Pokémon Shinki Adventures RPG
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Kuroi Mori: O Grito Final

5 participantes

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Alice Ter 23 Jun 2015, 23:51

Morfeu's POV

Medo...

Simples e puro medo era o que eu sentia. Alice não estava ao alcance dos meus olhos. Aliás, eu não tinha nada ao alcance de meus olhos... Essa floresta é tão negra e escura que eu só consigo ver basicamente alguns passos ao redor do Flash de Kin. A coitada treme nos braços de Penélope e Penélope chora agarrada na rata.

Eu não posso chorar... Não posso perder esse tempo... Preciso achar Alice...

Ísis grita por ela e Penélope também. Porém ela não responde. Em minha mente escuto a música que ela cantava antes de sumir nessa escuridão, mas sei que é só uma lembrança cruel. Ísis segura o aquário com a pequena Flora e até ela está assustada.

Daiki lidera o grupo, mantendo-se no limite do Flash de Kin e tentando manter-se no rastro de Alice. Sinto vontade de gritar, porém não o faço. Preciso me manter atento aos sons da floresta, para tentar localizar Alice. E acho que estou ficando paranoico com isso... Pois sinto que logo serei capaz de ouvir o bater de asas de Bubble, que pela primeira vez não voa incrivelmente alto, temeroso em nos perder de vista.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Érica Sab 27 Jun 2015, 23:14

A escuridão da floresta parecia crescer, envolvendo o grupo e os afastando de qualquer coisa que pudessem distinguir. As sombras pareciam ter vida própria, pois diante dos olhos desesperados, elas dançavam e pregavam peças. Lágrimas corriam pelo rosto infantil de Penélope, que segurava com firmeza a única fonte de luz deles. Se não fosse o brilho de Kin, nenhum membro do grupo saberia quanto tempo conseguiria se manter são.

O silêncio era outro fator angustiante, sendo quebrado apenas pelos chamados de Ísis e Penélope. O Growlithe farejava, mas em determinados tinha dificuldades em determinar uma direção. Ísis se mostrava nervosa, mas mantinha-se firme e a cabeça no lugar, demonstrar medo só pioraria a situação de Penélope. Mandy auxiliava na busca, tentando localizar Alice ao sentir os sentimentos da mesma, mas até mesmo isso parecia ausente na floresta. Era como se tivessem mergulhado num mar de escuridão e nada mais.

Os passos seguiam um pouco vacilantes. Morfeu sentia o coração batendo tão rápido que, por alguns instantes, se perguntou como ele aguentava. A sua frente a escuridão, bem como para qualquer direção que mirava. Não saberia dizer quanto tempo já estavam naquele local, horas e minutos pareciam perder qualquer importância em meio as sombras.

Sem saber exatamente quando, Daiki pareceu seguir mais confiante em uma direção, farejando um galho em seguida. Ísis se abaixou e observou, erguendo um pedaço de tecido. Não parecia o traje de Alice, mas havia sangue no mesmo. A loira o deixava no chão, exatamente onde havia o tirado, antes que Penélope visse. A fada abraçava a menor, olhando a sua volta com ainda mais atenção.
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Alice Dom 28 Jun 2015, 23:17

Morfeu's POV

Tenho a sensação de ouvir Alice cantar, mas não sei dizer se estou imaginando ou não... Sinto-me preso na mente dela, sem conseguir sair. Lembranças de Alice e de Susana se misturam em minha mente, mesclando-se com o que meus olhos veem e meu pavor só aumenta.

Não sei como, mas tenho consciência de todos ao meu redor.... Penélope chorando no colo de Souichirou. Kin tremendo nos braços de Penélope. Daiki nos guiando, ora vacilante e ora determinado. Bubble sobrevoando no limiar da luz e das trevas. Shinji tentando ajudar com a luz usando seus anéis. Mandy segurando o aquário da Flora, que parece estar a um passo de morrer de medo. Mandy anda ao lado de Souichirou, tentando consolár Penélope. Shinji anda ao lado de Ísis e Bubble fica usando Foresight para tentar ver algo a mais nessa escuridão.

O que eu faço no meio disso tudo?

Encaro aquele pedaço de tecido, sujo de sangue e colocado exatamente onde estava para que Penélope não visse. Não parece ser uma parte da roupa de Alice, mas é o suficiente para que o medo se adone de mim. Fico perdido entre as lembranças de Susana procurando por Alice e pela minha atual realidade, implorando para que dessa vez o resultado seja diferente. Não posso perder minha Senhora aqui... Simplesmente não posso...
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Érica Seg 29 Jun 2015, 00:05

Morfeu jurava poder ouvir a voz de Alice, pronunciando a melodia que, se ele pudesse sonhar, causaria pesadelos. As lembranças de sua senhora e da prima dela se mesclavam com a realidade e o coração se apertava mais um pouco.

Muitos auxiliavam na busca, mas se por um lado era uma ajuda a mais, por outro a busca não parecia mais promissora. O medo se instalava não apenas no Hypno, mas em diversos outros integrantes. Os passos seguiam, se emaranhando cada vez mais nas árvores cinzentas. A trilha de terra batida a muito havia se perdido.

Bubble, em determinado momento, se preocupou e alertou o Comedor de Sonhos, que quando visualizou um galho, viu a fita dourada presa nele. Parada, como se só estivesse a espera para ser encontrada, com um fio puxado. Mais uma vez, Morfeu sentia o coração falhar uma batida. Seria a fita que Alice usava no cabelo?

Como se não bastasse, o som de algo se movimentando rompia o silêncio que havia reinado. Penélope foi a primeira a falar, chamando por Alice e, por alguns instantes, uma ponta de esperança surgia nos olhos castanhos, mas a coruja logo avisava que era só alguns Pokémon selvagens e que não deviam perder tempo com aquilo.
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Alice Seg 29 Jun 2015, 13:48

Morfeu's POV

Quando Bubble chama, miro o que ele tanto encarava e sinto meu mundo ruir. Pendurado em um galho havia uma fita dourada, tão parecida com a que Alice usava no cabelo que me doía no peito imaginar que aquela era a de minha Senhora.

Com dedos trêmulos, pego a fita e a miro na palma de minha mão, ao lado de meu pêndulo. A mão de um Hypno... O pêndulo de um Hypno... A fita de Alice... Quase tão profético que não sou capaz de segura a lágrima silenciosa que escapa de meu olho. No entanto, não grito. Só aperto aquela fita entre meus dedos, tentando me convencer que minhas mãos são diferentes das daquele Hypno... As minhas não machucariam minha criança.

Um som chama minha atenção e a cruel esperança acha uma trilha direto para meu coração. Realmente a esperança é cruel... Nasceu só para me destruir mais um pouco, ao confirmar que era somente um pokémon selvagem.

Vamos continuar...

Falo para todos os pokémons, tentando recuperar o foco. Penélope já voltava a chamar por Alice, entre o choro e os soluços. Souichirou mantinha-se quieto, somente chamando a atenção de Kin quando o Flash falhava. Tento manter a conexão psíquica com todos, vendo Daiki farejando desesperadamente e Bubble forçando sua visão e sua audição, em busca de qualquer sinal positivo. Nesse momento me sinto frustrado... Não sou farejador, não tenho audição nem visão apurados. Tudo o que posso fazer é rezar para que Arceus e Giratina me devolvam minha Alice.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Érica Seg 29 Jun 2015, 15:51

A visão da fita era o suficiente para abalar Morfeu, que a segurava e mirava. Uma lágrima escorria pela face do psiquico, enquanto se convencia de que jamais poderia machucar sua senhora. Como se não estivesse satisfeito, o destino ainda entregava falsas esperanças para o grupo, fazendo-os pensar ser a mulher, mas não era nada além de um Pokémon nativo.

Todos continuaram avançando, com Bubble, Daiki e Mandy sendo os que mais se esforçavam. Kin e Shinji ajudando a iluminar o caminho. Sem nenhuma habilidade de busca, Morfeu se via podendo apenas rezar.

Bubble, no entanto, cortava as preces dele, avisando que viu alguma coisa e dizendo que iria verificar. Um "volto logo" era proferido, antes do voador se afastar. Novamente, Morfeu teve esperanças. Bubble tinha bons olhos, então talvez tivesse encontrado alguma pista, ou até mesmo a própria Alice.

O grupo esperava, com alguns membros aproveitando para descansar, enquanto aguardavam o retorno da coruja. Ísis consolando Penélope, a luz de Kin, Daiki deitando no chão e lambendo uma das patas. Shinji, embora deitado perto da loira, mantinha-se atento ao seu redor. Todos de olho e aguardando...

Uma hora... Duas horas... O tempo transcorria lentamente, mas nada de Bubble voltar. Todos começavam a se preocupar, mirando a direção em que ele foi visto pela última vez. Era um Pokémon forte, que demonstrou saber se cuidar muito bem, poderia achá-los facilmente com Foresight, então... Qual seria o motivo da demora?
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Alice Seg 06 Jul 2015, 00:10

Morfeu's POV

- Por que ele tá demorando tanto?

Penélope pergunta para Souichirou, que obviamente não responde a dúvida tão idêntica a minha. Esse homem me irrita, mas no momento me irrito mais com a demora de Bubble. Ele é forte e rápido, tem aquele bendito Agility... Não faz sentido ele demorar tanto...

No fundo da minha mente consigo imaginar ele abraçando Alice, feliz por tê-la achado e completamente esquecido de nós. Só Arceus sabe o quanto eu quero que essa seja a realidade... Inofensiva e tranquila... Bastaria dar uma bronca nele, ele ficaria envergonhado, Mandy brigaria comigo, dizendo que não fui gentil, me chamaria de querido, eu lhe diria que não somos casados, Penélope pularia no colo de Alice e Ísis sorriria, respirando tranquila. Souichirou só diria um vamos embora e eu não iria contrariar dessa vez... Seria tudo tão simples...

Mas por alguma razão engulo em seco, com algo me dizendo que naquela floresta nada seria tão simples assim...

Vamos atrás dele...

Digo baixo e me ergo. Os outros já descansaram por algumas horas e não protestam. Kin segue iluminando e Souichirou agora segura Penélope pela mão, enquanto Ísis carrega o aquário com Flora. Seguimos na linha em que Bubble voou, já que o cheiro dele deve estar mais fácil para Daiki rastrear e foi nessa mesma direção que ele disse ter visto algo...
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Érica Qua 08 Jul 2015, 15:20

A demora de Bubble começava a incomodar o grupo, que se preocupava e imaginava o que havia acontecido. Pelo Agilitty e Foresight, ele não deveria demorar. Morfeu imaginava a coruja abraçando a religiosa, totalmente esquecido dos outros, uma situação inofensiva em que ele levaria uma bronca apenas. O coração gritava, implorando que fosse essa a realidade, mas sentia que não seria tão simples.

Voltaram a caminhar, seguindo a mesma direção que a coruja tinha seguido. As copas das árvores pareciam se tornar mais fechadas, como se tentassem escurecer ainda mais a floresta. Nenhum sinal de vida era encontrado, nem mesmo sinal de que o Noctowl havia passado realmente pelo local.

Mais algumas horas de caminhada se seguiam, com o som de galhos se quebrando sobre os pés do grupo. Até mesmo o vento parecia se silenciar conforme aos poucos, no entanto, um brilho dourado surgia, chamando a atenção de Morfeu. Seria aquilo que Bubble viu?

Com os passos vacilantes, o grupo continuou avançando. As sombras se projetando, pregando peças nos olhos e mentes de todos. O coração batia tão forte e rápido que, por alguns instantes, Morfeu se perguntou se os outros estariam ouvindo, mas tudo perdeu importância para o que viu. Seus olhos se arregalaram e, se fosse um sonho, ele não queria acordar.

Alice estava ali, aparentemente bem, sentada em uma pedra. Bubble atrás dela, com o rosto baixo. Penélope gritou animada, soltando a mão de Kuzuki e se aproximando da mulher, a abraçando. Morfeu sentia o peito se encher de alegria e, quanto todos os outros iam correr para se juntar a criança e perguntar o que havia ocorrido, a coruja voou. O Noctowl estava com as asas abertas, claramente impedindo a passagem do restante do grupo. O olhar vazio, sem demonstrar qualquer sentimento. O Hypno chamou pelo companheiro mais antigo do time, mas não obteve resposta. Bubble apenas utilizou um Shadow Ball contra o inicial da Giratinista que, pego de surpresa, era salvo pelo Teleport de Mandy.

-O que aconteceu?

A voz infantil de Penélope era ouvida, mas Alice não respondia. Invés disso, começou a cantar. A canção que assombrava Morfeu, ao mesmo tempo em que diversos seres se aproximavam, todos com o mesmo olhar vazio de Bubble.

     
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Alice Qua 08 Jul 2015, 23:31

Mandy's POV

A emoções demais por aqui... Fica difícil pensar com clareza e tentar entender o que estava acontecendo. O que mais me afoga é o medo e a confusão de Morfeu. Ele exala tantos sentimentos e com tanta intensidade que é difícil perceber os demais. Não o culpo por isso... Ele ama Alice e, depois de tantas horas caminhando, ele quase não acreditou quando a viu com Bubble. Problema é que também está sendo difícil tentar entender o motivo de Bubble nos atacar...

- Penélope, se afaste dela.

Souichirou chama por Penélope e eu fico confusa (se é que é possível ficar ainda mais confusa....). Morfeu tenta obter alguma resposta de Bubble. Ele está tão perdido que chega a gaguejar em suas perguntas. Eu miro Penélope, tentando decidir se ela está em perigo ou não, quando percebo os olhos de Alice e de Bubble.

Eles claramente não estão bem...

Tento chamar por Penélope, mas antes que eu abra a boca, noto outros se aproximando, nos cercando e nos encurralando. Não gosto disso e não gosto da música que Alice canta. Ísis parece não estar feliz também, abraçada e com força no aquário de flora.

- Eu sabia que morreria se ficasse com vocês.
- Não seja dramático, Shinji, ninguém vai morrer. Não é, querido?
- Se depender de mim, alguém vai morrer sim...


E acho que não foi uma boa ideia perguntar pro Morfeu... Agora ele tá exalando raiva, como se ele estivesse entendendo o que está acontecendo. Gostaria que ele me contasse... Ou talvez não... Isso tudo está me assustando...

Olho mais uma vez para Bubble e para Alice. Os olhos tão sem vidas... Não sei porque, mas sinto que eles não estão agindo por vontade própria e a falta de emoção vinda deles me dá certeza disso.

- Gardevoir, copie a habilidade de Hypno. - Souichirou diz, com sua voz sem emoção. Eu não preciso obedecê-lo... Ele não é nada meu e parece ter ainda menos emoção do que o Bubble e a Alice nesse transe, mas algo me diz que ele está certo e prefiro confiar nele. Ele tem cuidado bem de Penélope e não tenho razões para acreditar que seria diferente agora...

- Souichirou... O que está havendo com eles? - Ísis pergunta, se aproximando dele e claramente com medo. Ele não responde, como eu imaginei que ele faria. Também estou me fazendo essa pergunta e acho que Morfeu sabe a resposta, mas ele está tão furioso (e confuso e assustado) que sei que não me responderia claramente. O melhor que posso fazer é me concentrar e tentar achar um meio de salvar Penélope...
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Henri Sollari Qua 22 Jul 2015, 11:17

off: oi Ali ^^ então aqui vamos nós (o(

Mandy tentava se manter calma em um cenário tão confuso e cheio de emoções descontroladas. A atitude de Bubble ainda era estranha e difícil de ser explicada. Penélope ignora a ordem de Souichirou. Certamente a criança não se afastaria da mãe por medo de perde-la novamente. Enquanto isso, Morfeu não recebia nenhuma resposta do companheiro de equipe. A coruja permanecia entre o psíquico e Alice e não permitiria que ninguém passasse por ali.

A pokémon sentimento começava aos poucos a entender o que poderia estar acontecendo. Alice e Bubble possuíam os olhos desfocados e não transmitiam nenhum sentimento. Morfeu exalava ódio e o desejo de matar. O psíquico parecia entender perfeitamente o que estava ocorrendo ali.

Souichirou pedia para que Mandy copiasse a habilidade de Morfeu. Por um momento, a psíquica hesitou, mas depois percebeu que seria prudente fazer isso. Sendo assim, Mandy adquiria a habilidade Insomnia e pensava em algum modo de resgatar Penélope.

Se não bastasse Bubble e Alice naquele estado, silhuetas de pokémons começavam a surgir por entre as árvores. Por enquanto, ainda eram apenas uma plateia macabra.

A canção de Alice ainda ressoava pela floresta, mas uma nova voz se unia à dela. Penélope começava a cantar a mesma música temida por Morfeu. Mandy ficou assustada ao ver a pequena com os mesmos olhos sem vida. Penélope soltava Alice do abraço e sentava-se ao lado. As duas cantavam a melodia do exílio. Morfeu se irritava ainda mais e avançava um passo, mas a coruja abria as grandes asas. Uma energia negra se formava em frente à Bubble e aos poucos tomava a forma de uma esfera. Mais uma Shadow Ball era preparada para ser lançada contra Morfeu.
Henri Sollari
Henri Sollari


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Alice Qui 30 Jul 2015, 14:10

off: let's go )o) situação tensa na rota não? XD


Morfeu's POV

Não... Penélope também não...

Querido?

Mandy me chama e não tenho nem condições de lhe falar para não me chamar assim. Ela está  assustada e seu medo chega a ser palpável. Sei pelo que ela está passando. Eu também estou com medo, por mais que nunca aceite admitir isso em voz alta. Mas interiormente admito que farei de tudo para salvar essa criança que é tão importante para minha Senhora.

Quando dou um passo para frente, Bubble abre as asas mais uma vez e começa a criar seu Shadow Ball. Quer me atacar de novo? Vai obedecer a outro?

Raiva, ainda mais do que sentia antes, começa a nascer em meu interior. Pela primeira ela é voltada a Bubble. Não a ele propriamente dito, mas ao que ele está fazendo. Ele cedeu ao comando, ele está me impedindo de salvar Alice, ele, no momento É a pedra em meu caminho.

Ataque, Bubble... Vamos, ataque! Repito mentalmente a ordem vezes demais, meu Psychic pronto para reencaminhar isso para essa estranha plateia que começa a nos rodear. Só preciso que Bubble Ataque, que deixe de ser covarde e Ataque de uma vez.

ATAQUE SEU PÁSSARO ESTÚPIDO!
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Henri Sollari Qui 13 Ago 2015, 13:40

off: Por Arceus! Me perdoe por esta horrenda demora ToT

Se não bastasse Alice, Penélope agora também era mantida no transe. O medo reinava na floresta. Mandy ficava ainda mais assustada ao ver a criança naquele estado. O próprio Morfeu sentia esse sentimento tão paralisante. Apesar disso, ele precisava resgatar Penélope. Ninguém saberia dizer que sequelas a criança teria se ficasse por muito tempo naquela situação.

Bubble também estava sendo controlado, mas isso despertava raiva em Morfeu. A coruja foi o segundo pokémon de Alice. Como ele pode ceder tão facilmente. Aquele que antes era o companheiro para a proteção de Alice, agora se tornara um muro entre Morfeu e ela.

A esfera negra de Bubble era lançada em direção ao psíquico. A fúria de Morfeu parecia que iria ganhar forma a qualquer momento. Com um simples gesto, a Shadow Ball foi redirecionada para a esquerda atingindo alguns pokémons da plateia. Uma árvore caía entre Morfeu e Bubble e uma grande confusão se iniciava.

Os pokémons da plateia começaram a realizar barulhos altos. Entre guinchos e silvos, os pokémons saíram de seu esconderijo e avançaram para perto cercando todo o grupo. Eram aproximadamente trinta pokémons daqueles que habitam Kuroi Mori. Os olhares desfocados eram idênticos aos de Bubble. Era incrível imaginar o pokémon psíquico capaz de manter o controle sobre tantos pokémons ao mesmo tempo.

Mandy se aproximava com cuidado de Morfeu e chamava a atenção dele para algo. Era complicado olhar através de tantos pokémons, mas o psíquico viu Alice e Penélope adentrando mais a floresta. Se ele não agisse rapidamente, poderia perder o rastro delas.
Henri Sollari
Henri Sollari


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Alice Qua 19 Ago 2015, 23:39

off: acontece XD e eu tb n sou a mais rápida das players, né? XD tanto que minha personagem tem uma miséria de rotas e já tem mais de um ano de vida XD
off2: o que tá achando do cenário na rota? @W@


Morfeu's POV

Querido...

Escuto Mandy me chamar, mas minha atenção está nos Pokémons que se aproximam ao nosso redor. Também não posso desviar minha atenção de Bubble. Para mim ele é a maior ameaça...

Querido...?

O chamado insistente dela começa a me irritar. Todos já me irritam somente por existir naquele momento... Eu só quero a minha Alice de volta e, pela primeira vez, com Penélope do lado. A mesma Penélope chata, tagarela, bagunceira e gastadeira de sempre.

QUERIDO!

Mandy me puxa antes que eu tenha chance de usar meu Dazzling Gleam nos intrusos e naquele instante vejo Alice se afastando com Penélope. Mais fundo na floresta... Mais longe de mim...

Não, não, não, não... Isso não pode acontecer!

- Gardevoir, use o Magical Leaf e o guie com seu Psychic. Derrube todos. Growlithe, use seu Roar e expulse o Noctowl para a Pokébola. Pikachu, coloque o Thunder Wave nas folhas de Gardevoir.

As palavras de Souishirou passam por mim como se não fossem nada. Ele não tenta ordenar um único comando para mim e acho que ele sabe que eu não o obedeceria. Minha mestra é Alice, ela e mais ninguém. Minha Senhora e dona da minha vida é ela e hoje Bubble é meu inimigo! Minhas mãos brilham com o Dazzling Gleam. Meu alvo é meu antigo quase amigo.

- Shinji, tente abrir caminho! Vamos atrás delas!

Não sei do que Ísis fala, tampouco me importa. Minha concentração está na esfera e em meu alvo. Lembro de Bubble como um Hoothoot no ombro de Alice, se aconchegando no ombro dela, lembro dele me perguntando o que fazer, lembro de ser recolhido para a Pokébola por ele não ser capaz de carregar a mim e a minha Senhora ao mesmo tempo.

E com todas as lembranças, lanço meu ataque, esperando atingir meu alvo. Desculpe Bubble, mas Alice é mais importante.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Henri Sollari Dom 23 Ago 2015, 16:55

off: meus pensamentos sobre o cenário da rota: sombria, assustadora e sufocante XD mas muito show (o(
off²: Morfeu X Bubble @.@

Com um pouco de esforço, Mandy conseguia chamar a atenção de Morfeu para Alice e Penélope que se afastavam. Os obstáculos que separavam Morfeu de Alice precisavam ser vencidos o quanto antes. A voz de Souichirou se destacava em todo aquele tumulto. O homem conseguia pensar rápido em como derrubar um dos obstáculos.

Mandy sabia que a estratégia era boa e que ajudaria a resgatar Alice e Penélope. Logo, a pokémon sentimento liberou uma vasta quantidade de folhas que ficaram sobrevoando como um turbilhão. As folhas ganhavam um aspecto rosado devido à ação do Psychic. Kin lançou a onda de trovão nas folhas e logo elas se dispersaram na direção dos outros pokémons controlados. Weedles, venonats, seedots e pinecos eram atingidos sendo que alguns caíam nocauteados, enquanto outros ficavam gravemente feridos e sob o efeito da paralisia. Um dos obstáculos era vencido, mas Bubble mantinha-se firme.

Daiki mirava Bubble atentamente e se preparava para o Roar, mas, repentinamente, o canino se voltou contra Kin. O Growlithe rugiu contra a Pikachu expulsando-a para a pokébola. A escuridão da floresta voltou a dominar. A última visão provida pelo flash de Kin foram os olhos do canino que estavam desfocados assim como os de Bubble. Daiki saiu correndo na mesma direção em que Alice e Penélope haviam sumido e somente os anéis do Umbreon se destacavam no local. Shinji e Ísis saíram correndo atrás do rastro, mas a coruja lançava Air slash contra a dupla. Shinji levantou a proteção rapidamente conseguindo vencer os golpes do Noctowl. A dupla conseguiu passar por Bubble e seguiram na mesma direção de Alice.

Morfeu mantinha-se concentrado em Bubble. Lembranças dos dois surgiam na mente de Morfeu. Certamente não era a melhor opção ter que batalhar contra o seu antigo quase amigo, mas Alice vinha em primeiro lugar. Bubble não poderia ficar entre ele e sua senhora.

O dazzling gleam brilhava, iluminando o ambiente por um momento, e saía em alta velocidade contra a coruja. O golpe atingia em cheio devido Bubble ter deixado a guarda baixa após a investida de Ísis e Shinji.

Hora da Batalha
Condições da batalha: Kuroi Mori. Várias árvores ao redor. Iluminação escassa se limitando a poucos raios lunares. Corpos de pokémons pelo chão.
Kuroi Mori: O Grito Final 97
Hypno/Morfeu - Lv.38 - Trait:Insomnia
100%, Status: Normal
Vs.

Kuroi Mori: O Grito Final 164
Noctowl/Bubble - Lv.38 - Trait:Tinted Lens
73%, Status: Normal
Henri Sollari
Henri Sollari


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Alice Sab 07 Nov 2015, 21:14

Bloqueada devido a crise.

Para desbloqueio clique aqui.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Ayzen Sex 13 Nov 2015, 19:42

Rota desbloqueada.
Éris e Querido trancadas até o final da crise
Ayzen
Ayzen


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Alice Dom 15 Nov 2015, 12:06

Morfeu's POV

E tem gente que ainda não entende porque considero meus "colegas" de equipe um bando de inúteis... Vejamos:

- Kin é uma pacifista que foi expulsa para a Pokébola reduzindo drasticamente a iluminação. Não é útil retirá-la novamente já que ela pode ser controlada como os outros.
- Daiki vive tentando fazer xixi em mim e foi controlado, nos atacando e fugindo logo depois.
- Shinji e Ísis foram atrás de Alice e Penélope, sem poder de fogo o suficiente para salvá-las e nos deixando na completa escuridão, já que o único que ainda podia criar alguma luz sem ser controlado era aquele Umbreon imprestável.
- Bubble foi totalmente dominado e está me atacando agora. Sem falar que não faz um ruidinho sequer enquanto voa e minha visão está zerada... E também não pode ser rastreado pela Mandy por estar hipnotizado e sem sentimentos no momento.

Super divertida a situação, não acham?

- Gardevoir, use seu Magical Leaf pensando no Noctowl. Lance o dobro de folhas.

Ah é! Ainda me esqueci de falar do Souichirou. O mais inútil de todos, noivinho da minha Senhora que ficará viúva muito cedo e que comanda bem demais a Mandy pro meu gosto. Eu podia ter pensado nisso, não preciso dele comandando meus inúteis companheiros de equipe. Não preciso dele pra me ajudar a salvar a MINHA Alice!

Eu o odeio! Odeio toda essa situação! E odeio todos esses pokémons que não foram derrubados pelo primeiro golpe de Mandy (sob comando do idiota do Souichirou) e ficam ao nosso redor. E odeio essa floresta também!

A única coisa que não odeio nesse momento (além de Alice, obviamente) são as folhas lançadas por Mandy. Elas perseguirão o Bubble... Então, só preciso usar meu Dazzling Gleam de novo, fortalecer ele com meu Psychic e guiá-lo de maneira que ele siga as folhas... Genial.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Luna Yum Ter 17 Nov 2015, 00:18

OFF:
Olá, vamos ao trabalho?
Viúva muito cedo? Isso foi uma deixa? rs'
Tentarei acompanhar seu ritmo, tem muita gente nessa rota, quase pirei lendo tudo isso! XD
A partir de agora vou separar o post em duas partes pra conseguir manter a narração das duas situações, ok?

- Morfeu -



O psíquico ia alimentando cada vez mais o ódio por seus companheiros e pelo fato de estar numa situação que, segundo ele, era extremamente desagradável, afinal ter que lhe dar com tanta inutilidade em um mesmo ambiente era quase que demais para ele. No entanto, ao se lembrar de seu principal foco ali ele buscava tentar se manter "são", digamos assim... Seu maior incomodo além de Bubble era o fato de ter um homem que adorava ser o alfa do grupo, mas mal sabia ele que quem coordena tudo por aqui era ele, Morfeu.

O cenário continuava macabro com os corpos nocauteados de alguns pokémons, outros sofriam de paralisia e mais alguns surgiam como um grupo de zumbis insaciáveis atrás de sangue fresco. Além disso, nada se podia enxergar já que a única fonte que restava de luz se foi junto de Ísis para tentar alcançar a jovem Alice e Penélope a tempo.

Mandy balançou seu corpo e folhas brilhantes foram surgindo cada vez mais, logo um tornado se fez presente em volta da pokémon que mantinha seus olhos fechados, focando apenas em Bubble e em cada detalhe de seu corpo. Alguns segundos se passaram e o olhos de Gardevoir se abriram e as folhas começaram a se movimentar buscando seu alvo. Morfeu se preparou para fazer movimento mas percebeu uma sombra ligeira que passou por entre as folhas e vinha diretamente para ele, era mais um Shadow Ball proveniente de Bubble, o psíquico só teve chance de colocar os braços na frente e aguentar o impacto do ataque.

O Magical Leaf logo encontrou seu alvo de guarda baixa que ainda tentou se esquivar, mas eram folhas demais, vários flashes puderam ser visto e um rápido piar da coruja numa tentativa de pedir socorro, mas este logo foi abafado pela escuridão e o som dos arbustos se mexendo fazia Morfeu se lembrar que ainda tinham companhia ali.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Kuroi Mori. Várias árvores ao redor. Iluminação escassa se limitando a poucos raios lunares. Corpos de pokémons pelo chão.
Kuroi Mori: O Grito Final 97
Hypno/Morfeu - Lv.38 - Trait:Insomnia
81%, Status: Normal
Kuroi Mori: O Grito Final 282
Gardevoir/Mandy - Lv. 31 - Trait:Trace/Insomnia
100%. Status: Normal
Vs.

Kuroi Mori: O Grito Final 164
Noctowl/Bubble - Lv.38 - Trait:Tinted Lens
62%, Status: Normal

- Ísis & Shinji -

A dupla partia na busca de suas companheiras que desapareciam na escuridão. Pelo chão o rastro de pegadas ainda era recente, mas olhando adiante não era possível enxergar muita coisa. A floresta em si não queria ser vasculhada e seu controlador dificultaria essa busca o quando fosse necessário e mais, Ísis estava sozinha dessa vez e mais pokémons mostravam seus olhos vazios por entre os arbustos e árvores da floresta. No entanto, Shinji viu algo mais a diante, eram duas das presilhas que prendiam o cabelo de Penélope e talvez o fato de sair dançando hipnotizada por ai as fez cair, mas para onde haviam ido naquele estado não era uma pergunta fácil de se responder.

Logo ouviram além da sinfonia macabra da floresta, um som não tão afinado, mas se associado a música e logo ao que Alice cantava antes de desaparecer na escuridão podia-se notar que era a mesma coisa.
Luna Yum
Luna Yum


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Alice Dom 22 Nov 2015, 17:19

off: é uma galera muito louca na rota XD espera até voltar para a cidade... onde o povo que tá na Pokébola é solto XD dai sim vira o caos XD Outra coisa que não ajuda é a mudança do ponto de vista... Mas isso fortalece a personalidade de cada um deles...
off2: a Kin não é pra entrar na batalha querido ^^


Mandy's POV

Foi tudo tão rápido... Não lembro de Bubble ser tão poderoso... Aliás, quando lutamos pela primeira vez, quando eu ainda era do meu antigo dono, ele não passava de um bebê tentando aprender o que fazer... Já Morfeu...

Ele sempre comandou tudo com calma e precisão... Mas agora só sinto raiva vindo dele. É tanta fúria que sinto meu corpo quase tremer em resposta aos sentimentos dele. É tão escuro... E assustador... Acho que me assusto mais pelo fato dele estar sentindo tanto medo e estar tão perdido... Preciso de minha Penélope de volta e... Sem o Morfeu, que me ajudará a salvar minha pequena?

- Pikachu, saia.

A atitude do senhor Kuzuki impressiona todo mundo, isso posso garantir. Kin pode ser controlada... É certo que sem a luz dela, não teremos chances. Mas de que adianta colocá-la em campo e correr o risco de termos um inimigo a mais?

- Hypno, hipnotize a Pikachu.

Morfeu literalmente rosna, mas isso faz sentido... Com Kin sob a hipnise de Morfeu, ela não poderá ser pega pelo nosso inimigo... Enquanto Morfeu faz o ordenado, contrariado por ter de obedecer uma ordem (embora só o faça por reconhecer que a ideia é boa e que não obedecer nesse momento isolado pode custar a vida de nossas mestras), faço o que posso para nos proteger. Ergo minhas duas barreiras. Light Screen e Reflect não impedirão os ataques de Bubble, mas reduzirão sua força e isso já nos ajudará um pouco... Enquanto isso, Morfeu usa seu Hypnosis na Kin, ela usa o Flash e ele prepara seu Psychic para tentar prender Bubble com os galos das árvores.

Shinji's POV

Droga...

Não dá pra controlar a minha irritação. Sei que já estou rosnando quando sinto a mão de Ísis entre minhas orelhas. Mas não dá para evitar. Não importa o quanto ela diga para não me preocupar, isso é impossível! Não estou preocupado com Penélope ou Alice, pelo menos não tanto quanto estou preocupado com Ísis. Esse estranho já pegou Alice que ainda é uma criança de mente, Penélope que ainda é criança...

Minha Ísis é uma criança também!

Droga...

Não posso permitir isso! Mas também não posso levar Ísis para um lugar seguro. Tenho ainda mais certeza disso quando a vejo pegar as presilhas de Penélope com força contra o peito e tentar controlar a vontade de chorar.

Droga, droga, droga e mil vezes droga!

Digamos que esses vultos nos rodeando e o fato dos outros não terem aproveitado a deixa para nos seguir não melhora nossa situação... Como eu queria uma técnica para atingir todos de uma vez só como os outros...

Dou um latido para Ísis e me coloco a correr de novo. Estranhamente esse chão úmido parece esconder o cheiro de Alice e Penélope, como também disfarça as pegadas. Mas meu instinto me diz para seguir em frente e tentar desviar da atenção dos outros Pokémons. Seguir reto, pelo único caminho do qual eles não vem...
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Luna Yum Qua 25 Nov 2015, 13:55

OFF:
Perdoe-me pela demora, provas e provas! T^T

- Morfeu -

Morfeu odiava receber ordens daquele sujeito, no entanto, era totalmente lógico o raciocínio de Souichirou tanto que, Morfeu o fez. A esfera foi lançada ao ar pelo homem e Kin saltava para fora meio confusa, mas sóbria desta vez. O psíquico nem esperou que a Pikachu tentasse compreender  situação e colocando-se diante dela fez seu pendulo balançar por 3 vezes junto com o brilho de seus olhos e enfim, Kin estava sobre seu controle e logo começava a emitir a mesma luz que anteriormente iluminava o campo de visão de todos ali.

Gardevoir se encarregava de proteger o grupo e erguia suas duas barreiras diante do grupo. Logo o local voltou a ficar claro e todos puderam enxergar o ambiente, mas nenhum sinal de Bubble, pelo menos não que eles conseguissem ver. Morfeu permaneceu quieto e atento a cada movimento ao redor. Sua conexão com a mente de Mandy lhe proporcionava melhor percepção da batalha e isso ajudava muito em uma situação complicava como aquela ela.

Ao desviar seu olhar para uma das árvores próxima, Souichirou notou os olhos vazios de Bubble que o observava e antes que este pudesse se manifestar a ave partiu em sua direção com as garras expostas acompanhadas do bater silencioso de suas asas. No entanto, Morfeu agiu mais rápido e usou dos galhos da mesma árvore para prendê-lo. Os galhos envolviam e apertavam as asas e pernas da ave que se debatia no ar. Mandy respirava aliviada por terem conseguido controlar Bubble e também por terem salvo o noivo de Alice, mas os olhares por entre os arbustos continuavam a se aproximar e gemer, apesar de Noctowl sob controle, eles ainda tinham alguns tantos problemas para se preocupar.

Hora da Batalha
Condições da batalha: Kuroi Mori. Várias árvores ao redor. Iluminação proveniente do Flash de Kin. Corpos de pokémons pelo chão.
Kuroi Mori: O Grito Final 97
Hypno/Morfeu - Lv.38 - Trait:Insomnia
81%, Status: Normal
Kuroi Mori: O Grito Final 282
Gardevoir/Mandy - Lv. 31 - Trait:Trace/Insomnia
100%. Status: Normal - Light Screen/Reflect
Vs.

Kuroi Mori: O Grito Final 164
Noctowl/Bubble - Lv.38 - Trait:Tinted Lens
52%, Status: Preso por galhos de árvore.

- Ísis & Shinji -

A preocupação de Umbreon era notória, ainda mais com relação ao bem estar da jovem Isís. Pouco a pouco o caminho ia se fechando diante deles, mas antes que isso acontecesse eles recolhem as presilhas de Penélope e orientados por Shinji retomam a corrida contra o tempo para salvar o restante do grupo espalhada por Kuroi Mori.

Ao olhar para trás Umbreon nota que não estavam mais sendo seguidos, não na mesma velocidade pelo menos e quando voltou a olhar para frente se deparou com uma grande árvore antiga, Shinji farejou, farejou e podia sentir em quatro direções distintas: Norte, Noroeste, Leste e Sudoeste. O odor das duas jovens perdidas conhecido pelo cão se dividia e complicava ainda mais a situação da dupla. Eles precisariam escolher por onde começar as buscas e tomar cuidado para não se perderem. Kuroi Mori não possuía uma trilha para ser seguida, sendo este o motivo de muitas pessoas se perderam na Floresta Negra.
Luna Yum
Luna Yum


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Alice Dom 06 Dez 2015, 13:56

off: tb estou nessa fase x.x a coisa tá feia x.x
off2: sabe que é triste n ter decorado o  ataque dos seus próprios pokémons? x.x e acho q hj escrevo pelo menos mais uma das personalidades... tipo, n atualizei nenhuma x.x Morfeu ainda tá com a de Hypno, Bubble ainda tá com a de Hoothoot, Nereu tá sem, Hina tb, Akane tb e o Midgar x.x pura preguiça de escrever, pq sei como eles são nos mínimos detalhes...


Morfeu's POV

Bubble está finalmente preso. Ele não me dará mais trabalho. Ergo minha mão, me preparando para extravasar minha ira e frustração. Mas... Antes que meu ataque faça os galhos terminarem o serviço, Mandy me impede. Ela segura minha mão, chamando minha atenção.

Ela me olha com medo e compaixão. Odeio esse olhar. Não quer medo e compaixão. Não quero os sentimentos dela. Quero Alice. Quero minha mestra, minha criança e minha Senhora. Nada mais me importa.

Não é ele nosso inimigo querido. Ele precisa de ajuda, assim como Alice.

As palavras dela só me irritam mais, pelo menos até ela falar de Alice. Bubble está sendo controlado pelo mesmo demônio amarelo que aprisionou a minha Senhora. Ele é só um fantoche que falhou em seu trabalho.

Não sou seu querido.

Novamente olho para Bubble. Mandy solta minha mão com um sorriso gentil e o pêndulo, que eu apertava na palma da mão, cai no ar, preso aos meus dedos por uma pequena e frágil cordinha. Me preparo mais uma vez para atacar, mas dessa vez com outra técnica. Eu irei hipnotizá-lo. Eu dominarei a mente dele e expulsarei o outro.

Atrás de mim percebo a luz do Magical Leaf de Mandy. Ela vai terminar com essa plateia patética e eu lembrarei Bubble quem ele é. Depois iremos atrás de Alice finalmente... Logo eu chegarei até você minha mestra.


Shinji's POV

Quatro direções? Como ele consegue espalhar o cheiro em quatro direções? Isso não é possível...

Salto ao redor da árvore antiga, tentando decidir que direção tomar. Farejo o chão, o ar, a madeira em busca de uma pista mais concreta sobre que direção seguir, porém isso não está fácil. Essa floresta estranha... Daqui a pouco nem saberei de que direção vim...

- Para que lado Shinji?

Ísis me pede e eu sinto vontade de dizer: de volta, para longe dessa floresta. Alice tem pokémons fortes capazes de resgatá-la. Meu dever é manter Ísis a salvo. Porém... Temos uma dívida de vida com ela. Ela nos salvou do mercenário, da injusta cadeia e tem dado oportunidades a Ísis que jamais conseguiríamos sozinhos. Essa maldita dívida me faz olhar para o Norte.

Antes de partir, contudo, uso meu Psychic, quebrando os galhos da árvore e fazendo um sinal indicando a direção que seguimos. Também entalho na madeira com uma pedra controlada algumas palavras. Mandy as vera enquanto Morfeu fica se consumindo em auto punição por ainda não ter nos alcançado.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Luna Yum Qui 10 Dez 2015, 18:56

OFF:
Não entendi o seu OFF² ^^"
Não me mate por causa da Penélope, apenas entre no clima pois ainda tem muuuuuito oque acontecer!
Boa Sorte!

- Morfeu -

Mandy pedia humildemente que Morfeu reconhecesse o verdeiro inimigo. Ferir Bubble gravemente ou mesmo matá-lo de nada adiantaria se não acrescentar mais uma alma que lutou por aquilo que julgava ser o certo. Após saber que ele faria a coisa certa ela se retirou para dar fim as marionetes do demônio amarelo.

Morfeu fez com que os galhos posicionassem Bubble mais perto dele e assim com o balançar do pendulo a coruja se contorceu. Quem viu a cena jurava ver o animal sendo puxado pelas duas asas por forças opostas, mas logo se acalmou e desmaiou. Em breve quando recobrasse a consciência tudo estaria nos eixos.

Logo atrás do psíquico Mandy concentrava seu poder. As folhas secas das árvores ao redor eram envoltas em um tom lilás. Um turbilhão de folhas girava em torno de Gardevoir e partiu de encontro aos inimigos nocauteando-os sem piedade. Por ora o caminho estava livre...

Hora da Batalha
Condições da batalha: Kuroi Mori. Várias árvores ao redor. Iluminação proveniente do Flash de Kin. Corpos de pokémons pelo chão.
Kuroi Mori: O Grito Final 97
Hypno/Morfeu - Lv.38 - Trait:Insomnia
81%, Status: Normal
Kuroi Mori: O Grito Final 282
Gardevoir/Mandy - Lv. 31 - Trait:Trace/Insomnia
100%. Status: Normal - Light Screen/Reflect
Vs.

Kuroi Mori: O Grito Final 164
Noctowl/Bubble - Lv.38 - Trait:Tinted Lens
52%, Status: Preso por galhos de árvore. Desmaiado.

- Ísis & Shinji -

Deixando indicações de qual caminho haviam seguido, a dupla contorna a árvore e segue na direção norte. Quanto mais o tempo passava mais a temperatura caia. A essa altura a jovem Isís já andava com os braços cruzados, tremendo de frio. Uma névoa densa ia surgindo chegando a altura dos joelhos, deixando apenas as orelhas de Umbreon visível.

O faro do cão indicava algo logo mais a frente. Avistaram então um grande árvore, mas percebia algo de diferente nela, uma silhueta estava presa a árvore.

Ambos correram na direção da árvore, seus olhos estavam perplexos com oque estavam vendo ali. Penélope estava pregada de cabeça para baixo na árvore. As roupas da criança estavam surradas e rasgadas e um leve corte na região da canela esquerda fazia o sangue escorrer por todo corpo, sem contar em ferimentos comuns como os arranhões nos braços e no rosto.

Chocados eles tentaram se aproximar, mas a voz trêmula e fraca da criança os impedia de continuar. - Isís... - ela tossia e cuspia um pouco de sangue. - se salve. Uma lágrima correu pelo rosto de Penélope em busca de uma esperança, mas os ferimentos no corpo eram muitos para uma menina tão jovem. Ela se foi.
Luna Yum
Luna Yum


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Alice Qui 17 Dez 2015, 22:26

off: é que tenho muitas personalidades para escrever XD tenho vários sem personalidade descrita e vários com as personalidades antes da evolução XD
off2: Penélope ç.ç


Morfeu's POV

Bubble caía desmaiado aos meus pés logo após eu soltá-lo dos galhos. Ele estava livre. Ainda não acredito que superei o outro Hypno e o libertei. Então... Talvez... Eu já fosse forte para libertar Alice...

Miro minhas mãos, querendo acreditar nessa frase, para logo depois mirar Bubble. Precisamos da esfera dele... Ele está cansado e ferido, não nos ajudará o suficiente na busca e não posso correr o risco de ter minha atenção divida entre ele e Kin.

Como se lesse minha mente, o "noivinho" se aproxima, recolhendo Bubble para a Pokébola. Nessa hora algumas muitas fichas caem na minha mente, principalmente ao mirar o ser desprezável que irá desposar minha doce e inocente menina...

1) Ele estava com a pokébola o tempo todo? Por que então não o recolheu antes?
2) Por que inferno ele está mexendo na mochila da minha senhora? Quem deu autorização?
3) Por que ainda estamos carregando esse aquário com Luvdisc?

Suspiro fundo quando Mandy coloca a mão em meu ombro com seu doce "fique calmo, querido". A voz desafinada que faço em minha mente não ajuda a melhorar a frase e eu só quero que ela pare de agir como se fôssemos um casal. O casamento celebrado por Bubble naquele quarto de hotel seguindo a vontade da Penélope não nos torna um casal, mas ela não parece disposta a me ouvir...

Tudo o que me resta é suspirar umas duas ou três vezes para me acalmar e não gastar minhas energias com eles. Precisamos pensar em Alice...

Após sacudir a cabeça, começo a caminhar com Kin em meu ombro, iluminando tudo ao meu redor e com uma expressão vazia. Até não me importaria com isso, não fosse a baba...

O que eu não faço por amor, santo Giratina...

Shinji's POV

Essa névoa não me parece algo bom... Aliás, essa floresta inteira não me cheira a algo bom... Por que estamos aqui mesmo? Ah sim... A estranha mulher que salvou Ísis um tempo atrás de um caçador de recompensas achou que era uma boa ideia andar sozinha e feito um zumbi por essa floresta "encantadora". Ótima ideia querida...

Paro por um instante, tentando farejar o ambiente. É difícil correr quando não se enxerga nem mesmo um palmo a sua frente e tentando imaginar o quanto deve ser estranho ver somente suas orelhas sobre a névoa. Não sei como Ísis não me perdeu de vista, embora ela já tenha tropeçado em minha algumas vezes...

Enquanto tendo entender o motivo de estar arrepiado com o cheiro ferroso que atingi meu olfato, escuto Ísis gritar e dou um salto, rosnando e com os pelos arrepiados, pronto para a luta... E é nesse momento que vejo Penélope...

Meu coração falha uma batida ao ver o que fizeram com a menina. Não consigo acreditar. Ela diz para que Ísis se salve, mas minha mestra está muito preocupada, gritando e chorando, tentando soltar Penélope daquela árvore. Eu estou inutilmente congelado no lugar, tentando entender o que está acontecendo.

Quando a ficha caí, só consigo pensar na raiva e no medo que me inundam. Raiva pelo infeliz que ousou ferir uma criança tão inocente. Certamente eu vou matá-lo. Se Morfeu não me matar antes por não ter protegido ela, eu vou descarregar toda minha raiva nesse humano, pokémon ou que quer que seja que machucou Penélope.

Mas o medo também está lá... Medo por Ísis... E de não ser capaz de protegê-la do que quer que tenha ferido a criança.

Sem conseguir colocar meus sentimentos em ordem, pulo para o lado de Ísis e começo a tentar soltar Penélope daquela árvore. Me parte o coração os soluços da minha adolescente que recém estava começando a aproveitar a vida...
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Luna Yum Ter 22 Dez 2015, 00:28

- Morfeu -

Enfim, depois de muito tentar, Bubble agora é colocado sob controle e encontra-se desmaiado aos pés de Morfeu que se questionava se seu poder já era o suficiente para trazer sua amada Alice de volta a vida, quer dizer, de volta do controle de Hypno.

Como se tivesse acesso aos pensamentos do psíquico, o homem de face neutra e alma gélida trazia a coruja desacordada de volta para a esfera, mas se ele estava o tempo inteiro com ela, porque só o fez agora? Intrigante saber que o homem tinha poder para parar aquela luta antes mesmo dela começar e mesmo assim permitiu que Alice fosse levada floresta adentro sem rumo, ou ao menos fora do campo de visão de seu protetor Morfeu.

O psíquico ainda se indignara pelo homem ter em sua posse os pertences da Giratinista, no entanto, ter a esfera de Bubble consigo, apesar de demorar em usá-la, ainda sim foi útil. Enquanto isso, nas mãos de Souichirou o pequeno peixe nadava em círculos dentro do aquário indiferente a situação que acontecia externamente, para todos ali ele não era nada menos que um mero telespectador.

Com a situação sobcontrole, agora era hora de seguir os passos de Ísis e Shinji de encontro a Alice e Penélope. O rastro que ia ficando pelo caminho era de luta, sangue e revolta. Uma névoa densa ia sorrateiramente cobrindo a visão dos pés de todos que estavam ali e certamente isso também incomodava Morfeu que revirava os olhos resmungando. O que lhe trazia um pouco de calma era a presença de Kin em seu ombro, já que por ter tão pequeno a luz do roedor ficaria ofuscada se este fosse andando pelo chão, sem contar que perdê-lo de vista seria algo que Morfeu e Mandy detestariam.

- Ísis & Shinji -


A dupla não conseguia se conformar com o que eles estavam vendo. Penélope estava atada a árvore, completamente ferida, sangrando e com a respiração fraca. Realmente a crueldade jazia naquela floresta e Umbreon não gostava nada disso, aliás, quem gosta?

Ísis não conseguia dizer nada, apenas chorava incansavelmente, era triste e doloroso ver uma cena como ela tendo como protagonista uma criança. Ela tentou erguer os olhos para mirar novamente assim como Shinji também o fez, mas só o que viram foi um tronco velho preso a árvore. Certamente que fizera aquilo estava pensando em como é fácil enganar e brincar com os sentimentos de seres inferiores como a dupla que se encontrava diante da grande árvore. Agora só lhes restava retomar o caminho feito e seguir em outra direção, isto é, se não enlouquecem no caminho.
Luna Yum
Luna Yum


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Alice Qua 23 Dez 2015, 14:25

Mandy's POV

O caminho escuro era assustador e a névoa que começava a ocultar nossos passos não colaborava em nada. Mantinha um olho em Morfeu e outro em Souichirou. Kin seguia no ombro de querido e isso era bom. A hipnose se fazia necessária e, tirando nós dois e o pequeno peixinho, ninguém mais poderia ser retirado da Pokébola. Era muito arriscado.

Meus dedos tocavam árvores de vez em quando, sentindo as marcas deixadas por Shinji. Queríamos encontrá-los logo, mas não podíamos correr nesse solo cheio de armadilhas ocultas. Rapidamente me livro de uma lágrima que escorre por meu olho e por sorte Morfeu não vê isso. Não é hora para ser fraca. Penélope precisava de mim assim como Alice precisa de Morfeu.

Souichirou segue em silêncio logo atrás e seu não olho para ele, até parece que ele não está aqui. Tão quieto e sério... Só o som do peixinho nadando é que lembra da existência dele quando não o estou olhando...

Shinji's POV

Eu mirei a árvore uma vez mais, para procurar por Penélope e ajudar Ísis a retirar a criança da árvore, porém me deparei só com um pedaço de madeira. Ísis chorava compulsivamente, entre o medo e o alívio. Eu só mirava aquele tronco velho... Uma ilusão? Eu sou um Pokémon Dark, não deveria ser enganado por ilusões psíquicas! Como isso pode acontecer?!

Transmissão interrompida!

Desculpem o transtorno, mas a transmissão foi interrompida devido à linguagem inapropriada para menores de 18 anos. Em breve retomaremos o sinal.

Com dificuldades, eu voltava a respirar de forma mais regular. Sentia Ísis dar leves tapinhas em minhas costas, dizendo para que eu me acalmasse. Como ela pode pedir isso se ela estava chorando copiosamente há poucos minutos?

Enfim, não é Penélope. Isso é bom. Não tem nada nesse sentindo. Isso é ruim. Devemos retomar o caminho feito. O que é bom, já que conhecemos a trilha e eu deixei marcas. Então, vai dar tudo certo. Sacudo a cabeça mais uma vez, terminando de afastar os pensamentos verbalizados há pouco tempo e dignos de Melissa. Aquela Vulpix não está fazendo bem para meu vocabulário...
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Kuroi Mori: O Grito Final Empty Re: Kuroi Mori: O Grito Final

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Ir para o topo Ir para baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ir para o topo


 
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos