Pokémon Shinki Adventures RPG
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

IV - Somebody Told Me

Página 4 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Henri Sollari em Qua 20 Jan 2016, 00:40

Praticamente quase toda a população de Shinki já estereotipara as duas gangues mais famosas. Os apocalipses com seu jeito violento e destrutivo e os Armageddon mais liberais e festeiros. De certa forma, a gangster confirmava que havia algum sentido nos estereótipos. Mas para ela não fazia tanta diferença. A futura governante de Shinki teria as duas gangues sob seus pés.

A jovem já sabia que Eren estivera ali pela manhã, então realmente o moreno estava desaparecido desde que entrara no templo de Giratina. A jovem precisaria voltar ao local em busca de pistas sobre o paradeiro do jovem, mas por ora, uma refeição era necessária.

― Temos muitas especialidades hoje, mas acho que sei o que está querendo: o nosso combo Poochyena! É um belo filé de carne ao molho barbecue acompanhado por uma porção de arroz branco, purê de batata e suco de Berry à escolha. Tudo por 20P$! Vai querer esse pedido?
Henri Sollari
Henri Sollari


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Titânia Ragnar em Seg 25 Jan 2016, 17:46

Emersa em pensamentos sobre como conquistaria as duas gangues e governaria Shinki sozinha, Titânia quase não ouviu o garçom dar sua sugestão, apenas confirmou com um aceno, e após um tempo de espera, consumiu a refeição e deixou o dinheiro sobre a mesa. Era hora de voltar ao templo. Não que ela gostasse muito da ideia, mas já que Eren era o único idiota que a seguia, não havia outra opção.
Titânia Ragnar
Titânia Ragnar


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Henri Sollari em Sex 05 Fev 2016, 13:43

23h20

Titânia procurou uma mesa para se sentar próxima ao balcão e aguardar o pedido. A música continuava alta. Todos ali dançavam, conversavam e riam como se não houvesse o amanhã. Olhando de perto, os Armageddons não pareciam assustadores. O clima festivo era bem acolhedor, mas a jovem continuava perdida em seus próprios pensamentos sobre conquista e realeza.

O pedido demorou mais ou menos 30 min. para chegar. A aparência era ótima e o cheiro dava água na boca. A apocalipse praticamente engoliu a refeição e deixou o pagamento sobre a mesa. Fazia muito tempo que Eren não dava notícias e isso poderia ser um péssimo sinal.

-35 Pk$

Já estava bem tarde, mas as ruas continuavam movimentadas por jovens se divertindo e gangsteres de guarda. O caminho para o templo já era conhecido. A rua Landorus estava bem quieta e parada em comparação com o resto da cidade. Talvez muitos não se encorajariam a estar nesta rua a essas horas. Nem mesmo Pokémons se aventuraram por ali. Titânia já avistara o templo quando começara a se sentir sonolenta. A visão escureceu. O corpo caiu no chão.

•••••

― Ei! Acorde belezinha!

A apocalipse abriu os olhos lentamente e viu, diante de si, um jovem sorrindo e a encarando. Por instinto, a jovem tentou reagir, mas percebeu que estava amarrada a uma cadeira. Olhando em volta, Titânia viu que estava em um lugar que parecia muito uma casa abandonada. A iluminação era escassa, apenas uma luminária estava acesa e focada na jovem o que dificultava enxergar mais detalhes ou outras presenças no local. As pokébolas da jovem estavam sobre uma mesa à direita.

― Vamos brincar? ― o jovem mantinha um sorriso no rosto enquanto se aproximava mais de Titânia ― Me fale onde está o Eren e eu não mato você.
Henri Sollari
Henri Sollari


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Titânia Ragnar em Sex 05 Fev 2016, 20:14

Procurando, na medida do possível tendo em vista a algazarra que tomava conta do restaurante, ter uma refeição mais tranquila, Titânia sentava-se perto do balcão, enquanto ainda tinha alguma esperança de Eren surgir naquele lugar. Olhava o celular vez ou outra, quando finalmente o prato que ordenara chegava. Saboreou a comida - que de fato estava muito saborosa - e deixou satisfeita o dinheiro da conta em cima da mesa, pondo se a caminhar para o tenebroso destino de mais cedo: o Templo de Giratina.

Após uma boa caminhada, já avistando a construção, eis que seu corpo cedia ao sono, que estranhamente não sentira até antes. Teria sido envenenada pela comida do restaurante? Não, impossível. Não havia como terem descoberto que ela era, na verdade uma Apocalipse.

Acordou algum tempo depois. Um homem à sua frente, com uma expressão um tanto sádica no rosto, a encarava. Tinha sido descuidada e pegue de surpresa. Tentou alcançar uma pokébola, mas percebeu que estava completamente desarmada, e pior, amarrada a uma cadeira. O homem então começava um interrogatório: queria saber o paradeiro de Éren.

-Certo, já entendi tudo. Não vou cair no clichê de perguntar quem é você, já sei que é você quem faz as perguntas aqui. Mas não se preocupe, a essa altura, se eu soubesse onde está o Eren eu mesmo me encarregaria de matar aquele filho da mãe.
Titânia Ragnar
Titânia Ragnar


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Henri Sollari em Sex 12 Fev 2016, 21:35

Titânia percebia a situação em que se encontrava e tentava “cooperar” com o sequestrador. Ao menos ela sabia que o motivo de estar ali não era pelo fato de ser da gangue rival. O homem continuava a olhar fixamente para a jovem. A expressão sádica no rosto não parecia acreditar nas palavras da loira.

― Claro que você não sabe, não é? ― o homem retirou uma faca do colete e se aproximou da gangster. O sequestrador aproximava o rosto de tal maneira que parecia que iria beijar a jovem. A lâmina gélida da faca encostava no rosto e insinuava querer cortá-la. ― O que acha de eu escrever um recado nesse seu lindo rosto?

― Scar, já basta! Ela não sabe de nada ― uma voz feminina surgia no ambiente. A presença de tal mulher não fora percebida antes devido à fraca iluminação, ou devido à mulher ter chegado naquele momento. O coração de Titânia pareceu acelerar um pouco. Aquela voz não lhe era estranha. A mulher caminhava em direção à luz e revelava um rosto já conhecido: Lilith. ― Há quanto tempo, velha companheira!?


Off: É nessa hora que a imagem congela e acaba o capítulo da novela hahahaha :v
Henri Sollari
Henri Sollari


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Titânia Ragnar em Sab 27 Fev 2016, 13:39

OFF: Muita sacanagem ter que inativar essa conta justamente nesse post =/

Embora a situação fosse realmente tensa, Titânia ficava aliviada, vez que não fora sequestrada simplesmente por ser uma Apocalipse. Aliás, fazia a si mesmo a pergunta "eles sabem que sou uma Apcoalipse?" Mal sabia que em breve tal pergunta seria respondida.

O sequestrador não parecia acreditar muito nas palavras da gangster, mas a mesma mantinha o olhar firme. Quando a lâmina fria encostou na pele da loira, ela sentiu um pequeno arrepiou percorrer seu corpo, e resolveu se distrair, pensando em como sairia daquela situação e daria um belo chute entre as pernas daquele nojento. Por hora ela apenas mantinha a dúvida: permaneceria de boca fechada ou morderia a lingua do homem caso ele realmente tentasse beijá-la? Resolveu manter-se em silêncio ante a pergunta do homem.

Eis que, sem nenhum tipo de aviso prévio, uma terceira pessoa se anuncia. Em outra situação, o rosto de Titânia se encheria em regojizo, mas ela era uma garota esperta. Entendi a situação que estava, e provavelmente aquela figura tão importante no seu passado não estava ali apenas para bater um papo e relembrar os velhos tempos. Entretanto, não era tão fácil assim controlar os próprios sentimentos. O coração da arruaceira batia tão rápido e forte, que tinha certeza que Lilith, Scar, e quem quer que seja que ainda estivesse naquela sala, poderia ouvi-lo. Resolveu, por fim, que quanto menos perguntas fizesse, mais rápido poderia entender a situação, então devolveu o cumprimento da antiga amiga, companheira, amante, e mil e outras coisas:

-Olá, como vai, Lilith? Tudo bem? E a família? Eu lhe daria um abraço agora, mas acho que estou um pouco impossibilitada no momento... Se não se importa - fazia um movimento com as mãos, como que pedindo para ser liberta.
Titânia Ragnar
Titânia Ragnar


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Henri Sollari em Sab 27 Fev 2016, 18:03

Off:
Eu imagino XD Ao menos criou uma pausa dramática hahahaha


23h32

Titânia presenciava uma pessoa muito importante do seu passado reaparecer diante de si. Era difícil conter os sentimentos naquele momento. Os longos cabelos negros de Lilith deslizavam pelas costas. A parte lateral direita do cabelo era toda trançada em estilo nagô. Os lábios pintados de preto esboçavam um leve sorriso que se misturava com descontentamento. O estilo da jovem parecia muito com uma amazona moderna. A calça colada destacava as curvas da gangster enquanto a blusa bem decotada revelava a tatuagem da gangue sobre o seio direito. Tudo em Lilith emitia força.

― Parece que você não perdeu sua coragem e muito menos o sarcasmo. Mas é engraçado você me perguntar sobre família ― a jovem começa a se aproximar mãos de Titânia ― Como você conseguiu “perder” um dos meus amigos mais confiáveis que designei para proteger você? ― Lilith passou pela jovem passando a mão nos ombros e parando detrás dela. A armagedon ficou na mesma altura que Titânia e se aproximou do ouvido dela ― Mas não se preocupe, minha velha amiga. Eu sei que não está envolvida com o desaparecimento dele, mas algo está sem explicação... ― Lilith se levantou e ficou frente a frente com Titânia. Os olhos da morena eram sedutores e enigmáticos e seu olhar parecia penetrar o corpo como uma flecha. A jovem pegou algo que estava sobre a mesa e o mostrou para a jovem. Um bilhete, mas não um qualquer. Era o bilhete que a apocalipse achara no quarto da sacerdotisa de Giratina e guardara consigo. O olhar de Lilith ganhava uma expressão de decepção ― Titânia, eu tenho um carinho muito grande por você por tudo o que vivemos juntas e foi por isso que pedi ao Eren para te ajudar, mas só quero que me explique como o bilhete que eu entreguei para a sacerdotisa de Giratina foi parar no seu bolso?

Scar permanecia encostado na mesa afiando a faca enquanto assistia tudo com um certo sorriso malicioso. Lilith mantinha o bilhete erguido e olhava séria para a apocalipse.
Henri Sollari
Henri Sollari


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Titânia Ragnar em Qua 02 Mar 2016, 00:04

OFF: E o drama não para

Titânia observava Lilith o máximo possível. Não gostava de admitir, mas estava completamente perdida, não sabia o que a ex(?)-companheira queria com ela. Até onde ela sabia poderia terminar a noite sob seus braços ou sob a lâmina de Scar. O homem, mantinha-se em seu canto, parecia respeitar Lilith, que emanava uma força indescritível em cada movimento, em cada célula.

-Sabe como é, não tenho muita coisa além da minha coragem e do meu sarcasmo. Você deve saber que o Éren não é lá a pessoa mais responsável do mundo, ainda acho que aquele idiota deve estar só brincando por ai - entretanto, parecia que não era bem com isso que a Armageddon estava preocupada. E logo Titânia pôde compreender uma pequena parte de toda a trama que se desenvolvia ali - Ah! Essa é fácil responder! - a jovem respondia fazendo seu melhor papel de "loira burra" - eu entrei lá no templo e roubei alguns pokémons para Mina. Peguei o bilhete por que achei que pudesse ser útil para alguma coisa. Então vc é "L."? Tsc, francamente, o que os Armagedon podem querer com os Giratinistas, se eles são muito mais parecidos com os Apocalipses? Ah, você sabe, no fundo eu não me importo com todo esse negócio de gangues?... E então, vai me soltar?

Embora olhasse para Lilith quando fizera a última pergunta, os olhos de Titânia percorriam todo o cômodo onde estava, a procura de algo que pudesse ajudá-la a escapar caso uma resposta negativa viesse da mulher. E, claro, ela ainda teria que pensar numa forma de neutralizar tanto ela quanto Scar, o que não seria nada fácil.
Titânia Ragnar
Titânia Ragnar


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Henri Sollari em Qua 02 Mar 2016, 19:41

Off:
Drama vai ser se ela descobrir sobre a pelúcia XD


23h37

A jovem apocalipse reconhecia a força que Lilith emanava. Mas, mesmo sendo velhas conhecidas, a jovem sabia que aquela conversa não era entre duas amantes, mas duas gangues. Dependendo de suas respostas, Scar poderia novamente ser seu companheiro. A loira tentava explicar o bilhete omitindo o “pequeno” detalhe da pelúcia de Ho-Oh. E mesmo estando diante de uma conhecida, a jovem procurava um meio de sair dali caso as coisas fugissem de controle.

― Então estava em alguma missão suja para Mina... Não me importo nem um pouco com os Pokémons roubados e nossos negócios com eles ― Lilith se aproximou de Titânia com um sorriso arteiro e a beijo no canto da boca ― não lhe diz respeito! ― a mulher se afastou e fez um sinal para Scar. O Armageddon se animava por finalmente poder fazer algo. Com a faca na mão, o homem passou por Titânia tocando novamente em seu rosto. Lilith, que estava encostada na mesa brincando com uma das pokébolas da apocalipse, sorriu ― Não ligue pra Scar. Ele gosta de ser dramático. ― Bastou terminar de falar e as cordas que prendiam Titânia foram cortadas. A jovem massageou as mãos e logo apanhara as pokébolas que a morena lançou para ela. ― Minha prioridade agora é encontrar Eren. Você está livre pra ir, mas apreciaria muito se me ajudasse a encontra-lo. Sei que é durona, mas com certeza ele já começou a cativar você ― a jovem sorriu novamente. ―E pra relembrar os velhos tempos.

Lilith fitava Titânia e aguardava a decisão da jovem. Para sorte da gangster, a Armageddon não aprofundara em investigar sobre o bilhete.
Henri Sollari
Henri Sollari


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Titânia Ragnar em Qui 03 Mar 2016, 23:44

OFF: Sssh! Vai que ela ouve e.e

A explicação sobre o bilhete era convincente o suficiente para Lilith, que após uma pequena dramatização envolvendo beijos "de travinha", e homens com rostos suspeitos portando facas, decidia pela libertação da Apocalipse, bem como a devolução de suas pokébolas, que logo eram repostas no cinto da mesma. Eren voltava a ser o assunto em pauta ali, ao que Titânia respondeu, quando questionada:

-Por mais que eu queira socar aquele filho da mãe, não consigo deixar de pensar que o sumiço dele é responsabilidade minha. Vou ajuda-los, sim. E bem, você não pode ter se tornado uma companhia tão ruim assim com o passar do tempo - acrescentou uma piscadela.
Titânia Ragnar
Titânia Ragnar


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Henri Sollari em Sex 04 Mar 2016, 18:35

Off: XD

23h43

Liberta e com os as pokébolas em mãos, a jovem apocalipse tinha livre escolha para deixar o local e seguir com os próprios objetos. Após o pequeno susto com Scar e os devidos esclarecimentos sobre o bilhete, o foco voltava a ser o desaparecimento de Eren. Uma expressão de contentamento surgiu no rosto da Armageddon quando ouviu Titânia confirmar que ajudaria.

― Acredite ou não, querida, eu sou uma péssima companhia nas melhores das intenções ― um sorriso arteiro surgiu seguido de uma piscadela. ― Sobre o paradeiro de Eren, tentamos encontrá-lo através do faro dos Mightyenas, mas o rastro foi encoberto por algum Pokémon psíquico. Basicamente voltamos à estaca zero ― Lilith suspirou e se encostou na mesa.

― Eu já falei pra invadirmos casa por casa ― Scar se manifestava com uma cara de tédio por ter que discutir estratégias. O gangster realmente fazia mais o estilo da ação.

― Isto está fora de questão, Scar. Isso mais parece ação de cadetes e não do nosso modo de governar ― a jovem cruzou os braços e olhou para Titânia. ― Onde foi a última vez que você viu o Eren?
Henri Sollari
Henri Sollari


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Titânia Ragnar em Dom 13 Mar 2016, 11:22

Titânia até poderia deixar tudo de lado e continuar sua jornada sozinha, porém não iria fazer isso com Eren. Além disso, tinha que admitir: o sorriso de Lilith mexia com ela. A apocalipse ouvia atentamente a tudo, quano a palavra "Mygthienas" chamou sua atenção. Caso as coisas entre eles se complicassem, provavelmente ela não escaparia tão facilmente. Os dois Armagedons conversavam entre si até que a palavra era passada a Titânia:

-O encontrei saindo do Templo de Giratina ao mesmo tempo em que eu saía. Ele fazia parte das negociações entre vocês?
Titânia Ragnar
Titânia Ragnar


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Henri Sollari em Dom 13 Mar 2016, 16:12

Naquele pequeno casebre abandonado, Titânia experimentava a mistura do prazer com o reencontro de Lilith e o medo por estar em uma cidade governada por Armageddons. Qualquer erro poderia custar a própria vida da apocalipse. Agora tudo se voltava para o paradeiro de Eren. Ao ouvir a informação de Titânia, Lilith parou por um momento para pensar a respeito.

― Eu sou uma das encarregadas dos nossos negócios com os giratinistas. Eren é meu braço direito. Confio a ele algumas coisas. Você disse que roubou Pokémons do templo e que saiu ao mesmo tempo que Eren... Você não acha que os giratinistas possam ter pensado que foi ele quem roubou? De qualquer modo, as suspeitas vão cair sobre nós. Não há o costume de acontecer esse tipo de incidente aqui em Kalled. Precisamos investigar isso. ― Lilith se afastou da mesa e caminhou até uma janela para observar o movimento do lado de fora. A jovem parecia pensativa. ― Só espero que isso não vá custar minhas patentes. Vamos invadir o templo e checar essa história. ― Scar abriu um sorriso sádico e logo desencostou da mesa também. ― Vocês dois, me encontrem na rua dos casados daqui a 20 minutos.

O trio deixou o casebre e do lado de fora duas motos estavam estacionadas. Lilith montou em uma e mandou um beijo no ar e logo acelerou sumindo na esquina seguinte. A rua onde estavam era bem quieta e ninguém passava por ali. A dupla de Armageddons haviam escolhido um lugar propício para um cativeiro. Scar subiu na outra moto e olhou para Titânia.

― Você vem? ― o sorriso excitado do jovem demonstrava a ansiedade por entrar em ação finalmente.
Henri Sollari
Henri Sollari


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Titânia Ragnar em Sex 18 Mar 2016, 15:10

Titânia devia ser cautelosa com tudo o que dizia. Aliás, não sabia até quando poderia esconder informações de Lilith sem colocar a própria vida em perigo. Eren também não parecia ter muitas esperanças naquele momento. A Apocalipse sabia mais do que o casal de Armagedons, mas não podia contar isso para eles, então se perguntava o que faria para poder escapar daquilo.

Lilith também parecia pensativa. Parecia ter muito a perder independente do bem-estar de Eren. Por fim, tomava uma decisão e marcava um encontro, o trio assim, saía da casa. Titânia via a antiga companheira sumir na rua em cima de uma moto, enquanto respondia Scar com uma cara não muito agradável.

-Prefiro ir a pé.

Lembrou-se que tinha encomendas para retirar na Estação de Trem. Lilith e Eren poderiam esperar um pouco, até por que, não achava que se atrasaria tanto.
Titânia Ragnar
Titânia Ragnar


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Henri Sollari em Ter 22 Mar 2016, 14:12

Off: Estou de volta \o/
Off1: Ficha sendo atualizada o/

00h20

Com a recusa de Titânia, Scar acelerou e desapareceu por outra rua. O homem não fazia o estilo insistente. A jovem havia se lembrado que precisava passar na estação de trem para pegar algumas encomendas. Não acharia que iria se atrasar e a estação não estava muito fora do caminho. Uma placa na esquina informava que estava na rua Roxanne. A caminhada seria longa.

O som tranquilo da noite era quebrado pelas vozes dos jovens gangsteres. A comemoração parecia não ter fim e a noite também não. Era assustador ver tantos pokémons Armagedons pelas ruas tão livremente. Talvez Titânia fosse a única apocalipse ali, ou não. Quando passou em frente ao Kiga, o som continuava alto e a movimentação estava ainda maior. Todos bebiam e brindavam a revolução. Era difícil imaginar de onde tiravam tanta animação para festas.

Ao fim da rua Blaine, a jovem finalmente chegou à estação. O local não estava muito movimentado. Em um painel, era possível ver que os trens vindos de Nyender eram praticamente escassos. Com o último aviso de Cornélios pela mída, ninguém queria ser visto como traidor. O atendimento 24h do balcão aliviava a jovem, pois já passava da meia-noite.

--- Boa noite, senhorita! Nome, por favor!

A ausência da exigência de uma licença já mostrava a diferença entre os governos. A atendente verificou algumas informações no computador e solicitou a entrega da caixa. Um homem se aproximou e a depositou em cima do balcão. Após os preenchimentos dos formulários de recebimentos, a jovem apocalipse pegou tudo o que estava ali. Entre as encomendas, uma pokébola já indicava que a equipe teria um reforço a mais.
Henri Sollari
Henri Sollari


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Titânia Ragnar em Sab 26 Mar 2016, 13:25

OFF:
Bem vindo xD

Titânia respirou aliviada ao ver o homem dobrar a esquina, sumindo da sua vista, pondo-se a caminhar na direção da Estação de Trem. O caminho, embora fosse parte do seu trajeto, não era tão curto quanto imaginava, além disso, Armagedons e seus pokémons tornavam a travessia um pouco mais emocionante, visto que ela sempre tinha que olhar duas vezes para saber se não estava sendo seguida. Enfim ela chegava no local.

A Apocalipse tinha sorte do serviço do balcão estar sempre disponível, e logo que chegou foi atendida. Retirou os itens e a pokébola vermelha com seu novo parceiro e agradeceu silenciosamente ao funcionário da Estação.

A partir dali seguiria o caminho para o Templo, mas no caminho teria uma conversinha com sua equipe em algum beco escuro - afinal seria muito difícil explicar um Trapinch na rua em seu companhia.

Uma vez no beco, libertava o trio das respectivas pokébolas e chamava-os para se reunir com ela. Hellant sorria para Titânia, feliz em ver a mestra novamente. Ororo, sentava-se no chão com a expressão cansada, uma pequena bolha era possível ver formando-se no seu nariz. O novato, Treecko, apenas olhava com fixação para Titânia, não seria exagero dizer que ele parecia um garotinho apaixonado pela Apocalipse. Se aproximou do novo integrante e olhou para ele com firmeza:

-Treecko, seja bem vindo. Vou te chamar... Reptilian. É assim como você vai me atender, espero que vocês três se dêem bem. Agora vejamos... - disse pensativa enquanto erguia dois lucky eggs que vieram na encomenda - Hellant, Reptilian, vocês seguram isso. Ororo, o Magnet é seu. Nós talvez tenhamos que enfrentar uma batalha um tanto perigosa e nossa vida pode estar em jogo, assim, espero que vocês dêem tudo de si na batalha. Agora voltem para a pokébola.

Assim, a gangster seguia seu caminho pela noite de Kalled rumo ao Templo de Giratina.

OFF:
Adicionar os itens e o apelido do Treecko. Pode fazer uma personalidade pra ele aliás?
Titânia Ragnar
Titânia Ragnar


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Henri Sollari em Dom 27 Mar 2016, 10:07

00h35

A jovem precisava de um lugar mais isolado para ter uma palavrinha com seus pokémons. Parando em um beco mal iluminado e bem longe da vista dos armagedon, Titânia liberou os três companheiros. A mulher dava as boas-vindas ao Treecko e explicava a eles sobre o que fariam a seguir. Itens eram distribuídos para ganhar uma certa vantagem. Com tudo preparado, a jovem seguiu em direção ao Templo.

O caminho ficava mais tranquilo quanto mais a jovem se aproximava da rua Landorus. Os Armagedon respeitavam o culto religioso dos giratinistas e se preocupavam em manter suas festas o mais distante possível. A jovem chegou ao local combinado e encontrou Scar afiando sua navalha e Lilith olhando algo em um tablet.

― Vinte minutos. ― Lilith falou ainda olhando o aparelho em mãos. ― Pensei que tivesse virado ração de Mightyena. ― a jovem levantou o olhar com um sorriso e guardou o tablete na bolsa. ― O plano é o seguinte. Tudo deve ser feito na furtividade. Não queremos uma guerra com os giratinistas. Eu irei pela porta da frente conversar pessoalmente com Trina para criar uma distração. Scar e você devem encontrar uma maneira de entrar. Eren deve estar preso no quarto de Trina. Ela gosta de fazer alguns rituais antes da execução. Acredito que será fácil para você encontrar o caminho, Titânia, já que andou roubando brinquedinhos por aqui. ― Lilith sorriu e fez um sinal com a mão para que o grupo dispersasse. A armagedon seguiu para a entrada do templo enquanto Scar permaneceu com ela.

― Então, belezinha, você está na liderança!

Scar fez um gesto com a mão dando passagem para a apocalipse. O plano de resgate começava a entrar em ação.
Henri Sollari
Henri Sollari


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Titânia Ragnar em Qui 31 Mar 2016, 18:21

Lilith não ficou muito feliz com a demora de Titânia em chegar no ponto de encontro, entretanto, a apocalipse apenas deu de ombros, sem se importar muito com o que os dois integrantes de gangues rivais pensariam.

A Armagedon tinha feito uma boa escolha de local, não parecia que ali encontrariam qualquer interrupção, ainda mais com a festa da gangue acontecendo tão longe dali. O plano de Lilith não era muito elaborado, mas Titânia não pensava que fosse necessário mais do que aquilo. Era hora de partir para a ação.

Titânia viu a companheira entrar no templo, enquanto Scar esperava pelo seu comando. Deu de ombros novamente: teria que tolerar a presença daquele homem grotesco ao seu lado.

-Mais cedo eu entrei pelo porão... Não sei se é uma boa ideia, podem ter consertado a tranca, ou mesmo estarem preparando uma armadilha lá. Sabe como dizem: "o criminoso sempre volta ao local do crime", parece ser exatamente o que estamos fazendo.
Titânia Ragnar
Titânia Ragnar


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Henri Sollari em Sex 01 Abr 2016, 12:19

1h

Não era nem um pouco prazeroso para a jovem ter que ficar ao lado de Scar. A jovem explicava sobre a entrada pelo porão e de como já poderia haver uma armadilha por lá. Scar ouvia tudo de forma pensativa enquanto caminhavam para o lado do templo.

― Se estão nos esperando por baixo, vamos por cima então.

O armagedon tirou um lança ganho da mochila e atirou para cima do templo. O gancho saía em disparada e uma corda presa a ele subia rapidamente. Assim que bateu no telhado, o homem puxou a corda para se certificar que estava firme. Ele apenas se virou para Titânia com um sorriso e começou a subir pela corda. Era um plano arriscado e a altura do templo não era nem um pouco convidativa. A apocalipse permanecia olhando para os lados mantendo a vigia.
Depois de alguns minutos, Scar já estava no topo aguardando a jovem. Titânia puxou bem a corda para ter certeza que não iria cair ou que a corda iria arrebentar. Respirando fundo, a jovem começou a subir. O esforço exigido no braço era grande e a escalada parecia ser uma subida sem fim. Olhar para baixo era uma péssima opção. As mãos da jovem começavam a arder devido à tração com a corda e peso que tinham que sustentar. Enfim, após uma subida de sofrimento, Titânia chegava ao terraço do Templo.

Scar enrolou a corda de volta no lança gancho e o guardou na mochila. No terraço, havia somente uma espécie de casinha com uma porta. Titânia abriu a porta com cuidado e encontrou escadas que levavam ao andar de baixo.

― Muito bem! Conseguimos entrar. Agora você lidera o caminho. ― Scar segurava sua faca em mãos enquanto se mantinha contra a parede da casinha.

A dupla desceu as escadas sempre tomando o cuidado de ouvir qualquer som suspeito. Ao fim das escadas, outra porta. O silêncio reinava ali. Somente a respiração dos jovens conversavam entre si. A apocalipse abriu uma fresta da porta e analisou o ambiente em que entrariam. Fogões, pias, pratos, panelas... tudo indicava ser uma cozinha. Àquela hora da noite, o local estava sem movimento algum.
Henri Sollari
Henri Sollari


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Titânia Ragnar em Seg 04 Abr 2016, 14:31

Apesar do comportamento desagradável de Scar, Titânia tinha que concordar: gostava do modo que o Armagedon pensava. Óbvio que jamais admitiria isso em voz alta, e quando chegou ao topo do tempo decidiu também que jamais sequer repetiria o pensamento. Quando finalmente Scar guardava a corda, tentou lembrar-se mentalmente do caminho que deveria fazer dali até o quarto que invadira mais cedo, "Thana?", tanto faz. Começou a descer as escadas, e antes de descer o último degrau, olhou com cautela para examinar e fazer um reconhecimento daquele terreno.

Titânia Ragnar
Titânia Ragnar


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Henri Sollari em Qua 06 Abr 2016, 16:46

1h05
A jovem analisava com cuidado o ambiente em que estava antes de prosseguir com a pequena missão. Scar já estava ficando impaciente com a demora de Titânia em decidir se deveriam avançar ou não. A cozinha estava em silêncio. A apocalipse abriu um pouco mais a porta e conseguiu perceber que a cozinha dava para a sala de jantar. Tudo estava quieto e não havia movimentação nenhuma no local.

― Chega disso! ― Scar passou por Titânia e jogou um pokébola no chão. Um Mightyena surgiu sentado mirando o homem. O canino possuía uma cicatriz no olho direito. ― Odor Sleuth! ―O nariz do canino começou a brilhar emitindo uma luz que sondava tudo ao redor. Mightyena terminou e voltou-se para Scar sem ter achado nada. O homem se virou para Titânia com uma expressão entediada. ― Satisfeita?

A sala de jantar era espaçosa e a jovem lembrava de ter visitado aquele lugar antes. Se a memória estivesse certa, a única porta disponível para os jovens levaria a um corredor.
Henri Sollari
Henri Sollari


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Titânia Ragnar em Sab 14 Maio 2016, 22:27

Scar era realmente pragmático. Com seu Mygthiena certificava-se de que realmente não haviam empecilhos no caminho dele e de Titânia, e que eles poderiam seguir tranquilamente o seu caminho dentro do templo. Saindo da cozinha, a dupla dava numa sala de jantar, onde Titânia já estivera anteriormente. Se saíra da cozinha, isso só poderia indicar que a outra porta dava ao corredor, e que no fim dele, localizava-se o quarto de Trina. Dificilmente eles estariam mantendo um refém ali.

-E então, onde exatamente nós estamos querendo ir? Digo, se você fosse um giratinista, onde manteria um refém?
Titânia Ragnar
Titânia Ragnar


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Henri Sollari em Seg 16 Maio 2016, 16:54

Off: Titi <3

1h10

Titânia acabava de aprender na prática que Scar não gostava de delongas. Com o caminho limpo, a jovem apocalipse tentava se lembrar do que havia do outro lado da porta. Sair dali sem um plano em mente não era a melhor escolha a se fazer. Enquanto pensava a respeito, a gangster pedia a opinião do armagedon ali presente.

― Pra começar, eu nunca manteria um refém. Mataria na hora. ― Era uma resposta bem óbvia dada a personalidade que o homem aparentava ter. ― Mas... ― Scar mostrou-se um pouco pensativo. ― acho que um lugar bem escondido e escuro seria um ótimo lugar. Talvez um porão... Você viu algo assim por aqui?
Henri Sollari
Henri Sollari


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Titânia Ragnar em Sex 20 Maio 2016, 16:02

OFF:
Eu voltei, agora (espero que) pra ficar \o/

Titânia admirava a forma de agir de Scar. Mesmo. Mas todo aquele papo de morte e matar a deixava meio entediada. O homem não conseguia entender que algumas pessoas valem muito mais quando vivas. Era o caso típico de muito músculo, pouco cérebro. Não seria ela que colocaria juízo no homem.

O homem lhe dava uma resposta satisfatória. Ele não era tão burro quanto pensava. Um porão, não era má ideia. Então tudo que ela tinha que fazer era caminhar o caminho inverso do que fizera da última vez que ali estivera. Então, se na porta à sua frente estava o corredor...

Tentando puxar o máximo possível de sua memória, guiou Scar em silêncio pelo corredor. Se não estava enganada, estava no subsolo e veria escadas em algum lugar...
Titânia Ragnar
Titânia Ragnar


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Henri Sollari em Seg 23 Maio 2016, 10:33

Inteligência não era a melhor qualidade de Scar, mas o armagedon conseguira dar uma resposta útil para Titânia. A jovem sabia onde havia um porão, pois já estivera nele. Em sua mente, um mapa mental surgiu. Se aproximando da porta, a mulher a abriu lentamente tomando precaução caso visse alguém. Diante de si, um grande corredor surgia. Ao lado esquerdo havia uma porta. Ao fim do corredor, era possível ver as escadas que levavam ao andar de baixo.

Scar passou por Titânia sendo seguido por Mightyena. O canino caminhava de forma tão sorrateira que era quase impossível ouvir seus passos. O armagedon ignorou completamente a porta ao lado e seguiu para o fim do corredor onde começou a descer as escadas.

O andar de baixo estava em completo silêncio. Apenas o tremular das chamas das velas se moviam por ali. As escadas ainda levavam para um andar abaixo. À frente, o corredor se estendia até uma bifurcação.
Henri Sollari
Henri Sollari


Voltar ao Topo Ir em baixo

IV - Somebody Told Me - Página 4 Empty Re: IV - Somebody Told Me

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum