Versos d'um Oprimido

Ir em baixo

Versos d'um Oprimido Empty Versos d'um Oprimido

Mensagem por Emme Roinuj em Dom 24 Jul 2016, 15:24

Máscaras

Sabe quando você só quer correr
Sem parar...
Sem destino...
Sem nada pra te segurar?

Sabe como é se sentir livre
Sem prisão...
Sem grade...
Sem algema em sua mão?

Não?
Nem eu, nem ninguém
É como estar perdido
À procura de um alguém

Como se sentir completo
Quando a Força te desmonta
Pedaço por pedaço
E depois, todo trocado, Ela te monta?

"Olha, pode ir!", Ela diz
Mas você não consegue ir longe
Pois debaixo da tua carne recém montada
Ela se esconde

Uma corrente em forma de papel
Uma algema em forma de tatuagem
Marca de uma opressão mascarada
Quer mesmo ter a pele tatuada?

Nem isso te perguntam, apenas te fazem seguir
Com ordens e mais ordens
Acorrentado à uma carruagem
Pois da Força não se pode fugir

Não adianta se esconder ou correr
Liberdade não é palavra para ser dita
A Força nos controla e nos expõe
E com olhos de rapina nos fita

É meus amigos e companheiros
Não temos para onde fugir
Devemos lutar contra Ela
E como irmãos de uma mesma mãe, nos unir

Com garra e força, Ela não resistirá
Devemos combatê-la
Com músculos, unhas e dentes
Para com essa guerra infinda, acabar

Então agora já me vou
Um abraço para os que Shinki adora
Um beijo para as damas, pois
Voltarei sem demora
(Autor Anônimo)
Emme Roinuj
Emme Roinuj


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum