Pokémon Shinki Adventures RPG
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Ragnarök City: Sangue na Neve

2 participantes

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Érica Ter 17 Jan 2017, 17:22

-Eu preferia que você não reagisse, mas acho que Infernape agradeceria.

O homem respondia para a religiosa, enquanto Nereu refletia sobre os problemas que o ataque elétrico do lutador poderia ter. Ser nocauteado quando a hora da novela começar estava se aproximando não era uma opção.

Alice dava novos comandos para seus Pokémon, e Morfeu e Melissa pareciam combinar alguma coisa. Conhecendo a raposa e pelo olhar do psíquico, apenas coisas ruins poderiam ocorrer com o pobre alvo.

Ampharos começava a rodada, usando seu Electric Terrain. Faíscas surgiam pelo chão novamente, irritando os Pokémon e os impedindo de dormir. Mr.Mime se via em uma luta contra Morfeu e Bubble, tentando redirecionar o Shadow Ball, ocupado demais para redirecionar o Water Pulse de Nereu. Infernape era forçado a usar seu Protect, se aproximando do aquático, mas recebia o Surf direto, sendo jogado longe. O dano era critico, mas graças às barreiras, o dano era reduzido.

Enquanto isso, o psíquico inimigo perdia a guerra. Infelizmente, a esfera sombria tinha seu poder reduzido e as barreiras, mais uma vez, reduziam os danos causados. Morfeu usava seu Psychic em Infernape, jogando o macaco lutador contra o poste no exato momento que Bubble passava próximo, fazendo a eletricidade ser atraída pelo metal. Pouco depois o macaco era jogado com grande força pela janela do carro, quebrando o vidro e começando a soar outro alarme.

Infelizmente, o raio que atingiu o poste acabou causando um grande curto, deixando boa parte das ruas e casas no escuro. Muito possivelmente, diversos eletrodomésticos seriam queimados, no entanto, o mais desesperado era Nereu. A loja de eletrônicos próxima, cuja TV estava ligada e mostrava a programação, começava a falar de sua novela antes de desligar.

Sem energia = Sem TV. Sem TV = Sem novela! Enquanto absorvia essa terrível lógica, Bubble era alvo do último Psychic de Mr.Mime, sendo jogado contra o asfalto. Os insetos se faziam presentes, causando danos, bem como a chuva de granizo, mas pelo menos as nuvens finalmente se afastavam e Morfeu se via livre.

Detalhes da Batalha:

Imagem do Campo
Clima: Temperatura mais baixa ainda, vento mediano e frio. Electric Terrain (5)

Retângulo menor = Carro
Retângulo maior = Estação de trem
Ponto preto = Poste de luz

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 97 Morfeu Lvl: 41 Trait: Insomnia - Lucky Egg
46%, Status: Stat de ataque 1, Stat de spc. Ataque 3
Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 164 Bubble Lvl: 39 Trait: Tinted Lens - Luck Incense
36%, Status: Infestation (3)
Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Vaporeon_verde Nereu Lvl: 22 Trait: Hydration - XXX
42%, Status: Infestation (4)

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 181 Ampharos Lvl: 49 Trait: Static - Ampharosite
49%, Status: Light Screen (6), Reflect (6)
Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 392 Infernape Lvl: 46 Trait: Blaze - XXX
0%, Status: Nocauteado
Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 122 Mr. Mime Lvl: 44 Trait: Filter - Light Clay
37%, Status: Stat de ataque 3, Stat de spc. Ataque 6, Light Screen (6), Reflect (6)
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Alice Ter 17 Jan 2017, 18:44

off: menos )o) (o( ~o~ /o/  /o_  _o_  _o\  \o\ < dancinha da vitória XD


Nereu's POV

Tv... Luz... Novela... Luz... Novela... Tv... Luz... Tv.... Curto... Novela... Tv... Luz... Novela... Luz... Novela... Tv... Luz... Tv.... Curto... Novela... Tv... Luz... Novela... Luz... Novela... Tv... Luz... Tv.... Curto... Novela... Tv... Luz... Novela... Luz... Novela... Tv... Luz... Tv.... Curto... Novela... Tv... Luz... Novela... Luz... Novela... Tv... Luz... Tv.... Curto... Novela... Tv... Luz... Novela... Luz... Novela... Tv... Luz... Tv.... Curto... Novela... Tv... Luz... Novela... Luz... Novela... Tv... Luz... Tv.... Curto... Novela... Tv... Luz... Novela... Luz... Novela... Tv... Luz... Tv.... Curto... Novela... Tv... Luz... Novela... Luz... Novela... Tv... Luz... Tv.... Curto... Novela... Tv... Luz... Novela... Luz... Novela... Tv... Luz... Tv.... Curto... Novela... Tv... Luz... Novela... Luz... Novela... Tv... Luz... Tv.... Curto... Novela... Tv... Luz... Novela... Luz... Novela... Tv... Luz... Tv.... Curto... Novela... Tv... Luz... Novela... Luz... Novela... Tv... Luz... Tv.... Curto... Novela... Luz... Novela...

Melissa's POV

YES!!! Bem-feito seu censurado de uma censurado, macaco censurado!!! Na próxima vai ser pior! Na próxima sou eu que você vai enfrentar seu censurado! O vidro do carro será o censurado dos seus problemas! Censurado!

Transmissão interrompida por linguajar inadequado a menores de idade e a alguns maiores de idade também.

Morfeu's POV

Um já pagou por tentar nos enganar e por ter colocado minha senhora nessa situação. Agora, faltam duas marionetes desse ladrão que ousou respirar o mesmo ar de minha mestra e Senhora. Ele irá pagar por tentar usar uma imagem não tão querida para nos enganar. Minha criança trará a justiça de Giratina a esse homem e ele terá pagar por seus pecados com sangue!

Transmissão interrompida para propaganda religiosa e momento de idolatria a treinadora.

Bubble's POV

Acho que estamos com um problema aqui... Faltam dois oponentes e eles estão agindo como se tivéssemos vencido e, sinceramente, não acredito que sou o melhor para comandar todo mundo... Eu só queria mais uma frutinha vermelha de recompensa, mas acho que vou esperar o final e pedir kilos dela pela vitória. Isso. O plano é perfeito. Uma piscina de frutinhas vermelhas. Nem vejo quando Alice recolhe e libera Morfeu novamente ao seu lado no campo, só sei que deve ter sido frustrante pra ele que não gosta e não está acostumado à Pokébola.

- Todos vocês em movimento para evadir de qualquer ataque! Bubble e Morfeu, usem seus Psychic em Ampharos, segurando-o no lugar e o lancem contra Mr. Mime. Nereu, fique de prontidão. Assim que Ampharos atingir Mr. Mime use um Ice Beam para congelar os dois juntos e depois um Toxic nos dois. Bubble e Morfeu, combinem mais dois Psychic para tentar derrubar o Ampharos! Foquem nele todos vocês! E voltem para mim o mais rápido possível.

Assim que escuto a voz dela, vejo que ela está com a caixinha de Potions nas mãos, pronta para nos curar um a um o quanto for necessário para ficarmos com toda nossa força novamente. Isso é bom...
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Érica Qua 25 Jan 2017, 13:13

Nereu passava por um momento traumático, parecendo incapaz de raciocinar naquele momento. O pobre Pokémon tremia, os olhos arregalados, como se tivesse bugado de alguma forma. Melissa mostrava seu vocabulário nada exemplar, o que arrancou olhares surpresos e um pouco chocados dos dois oponentes ainda em pé. Morfeu parecia mais ocupado adorando sua mestra, enquanto Bubble pensava que não era hora de relaxar, embora depois ficasse ocupado sonhando com Cheri Berry.

Morfeu era retornado para a esfera, e ao mesmo tempo, o homem tocava uma esfera estranha. Raios de luzes surgiam, envolvendo Ampharos. O corpo do elétrico se modificava, parecendo criar uma espécie de cabelo. Aquilo não parecia promissor.

-Ampharos, revide com Power Gem e Thunder Wave! Mime, ajude-o com Psychic e use Energy Ball no Vaporeon!

Novamente a batalha se desenrolava. Bubble e Morfeu uniram seus ataques psíquicos, mas graças a barreira e o aumento de sua defesa, os danos não foram tão altos quanto ambos gostariam, e Ampharos pareceu conseguir reunir força suficiente para lançar seu Power Gem, atingindo Morfeu e o jogando contra a parede da estação. Sem o apoio do mais velho, Bubble não conseguia jogar Ampharos tão longe quanto gostaria.

Mr.Mime pareceu resolver imitar seus oponentes, usando seu Psychic em Bubble para mantê-lo parado tempo suficiente, permitindo Ampharos usar seu Thunder Wave na coruja. Nereu continuava bugado, enquanto Ampharos era mais uma vez alvo de dois Psychic.

Era impossível dizer o que se passava pela mente do aquático, que pareceu surtar. A esfera verde era lançada contra ele, mas ele saltava por cima (se era para se esquivar, ou para ir para cima de Mr. Mime, era impossível dizer), onde começou a atacá-lo com mordidas e patadas. O psíquico não entendia o que estava acontecendo, correndo para se afastar do Vaporeon. Acabou utilizando um Water Pulse, atingindo graças a pouca distância. Os danos eram baixos, devido a diferença de nível e as barreiras. Invés de atacar novamente um oponente, o aquático pareceu pensar que o carro próximo era ameaçador, usando um Surf no mesmo. Mais uma sirene tocava infernal.

Detalhes da Batalha:

Imagem do Campo
Clima: Temperatura mais baixa ainda, vento mediano e frio. Electric Terrain (4)

Retângulo menor = Carro
Retângulo maior = Estação de trem
Ponto preto = Poste de luz

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 97 Morfeu Lvl: 41 Trait: Insomnia - Lucky Egg
5%, Status: Normal
Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 164 Bubble Lvl: 39 Trait: Tinted Lens - Luck Incense
5%, Status: Infestation (2), Paralisado
Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Vaporeon_verde Nereu Lvl: 22 Trait: Hydration - XXX
36%, Status: Infestation (3)

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 764 Mega Ampharos Lvl: 49 Trait: Mold Breaker - Ampharosite
7%, Status: Light Screen (5), Reflect (5)
Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 392 Infernape Lvl: 46 Trait: Blaze - XXX
0%, Status: Nocauteado
Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 122 Mr. Mime Lvl: 44 Trait: Filter - Light Clay
24%, Status: Stat de ataque 3, Stat de spc. Ataque 6, Light Screen (5), Reflect (5)

Bubble voava para perto de Alice, Nereu parecia ter enlouquecido e atraia os olhares para si.

-Acho que seu Pokémon precisa de um calmante...

O homem comentava, coçando de leve a cabeça. Ampharos acenava a cabeça, concordando com seu mestre. Até mesmo Bubble parecia concordar com o estranho.

-Bom... Ampharos, Swift combinado com Thunderbolt. Mime, duplo Psychic.
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Alice Qua 25 Jan 2017, 18:14

Bubble's POV

Tenho quase 100% de certeza de que Nereu enlouqueceu e não digo isso só porque ele está usando Surf em um carro... Ele só tá começando a parecer um Pokémon possuído por alguma força maligna... Nada demais...

- Cuidarei disso quando chegar em casa...

Escuto Alice comentar sobre o calmante para Nereu, mas acho que remédio não vai ajudar ele. Ele só quer a novela dele. O que há de errado nisso? Eu também não gosto quando me tiram minha bola vermelha... Isso não é legal.

- Morfeu, se aproxime de mim enquanto usa Psychic em Ampharos!

Alice manda e vejo que ela tem nas mãos um Super Potion para Morfeu. E eu? To cansado também... Quero remédio!

- Bubble!

Quando olho para as mãos dela, percebo um Full Restore. Remédio pra mim, oba! Tava precisando. Me sinto tão pesado e lento... Não é legal essa sensação.

- Use Agility para se aproximar de Mr. Mime e o pegue com suas garras. Depois jogue-o para cima e use Shadow Ball o mais perto que conseguir. Nereu, ataque Mr. Mime ajudou com a queda da energia, se vingue dele. Morfeu, ajude Nereu com seu Psychic.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Érica Qua 25 Jan 2017, 19:57

Enquanto a grande coruja pensava que seu companheiro de time estava possuindo por alguma força maléfica, possivelmente vinda de Giratina, algo que poderia fazer sentindo na atual situação, Alice dava novos comandos para seus Pokémon.

Itens eram usados para restaurar Bubble e Morfeu, que passavam a atacar. O psíquico usava seu Psychic ao mesmo tempo em que Ampharos usava Swift, o nocauteando antes de combinar o ataque elétrico. As estrelas conseguiam atingir a todos, os enfraquecendo, mas não nocauteando nenhum integrante.

Sozinho em campo, o Pokémon psíquico mirou os três claramente preocupado. A grande coruja usou seu Agility, conseguindo agarrar o adversário que tentou reagir, usando um Psychic para forçar o outro a soltá-lo. Os danos da queda e do Shadow Ball deixaram Mr.Mime com sérios danos, mas quem o nocauteou foi Nereu. O Surf era usado com mais fúria que o costume, causando um critical e o empurrando contra o ladrão e Beheyeem.

Detalhes da Batalha:

Clima: Temperatura mais baixa ainda, vento mediano e frio.

Retângulo menor = Carro
Retângulo maior = Estação de trem
Ponto preto = Poste de luz

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 97 Morfeu Lvl: 41 Trait: Insomnia - Lucky Egg
42%, Status: Normal
Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 164 Bubble Lvl: 39 Trait: Tinted Lens - Luck Incense
30%, Status: Normal, +2 de Velocidade
Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Vaporeon_verde Nereu Lvl: 22 Trait: Hydration - XXX
3%, Status: Normal

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 764 Mega Ampharos Lvl: 49 Trait: Mold Breaker - Ampharosite
0%, Status: Nocauteado
Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 392 Infernape Lvl: 46 Trait: Blaze - XXX
0%, Status: Nocauteado
Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 122 Mr. Mime Lvl: 44 Trait: Filter - Light Clay
0%, Status: Nocauteado

O protect do Beheyeem impedia qualquer dano e o homem retornava seu Pokémon. Ele mirou a religiosa, Morfeu rosnando e Nereu, embora exausto, parecia pronto para atacar. Bubble o mirava com garras preparadas.

-Não gostei de brincar... Bye bye!

O estranho sumia com Teleport, deixando para trás o pequeno grupo e a linguagem nada educada da pequena raposa. Sem mais adversários, Nereu voltava a pensar em sua novela, imaginando se o hotel possuía geradores para a TV funcionar.

Hora da Exp!

Morfeu ganhou 41860 de Exp.
Morfeu foi para o nível 59!
Morfeu quer aprender Swagger, Nasty Plot e Psyshock, mas já possui o limite de moves. Deseja esquecer algum para aprender algum deles?

Bubble ganhou 32200 de Exp.
Bubble foi para o nível 54!
Bubble quer aprender Zen Headbutt, Synchronoise e Extrasensory, mas já possui o limite de moves. Deseja esquecer algum para aprender algum deles?

Nereu ganhou 32200 de Exp.
Nereu foi para o nível 43!
Nereu quer aprender Aqua Ring, Bite, Acid Armor, Haze e Muddy Water, mas já possui o limite de moves. Deseja esquecer algum para aprender algum deles?

Lax ganhou 18837 de Exp.
Lax foi para o nível 46!
Lax quer aprender Fling e Rollout, mas já possui o limite de moves. Deseja esquecer algum para aprender algum deles?
Deseja evoluir?

Mandy ganhou 14490 de Exp.
Mandy foi para o nível 42!

Daiki ganhou 14490 de Exp.
Daiki foi para o nível 35!
Daiki quer aprender Flame Burst, Agility, Retaliate e Flamethrower, mas já possui o limite de moves. Deseja esquecer algum para aprender algum deles?

Shinji ganhou 14490 de Exp.
Shinji foi para o nível 44!
Shinji quer aprender Mean Look e Last Resort, mas já possui o limite de moves. Deseja esquecer algum para aprender algum deles?

Chantal ganhou 14490 de Exp.
Chantal foi para o nível 40!
Chantal quer aprender Night Shade e Curse, mas já possui o limite de moves. Deseja esquecer algum para aprender algum deles?

Roy ganhou 14490 de Exp.
Roy foi para o nível 41!
Roy quer aprender Taunt e Dragon Pulse, mas já possui o limite de moves. Deseja esquecer algum para aprender algum deles?
Deseja evoluir?

Apolo ganhou 14490 de Exp.
Apolo foi para o nível 44!
Apolo quer aprender Wing Attack e Roost, mas já possui o limite de moves. Deseja esquecer algum para aprender algum deles?

Kin ganhou 14490 de Exp.
Kin foi para o nível 37!
Kin quer aprender Slam, Thundebolt e Feint, mas já possui o limite de moves. Deseja esquecer algum para aprender algum deles?

Odete ganhou 14490 de Exp.
Odete foi para o nível 28!
Odete aprendeu Fury Swipes, Screech, Faint Attack e Taunt.
Deseja evoluir?
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Alice Qua 25 Jan 2017, 22:02

off:
Morfeu: Nasty Plot no lugar de Poison Gas

Bubble: Synchronoise no lugar de Echoed Voice

Nereu: Muddy Water no lugar de Water Gun

Lax: Fling no lutar de Tackle
Evoluir.
Personalidade:
Incrivelmente guloso, parece um poço sem fundo que nunca está satisfeito. Sempre busca mais aperitivos, fazendo um olhar pidão para todos que tiverem alguma coisa que pareça apetitosa. Não é incomum acabar babando enquanto se debruça de quem quer convencer a lhe dar o petisco desejado.

Apesar de sempre querer comida, se recusa a comer salada, qualquer coisa que tenha salsinha ou vegetais. Sua grande preferência é por bolos de chocolate, chegando a tratar uma torta inteira como uma simples fatia. Costuma perder a educação na frente de algo que realmente gosta, tendendo a tentar virar o prato diretamente na boca.

É um Pokémon muito bem humorado e alegre, tendo o mesmo animo de sua mestra após às 15h. Antes disso, costuma dormir sem descanso. Tentar acordá-lo antes desse horário ou antes de transcorridas 18h de sono pode ser incrivelmente perigoso. Mais perigoso que isso é ferir Penélope ou fazê-la chorar. Nessas horas, não importa a hora, acorda instantaneamente e pronto para fazer seu alvo pagar pelo que fizera a Penélope, preservando o lado super protetor de sua pré-evolução.

Apesar disso, aceita muito bem ficar acordado até tarde para participar de banquetes ou festas com comida liberada.

Daiki: Agility no lugar de Leer.
Flamethrower no lugar de Roar
Pode arrumar a escrita de Take Down?

Shinji: Mean Look no lugar de Quick Attack

Chantal: não aprender nenhum ataque novo.

Roy: Dragon Pulse no lugar de Fury Swipes.
Evoluir.
Na personalidade só corrigi alguns errinhos de port. e mudei Axew para Roy =3 mas vou deixar assim mais um pouco ^^
Personalidade:
Um Pokémon um tanto formal, que se refere aos outros sempre de forma respeitosa, utilizando termos poucos convencionais nos dias de hoje, tais como: milady, vossa senhoria, lorde, entre outros. Sempre fala difícil, utilizando sempre a forma culta da língua portuguesa, começando a divagar em voz alta, deixando todos confusos com aonde ele quer chegar com o que fala, embora nem mesmo o próprio Roy saiba.

Sempre está discursando e seus discursos costumam levar algumas longas horas. Quando alguém começa a dormir durante seus discursos, Roy bate na cabeça do indivíduo com um aipo, régua, ou qualquer outra coisa semelhante, mandando-o prestar atenção antes de voltar ao discurso.

Em batalha, sempre se mostra bravo e corajoso, mas será o primeiro a dar no pé quando a coisa ficar complicada, voltando aparentemente num passe de mágica para comemorar a vitória, independe de qual lado foi o vencedor. Possui memória curta e frequentemente esquece quem é inimigo, aproximando-se sem qualquer medo.

Adora Ísis e se autointitulou professor da garota, tentando ensinar a ela as coisas, embora saiba de diversas matérias tanto quanto ela e tenha dificuldades de assimilar que a loira não entende a linguagem Pokémon. Também tenta ensinar os outros Pokémon mais jovens, mas suas explicações são sempre confusas, sendo mais possível que os alunos desaprendam o que já sabem.

Apolo: Roost no lugar de Featherdance.
Wing Attack no lugar de Sand-attack.

Kin: Thunderbolt no lugar de Nuzzle.

Odete: evoluir
Personalidade:
A evolução mudou drasticamente a personalidade de Odete. Se antes era uma bebezona inútil em batalhas que se comportava com todos, menos com Nereu, insistindo em morder as barbatanas do aquático e atrapalhá-lo na hora da novela ou quando tinha um plano para casar Shinji e Akane, agora se tornou uma female fatalle, para desespero do aquático que continua sendo seu principal alvo.

Daiki é quem mais parece lamentar a evolução de Odete, uma vez que perdera sua amiga de pega pega. Agora, a gata parece só querer saber de provocar Nereu e deixá-lo sem saber como agir.

Odete possui um andar sensual e calmo, como se nunca tivesse pressa. A fala é macia e suave, quase hipnótica e o olhar é intenso. A risada é baixa e charmosa, revelando uma Pokémon encantadora e capaz de conquistar qualquer macho com facilidade. Apesar disso, usa seus atributos para derrubar Nereu e ver o aquático perdido com um ratinho sob suas patas, embora no fundo realmente goste do Vaporeon verde e não saiba como dizer.

Apesar dos sentimentos envolvidos, Odete é a primeira a ajudar Nereu em seus planos casamenteiros para unir Shinji e Akane. Este é um casal que ela acredite que realmente possa dar certo, embora nunca tenha revelado diretamente para Akane, assim como todos os demais.

Em batalha, a gata utiliza de todos os artifícios que possui para neutralizar o inimigo. Incrivelmente obediente e implacável, fará de tudo para que seu pelo permanecerá intacto após o conflito e, para isso, é importante que a batalha termine rápido.

evolui um pokémon de cada parceiro XD


Nereu's POV

Novela, novela, novela, novela...

Começo a correr o mais rápido que posso em direção ao hotel e escuto os passos de Alice e Morfeu atrás de mim. Sinceramente? Não vi quando o bandido fugiu e muito menos fiquei para ver o retorno do dono daqueles carros. Sei que Bubble também está nos seguindo, mas também não me importo. Eles poderiam ter ido atrás do bandido fujão que eu não me importaria menos. A luta acabou, fiz meu trabalho de Pokémon e agora quero o direito de ver minha novela em paz.

Quando chegamos no hotel, pulo na frente para forçar a porta a abrir e saio correndo. Infelizmente, na entrada sou obrigado por uma pequena felina que pula insistentemente nas minhas patas e fica mordendo minha barbatana. Odete sabe ser muito irritante quando quer e infelizmente não consigo ser rápido com ela sendo arrastada pela minha barbatana.

Logo escuto as vozes de Penélope e Ísis e vou até os fundos do hotel, onde elas estão treinando Lax e Roy. Isso também não chama minha atenção e, ainda arrastando uma Odete que morde minha barbatana caudal, me encaminho para Kuzuki, pronto para largar essa felina irritante no colo dele e seguir para meu alegre destino.

- Não adianta Penélope. Lax pode ser mais forte, mas Roy é mais experiente e sabe desviar muito bem. - Disse a da perna quebrada. Ela obviamente não tem tanta experiência assim... Também vejo pelo canto de olho quando Lax e Roy brilham e evoluem. Ligo? Nenhum um pouco. Há algo chamado NOVELA me esperando no quarto. O fato do Lax ficar do tamanho de uma parede preguiçosa e do Roy ainda estar falando esquisito não me interessa no momento.

O peso repentino atrás de mim e o fato de eu não avançar como antes, no entanto, me fazem parar. Odete deve ter sei lá como evoluído também. Me viro pronto para brigar com ela por seu comportamento infantil quando fico totalmente sem ar. Atrás de mim, segurando minha barbatana na boca, uma felina me olhar o olhar mais felino (?) e malicioso que já vi na vida. Nunca pensei que Odete poderia ficar assim em algum momento. Eu simples fico olhando para ela enquanto ela larga minha cauda, ainda com aquele lindo sorriso e o olhar fatal, se aproxima de mim e fecha minha boca, soltando uma doce e provocante risada. E ela simples se afasta? Como assim?! Ela passou o tempo todo me perturbando quando pequena e agora se afasta?

- Algum problema, parceiro? - E eu ignoro a pergunta de Shinji e seu sorriso debochado enquanto ainda acompanho Odete se sentar ao lado de Kuzuki, peito estufado e um olhar que demoro para entender. Acho que minha boca abriu de novo... Mas nem disso tenho certeza mais.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Érica Sex 27 Jan 2017, 13:31

Nereu estava desesperado, apenas pensando em não perder o capitulo de sua amada novela. Não se importava com mais nada, nem mesmo dando bola para as evoluções que aconteciam ao seu redor, exceto uma. A evolução de Odete pegava Nereu de surpresa, que ficava com a boca aberta. A felina parecia se divertir com a expressão do aquático, o Umbreon o provocava.

Enquanto os Pokémon se divertiam as custas de Nereu, que se esquecia por completo da novela, Alice se aproximava de seu noivo. Morfeu rosnava para o homem, Kin oferecia uma flor para o psíquico ao mesmo tempo que mastigava o fio do notebook de seu treinador.

Praticamente apenas os humanos ouviam o que o mais velho tinha a dizer, afirmando em poucas palavras que iriam morar temporariamente em outra casa. Não precisariam pagar pela estadia, mas teriam que ajudar um jovem chamado Toushiro a cuidar de sua avó e tentar consertar a casa. Ficava na Rua Blizzard, relativamente próxima da saída para a Route 26, e por serem raros os casos de pessoas irem para aquela direção, então não era muito movimentado. O caos em Mengun era outro ponto que auxiliava, não parecendo haver muitos cadetes por ali, e os que estavam na cidade, se concentravam mais no centro.

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 143
Lax evoluiu!
Ganhou +1 ponto em HP, 1 ponto em Ataque, 1 ponto em Especial Ataque, 1 ponto em Especial Defesa e 1 ponto em Velocidade.

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 611
Roy evoluiu!
Ganhou +1 ponto em Ataque, 1 ponto em Defesa, 1 ponto em Especial Ataque e 1 ponto em Especial Defesa.

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 53
Odete evoluiu!
Ganhou +1 ponto em Ataque, 1 ponto em Defesa, 1 ponto em Especial Ataque, 1 ponto em Especial Defesa, 1 ponto em Velocidade.
Quer aprender Swift, mas já possui 8 movimentos. Deseja esquecer algum para aprender Swift?
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Alice Sab 28 Jan 2017, 14:05

Morfeu's POV

Ignoro completamente todas as evoluções que acontecem em campo e isso inclui o pequeno tremor que sacode o hotel quando Lax cai para trás em sono profundo, destruindo em parte o animo de Penélope. Ísis, com sua perna quebrada, se mantém mais quieta, parabenizando Roy pela evolução, enquanto ele discursa sobre os princípios básicos evolucionais, esclarecendo que se trata de um evento esperado após o intenso treinamento. É fácil ignorar isso, ou melhor, é fácil ignorar todos eles.

- Como quiser, querido.

Mas é impossível ignorar isso... Minha criança chamando o noivinho de querido? Como assim? Que intimidade é essa? Por que ela tem que ser tão carinhosa com ele?

- Amanhã só preciso passar na estação de trem, retirar umas encomendas e o resto dos planos você decide.

Isso é demais pra mim. ELE DECIDE? ESSE VELHOTE TARADO NOIVO DE UMA CRIANÇA DECIDE? Sinto minha garganta vibrar e sei que estou rosnando. Também sinto meus punhos tremendo e meus poderes oscilando agressivamente no meu interior. Preciso fazer algo ou vou explodir em um ataque impensado.  Quando um hóspede do hotel passa perto, é ele quem jogo na piscina com meu Psychic para tentar manter a cabeça no lugar.

- Partimos hoje ou amanhã? - Alice questiona e eu só penso em dizer que com o noivo partiremos é nunca! E quem eu preciso matar para ela parar de abraçar ele pelo pescoço enquanto ele segue mexendo naquele computador idiota sem nem perceber o rato roendo o fio ou a bênção de receber o afeto da MINHA Alice?


off: se for narrar já a retirada dos itens da estação de trem, quero mandar a Beedrilite e as Rare Candy para Éris em Erobring com o transporte pago. =)
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Érica Sab 28 Jan 2017, 14:45

2° dia na cidade
Quinta-feira, 10h14min

Nereu não era o único a ignorar todos ao seu redor. Morfeu não se importava com as evoluções de Lax e Roy, com Kin roendo o fio do computador, nem com nada que não fosse sua Alice chamando o “noivinho” de querido. Seu ciúmes subia a níveis perigosos quando a religiosa deixou o homem decidir o que fariam, apenas dizendo que precisava ir na estação de trem no dia seguinte.

Sem conseguir se conter, Morfeu descontou sua frustração num rapaz desavisado, o jogando na piscina parcialmente congelada. As pessoas confusas e o grito da vitima eram ignorados. Apenas a voz de Kuzuki, afirmando que iriam dia seguinte, importava.

A estadia no hotel foi tranquila, pelo menos até Nereu perceber que havia perdido a novela, mas Odete logo o fazia perder as palavras com apenas um olhar. No dia seguinte, após o café da manhã, Kuzuki parava na estação para Alice retirar seus itens e enviar outros. Fora breve, e logo voltaram para a estrada, levando algum tempo para chegar ao endereço.

A casa era grande, possivelmente espaçosa, mas claramente danificada e antiga. Deveria ser linda quando fosse restaurada. Com o carro estacionado, o grupo saia e se via novamente na neve, quando um rapaz abria a porta para recebê-los. Os olhos de Ísis se iluminaram.

- Você é Souichirou Kuzuki?
-Sim.
-Eu sou Toushiro Ootani. Muito obrigado por virem, eu realmente preciso de uma ajuda aqui. Por favor, entrem.

Todos entravam, querendo se aquecer. Na pressa, Ísis quase escorregava, mas o rapaz a segurava a tempo e ajudava a adolescente, para grande desgosto de Shinji.
-200Pk$ da estadia no Kazumi Hotel
-1680Pk$ pelo envio dos itens
Ficha em breve será atualizada
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Alice Seg 30 Jan 2017, 12:33

off: gostando dos POVs da vez? XD


Shinji's POV

O lugarzinho tá precisando mesmo é ser derrubado e reconstruído. É uma casa espaçosa e muito antiga e não tenho tanta fé de que conseguiremos arrumar o lugar...

Pela porta da frente, sai um rapaz que logo começa a conversar com Kuzuki, se apresentando e recebendo nada mais do que um monossílabo do outro. Souichirou sabe ser simpático... Assim, volto a analisar o ambiente em busca de qualquer ameaça para Ísis. Ela ainda está com a perna engessada e precisa de cuidados, então preciso ter atenção em dobro.

Mas, obviamente, meu cuidado em excesso com ameaças externas me deixou desatento para a maior ameaças de todas: o garoto! Bastou um piscar de olhos que ele já estava com os braços em volta da minha Ísis. É muita audácia!

- Calma, Shinji. - Ísis diz quando começo a protestar para o garoto, sorrindo para ele e dizendo que ele não iria machucá-la. Só posso repreendê-la e mandá-la não sorrir daquele jeito para o rapaz, mas tudo o que consigo é um tapinha de bom garoto na cabeça e os dois me deixam falando e protestando sozinho. De repente, não gostei nada da ideia de irmos pra casa. Prefiro encarar os cadetes no centro da cidade.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Érica Seg 30 Jan 2017, 18:07

2° dia na cidade
Quinta-feira, 10h30min

Shinji não tinha uma boa primeira impressão do lugar. Em sua opinião, devia ser derrubado e uma nova construção reerguida, não acreditando muito que iriam conseguir construir a casa. O rapaz que os abrigaria se apresentava e conversava com Kuzuki, mostrando sua “simpatia”. O negro não prestava atenção, mais preocupado com os perigos que podiam rodear Ísis.

Infelizmente, o negro se descuidava do rapaz, e quando notava, ele ajudava a religiosa mais nova a se manter em pé. Sua indignação crescia ao ver Ísis sorrindo para o rapaz, e ficava ainda mais irritado ao notar Toushiro sorrir de volta para a loira.

Recebendo um tapinha na cabeça, Shinji sentia uma imensa vontade de mandar a alma do rapaz para Giratina, e o fato dele estar carregando Ísis para dentro da casa como se fossem recém-casados apenas reforçava esse desejo.

No interior da casa, se deparavam com uma sala simples. Um sofá de frente para uma lareira antiga e suja, infelizmente apagada. Embora o ambiente fosse frio, era melhor do que o lado de fora. Toushiro ajudava Ísis a se acomodar no sofá, chamando por sua avó. Em poucos minutos, uma senhora de idade e um pouco encurvada surgia. O rosto enrugado exibia um sorriso gentil.

-Muito obrigada por virem e desculpem o incomodo. Antes das apresentações, aceitariam um chá?

A idosa se mostrava amigável, o rapaz dizendo que ela devia se sentar e que ele prepararia o chá para todos. Enquanto o jovem estava na cozinha, a idosa se apresentava como Megumi, mas que não se importava em ser chamada de Meggy. Toushiro retornava com os chás para todos, a dupla esperando o grupo se apresentar.



Off: morrendo de rir XD
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Alice Qua 01 Fev 2017, 13:26

off: Poké enciumado em ação )o)


Mandy's POV

Suspiro pesadamente quando vejo Shinji aos pés da Alice, segurando algo que parece uma adaga e apontando para o jovem neto da dona da casa. Isso pode tornar nossa estadia aqui complicada e só agradeço a Arceus por Penélope não ter visto isso, mais preocupada em correr para dentro e se abrigar desse frio cruel.

No interior, a senhora Meggy se apresenta, recebendo uma xícara de chá de seu neto que logo alcança uma para cada pessoa na sala. Morfeu mantém-se sentado entre Alice e Kuzuki, enquanto Shinji ainda tenta puxar a capa roxa da mulher e aponta para o rapaz, claramente querendo o fim dele. Ísis não faz nada para repreender Shinji, ocupada em tentar controlar o rubor e os risinhos. É bom ver que ela está podendo aproveitar sua adolescência, sem se preocupar com onde dormir ou o que comer. Penélope também está conseguindo aproveitar uma infância quase saudável...

- Tia Meggy, tem internet?

Ela já perguntava sem se apresentar e colocando o notebook de Kuzuki na mesa. O cabo já com marcas de dentes por culpa de Kin. Essa criança precisa aprender a não considerar fazer compras uma brincadeira...

- Penélope. - A voz de Kuzuki é severa, chamando a atenção da minha inocente mestra e ela o olha por cima do ombro com curiosidade. - Apresente-se de forma adequada.

- Tá bom. Prazer, meu nome é Penélope Havelle Kuzuki, posso usar sua internet para comprar roupas novas? - E eu quase chego a conclusão de que minha menininha não terá mais salvação.

- Não me lembro de ter lhe autorizado a usar o cartão de crédito. - Kuzuki afirma, ainda impassível e sem mudar sua expressão. Rapidamente Penélope larga o notebook e o escala, fazendo caras e bocas chorosas, implorando e afirmando que está com muito frio dentro de seu casaco forrado com lã de Mareep e calça jeans. Ela parece uma bonequinha fofa, ainda mais com as maria chiquinhas que fiz nela.

Alice ri baixo e, ignorando o escândalo que Penélope faz sobre Kuziki, ela começa a nos apresentar, incluindo a mim, Morfeu e Shinji, que são os outros únicos fora das Pokébolas. Eu fico tentando tirar Penélope de cima de Kuziki, implorando mil desculpas mentalmente e rezando para que ele não derrame o chá nisso tudo. Aliás, não sei como ele ainda não fez isso e nem como ele consegue manter a pose e a expressão com o fiasco de Penélope... Mas é uma sorte mesmo. Tudo, no entanto, parece se acalmar quando ele entrega o terrível cartão preto para Penélope. Ela para instantaneamente com o choro e corre de volta para o notebook.

- Tem internet tia Meggy? - Volta a perguntar de forma infantil e me fazendo suspirar alto.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Érica Qua 01 Fev 2017, 22:52

2° dia na cidade
Quinta-feira, 11h30min

Mandy só podia suspirar ao ver Shinji com a adaga aos pés de Alice, enquanto apontava para o rapaz. Sacrificar o neto da senhora provavelmente não seria a melhor ideia, principalmente quando estão pedindo para ficar na casa desta senhora. Obviamente, o negro nem pensou nisso, mas a psíquica ficou feliz quando sua mestra não percebeu.

No interior da casa, Morfeu parecia querer garantir que Kuzuki ficaria longe de Alice. Ísis tentava controlar o rubor e os risinhos, nem reparando no que seu Pokémon fazia. Penélope já perguntava sobre a internet. O mais velho da família a repreendia, obtendo como resultado uma criança fazendo manha. Alice e Meggy riam da cena, enquanto Toushiro sorria de forma mais discreta e comentava com Ísis que ela parecia ter uma boa família.

Ficou para Alice a função de apresentar todos, com Kuzuki milagrosamente não derramando seu chá e permanecendo imparcial enquanto a mais nova o escalava, mas no final, Penélope vencia. Shinji parecia ainda mais insistente em querer sacrificar o rapaz após ouvi-lo elogiar o nome de sua mestra.

-É um prazer conhecê-los. E sim querida, nós temos internet.
-É... Só que ela sempre cai quando começa a nevar...

O rapaz murmurava desanimado, a mais velha apenas sorria divertida e Penélope se desanimava com a notícia. A conversa continuava brevemente, com a mais nova aproveitando que havia internet no momento ao máximo, fazendo a Gardevoir suspirar. Explicavam o motivo de precisar de ajuda, com o rapaz possuindo trabalho de meio-período e que suas aulas começariam na segunda-feira.

-Vou começar a preparar o almoço, imagino que estejam com fome.
-Obrigado tia Meggy. Melhor mostrar a vocês os quartos... Quartos separados ou de casal?

O rapaz perguntava para Kuzuki e Alice. O nome de Penélope indicando que era filha dos dois, mas ele aparentemente queria evitar qualquer mal entendido. A pergunta deixou Morfeu “levemente” irritado, bem como indignado ao imaginar sua mestra dividindo o quarto com Kuzuki.




Off: é lindo como Shinji é religioso nessas horas XD
Penélope viciada em compras xP
se quiser, pode narrar o resto do dia o/
Imagem Toushiro Ootani
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Alice Dom 05 Fev 2017, 23:25

off: Shinji é muito religioso u.u um devoto nato de Giratina )o)


Mandy's POV

Acho que não é prudente me envolver nesse momento. Morfeu parece estar a um passo de explodir perante a pergunta do jovem Toushiro que, diga-se de passagem, é mais do que pertinente. Penélope abandonou totalmente seu sobrenome de nascença e se apresenta pelo nome dos dois, mesmo eles não tendo se casado e Kuzuki não a ter adotado efetivamente. Mas acredito que seu eu falar para meu esposo, ele só vai acabar espumando ainda mais de raiva. No entanto... Não custa tentar.

Querido, seja compreensivo. Penélope confundiu ele.
Não somos casados.

E era a resposta óbvia. Morfeu insiste em afirmar que nosso casamento não é válido só por ter sido Bubble com uma revista quem o celebrou. Mas, se para Penélope foi real, para mim também será. E já conhecendo meu marido, não me impressiono quando ele pega a segunda adaga das duas Giratinistas e se junta a Shinji, pedindo para sacrificarem o neto da senhora, ainda mais quando ouviu Kuzuki alegar que era quarto de casal.

Eu opto por me concentrar em ajudar Penélope na escolha das roupas. São várias para Alice, Ísis, Kuzuki e ela própria. Também é difícil manter ela longe de sites que vendem jogos e brinquedos, embora Souichirou tenha sido claro ao afirmar que era para comprar somente roupas.

Alice retira as adagas de Morfeu e Shinji, guardando-as na mochila mais uma vez, antes de ir atrás de Meggy e ajudá-la na cozinha, inclusive assumindo basicamente todo o trabalho, para não cansar a velha senhora. Morfeu e Shinji parecem muito frustrados, mirando cada um o seu alvo com sentimentos nada positivos. Suspiro, voltando a me concentrar em Penélope. Ao fundo, escuto Kuzuki pedindo para Touchiro lhe mostrar o que precisava ser arrumado na casa. Ele claramente queria começar a organizar o ambiente.

Após o almoço, Ísis protesta por não poder ajudar devido a perna machucada, mas todos a acalmam com relação a isso e Shinji tenta morder Toushiro, quando este trás um chá que Alice fez para Ísis. Por sorte o rapaz não viu e ainda mexeu na cabeça dele, chamando ele de bom menino de novo. O que só o enfureceu. Alice, por sua vez, vestiu um avental velho e começou a limpar o ambiente, logo me pedindo ajuda para limpar a lareira. Juntas, conseguimos deixá-la usável e logo Roy e Chantal colocavam vários pedaços de lenha no interior, com Melissa iniciando uma pequena chama. O calor preencheria o lugar em pouco tempo, tornando a tarde de arrumação mais aconchegante e suportável.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Érica Sex 10 Fev 2017, 03:28

Off: quem é mais religioso: Shinji ou Morfeu? XD

3° dia na cidade
Sexta-feira, 08h00min

Mandy tentava acalmar Morfeu, sem nenhum sucesso. O Pokémon devorador de sonhos apenas fazia seu desejo claro: sacrificar o neto da senhora, e o “noivinho” também estava na lista, ganhando alguma preferência ao ouvir o mais velho dizer que seria um quarto de casal. Sem ter como acalmar seu marido, a Pokémon fada ajudava Penélope na escolha de roupas e tentar manter a mais nova longe de brinquedos e jogos, missão muito difícil.

Alice, após frustrar os dois Pokémon excessivamente ansiosos para mandar almas para Giratina, assumia o trabalho na cozinha. A mais velha agradecia e mostrava para a Havelle o local de cada coisa e trocavam dicas de culinária.

Toushiro e Kuzuki subiam as escadas, com o rapaz mostrando as falhas no telhado e danos das janelas, culpa das varias tempestades. Também mostrava algumas peças que não tinham sido terminadas, com a fiação por fazer, bem como pintura. Um dos banheiros estava com infiltração e a água quente não funcionava muito bem. A pequena estufa erguida nos fundos, onde a dona da casa tentou ter uma pequena plantação para ter temperos e vegetais frescos, era de longe a parte mais danificada, estando coberta de neve e um grande buraco, cortesia de alguns Gladiadores e trabalho mal feito pelos pedreiros. O sótão tinha algumas (muitas) goteiras, sendo possível ver o céu por algumas aberturas. O aquecedor central não funcionava fazia dois anos, motivo de a casa ser gelada, a caixa de ferramentas ao lado e algumas peças ao redor indicavam que o rapaz estava tentando arrumar, sem sucesso infelizmente.

Após o almoço, Alice e Mandy se focavam na limpeza da sala, com Ísis reclamando por não poder ajudar. Shinji tinha sentimentos nada felizes em relação a Toushiro, que entregava chá para a loira. A lareira era acesa, espalhando seu calor pelo ambiente. As horas passavam ligeiras, Mandy e Alice faziam faxina, Penélope fazia compras e recebia a mensagem que suas compras chegariam em dois dias úteis, Kuzuki e Toushiro começando a realizar alguns reparos e conversando sobre o que seria necessário e Megumi fazia companhia para Ísis, pelo menos até chegar a hora do jantar.

Novamente, Alice assumia a cozinha e todos jantavam. Megumi e Toushiro os guiavam para os quartos de hospedes, com Ísis nas costas do rapaz e Shinji querendo esganar o neto da idosa. Morfeu queria sacrificar Kuzuki mais uma vez, ao ver o quarto que o mesmo dividiria com Alice. Penélope ficaria no quarto ao lado da dupla, o quarto de Toushiro em frente. Ísis tinha seu quarto no térreo, por causa da sua perna quebrada, ficando ao lado do quarto de Megumi. A noite foi tranquila e o dia começava a raiar.


Controle:

Tempo que Ísis tem que ficar com perna engessada: 36 dias
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Alice Sex 10 Fev 2017, 14:30

off: difícil dizer @.@


Morfeu's POV

Santificado Giratina por ter me feito nascer com Insomnia. Pude vigiar minha Senhora a noite inteira e garantir que esse sem-vergonha do noivo dela não se aproximasse. Ou que ela não se aproximasse dele enquanto, como uma criança inocente, procurava algo para abraçar em seu sono. Por sorte, eu estava lá para lhe proporcionar um travesseiro e Melissa. E por sorte eu sei Hypnosis, assim, depois de cansar de ver Melissa protestando, se debatendo e mordendo o cobertor, a coloquei para dormir com Alice, como o bichinho de pelúcia que ela parece ser.

Agora, com o nascer do sol, não abaixo minha guarda enquanto Kuzuki deixa o leito, faz sua higiene matinal, troca de roupa e deixa o quarto sem nunca olhar para a cama. É como se ele não se importasse... É impossível ele ser imune aos muitos charmes de minha Senhora, que agora dorme com o cabelo selvagem sobre o travesseiro, com um travesseiro entre braços e pernas, a coberta um tanto quanto caída no chão e Melissa firme em seu abraço protetor, igualmente adormecida.

Alice desperta algumas horas depois de Kuzuki e perde um certo tempo tentando desembaraçar seu longo cabelo. Eu me perco analisando essa cena tão linda, enquanto Melissa se estica na cama, olhando as cobertas e tentando se lembrar de como parou ali. Sinto que terei de usar Hypnosis de novo nela para não ter de aguentar um falatório mais do que de baixo nível pelas próximas horas...

Ao final, com Melissa dormindo mais uma vez na cama, descemos para o café da manhã. Minha criança volta a cozinhar como se brincasse de casinha e sua comida é simplesmente fantástica. Ela está sorridente, como se gostasse do ambiente precário em que nos encontramos, mas seus olhos estão distantes. Sinto sua mente trabalhando, tentando se decidir quem dominaria: a criança ou a mulher. A última tem ganho com mais frequência, como se os anos que ela passou desperta andando comigo em busca da libertação total, não tivessem sido esquecidos mesmo e servissem para ela compreender melhor sua história tão confusa.

Em outra mesa, mais ao canto, Kuzuki escreve em seu caderno as informações recebidas no dia anterior sobre as necessidades da casa. Era parte do acordo afinal... Precisamos ajudar na restauração do lugar e isso dará muito trabalho...

Enquanto Alice conversa com tia Meggy e lava a louça do café da manhã, me aproximo para ouvir o que Kuzuki conversa com Toushiro. Shinji parece estar analisando a casa, em busca de uma forma de causar um acidente que quebre o pescoço do neto da senhora. Não é má ideia. Resolvo ajudar e ver se ele irá ajudar a consertar o telhado. Telhas cobertas de neve... Muito propício para alguém cair.

Caderno com anotações das reformas:

Falhas no telhado decorrente de tempestades
Danos nas janelas decorrente de tempestades
Peças da casa sem fiação
Peças sem pintura
Banheiro com infiltração
Sem água quente
Estufa coberta de neve, com grande buraco nos vidros e áreas mal feitas por pedreiros
Sótão com muitas goteiras, sendo possível ver o céu por algumas aberturas (ver telhado)
Aquecimento central danificado

Só miro a situação, ficando um pouco (muito) preocupado com o tipo de trabalho que teríamos de fazer. Não sou pedreiro... Não sei arrumar banheiros com infiltração ou telhados com goteira! E aposto que Kuzuki também não. Um homem de negócios, que vive tendo tudo o quer nas mãos, não deve nem saber a diferença de um prego para um martelo! E é com grande surpresa que percebo que ele sabe sim a diferença...

Toushiro deve estar surpreso quando escuta Kuzuki dizer irá priorizar o telhado e pede uma escada para subir e ver as condições da telha, antes de decidir o que o jovem terá de comprar na cidade. Obviamente o garoto teria de fazer todas as compras, já que nós não podemos nos arriscar no centro cheio de cadetes. Resolvo me afastar quando Kuzuki começa a listar a provável lista de material que precisaria para arrumar o telhado e me volto para Alice.

- O que acha de sairmos um pouco?

Como posso dizer não para um pedido desses? Sei que minha Senhora deseja treinar alguns dos mais fracos de nós e procurar alguma alma gelada para entregar a Giratina, em agradecimento pelo lugar seguro que ele nos proporcionou. Mas já basta para mim. Estaremos juntos e sem nenhuma pessoa por perto até a hora do almoço, simplesmente perfeito. A vejo se aproximar de Kuzuki e perguntar para ele se ele acha que pode ter algum perigo nisso. Perguntar! Vê se pode! Ela é quem devia mandar aqui! Eu irei cuidar dela, não importa que Kuzuki ache perigoso ou não! Mas por sorte ele concorda e não serei obrigado a chocar todos matando um homem na sala de estar...

Assim, Alice comunica a todos de sua pequena saída, argumentando que iria conhecer a região. Sua longa capa a protegendo do frio, enquanto eu tenho a pior tarefa: acordar Melissa.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Érica Sex 10 Fev 2017, 16:19

Off: Giratina tem seguidores fiéis XD

3° dia na cidade
Sexta-feira, 09h20min

Após uma noite inteira vigiando o noivo de Alice, e precisando usar Hypnosis em Melissa para que ela dormisse e virasse o bichinho de pelúcia perfeito para a religiosa, Morfeu ficou indignado com o comportamento indiferente de Kuzuki. Alice acordava pouco depois, arrumando os longos cabelos azulados, e após mais um Hypnosis em Melissa, todos se reuniram para o café da manhã.

A Giratinista mais velha ainda se via oscilando entre a criança e a mulher. Deixando a sua mestra conversando com Meggy, Morfeu resolve ajudar Shinji a arrumar uma forma de causar um acidente, que terminasse com o neto de Meggy quebrando o pescoço. No entanto, ao ver a lista de coisas que precisavam ser arrumadas, ficou preocupado.

Sua experiência em obras se resumia a zero, mas deviam ajudar a arrumar o lugar, era o preço por sua estadia ali. Sem ter que se preocupar em pagar estadias caras, longe de cadetes, mas tinham que arrumar o lugar. A casa de dois andares, e ainda tinha sótão e porão, nada divertido de limpar e concertar...

Kuzuki surpreendia o mais novo e Pokémon, mostrando que possuía conhecimento no assunto. Morfeu se afastou novamente quando a dupla foi pegar a escada. Alice perguntava para seu inicial o que ele achava de dar uma volta, que prontamente aceitava, embora se irritasse com a ideia de perguntar para Kuzuki se estava tudo bem. Para piorar o humor de Morfeu, devia acordar a pequena Vulpix, que dormia tranquilamente.

Alguns minutos tentando, a raposa finalmente despertava, rebaixando seu vocabulário mais do que um dia alguém podia imaginar, mas enfim puderam sair da casa. O ar frio tocava a face de Alice, o céu estava limpo e o sol brilhava. Morfeu viu um carro passando e removendo a neve. A Biblioteca Central estava próxima, bem como a saída para a Route 26. O prédio da Galeria Smeargle’s Arts era visível.


Controle:

Tempo que Ísis tem que ficar com perna engessada: 36 dias
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Alice Sab 11 Fev 2017, 20:00

Morfeu's POV

O ar gelado nos atinge com força, mas mesmo assim inspiro profundamente, permitindo que o frio me acalme de tudo. O carro que remove neve parece não ter percebido nossa presença. Estamos perto da biblioteca e podemos ver um outro prédio por cima de algumas casas. Contudo Alice não anda em nenhuma das duas direções. Ela se volta para a saída que nos levaria para fora da cidade.

Sem questionar sua escolha e sabendo o que ela busca, a sigo pela neve funda para o mais longe possível da cidade, até chegarmos ao limite do lugar. Quanto mais longe, menos chances de nos verem e é isso que buscamos. Atrás de nós, Melissa xinga veementemente cada floco de neve. Quase sinto pena dela, já que a cada pulo ela se enterra até o pescoço na neve e se vê forçada a pular para continuar avançando.

Alice não carrega nada além da adaga e uma Fire Stone escondida sobre seu manto. Sei que ela não quer dar esperanças para Melissa, mas sei também que ela pretende avaliar se ela já está pronta para evoluir ou não. E isso tudo significa uma única coisa: provavelmente terei de treinar essa desbocada irritadiça. Que alegria...
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Érica Sab 11 Fev 2017, 20:45

O pequeno grupo optava por se afastar da cidade, se dirigindo até o limite da mesma. As casas se tornavam mais escassas, o movimento era praticamente inexistente se não fosse a religiosa e seus Pokémon. E era exatamente isso que desejavam.

Sem nenhum item, exceto pela adaga e pela Fire Stone, Alice caminhava com Morfeu ao seu lado. Melissa tinha muitas dificuldades em acompanhar a dupla, precisando pular para avançar e sempre ficando apenas com a cabeça visível. O psíquico quase sentia pena da raposa, mas não o expressou. Sabia que seria xingado se o fizesse. Invés disso, apenas se desanimava com a possibilidade de ter que treinar a pequena desbocada.

Quase no final da cidade, Morfeu avistava três Pokémon. Dois deles caminhavam e evadiam de forma desengonçada, o terceiro parecendo irritado por não conseguir pegar o que parecia uma caixa de chocolates, mas sempre que investia novamente, o casal estabanado fazia uma evasiva bizarra e milagrosa.


Print
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Alice Sab 11 Fev 2017, 21:16

Morfeu's POV

Ok... Pokémon aparentemente bêbados? Será que Giratina iria os querer? Se bem que Alice pediu por algo que pudesse enviar para ele em agradecimento pelo abrigo que conseguimos. Então... Se ele nos enviou aquela dupla, é porque eles os quer... Dedução lógica, mas difícil de acreditar mesmo assim.

- Melissa, vá. Capture as almas que Giratina nos pede.

A voz de Alice atinge nossos ouvidos e vejo Melissa erguer todas suas caudas e seu focinho, enquanto diz para minha Senhora somente ver enquanto ela faz o trabalho sem precisar de comandos e sem derramar uma gota de suor (de forma muito menos educada). É difícil não rir quando logo depois ela tropeça e cai na neve, voltando a se erguer com neve por cima de seu topete. Ela bem que mereceu. Se Alice não quisesse mantê-la no grupo, eu a teria eliminado há muito tempo por falar de forma tão desonrosa com minha Senhora.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Érica Sab 11 Fev 2017, 21:41

Morfeu tinha dificuldade em acreditar que Giratina iria querer um casal de Pokémon aparentemente bêbados e que faziam um Raticate de trouxa, mas haviam pedido por um sacrifício em potencial e, como eles foram os primeiros Pokémon que encontraram, parecia que Giratina os queria. Difícil de acreditar, mas ainda possuía sua lógica.

Alice enviava sua Vulpix nanica para a batalha, que logo erguia o focinho e se exibia, afirmando que seria capaz de terminar a batalha sem qualquer dificuldade. Foi difícil para o psíquico não rir quando ela cai, mas se ergue como se nada tivesse ocorrido, apenas com um monte de neve em seu topete.

O roedor pareceu o primeiro a notar a aproximação da menor, que ainda pulava para conseguir avançar pela neve. O primeiro movimento que a Fire usa é seu Flamethrower. A grande rajada de fogo avançava ameaçadoramente contra um dos Spindas, mas que por algum milagre bizarro, escorregava na neve e caia para o lado, evadindo do golpe. Demorando para acreditar no que ocorreu, mas com parte do campo agora livre para caminhar, a raposa tentava usar seu Fire Spin na outra Spinda, que fez exatamente o mesmo que seu companheiro: escorregou no gelo e caiu para o lado, evadindo do ataque. Raticate começou a rir alto das falhas da oponente.


Hora da Batalha
Condições da batalha: Dia, sol fraco e sem nuvens. Vento gelado e muita neve por todo lugar.

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 327
Spinda
Lv.07
Trait:Own Tempo
100%, Status: Normal
Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 327
Spinda
Lv.06
Trait:Own Tempo
100%, Status: Normal
Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 20
Raticate
Lv.05
Trait:Guts
100%, Status: Normal
Vs.
Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 37
Vulpix/Melissa
Lv.22
Trait:Flash Fire
100%, Status: Normal
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Alice Sab 11 Fev 2017, 21:56

Morfeu's POV

Claro que Melissa não precisa de ajuda para vencer um trio de Pokémon fracos. Claro que ela é capaz de terminar com tudo rapidamente e com todo estilo. Isso tudo é muito óbvio. Assim como é óbvio que ficar xingando o Raticate com termos decadentes é muito mais efetivo do que usar um ataque verdadeirament eficaz.

- Use Swift, Melissa.

Apesar disso, Alice se mantém calma e com sua voz serena e delicada. Ah... Seria tão fácil esquecer nossa realidade e fechar os olhos enquanto escuto esse timbre tão fantástico e único para meu coração. Porém Melissa estraga o momento ao dizer, do seu jeitinho único, que não precisava de ajuda e que já ia usar Swift mesmo. Céus... Será que cortar a língua dela fora seria um atentado ou um favor na concepção de Alice?
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Érica Sab 11 Fev 2017, 22:24

Morfeu assistia a batalha da Vulpix, que xingava o roedor com termos nada adequados. O roedor “revidava” e a ofendia, falando do seu tamanho. Alice comandava o Swift para a raposa, e embora o psíquico quisesse apreciar a doce voz de sua treinadora, a raposa nada educada avisava que já ia usar aquele ataque. Morfeu se questionou se seria tão ruim assim cortar a língua de Melissa.

Os três oponentes logo eram atingidos pelas estrelas da Vulpix, que graças a diferença de nível, eram facilmente nocauteados. Melissa novamente erguia o focinho, mostrando como aquilo fora fácil.


Melissa ganhou 48 de Exp.
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Alice Ter 14 Fev 2017, 11:54

off: bomba de Exp )o)


Morfeu's POV

Reviro os olhos enquanto Melissa estufa o peito e nos olha como se estivesse se exibindo de seu feito. Santo Giratina, dai-me paciência. Talvez eu devesse rezar para Arceus pedindo por paciência... Para Giratina isso não tem funcionado muito bem... A vontade que mais cresce é de sacrificar alguns parceiros de time, a começar pelo noivo e por Melissa, depois a Julie... E é melhor parar de listar...

Alice sorri de forma doce, dizendo um baixo "muito bem", antes de erguer mais três esferas, uma bicolor e duas vermelha, e lançá-las para cima. Nereu, Julie e Bubble surgem e o filhote gigante já está correndo na minha direção gritando "mamãe". Quantas vezes terei de explicar que: 1) eu não sou fêmea, 2) eu não sou a mãe dela e 3) ela corre sério risco de vida com esse comportamento? E por que todas as vezes essa história termina comigo erguendo ela com Psychic, como se ela tivesse mesmo conseguido seu colo? Muito frustrante...

- Julie, use Rock Slide. Preciso de pedras.

Coloco Julie no chão e ela anda de forma atrapalhada até um ponto qualquer, logo invocando diversas pedras no mesmo lugar. Satisfeita, Alice recolhe Julie, evitando ter muitos de nós espalhados nesse momento.

- Melissa, derreta as pedras. - O queixo de Mel cai e ela começa a brigar, dizendo que levariam horas para desmanchar tantas pedras, mas Alice ignora os protestos. - Bubble, Morfeu, concentrem as chamas para facilitar o trabalho e usem a massa para criar três estrelas, com o centro sólido e as pontas vazadas. Nereu, quando as estrelas estiverem prontas, as esfrie para que se consolidem novamente.

Estrelas de pedra que ficarão acima da neve. Eu devia ter imaginado. Alice não gosta que suas estrelas desapareçam tão facilmente. Nós quatro nos olhamos e suspiramos. O trabalho será longo e intenso, mas daremos um jeito de fazer dar certo. Enquanto isso, Alice acaricia o pelo de um dos Spidas, brincando de passar o dedo sobre uma das manchas.
Alice
Alice


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Érica Ter 14 Fev 2017, 13:51

Off: wiiiiiiiiiiii (o( XD
Off¹: sorry post fraquinho...

3° dia na cidade
Sexta-feira, 14h30min

A vontade de sacrificar os membros da equipe e o noivo de Alice crescia, mas por não ter a ordem da religiosa, Morfeu devia se controlar, para desagrado do mesmo.

Alice liberava mais alguns Pokémon, com Julie recebendo “colo” da sua “mãe”, os comandando e ignorando os protestos da pequena Vulpix. As pedras da Pokémon Rock eram atingidas pelas chamas de Melissa, que eram concentradas pelo Psychic de Bubble. A rocha se avermelhava e começava a derreter, bem como a neve ao redor.

Morfeu moldava a pedra parcialmente derretida, e quando terminava, Nereu a esfriava rapidamente, recebendo ajuda do clima frio. O trabalho levou algumas horas para ser finalizado, mas agora havia três estrelas de pedra. A raposa um pouco cansada pelo esforço, a neve do local totalmente derretida.


Controle:

Tempo que Ísis tem que ficar com perna engessada: 36 dias
Érica
Érica


Ir para o topo Ir para baixo

Ragnarök City: Sangue na Neve - Página 2 Empty Re: Ragnarök City: Sangue na Neve

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Ir para o topo Ir para baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ir para o topo


 
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos