Eu olhava para o lado e tentava refazer o caminho que Marri havia falado ou indicado. Uma coisa eu sabia, era no Rato Frito. Era mais ao sudoeste de Tsumi, mas não sabia muito bem onde era... A única fonte para localizar era escutar vidros sendo quebrados, pessoas sendo lançadas pela janela e uma gritaria e música de bêbado. Não seria tão difícil, seria?

Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Alice em Qua 23 Dez 2015, 14:03

Alex tentava se recordar da localização exata da Rato Frito, caminhando na direção sudeste da ilha. Sua única certeza era de que deveria procurar vidros quebrando, música de bêbados e pessoas sendo arremessadas pela janela. Infelizmente o Apocalipse descobriu que essa descrição condizia com 99% das estalagens de Tsumi no City.

A caminhada sem uma guia se mostrou mais difícil do que imaginara e o Arruaceiro tinha cada vez mais certeza que a única coisa boa em seu dia até então era o fato de Klaus estar se comportando.

Após algumas horas de caminhada e passar diversas vezes no mesmo local, o Apocalipse finalmente encontrava a Rato Frito. Para sua sorte, logo na porta estava o homem de quem encomendara o jogo de facas.

Ao se aproximar para indagar sobre suas armas (as quais não avistava perto do homem), percebeu uma sombra preta no telhado e, levantando os olhos, confirmou ser o Flareon hiperativo. Como ele parara no telhado da Rato Frito era um mistério. Todavia, antes que isso tivesse alguma relevância, o Pokémon louco se jogou, usando o fabricante de armas como ponto de aterrissagem para não se machucar. Ignorando o homem caído e ainda sentado nas costas dele, o Pokémon parecia fazer de tudo para indicar um caminho para Alex. Aparentemente ele havia encontrado Marri.
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Qua 23 Dez 2015, 16:42

Tsumi era um lugar monótono. Em todos os lugares, casas e construções, bêbados brigavam, pessoas roubavam e eram roubadas. Era difícil encontrar algo ali com alguém que não tinha nem uma semana que estava vivendo por ali. Mesmo assim, eu sabia mais ou menos um lugar e poderia ir chegar ao local pelo instinto. Caminhava pelas ruas abaixando-me e desviando das garrafas e cadeiras, era um pouco difícil, mas depois de um tempo, parecia que tinham o ritmo. Ao chegar no rato frito, meu Flareon surgia, caindo sobre o forjador e querendo me indicar o local.

- Agora você aparece? Espero que tenha se divertido.

Dizia pegando ele pelo pêlo na nuca. O forjador ainda era necessário e não poderia demorar muito para falar com ele. Retirava Inkays da sua esfera e ordenava que colocasse o bêbado homem de pé com Psychic, prendendo para qualquer reação. Ele me treinou e sabia que ele tinha algumas manobras de luta.

- É o seguinte. Marri está em perigo e preciso das armas para trazê-la de volta. Você é um bêbado inútil, então apenas diga-me que as armas estão prontas, pois sem elas não conseguirei trazê-la de volta. E sei que embora você possa feder e se embebedar com cachaça, ainda gosta dela, então adiante a minha vida, que eu adiante a sua.

Talvez seja a fala mais simples que poderia construir (e com certeza era um milagre comigo), mas a situação era séria. Queria as armas logo e já estava pronto para cortar a cabeça do exilado.
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Alice em Qua 23 Dez 2015, 19:56

off: curiosidade, pq vc sempre fala inkays quando só tem um em cena? XD


Alex estava nervoso e falava de forma simples e direta, o que era impressionante para ele. Flareon tentava se soltar de seu captor, querendo levá-lo até Marri e não perder mais tempo naquela estalagem. O Pokémon parecia aflito e, para ter tido consciência de voltar e não lutar sozinho, a situação devia ser crítica.

- Se a pequena está em perigo com certeza a culpa não é minha na história. E não gosto dela ao ponto de arriscar um bom negócio. Além do mais, se sou inútil, pode ir providenciar suas armas num bordel qualquer. E mande seu Pokémon me soltar, antes que perca ele também. - O homem dizia, se mostrando mais lúcido do que o esperado.

A abordagem de Alex certamente não funcionara para ganhar a colaboração do homem. Acreditar que ele estaria indefeso seria um erro. Ninguém em Tsumi estava completamente indefeso... Um Pokémon provavelmente estaria por perto. Além do mais, matar o homem sem saber a localização das armas só consumiria o tempo que o Apocalipse não possuía.
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Qua 23 Dez 2015, 20:18

Off: Não, mas jurava que se escrevia com s no final XDkkkkk Só percebi agora que você comentou...


O tempo passava e a única conclusão que tirava era que aquele velho não estava nem aí para Marri. Infelizmente, eu não poderia força-lo a dá as minhas armas com mais nenhuma estratégia e por parecer lúcido ele possivelmente estaria com algum Pokémon que o seguia, afinal, era velho naquele lugar e tinha conhecimento suficiente para saber que sempre é bom estar protegido em Tsumi. Embora a minha vontade de esganar o velho estava passando a me controlar mais do que a minha razão, eu tinha prioridades.

A capitão não esperaria eu e mais ninguém para partir, além do mais, tinha uma cabeça para tirar. Inkay ficava com seu Psychic, suspendendo o velho para o alto e ao meu lado Klaus observava, querendo queimar o senhor de idade. Flareon se mexia freneticamente em minha mão, enquanto eu observava e pressentia que eu tinha duas escolha: 1) matar o velho/enfrenta-lo para matá-lo e depois ir atrás de Marri; 2) tentar negociar com o senhor e conseguir minhas armas para poder acabar com o exilado mais facilmente (mais tarde eu mataria o velho).

Embora a opção 1) fosse a mais desejada, iria sair no prejuízo. Sem o velho, não teria armas, demoraria mais para ir até o exilado, já que possivelmente teria que batalhar contra ele. A opção 2) me pedia paciência, e pelo visto, tinha que lembrar que sou um cara calmo – embora os últimos acontecimentos tivessem me deixado um pouco mais inquieto.

- Ok! Você não gosta dela, eu também não, afinal é uma pestinha que me rouba toda vez que tem direito. Mas ela está com alguém que eu preciso matar e se as armas que eu encomendei há bom tempo eu não vou conseguir. Por obséquio, tente ser menos nocivo e me auxilia para que eu chegue aos meus propósitos? Eu te dou 50% a mais do valor das armas, que tal?

Como a chantagem emocional pouco funcionou para aquele beberrão, eu tinha que agir com o lado financeiro do velho. O Pokémon lula continuava prendendo o velho e Klaus pedia para que o velho negasse e eu pudesse deixa-lo nas mãos do Pokémon fire. Embora no começo não passasse de negócios, se o senhorzinho dificultasse, eu esqueceria o exilado, Marri, a capitã e o mataria ali mesmo, junto com todo o Rato frito (embora o velho fosse morrer de qualquer jeito


Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Alice em Dom 27 Dez 2015, 20:04

off: XD


Alex tentava controlar seu impulso de simplesmente extravasar sua frustração e matar um dos bêbados de Tsumi. Sua razão tentava assumir o controle, guiando-o pelo caminho mais rápido a atingir seus objetivos, embora não tão prazeroso. Por outro lado, o sangue ainda fervia nas veias, implorando para que o desejo fosse satisfeito.

O exilado sorria para a nova fala de Alex e a nuvem da bebida parecia sumir de vez de seus olhos. Justo quando ele bêbado seria mais vantajoso, o homem parecia mais sóbrio do que nunca. Por outro lado, Alex se lembrava muito bem de que o homem quando embriagado lutava melhor do que quando sóbrio, então a situação tinha pelo menos um ponto positivo....

- Cinquenta por cento é o mínimo que te cobraria a mais por me segurar com um Psychic. E para quem diz que não gosta da pequena, você parece estar com muita pressa de salvá-la... - O bêbado comentava desdenhando a situação em que se encontrava. - Mas o x da questão não é esse, não é? O x é como você espera conseguir minha colaboração me mantendo preso? Não me parece lógico... Agora, é bom fazer seu Pokémon me soltar logo ou o meu fará isso. E eu seria rápido, pois quanto mais demorar, mais o IQQ vai subir.

O sangue de Alex fervia um pouco mais, dificultando para a racionalidade assumir o controle. Do lado dele, Klaus pedia para queimar o homem, enquanto Flareon mais preocupado em se soltar para ir até onde Marri estava. Nenhum dos dois Pokémons ajudava o homem a recuperar a calma e o controle sobre seus pensamentos e desejos.
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Seg 28 Dez 2015, 21:42

Dia de azar. Nada que eu fazia para tomar rumo dessa história estava funcionando no dia, então, restava dançar conforme o passo da música. Queria sair daquela pocilga logo e avançar na missão, mas também queria a cabeça do velho. Ele não se importava com Marri, então, nem pensar usar de chantagem emocional (mas eu jurava que pelo menos o rato frito eu explodiria antes de ir embora).

- Pensei que estava gostando de ser movido por Psychic, afinal, economiza o fato de andar. – dizia para ele, dando de ombros.  Inkay soltava o homem, enquanto as chamas no bico de Klaus continuavam acesas, afinal, o pequeno ainda queria queimar alguma coisa. – Klaus ! – após ter chamado a atenção, o Pokémon fechava o fogo – Eu preciso fazer algo importante, agradeceria se fosse mais rápido, afinal, está bem sóbrio... – comentava, pedindo logo as armas.
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Alice em Qua 30 Dez 2015, 11:46

Solto, o homem sorria para Alex e não havia nada de bom naquele sorriso. Num dos andares superiores da Rato Frito, uma mulher quase desnuda se apoiava na janela, chamando pelo mais velho e recebendo um "já estou indo". Aquele era um assunto que Alex preferia não se aprofundar.

- Bem, se está com pressa, sejamos rápidos. Quais armas você encomendou? Lembro de ter te treinado, mas não me lembro de nenhuma encomenda.

Demonstrando certa colaboração, o homem se sentava sobre um barril velho e aparentemente vazio. De dentro da estalagem, uma criança de cerca de sete anos saía correndo, entregando uma caneca grande de cerveja para o outro e sumia logo depois.

Alex buscava seu celular tentando não soltar Flareon para mostrar a imagem das facas que encomendara por intermédio do grupo da outra Apocalipse. Naquele momento seria útil ter uma garota de corpo avantajado para retirar as armas. Certamente seria mais rápido e mais barato...
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Qua 30 Dez 2015, 16:53

O dia parecia não sorrir para mim. Talvez fosse melhor não se importar, ficar ali em Tsumi iria resultar em um apocalipse naquela ilhota. Já imaginava os gritos da capitã no meu ouvido, reclamando por ter atrasado (se bem que para ela tanto faz como tanto fez me ter na embarcação). No andar superior, Flareon se mexia como nunca, tentando se libertar e ir atrás de Marri, possivelmente. Eu andava com Inkay ao lado e Klaus do outro. O velhote sorria, um sorriso que não gostava muito. Peguei o celular e mostrei para ele.

Em algum lugar, Marri estaria com o exilado. Esperava que ela continuasse com o exilado, afinal, só assim Flareon poderia me levar até o meu alvo. Esperava que tudo desse certo mais tarde. Esperava ir logo para a ilha misteriosa, trazer os dados, e voltar para colocar tudo nos eixos.
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Alice em Ter 12 Jan 2016, 08:54

Off: sorry a demora e sorry qualquer erro,  narrando pelo cel...


O exilado pegava o celular e analisava a imagem,  passando a mão pelo queixo e mirando Alex uma vez mais. Chamuscado seguia se debatendo e era difícil mantê -lo no lugar. O arruaceiro podia sentir sua testa franzir e a veia no pescoço pulsar de irritação e frustração,  quase a tornado visível.

- Me lembro desse jogo, mas certamente não foi você quem o encomendou. Onde esta a menina com belos atributos, se é que me entende... - Ele perguntava indiretamente por Lucy, a jovem que acompanhava a outra Apocalipse, e enquanto pegava uma garrafa de rum de um bêbado que saía da estalagem após derrubá-lo com um golpe atrás do pescoço, passando a beber diretamente do gargalo.
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Ter 12 Jan 2016, 09:53

A demora parecia uma prova de paciência. Não poderia dizer que estava tudo bem quando a todo momento o velho bêbado inventava alguma coisa. Eu apenas olhava para ele com uma cara aparentemente calma, se não fosse o suor que corria de nervosismo uma veia ou outra que tentava explodir causando uma hemorragia ali. Se fosse para banhar aquele bêbado de sangue, que seja com o sangue dele...

Chamuscado tentava sair correndo e sinceramente estava difícil. Inkay ficava flutuando pelo canto, observando tudo com cautela ou com brincadeira. Klaus permanecia ao meu lado parado fitando alguma Berry na minha mochila. Com um sinal, pedia ajuda de Inkay, que usava psychic em Flareon. Eu tinha que manter o Pokémon parado, mas até com o psychic de Inkay era difícil. (embora fosse mais seguro).

- (*suspiro*) Talvez ela esteja aqui daqui a pouco, deixei-a no barco e algo me diz que ela virá para aqui. Então, pode me passar o equipamento, por favor?
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Alice em Ter 12 Jan 2016, 22:30

- Uhmmmm... - O homem resmungava, fazendo um gesto para Alex o acompanhar para o interior da estalagem e já se servindo de uma bebida.

Chamuscado ainda dava trabalho e ele gania aparentando sofrimento por ficar preso tanto tempo, no entanto o Apocalipse precisava e não sairia do local sem suas armas. Klaus, por sua vez, já que não poderia queimar o homem, arquitetava um plano para pegar uma Berry que tinha a ponta visível da mochila de Alex.

- Uma pena não ser a menina a retirar as armas. Já tinha pensado em algumas propostas de pagamento que certamente não podem ser aplicadas a você... - O homem dizia com todos os sentidos possíveis em suas palavras. - Mas, já é que você quem vai retirar as armas... Quero 750Pk$... - Alex começava a se animar ao ouvir o preço relativamente baixo e erguia a mão para a carteira - por cada uma... - O outro completava, fazendo a mão do Apocalipse flutuar no ar, sobre a região onde a carteira estava guardada.
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Qua 13 Jan 2016, 12:08

“Pk$ 4,500?!”, eu estava morto e falido. Seis faquinhas por pk$4,500 era um absurdo a se pagar. Eu não estava muito interessado em como iria querer a cabeça daquele velho, mas queria. Nem que eu tenha que voltar a Tsumi um dia só para matá-lo, mas eu volto. A minha paciência havia se estourado junto com o Graveler atrás e eu não tinha tempo para matar, debater ou tentar convencer aquele bêbado de alguma coisa. Eu apenas tinha que ficar satisfeito e ir embora.

- Você é um ladrãozinho safado! – dizia com os olhos serrados, enquanto pegava o valor para dá ao velhote.
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Alice em Dom 17 Jan 2016, 11:24

off: narrando do cel. Desculpe a demora... ficha será atualizada de noite.


- E você é um ótimo cliente. - O homem dizia contando as notas.

Alex aguardava ansioso e impaciente pelas armas encomendadas. O bêbado, todavia, parecia ter todo o tempo do mundo. Com calma ele gesticulou para uma mulher de vida fácil, colocou algumas notas no decote dela e sussurrou algo em seu ouvido.

Enquanto a mulher saía do local, o homem providenciava mais algumas bebidas. A impaciência de Alex crescia quando a mulher retornou com suas facas. Ela lhe entregou o pacote e sentou -se no colo do bêbado. Ambos já o ignorando.

Ao analisar as armas, Alex percebeu que estavam muito bem feitas e tinham cada detalhe da imagem trabalhados.
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Dom 17 Jan 2016, 22:25

Demorava um pouco mais do que eu imaginava quando as armas retornaram e por conta disso eu era obrigado a ficar encarando aquele bêbado. Uma ou duas vezes eu pensei em pedir Inkay para soltar Flareon e estourar o cérebro do homem, mas me segurei. Quando a meretriz retornou, tive a surpresa ao perceber que as armas eram bem mais bem-feitas do que eu pensava e afiadas. Uma tentação me dá uma arma na presença daquele sujeito, mas como eu estava ali a passagem e ainda tinha o exilado, detive-me, embora seria muito fácil cobrir aquele lugar com Protect e mandar Inkay estourar os miolos do bêbado.

- Tenha uma boa vida! – ou o resto dela, pois eu iria voltar para mata-lo. Esperava que o barco me desse mais tempo. Caminhava pelas ruas da cidade e assim que sai, colocando as armas na minha cintura, assenti para o Pokémon lula, que assim soltava Chamuscado, que saia em disparada pelas ruas. Eu tinha que correr, acompanhando o Pokémon, junto de Inkay e Klaus.
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Alice em Qua 20 Jan 2016, 19:58

off: ficha atualizada ;)


Contendo a vontade de já matar o bêbado que lhe fizera as armas, Alex liberava o Flareon na esperança de encontrar o procurado e Marri. Finalmente solto, o fire parecia não estar disposto a esperar um único segundo a mais, já exibindo sua velocidade e partindo do ambiente em que estavam.

Sem muitas escolhas, Alex começou a perseguir seu exótico (em todos os sentidos da palavra) Pokémon. Inkay parecia ter mais dificuldade em manter o ritmo, enquanto Klaus parecia interpretar como uma competição que não estava disposto a perder.

Durante a corrida, o Apocalipse acreditou ter visto um vislumbre do exilado. Para piorar, o homem estava acompanhado de um Druddigon. Seria o seu alvo? Estaria Flareon lhe levando para o lado errado? Por um segundo quis parar e voltar, no entanto o fire parecia determinado demais para ser ignorado.

Aos poucos a cidade ficava para trás e o Pokémon saltava para algumas rochas. O lugar era escorregadio e perigoso, mas Alex acompanhava na medida do possível. O Arruaceiro acreditava cada vez mais que o caminho era errado, até que Flareon se aquietou e começou a rastejar em direção a uma caverna oculta. Um ótimo lugar para se esconder.
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Qua 20 Jan 2016, 23:06

Nem deu tempo de pegar o bloco de papel e anotar “matar o bêbado fazedor de armas” e já estava tentando acompanhar Flareon, que sumia no meio do povo. Klaus seguia o Pokémon e não queria perder aquela “competição”, enquanto Inkay tinha dificuldades de me seguir. Corria no meio daquela multidão, preocupado com os meus pertences, já que não precisava de muito tempo para aprender a viver em Tsumi. Mas depois que eu avancei alguns metros, achei que o Pokémon estava me levando para um lugar bem diferente de onde se encontrava o exilado.

Até, por um momento, pensei que o exilado estava na cidade do pecado, afinal, achei ter visto um Druddigon, no meio de tantas pessoas (um Pokémon assim se destaca muito), porém tentei dá um sinal de confiança para Flareon. O ritmo era diminuído nas rochas bem escorregadias, dificuldade que Inkay não teve, já que flutuava. Flareon apontava para uma caverna. Um lugar que poderia ser o esconderijo dele? Ele teria que aprender que não tem como se esconder de Mina, por mais profunda que fosse aquela gruta.

Com a lanterna na mão, pedia que Inkay assumisse a frente, usando suas habilidades mentais para pressentir algo e tentar tirar as habilidades de luta dos Pokémons do exilado. Exigir que Flareon mante-se ao meu lado, se ele quisesse ver Marri de novo e Klaus estava pronto para queimar o inimigo, caso tivesse, mas esperaria a minha ordem. Avançávamos cuidadosamente pela caverna, tentando fixar todos os pontos. A lanterna sempre baixa, para não chamar a atenção de quem estivesse longe. Caso desse para andar sem ela, desligaria.
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Alice em Qui 21 Jan 2016, 14:11

Alex avançava com cautela, a lanterna sempre apontada para o chão a fim de chamar a atenção do procurado. O som das gotas de água deslizando pelas estalactites e colidindo contra as poças de água no chão parecia ecoar pelos ouvidos do Arruaceiro.

Flareon, Inkay e Torchic seguiam próximos do Apocalipse. A umidade no lugar não agradava aos fires, porém nenhum dos dois cedia à tentação de retornar para a esfera seca e quente. Inkay parecia não se importar com o ambiente em que circulavam.

Alex, por sua vez, não gostava do lugar. A umidade e o limo sobre as pedras não o permitiam avançar mais rapidamente. A escuridão crescente impedia-o de desligar a lanterna e a luz poderia delatá-lo mais cedo do que o desejado. Para piorar, o cheiro de carniça impregnava o lugar, tornando a tarefa de respirar quase tortuosa.

Ao virar por algumas rochas, o Arruaceiro estancou no lugar. A luz da lanterna iluminava o corpo de um homem e de dois Pokémons já irreconhecíveis. Moscas sobrevoavam os corpos e o cheiro parecia se intensificar. O pior, no entanto, não eram nem os estranhos, mas Marri. A menina estava jogada sobre os restos, muito ferida. À luz fraca, parecia ter uma coloração cadavérica. O movimento do peito era quase imperceptível de tão fraco.

- Você demorou... Já tava achando que tinha achado outro para brincar. - Alex virou-se surpreso com a presença do exilado a suas costas. Provavelmente escapara e os encurralara com a ajuda de Alakazam...

Contudo, ao analisar com mais atenção, Alex percebia que havia algo de errado... As cicatrizes que o homem trazia no rosto estavam diferentes do que ele se lembrava, mas a fisionomia era inconfundível.
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Qui 21 Jan 2016, 16:34

- Outro?!

Depois de avançar com dificuldades de respirar e se manter fixo no chão, estava ao lado de corpos irreconhecíveis, assim como Marri. Já estava aceitando a morte da magrela, afinal, ela era boca grande, mas até que me ajudou uma ou duas vezes. Mas parecia estar respirando (fraco, mas respirava). O exilado aparecia de novo. Já esperava a minha presença e eu já imaginei sobre isso. Nós dois sabíamos que só iríamos acabar quando um de nós dois estivermos mortos. Fora isso, nada feito.

- Sinto em te informar que você me causou muito trabalho... Mas como você é esperto, sabia que eu iria atrás de você e... Que cheiro horrível! Jasper, Ária, conto com vocês. – lançava as duas Pokébolas liberando Jasper e Ária. – Jasper, use Pursuit nele. Ária, use Whirlpool para prendê-lo. Inkay, Flareon fiquem atentos. Klaus, aumente sua velocidade com Flame Charge contra ele.
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Alice em Ter 26 Jan 2016, 23:57

Alex não perdia tempo em comandar seus Pokémons ao ataque. Seu nariz protestava ao ser agredido pelo odor do ambiente e seu sangue pedia para aliviar a irritação. Naquele momento o alvo de sua missão era o que mais precisava a sua frente mesmo. Decapitar um exilado certamente ajudaria a aliviar o estresse e a frustração que sentia pelo dia tão irritante.

Ao som dos comandos, o homem sorria e, quando Klaus se aproximou com o Flame Charge, aumentando sua velocidade, Jasper avançou com seu Pursuit e Ária preparou seu Whirlpool. No entanto o alvo dos ataques sumia, reaparecendo perto dos corpos e desviando assim dos ataques. O Flame Charge e o Pursuit atingiam a estalagmite que estava atrás do homem, quebrando-a. O Whirlpool parecia segurar o pedaço de pedra arrancado pela dupla.

- Que falta de humor... Pensei que quisesse brincar um pouco. - O exilado provocava erguendo o corpo de Marri pelos cabelos e se afastando do Alakazam, obviamente fonte do Teleport que o salvo do ataque de seus Pokémons. - Sabia que ela ainda esta viva?

Enquanto o exilado brincava com as palavras e sacudia um dos braços da menina inconsciente, imitando uma voz desafinada que pede por ajuda, Flareon abaixou a cabeça, ficando com ela alinhada ao resto do corpo e passou a rosnar baixinho. Por um lado a menina era útil a sua maneira e conseguia controlar o Fire melhor que qualquer outro, por outro lado esse controle que ela exercia podia ser perigoso, já que o Pokémon mudava muito quando algo acontecia com ela.

Apesar de tudo, a velocidade de Klaus crescia tanto pelo ataque quanto pela habilidade, enquanto Alakazam parecia carregar as cicatrizes da batalha de algumas horas atrás.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Interior de uma caverna. Iluminação muito fraca, proveniente da lanterna de Alex. Som de gotas de água revelando uma poça de água próxima. Corpos em decomposição e o corpo de Marri altamente ferido junto.

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 359
Absol/Jasper
Lv. 17
Trait: Super Luck
100%, Status: Normal
Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 116
Horsea/Área
Lv. 12
Trait: Swift Swin
100%, Status: Normal
Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 255
Torchic/Klaus
Lv. 15
Trait: Spped Boost
100%, Status: +3 Speed
Vs.
Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 65
Alakazam
Lv.33
Trait:Synchronize
68%, Status: Normal


Última edição por Alice em Sab 16 Jul 2016, 22:38, editado 1 vez(es)
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Ayzen em Qua 27 Jan 2016, 09:54

O exilado parecia debochar da minha presença. Os meus Pokémons erravam os golpes, graças às habilidades de teleport do Alakazam. Certamente o Pokémon psychic levava alguns ferimentos da batalha anterior, mas ainda assim poderia ser um problema. Ao lado de Marri, o exilado permanecia com ela.

- Inkay. – ao som do nome do Pokémon lula, ele flutuava para a minha frente, já pronto para poder me auxiliar – Esprema o cérebro dele com Psychic. Flareon, proteja a menina.

A idéia era afastá-lo de Marri e deixar Flareon para proteja-la ao seu bem querer. Mas como ele não iria querer sofrer um AVC, com certeza ordenaria que Alakazam interferisse. Marri seria protegida por Flareon, enquanto eu deixava a minha mão próxima da cintura, para sacar uma adaga.

- Jasper, possivelmente Alakazam irá interferir. Use Taunt nele. Ária, Attract. Se conseguirem atingi-lo, usem MegaHorn e Ice Beam. Caso contrário, repitam os movimentos de status. Klaus, assuma a frente com Protect para proteger todos de possíveis ataques, caso ele não ataque, permaneça em modo de defesa.


Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn - Página 9 Empty Re: Tsumi no City: A partida do navio cargueiro... e mais alguns... - parte 4: Férias! -sqn

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 9 de 11 Anterior  1, 2, 3 ... 8, 9, 10, 11  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum