Aventuras em Kanto

Ir em baixo

Aventuras em Kanto Empty Aventuras em Kanto

Mensagem por Victor Cavaleiro Vermelho em Dom 31 Jul 2016, 00:49

Vim aqui trazer a historia que fiz em fóruns anteriores, o que me fez aventurar nos fóruns. Espero que gostem ^^.



Guia da Jornada:
  Sinopse: Esse é o Começo da minha jornada para ser um mestre pokémon.1)O inicio(O inicio de tudo
Squirtle é o inicial escolhido.





PERSONAGENS
Victor P. Dragoner:

text-align: justify; color: #1F1F1F;">
Victor P. Dragoner

Treinador pokémon

Origem:cidade de Shaulor na região de Kalos.



Idade 14 Anos.
Party da primeira temporada:



                                                    Aventuras em Kanto 1302-0
Aparência: estatura normal, físico normal, pele morena, olhos alaranjados, cabelos preto, sua vestimenta é um boné azul escuro com detalhes em preto, uma camiseta preta com traços em azul escuro, luvas  do estilo que deixa os dedos para fora da cor azul com traços da cor  preta calça de cor azul escuro, tênis preto com detalhes em azul e  uma mochila verde com detalhes em vermelho.

Personalidade: Alegre, impulsivo, um tanto preguiçoso e idiota, Victor sonha em ser um mestre pokémon como sua irmã Ashe,  gosta sempre de uma boa luta e sempre parte para ganhar.  Quando alguém quer insultar alguma pessoa querida, perde a paciência e às vezes parte para cima em forma de agressão. Odeia coisas muito formais, pois acha que é sem graça, o que ele gosta é de festa, ação e muita diversão! Se sente feliz como um treinador pokémon, mas carrega o fardo de nascer as custas da vida de sua mãe.

Historia: Victor nasceu órfão, sua mãe morreu após o seu nascimento e seu pai está desaparecido, tendo como única parente era Ashe, sua irmã mais velha. Sua infância e crescimento foram tranquilos, mas quando tinha 7 anos foi deixado em  uma  casa de um amigo de Ashe, para que ela pudesse sair em sua jornada pokémon, mas nunca mais teve contato com seu irmão. Isso fez Victor nutrir raiva e rancor de sua irmã de ter o abandonado, mas chorava todas as noites desejando que ela voltasse, que aconteceu no fim do ano ,aonde viu sua irmã na tv, ganhar a liga e dedicar a vitoria ao seu irmão.
Quando tinha 8 anos foi sequestrado por um ladrão chamado Grand Skar. Sua vida correu risco, mas Ashe o resgatou junto com Lucario, no fim com uma jogada esperta a treinadora resgata seu irmão e foge para longe de Kalos. Ashe e Victor sem condições de voltar para casa e sem contato com o professor Sycamore. Viveram 3 anos de miséria, começaram a roubar comida para sobreviver, viajar como clandestinos, fugir, até chegar a  Pallet, onde encontraram um lar.


Ashe P. Dragoner:


text-align: justify; color: #1F1F1F;">
Ashe P. Dragoner
              Mestra pokémon>Aventuras em Kanto Ashe_signature_design_by_pullanarts-d5m49uv
Origem: cidade de Shaulor(Kalos)

Idade 17 anos

obs: uma personagem secundaria
Aparência: Alta, sua pele é bronzeada, cabelos brancos e longos, jovem, olhos azuis.


Personalidade:Calma, cuidadosa e sabia. Ashe ama demais seu irmão e seus pokémons fazendo de tudo para proteger, carrega consigo o fardo de ter abandonado seu irmão e também seus companheiros pokémons, mas com muito esforço conseguiu se reunir com eles. Um dia voltará a sua jornada pokémon.

Historia: Ashe teve uma infância comum, até que perdeu sua mãe quando Victor nasceu. Sua mãe pediu para que cuidasse de seu irmão mais novo até o dia em que ela sairia de jornada. Pelo amor dela Ashe atendeu o pedido e cuidou de seu irmão sendo uma mãe para ele, ambos eram quase inseparáveis até o dia em que ela saiu em uma jornada para vencer a liga Kalos e ser uma grande treinadora. Deixou seu irmão com um amigo e saiu sem olhar para trás, durante sua jornada ,não havia nenhum momento onde Ashe não pensava em seu irmão e chorava por ele todas as noites. Quando venceu a Liga Kalos, Ashe dedicou a vitória e declarou o amor para o seu irmãozinho, voltou para casa reencontrar Victor e os laços ficaram mais fortes depois de ficarem separados. Porem Ashe ficou apenas 5 dias com seu irmão onde partiu para Sinnoh em uma nova jornada. Ashe novamente venceu a liga local e voltou para casa, entretanto a carreira de treinadora vitoriosa foi interrompida quando seu irmão foi raptado , Ashe voltou para Kalos desesperadamente. Lá resgatou seu irmão e fugiu de Kalos e viveu como andarilha até chegar em Kanto. Ashe se comunicou com Sycamore e conseguiu pegar seus pokémons de volta. Hoje vive pacificamente em Pallet.






trilha sonora

faixa 1
faixa 2
faixa 3
faixa 4
faixa 5
faixa 6


Última edição por Victor Cavaleiro Vermelho em Dom 31 Jul 2016, 01:13, editado 2 vez(es)
Victor Cavaleiro Vermelho
Victor Cavaleiro Vermelho


Voltar ao Topo Ir em baixo

Aventuras em Kanto Empty Re: Aventuras em Kanto

Mensagem por Victor Cavaleiro Vermelho em Dom 31 Jul 2016, 00:58


Jornada
Treino de Squirtle

#001 - Sonhos e aventuras



O amanhecer chegou em Pallet, uma cidade pequena e pacata, perfeita para uma vida no campo. O sol entra junto da brisa no quarto através da janela, balançando as cortinas e aquecendo meu rosto. Depois de um tempo, permaneço dormindo como um Snorlax, até que um jato de água atinge minha cara com muita força.


– Quem foi o engraçadinho que me acordou!? Apareça e venha me encarar! – Desperto de forma brusca, para tentar encontrar o sujeito que teve a brilhante ideia de jogar água na minha cara. Não estava muito contente com isso.


– Desculpe irmão, tive que recorrer para esse método, se não você fica sem Pokémon inicial. – Diz uma voz calma e feminina, era Ashe, minha irmã. Pele branca como a neve, cabelos longos e prateados, olhos azuis como safira e está vestindo um vestido azul.


– Ah sim, obrigado Ashe. Eu quero saber que horas são?! -- Ao ouvir isso faço uma cara de que não gostei, mas era verdade.
 

– Bem são 9:30. -- Ashe me responde com certa calma.


– Nove e MEIA! Essa não! Tenho que correr! –
Me desespero ao saber do horário, pois já estou em cima da hora.
Troco de roupa apressadamente, tiro o pijama branco e visto uma roupa simples e velha, calça jeans, uma camisa regata branca que estavam em cima de um criado-mudo. Por fim, calço um tênis velho, que estava de baixo da minha cama. Ashe vira o seu rosto para não me olhar, enquanto me troco. Assim que terminei de me trocar, saio correndo feito um maratonista do meu quarto para o laboratório do Professor Carvalho, para pegar meu primeiro Pokémon.


Durante o caminho, fiquei pensando em todas as possibilidades, todas as lutas e como eu queria ser um mestre Pokémon, como minha irmã é.



 Depois de 20 minutos, chego ao meu destino, um local muito bacana que lembra uma grande fazenda, com uma área verde linda e enorme, com um lago azul e limpo, árvores frutíferas e muitos Pokémon passeando e brincando pelo local, o que me faz dar um largo sorriso pela boca. Vou para a entrada do laboratório e bato a porta, ao fazer isso ouço um “Pode entrar” e assim abro a porta e me deparo com o especialista Pokémon tomando um chá sentado no sofá enquanto me esperava.

 A MÚSICA ACABA AQUI.
 
– Bom dia Victor, vejo que chegou a tempo para pegar seu Pokémon. -- O Professor me recepciona.
 
 

– Que alívio, bom saber que finalmente iniciarei minha jornada! – Fico aliviado a saber que ainda posso escolher meu Pokémon inicial. De repente um dos assistentes chega na sala segurando uma bandeja com 3 Pokébolas contendo os 3 iniciais de Kanto, uma Pokédex e 5 pokébolas vazias. O perito Pokémon coloca as Pokébolas dos iniciais na mesa, enfileiradas da esquerda para a direita.
 
 
– Bem, aqui está, os três iniciais de Kanto, o primeiro é Bulbasaur do tipo planta, Chamander do tipo fogo e Squirtle tipo água. Qual será sua escolha? -- O professor faz a tradicional pergunta quando um novato está para começar a sua jornada. A medida que ele fala os Pokémon disponíveis ele ele aponta para as Pokébolas contidas neles, o inicial de planta está à esquerda, o de fogo ao centro e o de água à direita.
 
 
Pensei a respeito do meu inicial com certa cautela e me lembrei do Greninja da Ashe, forte e incrível, baseado nisso escolhi o Squirtle como meu primeiro Pokémon.
 
 
– Certo Victor, aqui está o Squirtle. – O professor pega a Pokébola da direita indicando ser o Squirtle e o entrega para mim. Ao ver a Pokébola do meu primeiro Pokémon, não podia estar mais feliz, enfim tenho meu próprio Pokémon!
 
 
– Ah sim, pegue isso também. A Pokédex é a sua documentação como treinador, além conter todas as informações sobre os Pokémon existentes. E também essas Pokébolas para capturar novos Pokémon. -- O perito me entrega a Pokédex e as Pokebolas e eu as guardo no meu bolso.
 
 

– Muito obrigado professor Carvalho, até logo. -- Me despeço do professor e me dirijo para a saída.
 
 
Saio do laboratório e me vou caminhando para casa, a sensação de enfim ser um treinador Pokémon. Meu sonho é ser um mestre Pokémon e desafiar a Elite dos 4, como também ter muitos Pokémon. Sempre gostei de comer salgados assados e fritos como coxinha, esfirra, batata frita, tomar refrigerante, comer coisas como Pizza, lasanha, sanduíches, mas também como frutas e cuido do meu corpo, não de forma exagerada, mas sim de forma tranquila. Ao chegar em casa vejo a minha irmã me esperando com um sorriso no rosto.
 
 
– Olá Victor, quero saber qual é o seu Pokémon inicial. -- A garota me recepciona e já queria saber que Pokémon eu escolhi.
 
 
– Claro Ashe, eu já te mostro, Squirtle pode sair. – Lanço a Pokébola para o alto, o objeto se abre liberando o inicial, este ao aparecer, esboça um leve sorriso. Minha irmã sorri pela minha escolha.
 
 
Conversamos durante um tempo para nos conhecer melhor e já ter uma interação. Squirtle parecia ter uma personalidade calma e ser bem amigo também e em pouco tempo nos tornamos bons amigos e já estávamos brincando. Em seguida fomos almoçar, a tartaruga comeu uma ração própria para Pokémon, enquanto eu e Ashe comemos, arroz, feijão, batata frita e alguns salgadinhos de festa para acompanhar, de bebida um suco de uva.
– Um brinde para a sua jornada! – Ashe levanta o copo com uma forma de brindar e eu brindo com a minha irmã para comemorar.

– Você pretende participar do reino dos treinadores? –- A mestra de gelo me faz uma pergunta. Bem o reino dos treinadores é um torneio de sobrevivência e batalha, o prêmio é desconhecido, o desafio é muito grande e o local é um grande arquipélago com vários tipos de arenas. Eu falei que sim com certa animação.



 – Interessante, agora você quer uma primeira batalha? –
A garota me pergunta se quero batalhar com ela, o que me deixa bastante surpreso.
 
 

– É
sério!? Aceito seu desafio! – Me animo para batalha e aceito sem pensar 2x.
 
 

Ashe e eu nos dirigimos ao quintal da casa,  local é bem típico de casas comuns, sendo pequeno, mas o suficiente para fazer uma batalha com uma cerca de médio porte de madeira.
 
 

- Bom irmão, vou te ensinar algumas coisas básicas, será útil para você. –
Minha irmã dá o aviso.
 
 

- Tudo bem, pronta ou não lá vou eu, Squirtle, vamos ao ataque.


 
 
Squirtle, que estava fora da pokebola, se posiciona para a batalha e com muita confiança encara a treinadora adversária.



 – Meu Pokémon  será Vulpix.-Ashe saca a pokébola e a lança para o alto, o Pokémon de fogo sai do objeto pronto para a luta. Fico surpreso com tal escolha, afinal minha irmã é mestra do tipo gelo, mas também conheço alguns Pokémon de outros tipos que ela tem.
 
 

- Não entendo, o por que da escolha?
– Pergunto curioso.
 
 

- Você verá, comece. -
Responde Ashe.
 
 

BATALHA

 
música para a batalha

 Ambos os Pokémon se encaram, assim como eu e minha irmã. Estamos em em lados opostos da arena, estou com um pouco nervoso, mas animado com minha primeira batalha, ela estava bem calma.
 


 - Squirtle, use Bubble agora. –
Ordeno o primeiro ataque.
 


 - Vulpix, evasiva e depois Quick attack. – Responde Ashe.
 


 Squirtle lança de sua boca uma rajada de  bolhas de água em direção a Vulpix, que desvia pela direita e depois avança rapidamente com Quick Attack, acertando em cheio na tartaruga, jogando-o para trás, mas este fica de pé.
 
 

- Water Gun!

 
 

- Regra número 1, não seja previsível. Vulpix, use o Ember. –
Ela me adverte.
 
 

O inicial de água expele de sua boca um jato de água que vai em alta velocidade contra sua oponente, enquanto a raposa lança de sua boca uma sequência de projeteis de fogo no seu adversário. Os ataques se chocam, criando vapor, que cobre a pequena raposa vermelha.
 
 

– Squirtle, vá para dentro e use o Tackle.

 


 Squirtle parte para dentro do vapor, mas quando chega na área.
 


 – Salte e use Ember.

 


 Vulpix salta e lança pequenas bolas de fogo do tamanho e uma bola de gude em grande quantidade, o ataque surpreende o Pokémon de água, que é atingido em cheio pelo golpe de fogo, fazendo-o recuar 2 passos.


 
 - Regra número 2, sincronia entre você e seu Pokémon.



 – Squirtle, você está bem? – Pergunto para o meu parceiro. O Pokémon aquático acena que sim com a cabeça.



- Squirtle, use o Rapid Spin!



- Vulpix, Flamethrower!



A tartaruga dá um salto, se recolhendo para dentro do casco no processo e depois começa a girar em alta velocidade. A raposa lança de sua boca uma intensa rajada de chamas em direção ao inicial, que  avança girando em sua direção. O lança chamas pega Squirtle em cheio, mas este não para de girar e acerta Vulpix em cheio, jogando-a para trás.



– Vulpix, Quick Attack.



 – Espere um pouco Squirtle.



 A raposa avança em grande velocidade, mas quando chega perto do inicial de água.
 


 – Water Gun agora!



 Squirtle usa o jato de água pegando a raposa de surpresa e atingindo-a em cheio, jogando-a contra a cerca. A Pokémon de fogo se levanta, cambaleado um pouco, mas está bem e distante de seu adversário.
 


 – Water Pulse!
 


 – Ember!
 


 Ambos os Pokémon atacam, Vulpix lança as brasas como se fosse uma metralhadora e a tartaruga com uma esfera de água, do tamanho de uma bola de futebol. Os ataques se colidem criando um vapor que cobre a visão dos dois.
 


 – Avance com Tackle.
 


 – Energy Ball.
 


 A tipo fogo lança uma esfera verde do tamanho de uma bola de vôlei indo em direção ao Pokémon de água, que parte para cima numa investida certeira.
 


 – Pule e Hydro Pump!
 


 O Pokémon de água dá um grande pulo, ficando acima da esfera verde, mas quando ia lançar o ataque de água mais forte com sua boca.


 
 – Regra número 3, improvise e pegue seu adversário de surpresa, Vulpix, use o Extresensory na esfera.

 
 

O Pokémon de fogo controla a esfera e depois redireciona na direção do Pokémon de água, que pego de surpresa é atingindo em cheio, deixando a tartaruga fora de combate.



Enredo
 


 – Belo trabalho Vulpix e a você também Victor. –
Diz Ashe satisfeita.
 


 – Mas eu perdi, retorne Squirtle, fez um belo  trabalho. – Respondo chateado pela derrota que sofri.
 


 – Bem é assim mesmo, você não pode desistir, tem que continuar, não importa a barreira ,precisa vencer elas e continuar em frente, além do mais, me divertir na nossa luta e essa é a lição mais importante que dou a você, se divirta nas suas lutas sempre. – Incentiva a mestra de gelo, em seguida, ela se aproxima de mim e beija a minha bochecha. Ao ouvir tudo isso, me senti feliz pelo aprendizado.
 


 Minutos depois, Squirtle estava recuperado e eu vestia uma roupa diferente, um boné verde-esmeralda com detalhes em preto, camiseta de manga longa azul com traços em preto por cima de uma camiseta verde com detalhes em preto, luvas do estilo que deixa os dedos para fora da cor azul com traços em pretos calça preta e tênis preto com detalhes em azul e usava uma mochila verde com detalhes em vermelho.
 


 – Ashe, já vou indo, obrigado por tudo. – Agradeço por tudo.
 


 – Bem, se cuida irmão, me visite um dia. –
Responde a mestra Pokémon.
 


 Abraço minha irmã e parto para a minha aventura, não sei o que vou encontrar, mas será uma jornada épica.
Made by YumeChann
Victor Cavaleiro Vermelho
Victor Cavaleiro Vermelho


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum