Pokémon Shinki Adventures RPG
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

And it shall Burn

Ir em baixo

And it shall Burn Empty And it shall Burn

Mensagem por Tigore em Dom 14 Jun 2015, 11:19

Off: Desculpe se não foi um bom inicio, não tinha muita ideia

A garota de cabelos azulados andava alegremente pelas ruas de Mengun, o que era um pouco contraditório considerando que aquele lugar fedia(literalmente, ela havia acabado de passa por uma pilha de lixo) e também porque o que ela procurava lá era nada mais nada menos que o esconderijo da gangue apocalipse.

Ene não tinha in firmações suficientes para ter certeza de onde era o local de recrutamento, mas suspeitava que era naquela área da cidade, ela já havia feito tanta coisa para chegar nesse lugar, não podia para agora. Enquanto caminhava, uma placa chamou sua atenção, "Templo das Memorias". Ela não teve certeza do porque, mas se sentiu interessada naquele lugar, e ela estava se sentido com sorte hoje, talvez lá fosse o lugar que procurava, ficou encarando a porta por alguns segundos, discutindo internamente se devia entrar ou não, mas percebendo que ela parecia uma maluca no meio da rua parada olhando para uma porta, decidiu por entrar, não podia dar tão errado. Podia?
Tigore
Tigore


Voltar ao Topo Ir em baixo

And it shall Burn Empty Re: And it shall Burn

Mensagem por Ayzen em Seg 15 Jun 2015, 10:13

Off: Assumindo a sua rota. Espero que possamos nos divertir!


Ene Yutamoto passeava pelas ruas de Mengun. A cidade malcheirosa chamava a atenção dos visitantes, mas os moradores estavam já acostumados com o odor fétido que se alastrava pela cidade. Ene, no entanto, parecia feliz e até cantarolava enquanto atravessava a cidade, diante do rio Toxic, onde muks e grimers nadavam e olhavam com uma cara intimidante a menina que passava ali desatenciosa.

Yutamoto, menina rica que causou o acidente dos próprios pais, afastava-se mais do centro da cidade. O céu sempre nublado cobria a menina que caminha naquela tarde, que apesar de abafada, ainda ventava, com um mormaço que deixava qualquer um incomodado. Depois de um tempo, já em um bairro mais afastado, lá estava o templo da memória. Ene reparava no local, mas não reparava nos homens que estavam ali, de moral duvidosa, e olhava para a menina.

Ela resolvia entrar, mas os homens deixaram ela passar sem impedi-la. O templo não era grande. Um muro formava um quadrado ao redor de uma casa de madeira, simples, arquitetura japonesa medieval. Ao lado uma árvore grande, do outro, a estátua de Arceus, que apesar de algumas rachaduras e algumas faltas de cimento, estava limpa. O chão era de terra batida, algumas graminhas saia do chão.

Ene não reparava direito, mas alguma coisa se movia ao redor da estátua do grande Pokémon primário. Ao aproximar, percebia um Geodude, inicial gangster, limpando a estátua. Aquilo era muito incomum para um templo qualquer. A sorte da menina poderia ter guiado para um lugar como aquele?


Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

And it shall Burn Empty Re: And it shall Burn

Mensagem por Tigore em Ter 16 Jun 2015, 15:39

A garota estava levemente surpresa, nem um código secreto? Nem um guarda carrancudo?  Isso tinha sido realmente mais fácil do que ela tinha esprado, mas ela apagou esses pensamentos de sua mente, ela sabia que ainda teria que passar por algum tipo de teste. Nesse momento ela parou para prestar atenção nas estatuas do templo, sendo a principal delas uma de Arceus, ela lembrou-se da época em que seus pais tentavam lhe ensinar sobre os mandamentos dos seguidores de Arceus, definitivamente não eram as melhores memórias que tinha de seus pais.

Parando para prestar atenção, ela percebeu a pequena pedra que girava ao redor da grande estátua, um Geodude,  isso era realmente surpreendente, ela se aproximou do Pokémon de Pedra e perguntou:

-E você meu amigo, o que um Pokémon como você faz num templo assim?

Tentou fazer um leve carinho no Pokémon, mas ele pareceu não gostar da idéia e se afastou dela. Ela ficou lá parada por alguns segundos com cara de tonta, não tinha certeza do que iria fazer agora, estava num templo que nem tinha certeza se era mesmo o lugar que procurava, e estava lá parada, teve uma idéia, limpou a garganta baixinho e reuniu a sua coragem para gritar:

-Eeeeeeiiiiiii!!!! Onde está o dono desse templo!!!!

Tinha certeza que o dono/dona do templo havia escutado (tinha certeza que metade de Shinki tinha escutado)
Tigore
Tigore


Voltar ao Topo Ir em baixo

And it shall Burn Empty Re: And it shall Burn

Mensagem por Ayzen em Ter 16 Jun 2015, 17:45

A menina se deparava com lembranças de sua época em que seus progenitores tentavam incutir pensamentos religiosos em sua mente. Ene não era a mais favorável a assumir ideias tão facilmente, então era uma lembrança muito desagradável para a aspirante. Geodude continuava ali perto da estátua. A menina tentava fazer um carinho, mas para a Pokémon pedra, Ene era a estranha e não deixaria isso acontecer tão facilmente.

Ainda um pouco pensativa, a menina resolvia encontrar um caminho mais rápido. Com um grito enorme, chamava a atenção de todo mundo que aparecia ali e por conta disso acabava ficando um tanto quanto constrangedor para Geodude. A pedra colocava a mão em sua cabeça, tentando abafar o grito, que chamava a atenção de pelo menos toda Mengun, senão, toda Shinki.

O silêncio ecoou em seguida. Geodude sempre fitando a menina que parecia muito mais histérica do que aparente. Quando o tempo venceu, a menina estava pronta para dá outro berro. O templo estava aberto, mas a mesma ainda não tinha entrado na parte de madeira, estava apenas aos redores da casa de madeira. Foi quando Geodude encarava o gato no muro da construção.

O Meowth era conhecido como um Pokémon cadete. Onde tinha um daqueles, tinha um cadete por trás. O gatuno saltava com maestria do alto do muro e aterrissava no solo, caminhando com um gingado super atraente até a menina. A grande moeda em sua cabeça reluzia, indicando que foi limpa logo cedo. Atrás, um homem alto, cabelos foscos, olhar despreocupado e uma atitude um tanto quanto de desagrado entrava. A farda não negava: era um cadete!

- Foi você quem gritou? – a pergunta era para Ene, mas foi feito praticamente sem querer.


And it shall Burn Free!%2BEternal%2BSummer%2B-%2Bfig1
Cadete no Templo das Memórias
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

And it shall Burn Empty Re: And it shall Burn

Mensagem por Tigore em Qua 17 Jun 2015, 14:15

Ene manteve o sorriso como uma fachada, ela realmente estava preocupada, gritar provavelmente não foi uma das suas melhores idéias, provavelmente algo como "Tem alguém ai?" Na parte mais interna do templo provavelmente teria sido mais efetivo. Sua mente travalhava rápido, para pensar em uma desculpa para aquele grito, a resposta "E que eu quero me tornar uma gangster e precisava achar o lider desse templo para começar minha missão." decisivamente estava fora de questão, pensou em algo, não muito efetivo, mas esperava que funcionasse:

-Sim fui eu, mas antes que pergunte porque é que eu realmente preciso fazer um trabalho para minha escola, sobre os antigos lendários desse mundo, então eu preciso conseguir algumas informações com o líder desse templ e eu meio que deixei para o último dia para fazer e eu tô um pouco desesperada, então você não saberia algo sobre o lider templo não é?- Perguntou, imaginava que os cadetes não soubessem sobre os segredos desse templo, então não doeria perguntar.
Tigore
Tigore


Voltar ao Topo Ir em baixo

And it shall Burn Empty Re: And it shall Burn

Mensagem por Ayzen em Qua 17 Jun 2015, 16:21

O mal cheiro no ar continuava a rolar. A menina estava bem preocupada com o fato de ter atraído o cadete e o seu felino para o templo. Como sabia, os cadetes não possuíam o “prazer” de saber quem governava os templos da cidade, o que ajudava muito, tendo em vista que continuavam sendo centros de recrutamento. O cadete parecia um pouco preguiçoso, mas como todo bom cadete, ele fazia sua parte. O meowth era mais sério e focava mais na menina, assim como no Geodude, símbolo apocalipse.

- Trabalho? - desculpa era convincente, uma vez que Ene realmente parecia ser bem nova e seu jeito era de criança. – Não sabe que Mengun está em perigo. Está tendo uma média de 5 a 7 atentados por dia... Os apocalipses querem acabar com a cidade e você se preocupa com trabalhos de escola? Aliás, elas estão abrindo? – a pergunta tocou o coração da aspirante como uma adaga, mas não precisou responder.
- A educação é a chave para mudar o mundo, caro capitão...
- Soldado. – o cadete corrigia o seu rank ao homem que saia do templo.

Era alto e um pouco de idade. A pele apresenta diversas rugas e marcas e seus olhos eram verdes. O manto mostrava que era um padre ou monge e sua carisma era um tanto quanto incomum para um recrutador de gangsteres.

- Mengun está um caos realmente, mas acredito que a escola tem o papel de continuar a sua busca para formar os nossos cidadãos. Afinal, se assim não for, o futuro dos atuais jovens seriam o que? Virarem gangsteres. – o monge tinha grande facilidade com as palavras e argumentos, fortificando a de Ene. O rapaz cadete olhava bem, inclusive o Geodude ficando entre a criança e o senhor mais de idade.
- Acredito que o senhor também não esteja muito bem ciente de que a segurança das crianças é primordial. – retrucava o cadete. – Criança, qual o seu nome? Preciso leva-la aos seus pais... É o meu dever! – a situação complicava, já que o cadete estava achando que Ene dependia de seus pais, que já estavam mortos...


Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

And it shall Burn Empty Re: And it shall Burn

Mensagem por Tigore em Qua 17 Jun 2015, 20:56

Ene já estava ficando irritada, aquele cadete era realmente persistente, já teria sido pega no flagra se não fosse a interrupção daquele senhor, alguma coisa nele a deixava nervosa, ela sabia que aquele velho era mais inteligente ou mais influente do que aparentava, mas não podia se distrair agora, deveria dar um jeito de se livrar daquele cadete, deu uma revirada em sua mente para ver se havia algo que podia usar para se livrar dele e uma luz se acendeu:

-Não será necessário, senhor cadete, como você mesmo disse, minha segurança realmente importa, mas como eu já estou aqui é melhor que eu fique, eu já avisei meus pais que poderia haver problemas, então não devem ficar preocupados. Tenho certeza que os monges desse templo não terão problemas para me ajudar a passar a noite e tem outra coisa, como você disse, as ruas estão realmente perigosas, então creio que o senhor deveria estar lá ajudando os possíveis feridos, aqui já há pessoas prontas para ajudar, não é meu bom senhor?- Disse, direcionando a última frase para o senhor, de certa forma pedindo para que ela o ajudasse a se livrar do cedete.
Tigore
Tigore


Voltar ao Topo Ir em baixo

And it shall Burn Empty Re: And it shall Burn

Mensagem por Ayzen em Qui 18 Jun 2015, 11:01

A situação era bem estranha. Meowth aproximava-se de Geodude, que por sua vez se afastava. O simples fato de um Pokémon referencia apocalipse estar ali não intrigava o cadete, mas ele querer levar a menina para seus pais parecia mais importante do que ligar por um Pokémon que poderia ser autodestrutivo. Ene tentava se esgueirar e se afastar da possível descoberta do assassinato de seus pais, mas o cadete queria fazer o seu trabalho.

- Ela está certa, caro senhor da lei- falava o monge.- ela poderia dormir aqui e não há problemas. Levo ela assim que as coisas se acalmarem.
- Eles permitiram que você saísse nesse caos?! Isso é um tanto quanto irresponsável para seus pais. Acho que você deve ser levada para um conselho do melhor, que irá julgar seus pais por tamanha responsabilidade. – o cadete parecia querer demonstrar serviço logo com a menina aspirante. Geodude continuava encarando o gatuno que rondava a pedra e o monge parecia querer demonstrar apenas um sorriso convincente.
- Ora, caro cadete. Acho que as autoridades de Mengun estarão mais interessadas em cuidar do problema de ordem pública do que uma criança. Vai dá esse trabalho mesmo para eles?
- Está questionando a minha autoridade, monge?

A conversa ficava tensa. O cadete queria ser respeitado, mas não passava de um idiota. Ene era o alvo da discursão e logo o cadete segurava a menina. O monge não reagia, até porque o Meowth já tinha sentido o clima e já estaria pronto para atacar, caso algo do controle saísse.
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

And it shall Burn Empty Re: And it shall Burn

Mensagem por Tigore em Qui 18 Jun 2015, 15:07

Ene estava ambos, preocupada e irritada, aquele cadete era exageradamente insistente e se não fosse o Meowth rondando pelo templo ela já teria atacado aquele cara, e agora parecia que estava querendo mostrar qualquer tipo de serviço, mesmo que fosse ajudar uma garotinha, o Meowth realmente era o inteligente dos dois, então ela realmente tinha que se livrar dele antes que algo ruim para a gangue acontecesse (como descobrirem que aquele lugar era um centro de recrutamento), tentou se livrar do braço do homem e disse:

-Senhor cadete, tenho certeza que não foi isso que ele quis dizer, ela apenas quis dizer que um cadete forte como você devia estar lá fora ajudando as pessoas e levando os Gangster sujos a justiça- Se controlou para não deixar nenhum sinal de que estava mentindo nesse momento- E eu acho que quando você fizer isso será com certeza recompensado, não é?- Perguntou, mas sem dar tempo de ninguém responder ela logo continuou- Se você realmente acha meus país irresponsáveis por me deixar vir aqui, algo que eu discordo você pode voltar aqui depois de seu expediente e resolver as pendências com nòs dois não é? Juro que ficarei aqui-terminou,  esperava que dessa vez seu apelo seria suficiente para tira-lo do lugar, mas ela sabia que se ele saísse mesmo, ela com certeza daria um jeito de não estar aí durante a mais tarde.
Tigore
Tigore


Voltar ao Topo Ir em baixo

And it shall Burn Empty Re: And it shall Burn

Mensagem por Ayzen em Qui 18 Jun 2015, 16:13


A situação ficava cada vez mais estreita para Ene e por conta disso o monge já deixava de intervir, para não sobrar para ele. O cadete tentava arrastar a menina, enquanto o Meowth continuava analisando o geodude, que já se sentia desconfortável perante o felino que era quase um farejador. Quando Ene conseguiu soltar-se e deixar livre para poder mandar o cadete embora, o mesmo pareceu se irritar com ela e nesse momento seu tom de voz aumentava, mas era barrado pelo toque do celular.

- Alô! – atendia o celular, após ignorar a suplica da menina. Ene estava perto e ouvia uma voz feminina, pedindo muitos reforços para o centro da cidade. Ene não entendia bem para quê era, mas com certeza tinha um toque apocalipse no meio. – Tenho que ir.. .Fique aqui.

Para a sorte da aspirante, um chamado acontecia e ele teria que atender. O monge ficou interessado no caso e foi só o ruivo cadete dá as costas e ele fazer um sinal. Primeiro, geodude imobilizava o gato, depois o monge chamava para fora um grande Golem. O cadete não teve chance nem para reagir e assim o Pokémon de pedra atropelava o oficial, deixando o corpo no chão. Meowth conseguia se livrar do corpo de Geodude e correu para atacar o grande Pokémon, que apenas o segurou pela cabeça e segurando o felino deu um murro no chão, matando-o na hora.

- Bem, agora temos que acabar com a testemunha. – monge falava naturalmente, como se o assassinato do cadete e do parceiro felino não fosse nada. Com certeza, o homem responsável pelo templo apenas queria que as coisas ficassem cada vez piores no centro da cidade e Ene poderia ser uma testemunha do crime que aconteceu ali.

Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

And it shall Burn Empty Re: And it shall Burn

Mensagem por Tigore em Sex 19 Jun 2015, 17:24

Apesar de estar surpresa com a rapidez que o homem tinha matado aquele cadete, Ene estava aliviada que sua existência não seria descoberta pelos cadetes, mas agora ela precisava convencer aquele de que ela não era uma ameaça e que iria ajudar, ela realmente tinha várias razões para não querer agir contra as gangues, mas ela devia escolher as menos comprometedoras, rapidamente levantou seus braços em sinal de rendição e começou a falar:

-Olha cara você realmente não precisa me matar, e eu tenho algumas boas razões do porque. Primeiro, você realmente não pode ter acredito naquele negócio de trabalho da escola, você é com certeza mais inteligente do que isso, então logicamente eu teria que ter um motivo para estar, e qual seria o motivo? Eu realmente quero ajudar os Apocalipses, porque eu falaria sobre isso se eu quero me unir? - perguntou, mas logo continuou - E eu também tenho "motivos pessoais" para querer evitar qualquer contato com as autoridades- Terminou deixando o último motivo meio vago

Olhou nos olhos dele, mas não teve como ter certeza de que ele tinha acreditado, depois olhou para o corpo do cadete que ainda estava esparramado no chão e comentou:

-Uma última coisa, você realmente deveria tirar esse corpo daqui rápido, talvez joga-lo numa fogueira E llimpar o sangue antes que fique seco - termino com calma, como se o corpo fosse uma mancha de suco no carpete
Tigore
Tigore


Voltar ao Topo Ir em baixo

And it shall Burn Empty Re: And it shall Burn

Mensagem por Ayzen em Dom 21 Jun 2015, 23:03

O chão de terra batida ficava mais escuro, por conta do sangue do cadete que escorria. A estátua de Arceus era testemunha do crime, Mengun estava um caos, o céu totalmente nublado, embora o calor continuasse tremendo. O monge permanecia com a pose, braços cruzados para trás do seu corpo volumoso, enquanto Golem dava o primeiro passo para eliminar a menina, enquanto essa se rendia e explicava o real motivo de sua visita ao templo.

Golem parava. O monge analisava. Geodude se movia como se nada demais tivesse acontecido e com um balde com água e um pano dentro, continuava limpando o chão e usando um golpe de terra para cobrir a parte já seca. O monge parecia rir da menina, afinal, era apenas uma menina.

- Criança... Por que você acha que eu vou acreditar em uma menina como você? Certamente é esperta, mas sei que não deve ajudar a organização, da qual você sabe demais... – monge parecia convicto de que Ene não era tão valiosa assim, mas dava uma oportunidade para que ela se explicasse. Em momento algum seu tom pareceu ignorante, nem ao menos de deboche, apenas não conseguia ver como uma criança poderia ajudar a organização a progredir, ainda mais com Mengun em uma guerra...
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

And it shall Burn Empty Re: And it shall Burn

Mensagem por Alice em Qua 08 Jul 2015, 19:53

Rota bloqueada por inatividade.
Em caso de retorno, poste em pedidos solicitando a reabertura.
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

And it shall Burn Empty Re: And it shall Burn

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum