Tajiri Yumotto I - Iniciação

Ir em baixo

Tajiri Yumotto I - Iniciação Empty Tajiri Yumotto I - Iniciação

Mensagem por Yumo em Sex 22 Jul 2016, 20:18

Já não estava mais suportando aquela mulher ao meu lado. Além de ser tão gorda que ocupava o próprio banco mais metade do meu, roncava extremamente alto, e dormiu quase toda a viagem fazendo aquele barulho ensurdecedor.

O trem enfim parou. Dei graças a qualquer que seja a força maior que nos rege (não que eu de fato acreditasse em uma) e levantei-me depressa do banco, deixando a velha maldita para trás. A estação de trem era escura e úmida, com alguns musgos e mofos nos telhados, então me apressei a sair logo de lá antes que pegasse um resfriado ou qualquer coisa do tipo. Confiro o horário no celular e vejo que passava pouco do horário de almoço, então vou logo buscar qualquer restaurante.

A cidade era de fato movimentada, como eu ouvi falar. E, o principal, e que mais me assustava, era o número exagerado de cadetes. Em cada esquina, cada porta, e quem sabe onde mais. Quem disse que não tinha um vindo atrás de mim exatamente agora? Esse pensamento me assusta e eu viro depressa para trás, quase batendo em uma moça que vinha logo atrás. Peço desculpas, mas ela aparentemente nem ouviu, pois falava algo no telefone sobre rúculas e de como o mercado estava caro.

Distraído, e com o estômago já roncando, quase não vejo um homem entregando folhetos. Por sorte o costume de ser educado fez eu pegar o papel, e quando olhei para o mesmo vi que era o anúncio de um buffet a poucas quadras dali. Acelero o passo, ansioso por alguma refeição.

Chegando lá, talvez por causa do horário, vejo o local quase vazio. Um homem na entrada, aparentemente o caixa, me diz algo enquanto eu entrava, talvez algum tipo de "Bom dia" ou "Bem vindo" mas a pressa faz com que eu sente em qualquer mesa sem ouvir. Alguns segundos depois, me lembro que faltava também me servir, então para não passar vergonha finjo que me sentei apenas para soltar minha pequena mochila e vou logo fazer o que tinha vindo fazer. Me sentei de volta, recusei a bebida que o garçom ofereceu e começo a comer. Quando termino a metade, já não tão faminto, lembro-me do motivo de vir a cidade. Eu precisava achar a sede dos Armagedon. Pensando nisso, desacelero a velocidade com que comia e começo a prestar atenção nas conversas à minha volta e no ambiente, esperançoso em encontrar qualquer pista sobre o local.
Yumo
Yumo


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tajiri Yumotto I - Iniciação Empty Re: Tajiri Yumotto I - Iniciação

Mensagem por Ayzen em Sab 23 Jul 2016, 23:34

Off: Espero que se divirta ^^
Off²: Não se esqueça de colocar o link da ficha no perfil ^^


Após uma viagem um tanto quanto complicada, Tajiri Yumotto chegava em Nyender city. A capital era conhecida por todos como o maior símbolo dos cadetes e no momento o rapaz de cidade desconhecida sabia o porquê! Cadetes estavam a toda parte. A segurança do local, mantinha as ruas perfeitamente limpas, árvores e praças bem cuidadas e, embora fosse menos frequente na presente estação do inverno, pétalas de rosa sobre o chão. Passava das 13 horas e o vento frio soprava, embora tivesse o sol à pino. O quente e o frio se misturavam, causando uma temperatura agradável, mas objetivo de Yumotto era outro.

Sabendo que tinha um compromisso a seguir, o rapaz seguia pelas cidades atrás, antes de tudo, por uma boa refeição. Pegando um panfleto, ele era guiado para a Primeira avenida, onde encontrava um restaurante barato e de boa comida na região. O local estava cheio de gente, embora a hora do almoço estivesse passada. Um cadete ficava na porta e revistava o jovem. Talvez fosse a terceira vez, desde que ele colocou os pés em Nyender que um cadete fizesse isso...

Dentro do estabelecimento, ele comia bem e pensava em como ele poderia alcançar seus objetivos. A maioria das pessoas ali eram servidores e trabalhadores. Conversavam e local parecia uma feira, de tão movimentado de palavras que estavam. Uma mesa ao lado comentava sobre o fato de ter uma revista semanal pelos cadetes... Do outro lado, outra mesa comentava a postura de Angélica Thompson de ter deixado o cargo para Cornélios Darbas, o que fez de Shinki um local muito pior para se viver... Haviam pessoas ao tempo todo levantando alguma crítica de modo bem sutil contra os métodos do comandante...

Palavras iam e vinham e nada de interessante aparecia ali... Ao menos no ponto de vista de Tajiri. Ele já estava terminando o almoço e ao lado do prato, uma nota do que havia consumido no valor de Pk$15, quando uma conversa atrás chamava atenção.

- Mas venhamos e convenhamos: depois de Cornélios, não houve mais nenhum ataque em Nyender... Não que eram frequentes, mas o último ataque ao hospital da cidade no mês passado me fez pensar que Nyender não era tão segura como antes... os cadetes nos salvaram e prenderam os criminosos...- dizia um homem mais gordo, calvo e baixo para outro mais alto e magro, ambos de terno e gravata folgada...

- Isso é o que eles nos conta... Sabe o Fred, do nosso setor? Pois bem, ele estava com um papo estranho de que havia um ponto de recrutamento em Nyender e parecia bem interessado sobre o assunto... Eu não sei bem, mas eu nem quis escutar... Com essas intervenções de cadetes em nossa empresa toda semana, ele poderia acabar dando a língua nos dentes.

- Concordo...


Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tajiri Yumotto I - Iniciação Empty Re: Tajiri Yumotto I - Iniciação

Mensagem por Yumo em Dom 24 Jul 2016, 11:29

Todas aquelas revistas desde que eu chegara na cidade começavam a me deixar nervoso. Apesar de não ter nada a temer ainda, as lembranças do tempo na prisão, da surra levada pelos cadetes naquele beco em Twister, de tudo que eu havia passado por culpa deles, isso tudo me dava calafrios. Mas eu aguentei firme, mantive a postura e deixei cada um deles fazer a revista como era necessário.

Dentro do restaurante, o cheiro era ótimo, diferente do extremo barulho, que me incomodava. Apesar de Twister ser uma cidade movimentada, eu vivera sozinho por muito tempo, então realmente não estava acostumado à tantas vozes tumultuadas. Apesar do incômodo, aproveitei a situação para colher o máximo que podia daquela cidade, e das notícias as quais eu não estava realmente atualizado. A comandante Angélica Thompson não estava mais no cargo, e isso me surpreendia. Agora quem comandava os cadetes era um homem chamado Cornélios Darbas, de quem eu nunca havia ouvido falar, mas que aparentemente não era bem visto pela opinião popular. Ele estava realmente sendo muito criticado, e eu me perguntava o por que de o cadete que estava fazendo as revistas na porta não se manifestar sobre a situação.

Sem que eu precisasse chamar, o garçom deixou a conta em minha mesa, um total de 15 Pk$. Achei realmente barato, ao menos comparado com os costumeiros 35, 50 que se cobrava em Twister. Enquanto espetava algumas batatas, uma conversa mais perto me chamou a atenção. Uma dupla bem distinta, de roupas formais, falou primeiro sobre um ataque ao hospital local, um mês atrás, que aparentemente também dizia que o novo Comandante estava no cargo havia menos de um mês. Logo após, falaram sobre um de seus colegas, um tal de Fred, que havia falado algo sobre recrutamento e "papos estranhos" sobre isto. Disseram também que os cadetes estavam fazendo uma revista semanal na empresa onde eles trabalhavam. Talvez, a partir deles, eu poderia descobrir algo... Mas não diretamente. Afinal, eles não pareciam nem um pouco simpatizantes sobre essas atitudes de Fred.

Terminei logo a refeição, e como estava no meu direito, decidi permanecer sentado, fingindo que esperava a comida descer ao estômago. Como se apenas olhasse em volta, tentei ver na mesa destes alguma indicação qualquer sobre o local de trabalho, mas era difícil não parecer suspeito fazendo isso, então desisti antes de conseguir algo. Pego meu celular e começo a brincar em um joguinho qualquer que ele tinha, apenas para esperar que a dupla sai-se, e assim que o fizessem, iria atrás destes, sempre mantendo distância para não levantar suspeitas. Precisava apenas descobrir o local de trabalho para, logo após, descobrir o tal de "Fred" e ver se este poderia de alguma forma me ajudar.
Yumo
Yumo


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tajiri Yumotto I - Iniciação Empty Re: Tajiri Yumotto I - Iniciação

Mensagem por Ayzen em Seg 25 Jul 2016, 23:13

Naquele restaurante, Tajiri conseguia o momento adequado para descobrir novas informações. Não se falava outra coisa senão da postura do novo comandante de ter endurecido a força cadete, incluindo revistas mais periódicas e toque de recolher mais rigoroso. A mesa ao lado continuava o papo. Os homens de roupas sociais continuavam o almoço, entre suas desaprovações sobre o ponto de vista de seu colega de trabalho, o Fred...

Apesar das inúmeras críticas ao atual comandante, uma coisa parecia soar com um tom de bom humor. Ele havia conseguido manter o controle total (ou quase total de Nyender) e isso acabava reduzindo drasticamente até os pequenos crimes. Mas o interesse do jovem não era em como Nyender estava segura, mas como ele conseguia seus objetivos de entrar em uma organização anti-governista. Depois do almoço das pessoas ao lado, Tajiri percebia que os homens se levantavam. Eles seguiam para a fila do pagamento e assim Tajiri também fez. Era por volta de 13h45m, o que significava que o tempo do almoço havia acabado.

O rapaz continuava seguindo a dupla de trabalhadores, embora esses não o vissem. Depois de pagar a conta, já nas ruas mais frias de Shinki, com uma grande nuvem acinzentada cobrindo os céus (quando foi que o tempo mudou tão rápido?), Tajiri seguia com cuidado, enquanto os homens caminhavam com um copinho de plástico com café e andavam devagar. Pelo visto, eles não estavam querendo voltar para o trabalho...

Ainda andando um pouco naquele momento, Tajiri observava a dupla entrando em um prédio pequeno, em comparação aos demais presentes em Nyender. Tinha poucos andares e parecia um pouco mais antigo. O letreiro enorme ali indicava que era a “Contabilidade Slowbro”, um prédio comum de contabilidade e poderia ser ali que o colega de ideias revolucionárias trabalhava. Ali fora, o rapaz se via entre a oportunidade de entrar ou regressar o caminho...
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tajiri Yumotto I - Iniciação Empty Re: Tajiri Yumotto I - Iniciação

Mensagem por Yumo em Ter 26 Jul 2016, 17:11

E lá se iam os dois homens. Assim que se levantaram, esperei alguns segundos para fazer o mesmo, de forma que tivesse algum atraso sobre eles. Os dois antes de saírem ainda pediram copinhos de café, e eu me perguntei como não queimavam a mão naquela coisa fina e sem alça. Devaneios que eu sempre tinha, nas situações que menos se pedia um deles...

Mal cruzei a porta e já senti um largo calafrio. A temperatura baixou drasticamente, o vento soprava com força e o céu estava escuro, com nuvens carregadas de chuva que rebeldemente não caia. Os dois homens seguiam lentamente, o que me forçou a diminuir drasticamente o passo normal que eu dava. Quase sem me movimentar, a sensação térmica diminuiu mais ainda e fui obrigado e encolher-me no que havia posto de roupas.

Não caminhamos tanto, afinal. O prédio em que eles trabalhavam ficava perto, parecia mais rústico, quebrando a monotonia moderna. Pequeno também, possuindo poucos andares. Na fachada, um letreiro gravado em madeira indicava o nome da empresa "Contabilidade Slowbro". Aquilo era algum tipo de jogo ambíguo? Escolher logo um Pokémon tão patético para uma empresa cuja função era fazer matemática, muita matemática. Se fosse por isso, Slowking com certeza seria uma opção muito melhor. E lá estava eu, em mais um devaneio. Devo para com isso...

Antes de dar qualquer passo adiante, precisava pensar em um meio de descobrir quem era Fred. Faço uma rápida pesquisa pelo nome da empresa no meu celular, mas não havia nenhum site ou coisa parecida. Mesmo que houvesse, nenhuma empresa sai divulgando os nomes de seus funcionários ao público. Foi uma ideia idiota.

Decido então partir ao mais prático. Entro na empresa. Quem sabe lá havia uma recepção, folhetos, retratos de funcionário do mês... Precisava descobrir mais sobre o local. E precisava ter alguma ideia de quem giratinas era o maldito do Fred.
Yumo
Yumo


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tajiri Yumotto I - Iniciação Empty Re: Tajiri Yumotto I - Iniciação

Mensagem por Ayzen em Qui 28 Jul 2016, 00:37

Repleto de desvaneios, que sempre o fazia parar para pensar algo que não fazia sentido no momento pensar, Yumotto foi até a Contabilidade Slowbro para poder descobrir como ter mais informações com o tal do Fred. Seria difícil encontrar ali?! A internet estava ali para ser auxiliadora de Tajiri, mas ela não mostrava os funcionários daquela empresa... Na verdade, Tajiri encontrava nos sites de busca apenas o endereço (no qual já sabia...) e o telefone, o que seria algo novo, mas não ajudava muito também...

Sem ter mais o que pensar, resolvia entrar. Dentro, a situação era bem diferente da velha faixada do lado de fora. Dentro tinha uma estrutura melhor acabada, bem pintada e repleta de um design bem moderno. Seria possível que a empresa estava em reforma e começou de dentro por fora? Embora tudo parecia estar em seu lugar, eram 14h08min e no momento estava cada vez mais difícil atender os diversos telefonemas. Uma mulher era responsável por aquilo e atendia um, dizendo que a receita do mês do cliente estava pronta e foi enviada por email... Em outra linha, manipulada pelo computador, afirmava com o cliente que ele deveria efetuar a demissão por completo para a contabilidade ajudar no cálculo dos direitos que ele tinha... Outra linha parecia ter uma senhora velha querendo saber da aposentadoria...

- Um momento.

A secretária parecia prestes a explodir com tanto afazer ali. Ela fazia questão de atender telefone por telefone. Com o microfone na cabeça, falava mansamente pelo fone e até sorria, embora sua cara mostrava enjoo da conversa e um pouco de preguiça do trabalho...

- Boa tarde, bem vindo à contabilidade Slowbro, onde desconfundirmos o seu orçamento, em quê posso ajudar? – perguntava rapidamente, após deixar todas as chamadas em espera... – Um momento... – pedia um tempo para Tajiri, erguendo o dedo indicador e após atender e passar a ligação, voltava-se para Tajiri, falando bem rápido. – Pois não?
Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tajiri Yumotto I - Iniciação Empty Re: Tajiri Yumotto I - Iniciação

Mensagem por Alice em Ter 16 Ago 2016, 22:57

Bloqueado por inatividade.
Em caso de retorno, poste em pedidos solicitando a reabertura.
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tajiri Yumotto I - Iniciação Empty Re: Tajiri Yumotto I - Iniciação

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum