Pokemon Veronne

Ir em baixo

Pokemon Veronne Empty Pokemon Veronne

Mensagem por #Kii em Qui 25 Out 2012, 17:35

Sinopse
Um tempo atrás, num misterioso acontecimento até hoje indecifrável pelos cientistas, uma enorme ilha, emergiu. Alguns dizem que os lendários aquáticos quiseram isso, outros disseram que o nível do mar baixou muito e a ilha ressurgiu. O mais estranho, é que foi como se ela estivesse protegida por uma bolha de ar, já que vários pokemons moravam lá, como se a ilha nunca tivesse afundado. Vários treinadores começaram a ir para lá. E a ilha foi nomeada Veronne, a sexta ilha do mundo pokemon. Ficou famosa rapidamente. Tinha suas próprias regras sobre jornada e insígneas e torneios. E as principais cidades, foram: Hojiki, a cidade onde encontrava-se o laboratório; Liunja, a cidade onde encontrava-se o primeiro ginásio; Grounder, a cidade do segundo ginásio; Kuryan, onde aconteciam as edições da Liga Tornado; Akinor, a cidade do terceiro ginásio; Sonetu, a cidade onde encontrava-se a torre de rádio da cidade e a importante usina elétrica; Noise, a cidade do quarto ginásio; Borbulhatam, onde ficava o porto e o último ginásio da ilha. Existiam muito mais ginásios pelo continente, mas essas eram as principais cidades. É claro, uma organização se fundou lá, chamada de Elite de Fogo. A mesma deseja o controle da ilha de Veronne e de todos os outros continente. Então, dois jovens gêmeos, filhos de uma família rica, quando os mesmos completaram 14 anos, resolveram partir em jornada, uma jornada perturbada por uma antiga promessa de ambos a um antigo rival.


Caso queira participar da fic, mande por MP! Caso postada aqui, não será aceita. Utilize esta pokedex. A pokemons a partir do nº102 não serão permitidos. Iniciais de outras regiões são permitidos

Nome: (Nome e Sobrenome
Idade:
Região Natal:
Aparência (Aqui):
Pokemon Inicial: (As primeiras evoluções dos três primeiros pokemons)
5 Outros pokemons: (Somente primeiras evoluções)
Carreira (Treinador, Criador, Coordenador, Ranger, Somellier):
Rival/Companheiro/Neutro/Elite de Fogo:

História:


Rangers são permitidos somente 3 pokemons para capturar.

Personagens:

Nome: Victória Torrent
Idade: 14
Região Natal: Veronne
Aparência : Pokemon Veronne Tek50899258379096259822
Pokemon Inicial: Brubble(M) (Netuno)
5 Outros pokemons: -Albat(M)(Júpiter)- -Smidalis(M)(Vulcano)- -Kenkidd(M)(Marte)- -Baskeist(F)(Diana)- -Mucapa(F)(Vênus)-
Carreira : Treinadora
Rival/Companheiro/Neutro/Elite de fogo: Principal

História: Quando pequena, Victória era muito curiosa, o que a meteu em várias furadas, na qual era salva pelo seu... "Pokemon Babá", um Jackost de seus pais. Quando tinha cinco anos, seus pais, que moravam em Borbulhatam, se mudaram para a Vila Kalm, que tinha um ótimo serviço de Day Care. Ela e seu irmão exploravam a floresta, que ficava logo atrás da casa. Quando estavam com dez anos, viram dois pokemons, desconhecidos por eles até então. Ambos parecidos com lobos, um mais chamativo e o outro mais discreto. Que logo sumiram de vista, então acreditaram estar vendo coisas. Após este encontro, seus pais não permitiram mais que saíssem da casa sem a supervisão de Jackost. Curiosa, Victória voltou a floresta, onde, nome mesmo local que tinha visto os lobos, ouviu uma voz. "Espero você". Quando seus pais não à encontraram em casa e ela retornou, ficou de castigo, não podendo começar sua jornada. O que acabou frustando os planos de seu irmão, que tinham planejado saírem juntos em jornada. Após quatro anos, seu pai a liberou, e ambos começaram a jornada.


Nome: Trent Torrent
Idade: 14
Região Natal: Veronne
Aparência: Pokemon Veronne Tek5089933d678c51655180
Pokemon Inicial: Corobom(M)(Hefesto)
5 Outros pokemons: -Paddleby(M)(Poseidon)- -Vambire(M)(Hades)- -Sarbili(M)(Zeus)-
Carreira : Ranger
Rival/Companheiro/Neutro/Elite de Fogo: Principal

História: Trent era um garoto muito obediente, diferente de sua irmã, sempre se metendo em confusões. Mas isso apenas quando pequeno, pois ao completar 5 anos, começou a seguir a irmã nas aventuras pela floresta, onde ele acabava dando uma escapada e observava pokemons, ajudando-os sempre que possível. Certa vez, com dez anos, eles viram lobos. Dois lobos, um mais chamativo, parecia que tinha tomado um choque. O outro, mais calmo e silencioso, como um espião assassino. Eles surgiram e desapareceram. Após essa, não tinham permissão para sair de casa sem o Jackost. Mas ele, alguns meses depois, deu um jeito de escapulir, utilizando o Zeffier de sua mãe. No mesmo local onde tinha visto os lobos, ele ouviu "meu escolhido. Fique poderoso e venha me encontrar". A voz era tenebrosa, mas não sentiu medo, se sentiu atraído, como se soubesse que isso iria acontecer um dia e mal podia esperar. Diferente de sua irmã, que tinha sido pega, nunca souberam que ele tinha saído. Mas o castigo dela também o atrapalhou, porém não iria sair em jornada sem sua irmã.


Última edição por Kiire12 em Dom 28 Out 2012, 08:47, editado 1 vez(es)
#Kii
#Kii


Voltar ao Topo Ir em baixo

Pokemon Veronne Empty Re: Pokemon Veronne

Mensagem por #Kii em Sex 26 Out 2012, 22:48

Uma escolha e um fóssil, os problemas já começaram


Capítulo I - Victória Torrent


O despertador do meu quarto finalmente tocou. E era finalmente o dia em que eu e Trent iríamos sair em jornada, já que hoje terminava meu castigo de quatro anos. Bem, eu devo ficar pronta em mais ou menos uma meia hora, então acho que da tempo de explicar tudo.
A região de Veronne tinha suas próprias regras, sobre ginásios torneios e ligas. Basicamente, existia um ginásio em cada cidade de Veronne, no total, 24 ginásios normais. As outras oito cidades, eram dos ginásios principais, os ginásios de Liunja, Grounder, Akinor, Youn, Tyouga, Westgrey, Jokai e Borbulham. Se você tivesse as oito insígnias principais, você estava na Liga Tornado; Se você tivesse 7 insígnias principais e duas normais, você poderia entrar na liga. Se você tivesse entre 10 e 19 insignias normais, você faria o teste dos líderes. Caso tivesse entre 20 e 23 insígnias, faria o teste da Elite. Se tivesse 24, você estava na liga. De 9 para baixo, você não poderia participar da liga. Sobre os contests, você tinha 60 contests todo o ano. Você precisava passar em ao menos 10 desses para entrar para a Grande Apresentação. Caso não conseguisse, automaticamente estava fora. Acho que já deu pra ter uma ideia básica de como é. Mas ao longo de minha história, explicarei algumas outras coisas. Bem, estava de banho tomado, roupa trocada, basicamente, um Kimono rosa, com uma saia roxa por baixo, era meio extravagante, mas era um presente da minha avó, ela estava morta, mas eu amava ela. Trent achava um exagero, mas ele era apegado ao nosso tio, Johan, ele estava vivo e era o atual campeão da Liga Tornado.

- Heeey Tori!! Vai logo! - Gritou Trent de trás da porta

- Já vou... Ei, que tal uma ajudinha com a minha mochila?!

- Já to entrando. - Disse ele abrindo a porta.

- Você pega o Mapa e aquele livro que eu ainda to lendo.. Aquele dos Charizards elementais!

- Sim Senhora. - Disse ele com um sorriso.

Peguei uma tenda desarmada e coloquei na mochila, peguei o meu Celular e coloquei no ouvido. Bem, o Celular é um tipo de Microfone, você coloca ele no ouvido, com o microfone na sua moca. A caixa de som fica no ouvido enquanto você fala pelo micro fone. Quando quer ligar, pressione o botão na caixa de som e diga o Nome do contato, ou o número do telefone. Trent me passou o o mapa e o Livro "Charizards Elementais" que logo enfiei na mochila. Descemos as escadas da nossa mansão e passamos pelo corredor onde tinha portas para a piscina coberta, a área de lazer no quintal e a área Fitness, onde minha mãe estava na esteira.

- Bom dia Mama!

- Bom dia Vic! - é, eu tinha dois apelidos, meus pais e amigos me chama de Vic, meu irmão me chama de Tori.

- Está indo tomar café?

- Sim.

- Tudo bem, nos vemos lá.

Chegamos ao fim do corredor, onde entramos no elevador e subimos ao terceiro andar. Meu pai já estava na cobertura, hoje, com um sol lindo e céu azul, estava aberta para o céu. Uma brisa fresca impedia eu morrêssemos de calor. Sr. Torrent, mais conhecido como Logan ou "Meu Pai" abriu um sorriso.

- Como vai o fim do castigo de Vic?

- Do mesmo modo como começou, em um dia feliz! - Disse Irônica

- Claro, sentem-se, vamos comer, então levarei vocês ao laboratório.

- Ok, o que temos?

- Bem, o que vocês querem?

- Eu vou de Omelete com presunto e queijo. - Disse lambendo os beiços

- Cachorro quente - Disse Trent sorridente

Papai revirou os olhos e Jason saiu da cobertura, descendo para a cozinha. Jason é o nosso mordomo. O cara é super gente boa, na verdade, nem é tão velho, deve ter seus 25 anos, mas pagamos ele bem e ele gosta de conversar conosco e dar aquela fugida com a gente para a floresta. Meu pai nunca descobriu, graças aos Deuses.. Deuses? Sim isso mesmo, nossos deuses, os Lobos lendários, do qual tínhamos conhecimento de apenas um : Aegound. Sabiamos da existência dos outros graças a pesquisas feitas sobre o tal Aegound. O café foi ótimo, minha mãe tinha chegado logo em seguida. Quando terminamos, fomos a garagem, que era no subterrâneo, logo o portão que havia na rampa para a subida se abriu, entramos um de cada vez no .jpg]carro do meu pai , então ele soltou um Party Rock Anthem e saiu dirigindo, na direção da cidade de Hojiki

~ 4 Horas Depois ~


Agora tocava Tik Tok, enquanto meu pai se aproximava do Laboratório. Parou bem em frente do portão e se virou para nós.

- Boa Viagem crianças. - Disse ele sorrindo

- Não se esqueçam de que não importa se perderem ou ganharem, aprendam com seus erros e melhorem com as vitórias. - Disse minha mãe.

Sorrimos e demos um abraço, ali mesmo dentro do carro. Eu e Trent saímos do carro e tocamos a campainha do laboratório.

- Quem fala, e o que veio fazer aqui? - Disse uma voz suave

- Victória e Trent Torrent, viemos pegar nosso inicial.

- Claro! Entrem crianças!

O portão se abriu lentamente, é claro que rangendo um pouco. A professora Karina já se encontrava na porta do laboratório, segurando duas fichas e tinta de carimbo. Corremos na direção dela, com as mochilas fazendo barulho e pesando em nossas costas. Ela sorriu e nos convidou a entrar. Seguimos ela até a parte de escolha de iniciais do laboratório. Só para deixar meio claro, o Laboratório é uma construção de 3 andares, o primeiro andar para escolha de iniciais e testes. O segundo andar para batalhas pokemon e o terceiro para realização de pesquisas e experimentos. A professora apontou para as 3 pokebolas e disse:

- A primeira pokebola contém Ferngrel, o pokemon de grama; - Disse ela liberando um pokemon cervo. Seu pelo era verde forte em cima e um branco esverdeado em baixo. Dois botões encontravam-se em suas orelhas e sua cauda se enrolava, com três folhas na mesma. - A segunda contém Corobom, o pokemon de fogo/aço; - Dizendo isso, liberou um pokemon parecido com um com um jatinho de controle remoto. Tinha o corpo em vários tons de cinza, asas laranja e um nariz também laranja. Sua cauda, parecida com uma barbatana era brance e ele tinha metade das pernas laranja. - E na última, Brubble. - Brubble foi libertado, era um pequeno peixe com um concha enorme em espiral em suas costas, suas escamas lisas eram azuis e sua concha era roxa, com a parte de baixo azul esbranquiçada.

Trent colocou a mão no queixo - Acho que ficarei com o Corobom! Seu nome será Hefesto!

- Ficarei com o Brubble. Seu nome será Netuno.

- Certo garotos, peguem as pokebolas dos respectivos pokemons. Aqui estão as pokedex e mais 5 pokebolas para realizarem suas capturas.

- Obrigado professora. Entraremos em contato assim que chegarmos a Vila Lokiion.

- Certo, estarei esperando

Quando demos um passo na direção da saída, ouvimos uma explosão no terceiro andar. Então um pokemon cinza desceu as escadas em disparada, era parecido com um rinoceronte, certas partes do seu pelo eram um verde escuro e alguns espinhos brotaram em suas costas. Suas quatro patas eram enormes e tinham garras bem afiadas. Saí do caminho do pokemon a apontei a pokedex para ele.


Dinophant, um pokemon extinto. Nº#103
Dinophant era um pokemon que vivia em rebanhos, bem agressivos quando mexiam com seus bandos e seus filhotes. Eram bem territoriais e costumavam correr várias distâncias por dia, a fim de se exercitar. Dinophant tinha um péssimo hábito de arrancar árvore do chão e partí-las ao meio.
Moveset:
-Earthquake
- Rock Slide
- Slam
- Wrap

- O que essa coisa ta fazendo aqui? - Perguntou Trent - Deveria estar extinta!

- Estamos revivendo alguns fósseis. Esse acordou meio raivoso, mas é fraco ainda! Vamos, estreiem seus pokemons! Vamos, para fora Javedile! Comece com o Surf!

- Vamos lá Netuno! Use o seu Water Gun!

- Bora Hefesto! - Use o Tackle!

Os três golpes foram bem fortes e atingiram o Dinophant em cheio, deixando-o nocauteado. A Prof . não estava brincando quando disse que ele era fraco. Um garoto entrou no Laboratório, Karina já capturava o Dinophant, para que não causasse mais problemas.

- O que aconteceu aqui?

- Só problemas de museu. - Respondeu a professora. - Quem é você?

- Meu nome Zacchary. Mas me chamem de Zac.

- Bem vindo Zac. Olhe, só sobrou esse aqui, o Ferngrel.

- Tudo bem. Qualquer pokemon é forte.

Olhamos para ele, então demos de ombro, se fosse coisa do destino, encontraríamos ele logo no dia seguinte. Coisa que eu tinha quase certeza que iria acontecer. Trent e eu passamos pelo portão, finalmente com o pé na estrada, para ter uma jornada bem emocionante.


Continua


No começo de sua jornada, ambos estão muito animados. Mas começam a ficar temerosos, quando durante a noite, um acontecimento realmente marcante aconteceu. Que conseguiram apenas contornar com a ajuda de um certo serzinho.




Notas da Autora:

Nossa, fico uma droga, na minha opinião, sem nada acrescentar. Esse capítulo foi mais pra entender tudo e mostrar o começo da jornada deles xD
#Kii
#Kii


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum