Pokémon Shinki Adventures RPG
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Hi no Meiro: Reino de Giratina

2 participantes

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Alice Dom 19 Out 2014, 15:40

Morfeu's POV

Sinto meu corpo se materializar e olho ao redor, tentando identificar onde estamos, mas tudo o que percebo é uma caverna cuja entrada está na minha frente. Bubble estica as asas ao meu lado, aparentemente um pouco cansado da viagem, mas meus olhos estão fixos na escuridão a frente. Por algum motivo isso me lembra a mente de Alice... Um lugar escuro que simplesmente não sei o que esperar encontrar...

Percebo que Vaporeon saiu por conta da pokébola, bem na entrada da caverna. Ele parece feliz, mas em pouco tempo começa a suar. Imagino que, mesmo sendo do tipo de água, o calor aqui seja insuportável para ele. Nereu passa a barbatana sobre sua testa e olha para trás, já não tão feliz, em seguida parece desistir da ideia de nos acompanhar a pé e, com um toque do focinho, retorna para a pokébola.

Suspiro mais uma vez ao notar sua infantilidade. O calor realmente é terrível, mas imagino que pokémons encontraremos no interior da caverna. Quando vejo Alice avançar sem medo, a sigo de forma igualmente determinada. Damos alguns passos no escuro, pois Bubble parece muito ocupado testando sua visão noturna para perceber que não dispomos desses recursos. Quando estou a um passo de brigar com ele, ele usa o Flash e finalmente ilumina o lugar. Fico grato somente até vê-lo se aproximar de uma pedra e verificar se realmente a visualizara corretamente sem iluminação. Por um lado é bom... Afinal ele está caçando itens... Por outro ele podia fazer isso depois de usar o Flash... Eu, por outro lado, estou em busca de Pokémons. Preciso de sonhos para me fortalecer.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Érica Dom 19 Out 2014, 16:23

Morfeu visualizava a caverna em sua frente, lembrando-se da mente de Alice. Tudo dominado pela escuridão e não tendo como saber o que encontrar à frente, nem o que habita em seu interior, sendo um completo mistério. Bubble esticava as asas, sentindo-as um pouco cansadas. Nereu saia da esfera, mas logo o calor se tornava demais para o mesmo e voltava para a segurança da esfera totalmente vermelha.

Alice e Morfeu começavam a avançar, Bubble seguindo mais atrás, iluminando o caminho com Flash após alguns passos. A coruja procurando por itens. O Pokémon Devorador de Sonhos em busca de algum para se alimentar.

A caverna se mostrava ampla, mas incrivelmente quente e abafada. Logo no começo já se deparavam com uma fonte de água doce, no entanto, estava quente, tornando-a bem menos atrativa do que antes. Do outro lado da água era possível visualizar um caminho estreito, ou poderiam seguir pelo caminho mais amplo à esquerda.
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Alice Dom 19 Out 2014, 16:45

Morfeu's POV
Os primeiros passos não nos levam muito longe, afinal a caverna já se bifurca em dois caminhos possíveis. Perto de nós, há uma fonte com água doce, mas a julgar pelo vapor que a mesma emana, chego a conclusão que não é uma boa bebê-la. Bubble segue procurando itens, enquanto miro Alice, em busca de algum indicio sobre o caminho a seguir. O caminho estreito, imagino, seja o menos explorado, no entanto seguimos pelo mais amplo, afinal de contas Bubble precisava de espaço para andar e, dessa forma, não ficamos limitados a andar em fila. Fico feliz com a decisão, pois dessa forma posso andar ao lado de Alice.

Alguns passos mais a frente, Bubble usa mais um Flash, iluminando o ambiente. O calor começa a aumentar e sinto que devemos ser rápidos em nossas buscas. Enquanto Bubble usa seus olhos para procurar itens, eu fecho meus olhos e tento rastrear alguma atividade mental na caverna, em busca de algum pokémon. Minha mão está fechada na de Alice, assim sei que ela está do meu lado. Posso me concentrar em minha missão. O tempo preso na esfera já totalmente esquecido, agora as únicas coisas em que penso são na sensação de ter a mão de minha senhora segurando a minha e na fome que sinto.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Érica Dom 19 Out 2014, 18:34

A coruja seguia procurando por itens, enquanto Morfeu mirava Alice e aguardava alguma decisão da mesma. No final, todos avançaram pelo caminho mais amplo, permitindo que o psíquico seguisse ao lado de sua senhora e dando mais liberdade para Bubble.

O caminho seguia por um corredor mediano, dando uma curva e parecendo se dirigir para o sudeste. O único som eram os passos do pequeno grupo, a única iluminação era vinda do Flash da coruja. O calor crescia, embora suportável, era incomodo. Morfeu desejava terminar logo o percurso, sentindo pressa, mas o túnel parecia desagradavelmente longo. Em determinado momento, Bubble parava e verificava algumas rochas, algo aparentemente inútil, mas antes que Drowzee começasse a brigar com o parceiro de time, Noctowl trazia em seu bico um item. Parecia uma colher entortada.

Alguns sons de uivos eram ouvidos, mas ainda um pouco distantes, indicando que os seres que habitavam a caverna estavam mais adiante, quando o túnel saia em mais uma ramificação. Poderiam ir para o sul, ou para o nordeste. Drowzee conseguia detectar seres em ambas as direções.

Print
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Alice Dom 19 Out 2014, 20:20

Morfeu's POV

Fico mirando Bubble colocar aquela colher torta na mochila de Alice e me pergunto o motivo de tanta felicidade. Afinal de contas era só uma colher torta, não é? Tento ignorar meu colega de equipe que parece tão ocupado em busca de mais itens inúteis e obtenho sucesso, principalmente quando escuto uivos pokémon. Finalmente algo para me alimentar. Por um instante até me esqueço de que estamos com muito calor...

- Encontre.

Uma ordem de Alice e uso meus poderes psíquicos para tentar localizar o pokémon, porém sinto que presenças vivas nos dois caminhos. Fico completamente indeciso entre que trilha seguir. Por fim opto por ir para o nordeste. Qualquer coisa, depois basta voltar.

O silêncio de nossos passos chega a ser irritante e quase sinto saudades da voz irritante de Penélope. Porém sei que isso é temporário. Também sei que a criança estaria reclamando até não poder mais do calor. Bubble, por outro lado, parece não pensar em nada, a não ser em caçar itens inúteis para adicionar na mochila de minha senhora. Eu, por outro lado, estou concentrado em tentar localizar a presença que senti há pouco.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Érica Dom 19 Out 2014, 20:50

Morfeu não entendia o motivo de tanta felicidade, afinal, era só uma colher torta. Bubble retornava a procurar por mais itens, enquanto Morfeu se focava nos uivos mais distantes, ficando satisfeito por ter a oportunidade de encontrar uma fonte de alimento. Até o calor se tornava mais suportável.

Utilizando seus poderes psíquicos, o Drowzee sentia as presenças, optando por seguir por nordeste. Passaram por alguma vegetação seca e rasteira, qual foi vasculhada por Bubble e ele retornava com um disco cinza. Era uma TM, mas já conhecida pelo grupo. Continuaram avançando e passaram por outra fonte de água, mas ao contrario da primeira, esta estava borbulhando, como se tivesse uma fonte de calor muito intenso próximo desta. Seguiam caminhando, fazendo uma pequena curva e se deparando com outra bifurcação, podendo seguir para sudeste ou nordeste, mas a presença de um Pokémon era mais forte para nordeste.

O som dos passos começava a irritar Morfeu, além do calor se tornar mais intenso. A região que se aproximava parecia mais clara, não precisando tanto do Flash, sendo descoberto o motivo. Fossos com lava eram encontrados, encostados principalmente perto da parede, explicando a iluminação e o calor. A presença que havia levado todos até ali: uma pequena Vulpix que ficava em cima de uma pedra, aparentemente aprovando a temperatura infernal. O mais interessante nela era seu tamanho reduzido, além do pelo de cor diferente.

Print1
Print2
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Alice Dom 19 Out 2014, 21:23

Morfeu's POV

Seguimos o caminho pelo qual a presença me parece mais forte, enquanto Bubble junta uma TM Protect e coloca na mochila de Alice, como se já não tivemos essa... Tento ignorar essa obsessão por encontrar itens que Bubble desenvolveu após evoluir. Imagino que seja só um comportamento temporário para testar sua visão.

Após uma bifurcação, uma poça de água borbulhando e um calor infernal, finalmente me deparo com o dono da presença que sentia: uma vulpix tampinha. Ela parece confortável em cima de pedra enquanto eu tenho a sensação de poder ver as ondas de calor dançando em minha frente. Bem... ela não me parece ser muito forte, mas com a fome que estou, qualquer sonho está bom.

- Melissa...

E não acredito nisso.... Alice a quer. Que legal. Agora terei de me controlar e não poderei sugar a força vital dela até não me aguentar mais. Serei obrigado a me controlar. Mas pelo menos, ganharei algo... Caminho calmamente na direção dela e daquele poço de larva do mal que está perto. Depois, a chamo. Espero que ela me olhe e não resista ao Hypnosis. Se eu acertar, Dream Eater para me recuperar. Se não, serei obrigado a usar o Psychic para tentar nocauteá-la, de forma que ela possa pertencer a minha senhora.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Érica Dom 19 Out 2014, 21:46

O psíquico acreditava ser perda de tempo guardar uma TM que já existia na mochila de Alice, mas optava por ignorar aquela estranha obseção por itens que a coruja havia desenvolvido, acreditando ser algo apenas temporário, enquanto Bubble descobre os limites de sua visão apurada.

Após a caminhada, se aproximando de uma fonte de calor infernal, se deparavam com uma Vulpix tampinha. Ela mira brevemente o grupo, mas logo volta a fechar os olhos, relaxada em seu descanso, enquanto Morfeu passava mal com a temperatura, desejando os sonhos que a raposa teria, quando Alice se pronuncia e já da um apelido para a Pokémon.

Morfeu não acreditava nos primeiros instantes, mas como sua mestra desejava a pequena Pokémon, teria que se controlar. Se aproximava da Vulpix e a chamava, esperando que a mesma o olhasse, no entanto, o que conseguiu foi um rosnado. A raposa se levantava e virava de costas para Morfeu, erguendo bem suas caudas, deitando-se novamente. Como não havia o olhado, Drowzee teve que usar seu Psychic.

O golpe pegava a Vulpix de surpresa, levando altos danos e caindo no chão. A Pokémon ainda se ergueu com dificuldade, mirando Morfeu irritada, mas caia nocauteada em seguida.


Hora da XP!
Morfeu ganhou 8 de EXP pela vitória!
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Alice Dom 19 Out 2014, 22:06

Morfeu's POV

Raposa arrogante. Ela precisa aprender a identificar quando alguém mais forte está por perto, para não fazer uma desfeita dessas. Além do mais, ela estava sendo recrutada por Alice. Deveria se sentir honrada em servir uma fiel seguidora de Giratina. No entanto, não posso negar que fiquei impressionado quando ela se levantou depois do meu ataque, antes de se render à exaustão.

Alice pega uma esfera e vejo a pokébola voar em direção à pokémon fogo. Sua coloração exótica e sua falta de estatura somem para o interior da esfera. Espero ver se a esfera irá se concretizar ou não, enquanto isso, tento rastrear o melhor caminho para a outra presença que senti mais cedo. Ainda preciso me alimentar...

Como Bubble não precisou usar Flash nessa região, não parece tão interessado em buscar itens. Eu, por outro lado, estou mais interessado em me afastar dessa região por outros motivos, a começar por: me livrar desse calor a la moltres?


off: sorry o post pequeno ç.ç
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Érica Dom 19 Out 2014, 22:18

A arrogância e petulância da raposa eram impossíveis de ser ignoradas, chegando a ser irritante. No entanto, era admirável que ela ainda tentasse se erguer e lutar, mesmo contra um oponente muito mais forte do que ela.

A esfera vermelha e branca tocava o corpo da Vulpix, envolvendo-a. O balançar era persistente, sendo claro que a Pokémon tentava se livrar da Pokébola a todo custo, não querendo se render, mas a captura acabou sendo concretizada e Melissa se juntava ao time.

Morfeu começava a rastrear outra presença, sentindo uma não muito longe, e para melhorar, mais distante da lava! Conforme a distancia entre a lava e o grupo crescia, mais suportável era a temperatura. No entanto, a escuridão voltava, fazendo a grande coruja voltar a usar seu Flash. Voltaram para a bifurcação, podendo ir para a esquerda ou para a direita. O caminho ainda não explorado, e o caminho já conhecido. No entanto, havia uma presença mais próxima pelo caminho inexplorado.

Off: ficha sendo atualizada =*
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Alice Dom 19 Out 2014, 22:44

Morfeu's POV

Com Melissa fazendo parte do time, retomamos o caminho para longe dos poços de lava. Sinto um alívio imediato tomar conta de meu corpo e, sem demoras, começo a rastrear um novo ser. Reconheço a trilha que nos levaria de volta para a entrada da caverna, mas no entanto sigo para o caminho inexplorado, implorando por um pokémon forte e capaz de recuperar minhas energias por completo. Sinto tanta fome que nem ao menos me importo mais com Bubble caçando itens inúteis entre as pedras.

Rapidamente esqueço a vulpix arrogante na esfera que Alice agora carrega. Meus olhos se prendem nas manchas de suor em sua roupa. Ela estava tão bela, mas o calor parecia fazer-lhe mal. Sendo assim, me concentro mais para achar logo meu alvo. Ela deseja alguns sacrifícios para Giratina e irei providenciar isso para ela. Repentinamente abro meus olhos e miro o caminho a minha frente, recém iluminado por Bubble que revira algumas pedras. Não é a fome ou o calor que irá me impedir. Acharei as almas que Giratina quer, o deixarei feliz, deixarei minha senhora feliz e ainda me fortalecerei. Determinado, avanço sem medo.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Érica Dom 19 Out 2014, 23:03

Morfeu começava a se sentir melhor quando se afastou do calor, seguindo pelo caminho inexplorado. Desejava muito um Pokémon forte, desejando sonhos para se alimentar e se recuperar. Sua fome falava alto. Precisava urgentemente de um oponente com alguma força e que pudesse ser atingido. Bubble continuava caçando itens, mas isso não importava muito para o psíquico.

Alice também começava a sofrer com o calor, a roupa colando em seu corpo devido ao suor que escorria em sua pele. Necessitava de sacrifícios para Giratina. Se era isso que Alice queria, Morfeu faria de tudo para providenciar.

Após alguns instantes de caminhada, chegando ao que parecia ser uma pequena curva, Morfeu parou. Sentia uma presença ali, um pouco fraca, mas deveria estar ali. Confuso, procurou ao seu redor, quando Bubble o chamou e indicou um ovo Pokémon. Pouco depois, o ovo começou a brilhar, nascendo naquele momento, revelando mais um Pokémon de coloração diferenciada. Uma Roggenrola roxa surgia diante do trio, recém-nascida. Ironicamente, era maior do que as outras Roggenrolas.

Ela se ergueu desajeitada, mas logo tropeçava e caia, demonstrando já ser estabanada.

Print
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Alice Seg 20 Out 2014, 02:54

Morfeu's POV

Fico mirando o pequeno filhote recém nascido tentar se erguer e cair no chão. Suspiro desanimado. Eu queria alguém poderoso, que pudesse me recuperar por completo e, talvez, me fortalecer. Mas Arceus me manda um bebê atrapalhado. É tão inocente que nem ao menos me teme, se aproximando e me olhando nos olhos, antes de cair com todos seus pesados e rochosos kilos sobre meus pés.

Bubble se aproxima mais do que necessário para analisar minha expressão de dor e percebo que ele está dividido entre rir da minha situação e curioso para saber o que farei no momento seguinte. Minha vontade é de usar Psychic e ficar batendo o corpo desse bebê tantas vezes no chão que nem Giratina irá querê-lo depois. No entanto Alice me frusta com sua ordem indireta...

- Julie.

Ela quer esse também. Oh Arceus, por que minha Senhora está colecionando bebês? Eles de nada nos ajudarão desse jeito... Mas... Se Alice quer, Alice tem... Essa é minha filosofia incrivelmente simples. Miro o filhote, querendo usar meu Hypnosis e, depois, o Dream Eater. Dá última vez falhou de maneira muito triste, mas talvez agora funcione. Se errar de novo, sempre tem o Psychic... Porém espero que acerte, estou faminto e sonhos de crianças são muito saborosos...
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Érica Seg 20 Out 2014, 16:30

Morfeu sentia-se desanimado. Desejava um oponente poderoso, que pudesse recuperar e fortalecê-lo, mas ao invés disso, ganhava um bebê que nasceu a poucos instantes. A criatura atrapalhada era inocente, se aproximando de Morfeu curiosa, mas novamente tropeçava e, infelizmente, seus 20 e poucos quilos caiam em cima dos pés do psíquico.

A coruja ficava dividida entre rir da expressão do companheiro de time, e a curiosidade em relação ao que ele fará agora. Morfeu tinha pensamentos nada amigáveis em relação ao bebê, mas Alice o frustrava mais uma vez.

Apesar de confuso sobre a razão da religiosa, de repente, querer colecionar pequenos bebês problemáticos, o Drowzee não a contraria e logo usava Hypnosis. A Pokémon caia adormecida, por sorte, não mais em seus pés, sendo alvo fácil para o Dream Eater. Um único golpe era mais do que o suficiente para nocautear a oponente, recuperando as energias de Morfeu e aliviando sua fome.

Pelo cálculo de XP, Morfeu recebe 0 de EXP pela vitória XD
HP Morfeu: 60%
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Alice Ter 21 Out 2014, 15:21

Morfeu's POV

A cena se repete. A esfera vermelha voa em direção ao corpo rochoso da bebê Roggenrola e vejo-a sumir sob o raio vermelho. Me afasto mancando, sem esperar ver se a captura se concretizaria ou não. Sei que se falhar, Alice me chamará ou Bubble cuidará disso. Eu, por outro lado, estou procurando mais alguma alma nesse fim de mundo para terminar de me alimentar.

Sonhos... Eu quero sonhos...

Bem... Preciso confessar. Os sonhos dessa bebê foram maravilhosos e me deram bastante força. Mas não consigo ficar feliz com isso, afinal ainda sinto meu pé latejando e ainda não estou com todas as minhas energias. Por muito pouco não usei Bubble para me recuperar. Coruja sem vergonha. Sei que ele estava rindo de mim mentalmente... Mas bem, nossa próxima vítima... Fecho meus olhos e tento esquecer a dor no pé, me focando em procurar mais um alvo e rezando para que Alice não queira capturar o próximo também. Giratina logo ficará insatisfeito...
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Érica Ter 21 Out 2014, 21:44

Novamente Morfeu nocauteava o Pokémon que sua senhora desejava e nomeava. A esfera de duas cores voava em direção ao bebê desmaiado, que era envolvido e guardado na Pokébola. Moveu-se apenas uma vez, antes de completar a captura. O Pokémon amarelo não assiste ao evento, precisava encontrar mais alguém para poder se alimentar.

Assumia mentalmente que os sonhos da recém-nascida foram ótimos e lhe deram muitas forças, mas isso logo perdia o brilho se recordasse do pé que latejava, de ainda não estar totalmente recuperado, e da coruja que tinha vontade de rir. Novamente procurava alguma presença, todos voltando a avançar, apesar do ritmo lento. Drowzee mancava após o “ataque” de Julie.

A busca os fez seguir em frente. O psíquico desejando que Alice não quisesse mais capturar os monstrinhos. Giratina precisava de sacrifícios. Morfeu logo localizava algumas presenças, o que o deixava feliz, quando chegou a uma área mais larga, que se dividia em três caminhos possíveis. Podia ir para esquerda, direita, seguir reto, ou dar meia volta e retornar pelo caminho já explorado. Bubble vasculhava algumas pedras próximas, trazendo mais um item para Alice. Outra TM.

Print
Off: Ficha sendo atualizada.
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Alice Qua 22 Out 2014, 13:16

Morfeu's POV

Caminhas com meu pé latejando não era nada agradável e ver Bubble festejando por causa de uma TM que não nos seria de grande utilidade também não ajudava. Saber que o avanço era lento por causa do quase ataque da bebê Roggenrola e, devido a isso, ficaríamos mais tempo naquela caverna quente também não colaborava para o meu humor.

No entanto, durante minhas queixas mentais, sinto algumas presenças e isso sim me anima. Finalmente poderei me recuperar de forma decente. Não falta muito para alcançar meu poder máximo e, quando o atingir, será mais fácil encontrar outros sacrifícios para Giratina.

Três caminhos se abrem como possibilidades. Alice se aproxima e toca meu ombro, eu fecho meus olhos, aproveitando aquele contato e me concentrando nos caminhos. Procuro aquele que tem o maior número de presenças antes de seguir. Quando localizar o maior grupo, irei fazer de tudo para guiar Alice até eles. Enquanto isso, Bubble segue usando Flash e Foresight, em busca de itens desnecessários.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Érica Qua 22 Out 2014, 19:38

O humor do Pokémon amarelo não era um dos melhores. Seu pé latejava e Bubble não encontrava nada de real utilidade. O andar devagar evidenciava que ficariam mais tempo naquele ambiente quente, o que não ajudava a melhorar o humor de Morfeu. Tudo parecia estar acontecendo para dar errado e piorar o dia do Drowzee.

As diversas presenças animavam Morfeu. Iria se recuperar e daria almas para Giratina, seria tudo perfeito! Mas logo se encontrava com diversas opções de caminho para seguir. A religiosa tocava o ombro do Pokémon, enquanto o Pokémon buscava o local onde havia mais presenças. Seguiram para esquerda, caminhando por alguns longos minutos, passando por algumas fontes de água. Conforme se aproximavam, a temperatura parecia ser mais agradável.

Ao chegar ao final, era visível várias fontes de água que não estavam absurdamente quentes. O ambiente ali era mais refrescante se comparado ao resto da caverna. Próximo da parede, mais longe da água, havia um Growlithe, que se posicionava e rosnava para o grupo. Atrás dele, diversos ovos. Como havia ocorrido com Roggenrola, todos brilharam, nascendo diversos Growlithes. Seis Pokémon, cinco filhotes, embora o que antes vigiava os outros não parecesse ter muita idade.

Uma das fêmeas se ocupava, admirando-se no reflexo da água. Um dos machos estava sentado, olhando ao redor curioso, mas aguardando para saber como se portar exatamente. Outro macho e a última fêmea brincavam animadamente. O último macho se aproximava de Morfeu, a língua de fora, balançando a cauda e o cheirando, antes de tentar marcar território no Pokémon amarelo. Em seguida olhou para Bubble e brincava com as penas da coruja. O mais velho farejava os irmãos, parecendo mais responsável, quando passou a brincar com o casal.

Print
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Alice Sab 25 Out 2014, 12:37

Morfeu's POV

O caminho para a esquerda se revelava o mais promissor. Conforme nos afastávamos do calor, a sensação de que a decisão tomada fora a certa me preenchia. As fontes de água já não borbulhavam e a intensidade do calor se reduzia, tornando a situação suportável e, além disso, o número de presenças me alegrava. Teria todo o meu poder recuperado e ainda poderemos sacrificar algumas almas para Giratina. Acreditei que a situação era incrivelmente satisfatória... Mas eu estava enganado...

Um filhote de Growlithe rosnava, aparentemente querendo proteger os eggs atrás dele. O ignorei por completo, me concentrando nos ovos e pensando: “tá de brincadeira comigo, Arceus?”. Era muito egg em muito pouco tempo... Vulpix era uma filhote, Roggenrola recém nascida (literalmente...). E agora isso?

Os filhotes nasciam naquele momento e o que rosnava (que não era muito mais velho) se voltava para eles, logo indo brincar com eles. Fico mirando filhote a filhote, de forma levemente incrédula e não no bom sentido... Aqueles filhotes já revelavam personalidades fortes, alguns brincalhões e uma, em especial, vaidosa demais. No entanto o filhote que mais chamou minha atenção foi um que tentou marcar território em mim. Achei isso o cúmulo! Me marcar? Ele acha que tenho cara de hidrante? Rapidamente o ergo, afastando-o das penas de Bubble e forçando-o a me encarar. Para ele, tenho os piores pensamentos...

- Para Penélope. Os outros, para Giratina.

E meus piores pensamentos são frustrados... A ideia de usar meu Psychic e leva-lo para um dos poços de lava foi completamente jogado no lixo. Simplesmente suspiro, ainda sem entender o motivo de Alice querer tantos bebês, mas enfim... Ordens são ordens... Vou usar meu Hypnosis e usá-lo para recuperar minhas forças, através do Dream Eater. Os outros, peço para Bubble nocautear com seu Psychic. Um único golpe da coruja deve ser o suficiente... A adaga de Alice já surge em uma de suas mãos enquanto na outra há uma esfera vazia, provavelmente para o filhote que seguro no ar, de frente para mim.


off: babys \o/
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Érica Sab 25 Out 2014, 14:59

Conforme se aproximavam das presenças, Morfeu sentia que era o lugar certo. Parecia realmente promissor e tudo indicava que iria melhorar, afinal, o lugar era suportável e parecia ter mais de quatro presenças! Infelizmente, o que encontraram não era tão bom assim...

Drowzee encontrava um filhote protegendo diversos ovos, parecendo uma brincadeira de mau gosto de Arceus. Primeiro uma raposa filhote, depois uma pedra que recém havia nascido, agora mais ovos eclodiam em mais recém-nascidos. Como isso era possível? O psíquico mirava cada Growlithe, vendo que todos demonstravam personalidades fortes e bem definidas. Um curioso, mas controlado e comportado. A maioria brincalhona. Uma vaidosa. Morfeu estava incrédulo, no pior sentido.

O filhote que havia tentado marcar território em Morfeu era erguido pelo Psychic. O olhar alegre e o rabo balançando, não sabendo dos pensamentos do Pokémon amarelo, que não eram nada agradáveis. Growlithe lambia a face de Drowzee, um gesto carinhoso da espécie, mas não ajudava a melhorar o humor do Pokémon.

Novamente Alice frustrava seu inicial, desejando capturar o filhote e entregá-lo para a criança que a esperava no hotel. Frustrado, mas seguindo as ordens, o Hypnosis afetava facilmente o filhote, que era nocauteado pelo Dream Eater no segundo seguinte. Os sonhos inocentes recuperavam Morfeu. Bubble necessitou de dois Psychic, devido a quantidade de Pokémon que estava espalhada, mas nocauteando facilmente os outros cinco filhotes. Todos caídos e inconscientes. O Pokémon que havia sido nocauteado por Morfeu logo era envolvido pela Pokébola da mulher, sendo capturado.
Bubble ganhou 2 de Exp pela vitória \o/
Morfeu ganhou nada again XD
Ficha em breve será atualizada =*
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Alice Sab 25 Out 2014, 18:14

Morfeu's POV

Vejo Alice capturar o filhote que teve a audácia de me lamber. Acho que terei de ensinar a ele sobre como identificar perigo e a evitá-lo. Se não fosse a vontade de Alice, eu o teria feito em pedacinhos de forma rápida e nada gentil. Mas para a pirralha que nos espera em Kalled, Alice faz qualquer coisa aparentemente... Não posso evitar sentir inveja...

Após limpar meu nariz, ergo meus olhos e miro minha senhora. A adaga risca o chão, formando um pentagrama gigantesco, mas perfeito em suas formas. Cada filhote de Growlithe era colocado em uma das pontas da estrela, assim como uma vela negra. Tudo preparado e, após rezar à Giratina, Alice foi de um em um dos filhotes, encravando sua lâmina negra em seus peitos.

A adaga se manchava de vermelho e este ficava mais intenso a cada novo peito perfurado. O corte era tão profundo que permitia ao sangue escorrer de forma livre. Cinco novas almas para Giratina e nem ao menos percebo quando o último é entregue. O centro da estrela perfeitamente intocado, aparentemente esperando por algo especial... As velas queimando e a camisa de Alice manchada de vermelho. Teríamos de lavar isso antes de voltar para o hotel...

- Procure o centro.

A ordem de Alice parece ser incoerente, mas sei bem o que ela quer: uma alma digna de ocupar o centro do pentagrama, a sexta alma. Meus olhos brilham em busca deste pokémon. Bubble, de forma inútil, busca mais itens com seu Flash e seu Foresight. À minha frente, sangue escorria pela lâmina até se perder no chão de pedra.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Érica Sab 25 Out 2014, 19:41

Morfeu acreditava ter que ensinar ao filhote sobre como identificar o perigo e, principalmente, como evitar. Também sentia inveja de Penélope, que aguardava o retorno do grupo na segurança do hotel, visto que Alice mimava a menor e fazia muito por ela, não se importando com os gastos exagerados e dando a ela um novo Pokémon.

Alice começava a desenhar o pentagrama e a realizar os sacrifícios. Cinco filhotes, quatro recém chegados ao mundo, outro com pouco tempo de existência, eram assassinados e suas almas entregues para Giratina. O liquido vermelho escorria pela lâmina da adaga, antes de finalmente atingir o chão rochoso. Algumas gotas de sangue atingiam o tecido branco da camiseta. Embora mais discreto, também haviam gotas de sangue na calça da religiosa.

Morfeu buscava por novas vitimas, enquanto Bubble buscava por novos itens. A grande coruja voltava com mais uma TM, enquanto Morfeu sentia um grupo se aproximando. Alguns Roggenrolas e dois Boldores caminhavam despreocupados, não parecendo notar o que o grupo havia causado.

Print1
Print2
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Alice Sab 25 Out 2014, 20:16

Morfeu's POV

Não foi difícil identificar três Roggenrolas e dois Boldores se aproximando. Possivelmente estavam em busca de água fresca para beber. No entanto, quando Alice se ergue os mirando, deixo de analisá-los para atacá-los com o Psychic, assim como Bubble. Os cinco não terão chances nessas condições e suspeito que nem mesmo saberão o que lhes atingiu.

Enquanto atacamos, Alice parece desenhar quatro novas estrelas, dessa vez menores e contornando a estrela maior. Sua voz emana um canto religioso de forma tão melodiosa, que me sinto embalado e motivado para nocautear os quatro com velocidade. Um boldore irá para o centro da grande estrela e cada um dos outros irá para o centro de cada estrela menor.

Alice está tão certa de que não terei dificuldades que já começa a acender uma vela na ponta de cada estrela menor. Cinco novos sacrifícios, mais os cinco anteriores, totalizaremos dez rapidamente. Isso me agrada. Talvez tantos sacrifícios deixem Giratina feliz e... Só talvez... Ele me devolva Alice.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Érica Sab 25 Out 2014, 20:45

No momento que Alice se erguia, mirando o grupo recém-chegado, Morfeu já sabia que eles iriam se encontrar com Giratina. Antes que o grupo tivesse chance de ver o que estava acontecendo, Bubble e Morfeu atacaram com seus poderes psíquicos.

A defesa especial daquela espécie era baixa, o que facilitava os danos imensos, nocauteando todos os cinco Pokémon de uma só vez. Os corpos rochosos e pesados ao chão, enquanto Alice fazia novos pentagramas, enquanto suavemente encantava a nova oração, acendendo as velas. Morfeu sentia-se esperançoso, com tantos sacrifícios, talvez Alice voltasse e se libertasse da prisão que era sua própria mente.

Sua distração era tanta, que não percebia a aproximação de mais um Pokémon. A raposa também se aproximava, desejando água, mas parava ao ver o caos daquele local, correndo rapidamente e tentando escapar.

Print
1 de EXP para Morfeu e Bubble
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Alice Sab 25 Out 2014, 21:37

Morfeu's POV

Os adversários caem rapidamente. A defesa deles somada ao fato de serem filhotes os tornava presas muito fáceis. Alice aguarda pacientemente e, sem querer deixá-la esperar mais tempo, ergo os cinco com meus poderes psíquicos, colocando o primeiro boldore no centro da estrela maior e cada um dos outros quatros no centro de cada estrela menor.

Alice logo se aproxima do primeiro, na estrela maior, cantando sua oração. A lâmina já vermelha desliza pelo corpo rochoso até encontrar um ponto fraco, lugar em que ela é enterrada tão profundamente que o sangue de coloração diferenciada começa a escorrer. Quando isso ocorre, o som de passos apressados chama minha atenção e me viro a tempo de ver uma Vulpix correndo em pânico. A pokémon fire claramente deseja poupar sua vida, no entanto Bubble já voa atrás dela. Fico mirando a coruja em seu voo silencioso, voo que se eu não visse, não saberia que tinha realizado. As garras de repente se abrem e sei que ele pretende fazer um mergulho rápido e prender a fire entre suas garrar, nocauteando em um único movimento.

Volto meus olhos para Alice mais uma vez e a vejo terminar a segunda oração, enviando o segundo Boldore para Giratina. Um a um ela repete o ritual. Um a um dos bebês a vida abandona. O sangue na camisa e na calça já são visíveis. As próprias mãos de minha senhora já estão manchadas. Sua visão é o suficiente para criar o caos em alguns lugares. Minha visão agora se volta para Bubble, para descobrir se Alice terá mais um sacrifício para fazer neste lado das cavernas.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Hi no Meiro: Reino de Giratina Empty Re: Hi no Meiro: Reino de Giratina

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Ir para o topo Ir para baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ir para o topo


 
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos