O lugar certo

Ir em baixo

O lugar certo Empty O lugar certo

Mensagem por -Jarok- em Dom 06 Out 2013, 23:34

"Primeiro passo para um nova realidade"



A viagem havia sido longa e um tanto cansativa. Na verdade, tinha se tornado mais longa em função da ansiedade do jovem. Andando pelas ruas bonitas, limpas e enfeitadas, com uma grande aura de felicidade no ar, Jarok sentia-se um pouco enojado por ver as pessoas vivendo naquela ilusão enquanto o mundo real era bem mais sujo e escuro.

Ele havia pensado bem em sua decisão de virar um cadete. Quando começava uma coisa, deveria terminá-la a qualquer custo. Ou seja, se virasse um cadete, seria para ser um até o fim. No início ele havia hesitado, pois tinha a ideia de ter somente os pokémon que havia selecionado, que consistiam em dois grupos de dez mais os quinze iniciais. Logo percebeu que nem sempre poderia fazer as coisas do jeito que quisesse e consentiu em ter um Meowth e um Houndour para o início. Decidiu que esses seriam pokémon extremamente treinados para seu trabalho como cadete.

E, assim, imerso em pensamentos e levantando a poeira atrás de si, Jarok entrava sem cerimônias no edifício creme e cinza, que transmitia a verdadeira imagem do mundo. Ele ficou repentinamente feliz; parecia ter vindo ao lugar certo. Nos jardins, sem se posicionarem muito à vontade, os cadetes conversavam em voz normal, moderadamente. Alguns se revelaram ao o notarem e outros pareciam nem vê-lo; no entanto, ele podia sentir todos os olhos cravados em suas costas, avaliando-o da forma física a expressão corporal, da respiração a forma de andar.

Ao entrar no prédio, não é possível dizer qual foi a primeira coisa que notou. Simplesmente observou o cenário. A estátua de um persian com uma expressão de superioridade feroz, ficava sobre um globo, insinuando o domínio policial sobre o novo mundo. Ao redor, uma grande quantidade de cadetes vigiava, em frente a três elevadores. Novamente um bom sinal.

"Se tantos cadetes podem ficar parados por aqui, significa que a força policial é bastante grande", pensou.

Sabia que todos ali diferiam em pensamentos e ações das pessoas de fora, sendo sérios e objetivos. Agiria da mesma maneira. Dirigindo-se ao balcão do hall, disse:

- Com licença, onde posso encontrar Angélica Tompson? Vim para me alistar na força policial. - foi breve e falou de forma tranquila, não muito informalmente, mas também não extremamente sério.

- Vá até a sala no final do corredor. - a mulher no balcão disse, sem nem mesmo olhar para o jovem ou dar alguma informação adicional, o que surpreenderia o jovem logo mais. - Bata três vezes e entre.

Como a mulher não tinha tido nenhuma espécie de interesse por ele, assentiu calmamente com um resmungo e encaminhou-se para o local indicado, um corredor que ficava do lado direito do hall. Indo até o final do corredor, deu três batidas apropriadamente espaçadas na porta e entrou.





Última edição por -Jarok- em Sex 11 Out 2013, 23:41, editado 2 vez(es)
-Jarok-
-Jarok-


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por Vero Vento em Qui 10 Out 2013, 17:29

Off(1): Oi, desculpe pela demora para lhe narrar, mas espero que possamos ter uma rota divertida e agradável.(Gostei da sua narração.)
Off(2): Por favor coloque os links de sua ficha, de sua box e dessa rota nos respectivos "Ficha do Personagem:", "Storage" e "Onde Estou:" do seu perfil.
O jovem Jarok finalmente chegava em Nyender City, a cidade dos ipês-rosas poderia encantar a qualquer um que se encontrasse caminhando por ela. Mas Jarok não era qualquer um, tinha seus objetivos e ambições especiais guardados para si. Naquele momento estava começando sua caminhada para o desconhecido, mas antes iria se encontrar com uma das personalidades mais conhecidas de Shinki. Ou não.

Passava a portaria da Academia de Policia e observava a mesma como um todo e infelizmente isso também acontecia ao contrário. As pessoas que ali estavam o julgavam pela aparência. A maioria dava uma olhada e depois voltava ao que estava fazendo, mas o pensamento que predominava é: "Esse gladiador já era."

O jovem continuava e ia até a atendente, perguntava sobre Angélica e a jovem fazia pouco caso do garoto. Mais alguns segundos e Jarok estava entrando na cabine da conhecida (e temida) Angélica Thompson, a chefa da organização dos Cadetes. No mínimo o jovem ficou surpreso quando não viu ou ouviu a mesma ali, no lugar dela:


- O que um tipinho como você está fazendo aqui na Academia? Vamos fale logo senhor garotinho de rua.

Buck Kibato, o chefe da Delegacia de Nyender estava ali substituindo Angélica. A arrogância do mesmo se mostrava visível em cada uma das palavras. Kibato falava como se fizesse aquilo há anos e estivesse cansado de tantos candidatos, ou melhor, era o seu sonho. Ele desejava ter aquele poder e sentar naquele local e testar todo dia os aspirantes a Gladiador, Stylist e Cadete. Mas será que ter ele ao invés de Angélica como avaliador vai ser bom para seus interesses?

Vero Vento


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por -Jarok- em Sex 11 Out 2013, 23:35

"Arosis"



- O que um tipinho como você está fazendo aqui na Academia? Vamos fale logo senhor garotinho de rua. - um homem disse, logo que Jarok entrou na sala.

Ficando um tanto quanto desconcertado, ele conseguiu se controlar e raciocinar rápido o suficiente para perceber que aquele era um substituto, provavelmente Buck Kibato, o Chefe da Delegacia de Nyender. Em seguida, notou o fato do homem tê-lo chamado de "garotinho" e entendeu o que aquilo significava. Certa vez havia lido sobre um conjunto de guerreiros que treinava a mente de seus meninos ofendendo-os e humilhando-os da maneira mais cruel e impiedosa possível, a fim de torná-los invulneráveis a provocações e a fazê-los controlar suas emoções facilmente em qualquer situação. Ele nunca cairia em algo daquele tipo.

Todo aquele raciocínio durou menos de um segundo.

-Vim para ser um cadete. - ele respondeu, firme, olhando nos olhos do homem.

Não sabia no que aquele homem diferia de Angélica Thompson, nem a que testes o faria passar. No entanto, podia ver em seus olhos a vontade de tornar sua vida um inferno antes de deixá-lo se tornar um cadete. Bom, aquele era um dia de más notícias para Kibato. Ele nem teria saído de casa se não estivesse pronto para qualquer coisa a que pudesse ser submetido.



-Jarok-
-Jarok-


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por Vero Vento em Sab 12 Out 2013, 10:33

Kibato diferia de Angélica principalmente em sua arrogância, mas sabia que precisava manter a rigidez e o controle sobre qualquer um que fosse candidato a Cadete. Precisava ver potencial naquele garoto para aplicar o teste e até agora o único potencial visto era o de uma luta. Encarou o jovem nos olhos enquanto ouvia a resposta do mesmo.

A reação dele foi a de quem acabou de ouvir uma piada. Forçou uma risada esquisita e esnobe. Ele parecia não acreditar que alguém como ele pudesse querer se tornar Cadete. Mas aquela era toda a verdade, Jarok sabe que tem tudo para se tornar um dos policiais de Shinki e estava pronto para tudo. Realmente qualquer teste na Academia era uma coisa a ser lembrada:


- Ah então isso é sério? Você quer mesmo ser um Cadete? Bom, então me diga o que tanto lhe motiva a se tornar policial e porque eu deveria lhe aceitar nessa organização?

Falava Buck tendo um pouco de profissionalismo em suas palavras. A partir de agora Jarok deveria tentar convencer Kibato que o mesmo merecia o teste. Afinal, estava tudo nas mãos do delegado, o futuro do aspirante está em jogo. Talvez encarar o superior de frente não fosse a melhor opção para se conseguir a entrada na organização, mas talvez fosse uma escolha viável...

Vero Vento


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por -Jarok- em Sab 12 Out 2013, 14:50

"Falando diretamente"



Logo que respondeu brevemente ao homem, Jarok ouviu um risada forçada que transparecia condescendência e incredulidade. Entre todas as reações que um homem daquele tipo poderia mostrar, o jovem logo notou que aquela era a mais esperada. Esperou alguns segundos, como se ele estivesse fazendo uma piada e fosse fugir por que não havia dado certo. Jarok sabia que levaria um tempo até que aquele homem usasse todas as suas táticas de intimidação e decidisse interagir com ele como se estivesse realmente falando com uma pessoa.

- Ah então isso é sério?  - a arrogância ainda era a principal característica de sua voz, mas a severidade profissional podia ser ouvida bem no fundo. - Você quer mesmo ser um Cadete? Bom, então me diga o que tanto lhe motiva a se tornar policial e porque eu deveria lhe aceitar nessa organização?

Jarok vinha se preparando para aquela pergunta desde que havia decidido ser um cadete. No início, havia pensado somente em respostas que continham apenas respeito e comedimento por estar falando com alguém que seria seu superior. Com o passar do tempo e a perda cada vez mais constante da ingenuidade, pensou em frases para falar com qualquer tipo de pessoa que fosse a entrevistá-lo. No entanto, Buck Kibato tinha suas próprias peculiaridades, não completamente inesperadas, mas improváveis o suficiente para obrigá-lo a pensar em uma boa resposta em segundos.

- Para resumir, minha motivação é que tenho objetivos a serem alcançados e estou certo de que ser um cadete será a melhor forma de alcançá-los. Quanto a porquê você deveria me aceitar, é simplesmente uma questão de bom senso; creio que prefira ter um cadete a seu serviço e seguindo suas regras do que um civil matando criminosos sem o amparo da lei. - se amaldiçoou um pouco por sua mente ter pensado somente em uma frase tão direta, mas seguiu falando. - Fazem cinco anos que decidi ser um cadete, e o meu ódio, que era bastante específico naquela época, se espalhou para todos os tipos de criminosos. - mentiu um pouco. Seu ódio era exclusivo a quem quer que fizesse mal aos pokémon, mas, sendo aceito, obedeceria às ordens de seus superiores. Ele acreditava que o primeiro passo para impor alguma ordem era que ele mesmo desse o exemplo. - Assim, sendo eu mais um recruta nessa época de destruição, pergunto ao senhor: por que motivo não deveria me aceitar?

Naquele momento, um peso saiu de seu peito. Se era para ele ter a oportunidade de ser um cadete, seria definido na próxima frase do chefe.




-Jarok-
-Jarok-


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por Vero Vento em Seg 14 Out 2013, 16:39

Jarok está em um dos momentos decisivos de sua vida. Apesar disso controlou o nervosismo e formulou uma resposta em segundos, ele estava se preparando para aquela pressão a um bom tempo e respondeu calmamente. Parte do que ele disse era verdade, já a outra parte foi feita para agradar a Buck. Em alguns momentos a resposta era ótima em outros nem tanto.

O homem ouviu tudo com atenção e registrava cada uma das informações duas vezes para guardar bem. Pensava por um instante em sua cadeira sobre o jovem e por fim fazia algumas anotações em um bloco de papel que estava a sua frente, pensava mais uma vez e finalmente começava a falar. A tensão tomava conta do local:


- Estou aqui pensando se um tipinho como você merece o teste, mas antes sou obrigado a perguntar. Que objetivos são tão importantes você tem para que seja necessário entrar na organização para cumprir eles e que tipo de ódio especifico você tinha...Qual é o seu nome mesmo?

Não havia veredicto por enquanto, era apenas mais uma rodada de perguntas para sanar os furos da explicação do aspirante. Pelo menos o jovem não havia levado um não, ainda havia a possibilidade de o teste ser negado, mas ela ficava mais remota com o passar do tempo. Só resta o jovem responder aos questionamentos de seu possível futuro superior.

Vero Vento


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por -Jarok- em Seg 14 Out 2013, 20:17

"Controlando o ódio"



Era inegável a tensão que Jarok sentia depois de cada pergunta. Apesar disso, tentava se controlar. A lembrança da tragédia que acontecera em sua adolescência, apesar de fazer sua raiva subir a níveis alarmantes, onde tudo dentro dele parecia puro ácido, fazia com que sua mente parasse de se importar em parte com qualquer outra coisa. Por outro lado, sua racionalidade era o que o mantinha calmo e o fazia responder às perguntas o melhor que pudesse, sem destilar sua raiva em Buck.

- Estou aqui pensando se um tipinho como você merece o teste, mas antes sou obrigado a perguntar. - o homem já parecia respeitá-lo mais de alguma forma, apesar de ainda manter seu jeito debochado e arrogante, a fim de fazê-lo se descontrolar. - Que objetivos tão importantes você tem para que seja necessário entrar na organização para cumprir eles e que tipo de ódio específico você tinha...Qual é o seu nome mesmo?

Para Jarok, aquilo era bom. Manter o homem com um interesse nele era o único passo para conseguir um teste. Respirando fundo, ele disse.

- Meu nome é Jarok. Há muitos anos eu presenciei a morte de um pokémon. - ele disse, deixando que Buck interpretasse a quantidade de ódio da forma que quisesse. - Era um jovem mais novo do que sou agora. Ele não estava tentando se defender e também não foi um acidente. - falou calmamente, como se contasse uma história, o que, na verdade, era o que estava fazendo. - O jovem era da Seita de Giratina, então você já deve ter percebido que o que ele estava fazendo era alguma espécie de ritual maluco. Eu era completamente ingênuo, então, apesar de ver a imagem de uma giratina no manto em suas costas, não sabia quem era e o que faria. Enfim, ele matou um Pichu bem na minha frente. - ele disse, e agora olhou nos olhos de Buck Kibato. - Aquilo quebrou alguma coisa dentro de mim naquela época. Depois de matá-lo, fiquei em estado catatônico por alguns dias e então comecei a planejar meu futuro. Durante minhas pesquisas e viagens, percebi que a justiça tem que ser negra às vezes, principalmente nesses tempos. E então, meu ódio exclusivo por qualquer pessoa que ferisse um pokémon de propósito se tornou uma espécie de determinação para destruir todas as organizações e exterminar a violência contra pokémon. - deixou o ar sair forte pelo nariz. - Então conclui que a melhor forma de conseguir informações e ajuda de pessoas que estão a meu favor seria vir para cá e me tornar um cadete.

E, assim, entregou nas mãos do chefe decidir se sua motivação era forte o suficiente para ser um cadete.




-Jarok-
-Jarok-


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por Vero Vento em Ter 15 Out 2013, 08:22

Buck Kibato ouvia a história do jovem silenciosamente, enquanto Jarok estava tendo que relembrar o trauma que havia vivido. Foi possível notar a dor nas palavras do jovem e aquela era uma história realmente horrível. Depois da Grande Guerra algo mudou no mundo e transformou-o num lugar mais perigoso. Ninguém escapava disso e o resultado era um garoto traumatizado que cresceu e vai tentar mudar o mundo.

Depois que o jovem terminou de falar o silêncio se fez presente naquela cabine de teste, De novo o interior de Kibato estava se perguntado se o jovem merecia uma chance, mas não demorou muito. Depois de ouvir a história era óbvio que o jovem tinha um potencial a ser desenvolvido na corporação. Logo o delegado então quebrou o silêncio dando o seu veredicto:


- Tudo bem, senhor Jarok, conseguiu o seu teste, aqui está a sua primeira questão.

Disse ele pegando uma ficha aleatória de sua gaveta do lado. Abria ela cuidadosamente e lia a questão antes de entregar a mesma ao jovem. Pegava uma caneta em um porta-treco e junto entregou a folha e a caneta azul ao jovem e lá estava o começo de seu teste. Na folha estava escrito:

Primeira questão escreveu:1 - Na Grande Guerra infelizmente várias espécies de Pokémon foram extintas, cite todas as espécies de Pokémon que tinham o tipo gelo e acabaram extintas por causa das sangrentas batalhas de nosso passado.

Vero Vento


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por -Jarok- em Ter 15 Out 2013, 20:20

"A primeira questão"



Depois de contar sua história, tentando soar o mais racional possível ao invés de um imbecil impulsivo e raivoso, Jarok acreditava que todas as perguntas haviam tido respostas satisfatórias o suficiente para que ele conseguisse o teste.

- Tudo bem, senhor Jarok, conseguiu o seu teste, aqui está a sua primeira questão. - Buck Kibato respondeu, após um instante apreensivo onde absorvia tudo o que o jovem dizia e tirava suas conclusões. Jarok vibrou por dentro. Um pequeno primeiro passo para ser um cadete.

Abrindo uma gaveta, Kibato pegou uma ficha qualquer e tirou uma caneta de uma daquelas coisas "que ninguém sabe o nome" que ficava sobre sua mesa e entregou-os a Jarok.

Primeira questão escreveu:1 - Na Grande Guerra infelizmente várias espécies de Pokémon foram extintas, cite todas as espécies de Pokémon que tinham o tipo gelo e acabaram extintas por causa das sangrentas batalhas de nosso passado.
Jarok suou frio. Ele não sabia mais sobre aquilo do que as crianças sabiam através das histórias. Suas pesquisas haviam se baseado no que existia, não que havia sido extinto e, em sua maioria, consistiam em formas e estratégias de batalha, treinamento e cuidados com pokémon. Bom, também não havia esperado acertar todas as questões, apesar de que também não havia esperado uma questão fora de sua zona de conforto. Assim, decidiu contar com a sorte e escreveu:

Resposta da primeira questão escreveu: De todos as raças de pokémon extintas, as que mais marcaram foram aqueles conhecidos como lendários. Entre eles, os do tipo gelo eram Articuno, Regice e Kyurem, apesar de também poder se contar o próprio Arceus.
Ficou satisfeito com sua resposta. Não tinha certeza de o quão correta estava, mas não estava completamente errada ele achava. Entregou-a ao chefe, esperando que pudesse ir para uma pergunta menos escorregadia em seguida.




-Jarok-
-Jarok-


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por Vero Vento em Sab 19 Out 2013, 08:35

O jovem Jarok estava ficando ansioso em relação ao seu teste e quando recebeu a confirmação de que seria testado vibrou por dentro. E logo após a descoberta ele receberia sua primeira questão. Que para seu azar estava fora do seu campo de conforto naquele teste, ele apenas sabia o que a população em geral tinha conhecimento e infelizmente dificilmente acertaria a questão.

Quando Kibato olhos a resposta do jovem se viu decepcionado. Leu de novo para ter certeza de que não estava vendo coisas e logo após colocou um zero na ficha do jovem. Nem todos acertam tudo, e Jarok nem contava com esse privilégio, mas errar a primeira questão não é bom para nenhum aspirante e só fazia a tensão aumentar no local:


- A sua resposta está absolutamente incompleta. A questão pedia que você citasse todas as especies extisntas e além dos três lendários ainda foram extintos os Delibirds, Vanillites, Vanillishs e Vanilluxes. Você não marcou nenhum ponto, vamos ver a próxima questão.

Disse ele anunciando o erro do jovem, logo em segida pegava mais uma questão aleatória para o mesmo:

Segunda questão: escreveu:Supondo que você seja um Cadete e encontre dois meliantes de facções opostas e esteja sozinho. Quando você se aproxima dos dois Gangsters ambos correm em direções opostas com seus Pokémon, o que você fará diante dessa situação?

Vero Vento


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por -Jarok- em Sab 19 Out 2013, 23:26

"A segunda questão"



- A sua resposta está absolutamente incompleta. A questão pedia que você citasse todas as especies extisntas e além dos três lendários ainda foram extintos os Delibirds, Vanillites, Vanillishs e Vanilluxes. Você não marcou nenhum ponto, vamos ver a próxima questão. - Kibato parecia incrivelmente desapontado, colocando um zero na ficha do jovem.

- Eu já sabia disso assim que li a questão. - Jarok respondeu, conformado com a situação. - Infelizmente concentrei toda a minha atenção no presente e nos pokémon existentes; agora vejo que foi um erro.

Parecia que Buck Kibato não daria uma aliviada na impressão que tivera após a resposta da primeira questão. Jarok, inclusive, sabia os nomes e as formas dos pokémon citados pelo policial, mas quem diabos se importaria com Delibirds e Vanillites? Era só jogar uma pedra para o alto e encontraria pokémon bem mais promissor em poder e aparência.

Com uma expressão de grande desprezo ocultando uma pequena ponta de esperança, Kibato entregou a segunda questão ao jovem:

Segunda Questão escreveu:Supondo que você seja um Cadete e encontre dois meliantes de facções opostas e esteja sozinho. Quando você se aproxima dos dois Gangsters ambos correm em direções opostas com seus Pokémon, o que você fará diante dessa situação?
"Agora sim!", ele pensou, olhando com confiança para a questão. "Mesmo a resposta certa dependa da opinião de cada pessoa e das particularidades do encontro, ainda assim é uma pergunta ampla o suficiente para poder ser respondida com exatidão", ele pensou, coçando o queixo.

Pensou um pouco e começou a escrever, tomando cuidado para não errar a sintaxe do que queria dizer, fazendo-o de forma clara e usando as melhores palavras que conseguisse encontrar.

Resposta da segunda questão escreveu:Como um cadete, eu seguiria o mais infame ou o mais poderoso ou o mais necessário para a organização a qual pertence, e chamaria reforço para pegar o que fugisse; tentar pegar os dois - se ambos estivessem fugindo -, seria um desperdício de tempo e um atraso; espero que não precise explicar os porquês envolvidos. Caso ambos fossem iguais nas três características citadas, escolheria, por questão pessoal, o que tivesse mais histórico de crimes contra pokémon; caso ambos tivessem uma ficha criminal semelhante, escolheria qualquer um deles e o perseguiria. Caso eu estivesse com um veículo, perseguiria qualquer um deles e usaria pokémon que pudessem restringir seus movimentos e evitar que pegassem pokébolas e, em seguida, iria atrás do segundo; no entanto, mesmo com o auxílio de um veículo, ainda chamaria reforço para aumentar as chances de não perder o segundo e para que ficassem de olho no primeiro enquanto eu perseguisse o segundo.

Agora, saindo das particularidades e voltando ao geral, desconsiderando informações, que pokémon estariam sob meu comando, equipamentos extras e desconsiderando a possibilidade de ordens recebidas para priorizar uma ou a outra organização, seguiria a mesma estratégia. No entanto, saindo um pouco da questão, se eu soubesse que criminosos estivessem em frente antes que eles me vissem, eu dificilmente apareceria na frente deles antes de tomar precauções para evitar fugas.
Leu e releu sua resposta. Não estava tão boa quanto estaria se ele tivesse tido mais tempo, mas expressava, de forma truncada, tudo o que pensava e faria. Como havia imaginado, uma resposta mais específica só poderia ter sido dada se parâmetros tivessem sido propostos. Como não haviam, instaurou os que achou necessários e breves, deixando de entrar na questão de forma mais abrangente.




-Jarok-
-Jarok-


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por Vero Vento em Dom 20 Out 2013, 10:40

O jovem já tinha o pressentimento de que não havia acertado o primeiro questionamento do teste. Se justificou com Kibato e apesar de lembrar das formas e nomes dos tipo gelo extintos que o mesmo esquecerá, se amaldiçoou por não ter dado importância para eles. De qualquer forma estava mais confiante diante de sua segunda questão.

Fez uma resposta longa e clara, teria feito melhor com mais tempo com certeza, afinal, todos fazem melhor se tiver um prazo maior. De qualquer forma rapidamente entregou a folhe de volta a seu superior, ele leu atentamente cada palavra. Aquela era uma das questões que não tinham respostas exatas, mas mostravam o potencial das pessoas que estavam a sua frente.

Ele pegou novamente a caneta e marcou na folha no espaço embaixo do zero da primeira questão o número um e disse:


- Muito bem, sua resposta foi muito boa, finalmente marcou uns pontos, você deve conhecer a dinâmica do teste, mas vou falar mesmo assim. O teste tem dez questões e a pontuação de cada uma delas vai do número zero ao número um, se no fim do teste você tiver sete ou mais pontos você passou. Agora vamos a sua terceira questão.

Disse ele e rapidamente mais uma folha estava pronta para o jovem, nela estava escrito:

Terceira questão escreveu:Responda as afirmações a seguir com um "V" para as verdadeiras e um "F" para as falsas, cada resposta certa vale 0,2 pontos:

( ) O ultimo golpe aprendido por Denryu é do tipo psíquico e o primeiro golpe aprendido é do tipo fogo.
( ) Azurril evolui no nível 7 para Marill.
( ) O único modo de se conseguir um Eevee em Shinki é procurando no Holy Garden.
( ) O poderoso Ministro de nome Jo é hoje em dia um dos maios conhecidos ministros de Shinki.
( ) As grandes chefas das organizações Gângsteres já ganharam muita atenção aparecendo para lutar em público contra Angélica Thompson.

Vero Vento


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por -Jarok- em Dom 20 Out 2013, 22:17

"Verdadeiro ou falso?"



- Muito bem, sua resposta foi muito boa, finalmente marcou uns pontos, você deve conhecer a dinâmica do teste, mas vou falar mesmo assim. O teste tem dez questões e a pontuação de cada uma delas vai do número zero ao número um, se no fim do teste você tiver sete ou mais pontos você passou. Agora vamos a sua terceira questão. - Buck Kibato disse, sem mudar sua expressão, mas talvez ficando um pouco aliviado, que era o que Jarok - que assentiu à afirmação - esperava.

Terceira Questão escreveu:Responda as afirmações a seguir com um "V" para as verdadeiras e um "F" para as falsas, cada resposta certa vale 0,2 pontos:

( ) O ultimo golpe aprendido por Denryu é do tipo psíquico e o primeiro golpe aprendido é do tipo fogo.
( ) Azurril evolui no nível 7 para Marill.
( ) O único modo de se conseguir um Eevee em Shinki é procurando no Holy Garden.
( ) O poderoso Ministro de nome Jo é hoje em dia um dos maios conhecidos ministros de Shinki.
( ) As grandes chefas das organizações Gângsteres já ganharam muita atenção aparecendo para lutar em público contra Angélica Thompson.
Aquela era uma questão fácil e difícil ao mesmo tempo. A maior parte das coisas ele não tinha certeza, principalmente sobre as duas últimas alternativas. Deu de ombros e decidiu pensar em uma de cada vez, na ordem.

A primeira era bastante simples para um conhecedor de pokémon. Denryu era um dos nomes para Ampharos. A pergunta era um tanto quanto dúbia; ele sabia que o Ampharos já sabia por nascença usar o Fire punch, mas o primeiro golpe a ser aprendido por nível era Growl, do tipo normal. Assim, foi o último golpe que decidiu a resposta. O último golpe aprendido pelo Ampharos era Thunder, do tipo elétrico, não psíquico. Assim, a afirmação era falsa. Marcou.

Passando para a próxima, viu que parecia uma pegadinha. Pelo o que Jarok sabia, poucos pokémon evoluíam em níveis tão baixos e, entre eles, estavam apenas Weedle e Caterpie, provavelmente; e deveriam evoluir no nível dez. No caso do Azurill, ele sabia que era um dos pokémon que evoluíam por felicidade e, no caso daquele pokémon, por felicidade ao subir de nível. Assim, um pokémon que sofresse maus tratos poderia nunca evoluir, independentemente do nível. Marcou falso rapidamente e passou para a próxima.

Sim, aquela ele tinha bastante certeza. Eevee era raro naquela era e o único lugar do qual havia ouvido falar por mestres de Eevee havia sido o Holy Garden, que ficava próximo à rota 25, nas imediações de Strand Village. Marcou verdadeiro e seguiu adiante.

Agora vinha a parte difícil. Pelo o que ele lembrava, Jo era um antigo ministro, bem famoso na sua época, talvez principalmente quando havia sido condenado. No entanto, a afirmação era se ele era famoso "hoje em dia". Escondido e sendo o ministro de uma arena ilegal, talvez fosse famoso entre gangsters e gladiadores com um pé no submundo. Stylists, por exemplo, nem deviam conhecê-lo. Assim, marcou falso, desejando que a questão pudesse ser justificada.

E, por fim, aquela que ele realmente não sabia. Ele nunca havia ouvido uma história do tipo, talvez por negligência, então teria que respondê-la na base do chute. Ele acreditava que para serem líderes de organizações, ambas "chefas" deveriam ser muito boas em batalhas. Por outro lado, duvidava que qualquer uma delas se expusesse, sozinhas ou em dupla, mesmo com o amparo de seus soldados. Por que se elas perdessem, uma batalha se transcorreria contra os cadetes, algo que não seria bom para nenhum dos lados. Se uma organização quisesse destruir a outra seria com inteligência, não na base da força. Assim, marcou falso novamente e rezou para estar certo.

No final, ficou assim:

Resposta Terceira Questão escreveu:
(F) O ultimo golpe aprendido por Denryu é do tipo psíquico e o primeiro golpe aprendido é do tipo fogo.
(F) Azurril evolui no nível 7 para Marill.
(V) O único modo de se conseguir um Eevee em Shinki é procurando no Holy Garden.
(F) O poderoso Ministro de nome Jo é hoje em dia um dos maios conhecidos ministros de Shinki.
(F) As grandes chefas das organizações Gângsteres já ganharam muita atenção aparecendo para lutar em público contra Angélica Thompson.
Por dentro, ele sabia que uma ou duas estavam erradas, talvez mais. Não tinha como quatro de cinco serem falsas, tinha?




-Jarok-
-Jarok-


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por Vero Vento em Ter 22 Out 2013, 17:07

O jovem demorou algum tempo para decidir se as afirmações feitas naquele testes eram verdadeiras ou falsas. Resolveu adotar a tática de responder uma questão de cada vez, seguindo a ordem das mesmas. Kibato foi um tanto quanto paciente, afinal era praticamente cinco em um naquela questão. Pegou a folha assim que o jovem terminou de responder e checou quantas ele acertou.

No fim ele teve que pegar a caneta e desenhar um zero onde deveria ficar a nota da terceira questão do jovem. Um momento de tensão se instalou, ele não poderia ter errado tudo, e afinal não errou. Rapidamente o comandante colocava uma vírgula e completava a pontuação com um seis. Dava para sentir que o ar ficava mais leve naquele instante. Apesar de não ser a melhor nota do mundo, não era um zero:


- Jarok, você errou duas das respostas. Essas questões foram respectivamente a segunda e a terceira. Denryu, ou melhor, Ampharos realmente não aprende um golpe Psychic por ultimo. O ministro de Jo já não cuida de uma arena oficial, mas segundo boatos tem uma arena ilegal. As irmãs Yushiram foram vistas por poucas pessoas até agora, se for olhar os cartazes de procurado das mesmas poderá ver que não temos certeza ainda da aparência física das duas. Bem, seus erros são que: Marill evolui sim no nível 7 e Eevee segundo alguns boatos é o prêmio de vencer as três arenas ilegais que estamos investigando, por isso sua pontuação foi 0,6. Vamos ver se você se sai melhor na quarta.

E mais uma ficha contendo mais uma questão estava diante do garoto:

Quarta questão escreveu:Existe um tipo de Berry em Shinki com a seguinte descrição:
- Esta Berry é muito doce, macia e deliciosa; bastante frágil.
Essa Berry tem o poder de curar um dos Status principais, o qual tem duas intensidades. Qual é essa Berry? Quais são esses Status? Que outros itens tem a capacidade de curar estes Status? Como esse Status funciona?

Vero Vento


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por -Jarok- em Qui 24 Out 2013, 14:03

"Para não errar..."



Jarok não esperava acertar todas, mas não esperava errar uma daquelas.

- Jarok, você errou duas das respostas. Essas questões foram respectivamente a segunda e a terceira. Denryu, ou melhor, Ampharos realmente não aprende um golpe Psychic por ultimo. O ministro de Jo já não cuida de uma arena oficial, mas segundo boatos tem uma arena ilegal. As irmãs Yushiram foram vistas por poucas pessoas até agora, se for olhar os cartazes de procurado das mesmas poderá ver que não temos certeza ainda da aparência física das duas. Bem, seus erros são que: Marill evolui sim no nível 7 e Eevee segundo alguns boatos é o prêmio de vencer as três arenas ilegais que estamos investigando, por isso sua pontuação foi 0,6. Vamos ver se você se sai melhor na quarta. - Kibato disse, confirmando as suspeitas e suposições de Jarok, em sua maioria.

Jo entanto, o jovem ficou surpreso. Ele tinha certeza absoluta sobre a evolução do Marill, até por que havia lido sobre aquilo mais de uma vez. Como não sabia como havia errado a questão, deu de ombros e deixou de se importar. Tinha um 1,6 de 3 pontos, o que significava que deveria acertar o máximo que pudesse a partir daquele momento. Sem tempo a perder, Buck Kibato logo pôs outra ficha em frente ao jovem.

Quarta Questão escreveu:Existe um tipo de Berry em Shinki com a seguinte descrição:
- Esta Berry é muito doce, macia e deliciosa; bastante frágil.
Essa Berry tem o poder de curar um dos Status principais, o qual tem duas intensidades. Qual é essa Berry? Quais são esses Status? Que outros itens tem a capacidade de curar estes Status? Como esse Status funciona?
Jquela ele sabia, com toda a certeza. Pensou um pouco antes de escrever, de forma a ficar bem organizado e pôs no papel.

Resposta da quarta questão escreveu:A Berry em questão é a Pecha Berry, que cura os status Poison e Badly Poisoned. Esse status também podem ser curados por Lum Berry, Antidote, Full Heal, Bolinho P.E.V.O.A.K, Heal Powder, Casteliacones e
Lava Cookie.
O status Poison funciona da seguinte maneira:
- Reduz gradualmente o HP do pokémon adversário até que ele desmaie.
- O pokémon adversário perde 1/8 do max de HP a cada turno
O status Badly Poisoned funciona da seguinte maneira:
- Funciona da mesma forma que Posion, mas possui efeitos cumulativos, representados abaixo.
- O pokémon perde 1/16 do max de HP no primeiro turno, e depois acrescenta-se 1/16 do max HP por turno. Ou seja:
1º Turno: 1/16 do max de HP perdido
2º Turno  2/16 do max de HP perdido
3º Turno: 3/16 do max de HP perdido
- Retornar o pokémon diminui o status para Poison. A mesma coisa acontece quando a luta acaba.
"É, isso está bom o suficiente", pensou, relendo a resposta que havia escrito com tanta pressa. Convencendo de que havia acertado, entregou-a prontamente ao examinador.




-Jarok-
-Jarok-


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por Vero Vento em Sab 26 Out 2013, 10:18

O jovem Jarok não esperava mais erros e agora sabia que precisava acertar o máximo possível. Todos sabem que passar no teste é complicado e agora a chance dele ficava menor ainda. Buck havia lhe dado uma questão um tanto quanto complicada, rapidamente formulava a sua resposta. Dessa vez ele tinha certeza que havia acertado a questão e logo Kibato verifica a resposta do aspirante:

- Você acertou, sua resposta foi perfeita. Então sua nota ficara em 1,0. Vamos a próxima.

Disse ele anotando a pontuação do mesmo no espaço para a quarta questão. Logo outra questão aleatória vinha para lhe testar:

Quinta questão: escreveu:O bolinho P.E.V.O.A.K. é vendido nas lojas P.E.V.O.A.K. O que a sigla significa? Onde essas lojas se encontram? Quem é a dona dessas lojas? E quais são os efeitos desse bolinho?

Vero Vento


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por -Jarok- em Sab 26 Out 2013, 19:38

"No meio do caminho"



- Você acertou, sua resposta foi perfeita. Então sua nota ficara em 1,0. Vamos a próxima. - Buck Kibato disse, talvez percebendo que apesar de alguns erros Jarok tinha bastante chance de se tornar um cadete.

Contando seus pontos, o jovem notava que tinha 2,6 pontos do total de 4. Agora faltavam 6 pontos a serem disputados e ele precisava de 4,4 pontos. Era um tarefa difícil, mas podia ser feita. Jarok estava confiante nisso e foi recompensado com uma boa questão.

Quinta questão escreveu:O bolinho P.E.V.O.A.K. é vendido nas lojas P.E.V.O.A.K. O que a sigla significa? Onde essas lojas se encontram? Quem é a dona dessas lojas? E quais são os efeitos desse bolinho?
Jarok preferia questões sobre pokémon, mas não negligenciaria uma questão que poderia colocá-lo dentro daquela organização. Assim, se deu ao trabalho de pensar e lembrar, logo escrevendo.

Resposta quinta questão escreveu:A sigla P.E.V.O.A.K significa "Produtos & Estilos de Vida Orgânicos Aya Karamura". As lojas das quais me lembro ficam em Jorvet Village, Piesok Village, Sekisetsu Village, Strand Village. Sinceramente não sei quem é a dona, mas provavelmente deve ser quem deu nome à loja, Aya Karamura.

Quanto aos efeitos do bolinho, esse são bastante úteis para recuperar pokémon após as batalhas. Recupera 90% de HP e retira condições de status, mas abaixa 75% de EXP.
E, com certa pressa de começar sua jornada, entregou a reposta ao examinador.



-Jarok-
-Jarok-


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por Vero Vento em Seg 04 Nov 2013, 21:00

Off: Mil desculpas pela demora, eu tive alguns problemas, espero conseguir manter um ritmo melhor de agora em diante.
O jovem Jarok analisava o seu teste até aquele momento, no placar geral ele estava um pouco atrasado. Erros cometidos no começo o fizeram perder alguns pontos, mas o objetivo dele não era impossível já que agora ele pegou o jeito. E logo ele recebia mais uma questão naquele teste. A quinta de dez, ou seja, metade do caminho até o fim daquilo.

Uma questão um tento incomoda vinha, o jovem preferia outro estilo, mas não podia negligenciar aquela e nenhuma outra questão. Rapidamente se pós a responder as questões. Algumas coisas ele tinha certeza, outras eram um palpite, mas no fim ele tinha é vontade de começar sua jornada. Assim sendo entregou rapidamente a sua resposta para Kibato:


- Hum... Pelo visto você não teve problemas com essa questão. Realmente é um potencial, mais uma questão perfeita, você acertou tudo. Sua nota é 1,0.

Ele analisava aquilo rapidamente e registrava mais uma nota. Jarok estava começando a ir bem e logo chegava a sua sexta questão.

Sexta questão escreveu:Um gladiador cavaleiro é emboscado com seu Zubat na arena de Twister City e foge da batalha. A situação descrita é possível? Por qual motivo?

Vero Vento


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por -Jarok- em Qua 06 Nov 2013, 16:39

"Menos uma!"



- Hum... Pelo visto você não teve problemas com essa questão. Realmente é um potencial, mais uma questão perfeita, você acertou tudo. Sua nota é 1,0. - Aquela era um frase que ele considerava bastante diferente da personalidade do homem.

"Ou ele desistiu de me pôr para baixo, ou está tentando ver o quanto consegue fazer meu ego aumentar antes de me dar uma questão realmente difícil", Jarok pensou, de olho em tudo o que o homem falava e nas expressões que fazia.

Sem tempo a perder, Buck Kibato logo pôs a sexta questão em frente ao jovem.

Sexta questão escreveu:Um gladiador cavaleiro é emboscado com seu Zubat na arena de Twister City e foge da batalha. A situação descrita é possível? Por qual motivo?
"Ah, essa é uma questão das minhas", ele pensou ao ler rapidamente. E logo se pôs a rabiscar furiosamente sua resposta. Queria terminar aquilo logo. Não via a hora de conhecer seu Meowth e seu Houndoor.

Resposta da sexta questão escreveu:Sim, é possível. A razão é que Zuzu Cash-Gold, o líder do arena pode utilizar um de quatro pokémon. Mr Mime, Jynx, Magmar ou Electabuzz. O Zubat, sendo um tipo Poison/Flying, tem uma fraqueza natural contra tipos Ice, Psychic, Electric e Rock, ou seja, três dos quatro tipos possíveis de serem utilizados pelo ministro. É claro que, se considerarmos pokémon treinados igualmente, ainda seria uma má escolha utilizar o Zubat contra o Magmar, visto que o segundo possui grandes vantagens já que está evoluído.
E entregou sua resposta à Kibato, bastante contente, apesar de manter seu rosto impassível como sempre. Se tivesse acertado aquela, faltariam apenas duas questões certas para que se considerasse aprovado.




-Jarok-
-Jarok-


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por Vero Vento em Qui 07 Nov 2013, 17:14

O jovem logo recebia mais uma das questões que ele gostava de responder. Batalhas e vantagens e desvantagens de tipos eram sua especialidade. Também estava bem atento a qualquer passo que seu avaliador desse. A questão logo estava respondida e entregada para os atentos olhos de Buck Kibato analisarem a mesma:

- Senhor Jarok, parece que eu estava enganado com o senhor, a sua resposta para está questão está totalmente errada. Primeiramente temos o fato de que Gladiadores normais não podem fugir de batalhas nas arenas, mas o mesmo em questão é um cavaleiro e já foi um templar e já tem essa vantagem. E por segundo e ultimo temos o Zubat. Eles vivem apenas em cativeiro então não tem como um Gladiador ter acesso ao mesmo. Suspeitamos que ele seja dado como uma opção de inicial para os Gangsters novatos então qualquer Gladiador que portar um desses deve ser investigado. Logo não é possível essa situação.

Disse ele colocando um zero na folha de avaliação, aquilo não era nem um pouco legal. O jovem agora estava contra a parede, não podia errar mais quase nada ou então acabaria reprovado naquele teste e logo vinha mais uma questão:

Sétima questão escreveu:A história do passado de Shinki é obscura e cheia de tragédias, por favor escreva um resumo sobre a vida do fundador e líder dos Seguidores de Arceus e como ele formou essa igreja:

Vero Vento


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por -Jarok- em Dom 17 Nov 2013, 14:35

"Uma lição situacional"



- Senhor Jarok, parece que eu estava enganado com o senhor, a sua resposta para está questão está totalmente errada. Primeiramente temos o fato de que Gladiadores normais não podem fugir de batalhas nas arenas, mas o mesmo em questão é um cavaleiro e já foi um templar e já tem essa vantagem. E por segundo e ultimo temos o Zubat. Eles vivem apenas em cativeiro então não tem como um Gladiador ter acesso ao mesmo. Suspeitamos que ele seja dado como uma opção de inicial para os Gangsters novatos então qualquer Gladiador que portar um desses deve ser investigado. Logo não é possível essa situação. - Buck Kibato respondeu, consternado.

Foi a vez de Jarok ficar irritado.

- O senhor terá que me desculpar, mas essa é uma situação na qual teremos que concordar em discordar. A pergunta não implicou a conservação de nenhum regra moral ou nenhuma lei. Logo, se o Gladiador em questão decidisse morrer ou tentar sair correndo ao invés de batalhar ele poderia fazê-lo, pois, apesar das regras, ninguém pode invadir sua mente e forçá-lo a batalhar. Quanto a captura de um Zubat, novamente, o Gladiador em questão poderia tê-lo roubado ou até recebido de outra pessoa, ou até mesmo encontrado um local isolado e desconhecido onde poderia ter capturado um, apesar de eu sinceramente não saber por que alguém iria querer um Zubat. - ele suspirou. - Assim, diga o que quiser, mas, para mim, minha resposta está correta.

Sétima Questão escreveu:A história do passado de Shinki é obscura e cheia de tragédias, por favor escreva um resumo sobre a vida do fundador e líder dos Seguidores de Arceus e como ele formou essa igreja:
Jarok ainda estava um pouco contrariado, mas concentrou-se na sétima questão. Como um odiador da Seita da Giratina era implícito que ele também conhecia perfeitamente a história de seus principais inimigos, os Seguidores de Arceus, com os quais contava a ajuda em destruir seus inimigos. Assim, começou a rabiscar, sem se importar se ia ficar bem escrito ou não:

Resposta Sétima questão escreveu:Dizem que o líder dos Seguidores de Arceus, Felipe Priest, acordou para a vida quando sua família foi completamente assassinada por alguns bandidos. Ficou consternado quando se deu conta de toda a violência que o cercava e, por coincidência ou não, acabou esbarrando em alguns livros que falavam sobre a história de Arceus, que continham lendas acima de qualquer outra coisa; até que encontrou uma profecia que predizia o retorno de Arceus quando a violência chegasse a níveis intoleráveis.

Felipe Priest, talvez ainda abatido pelo o que acontecera a sua vida família e pela nova realidade que encarava, acreditou completamente naquilo e começou a pregar o que lera, tendo como base a profecia. Aos poucos, algumas pessoas acreditaram e começaram a segui-lo, formando assim, o grupo religioso.

Com o passar do tempo, os agora chamados Seguidores de Arceus, capturavam pokémon com métodos não-violentos e cresciam em quantidade e poder. Fundaram igrejas e tornaram-se mais um fator para os cadetes ficarem de olho. Nos dias de hoje, o fundador permanece oculto, já que comprou brigas com as facções gangsters por causa da captura de pokémon, mas seus seguidores permanecem nas rotas e nas cidades, procurando novos seguidores e, talvez, até pregando em igrejas ocultas.
Não se dando ao trabalho de ler, somente entregou o que escrevera ao chefe de polícia.





-Jarok-
-Jarok-


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por Ayzen em Qua 11 Dez 2013, 16:09

Off: Estarei assumindo a sua rota, desculpe-nos pela demora.
Off²: Bem, o antigo narrador já computou a nota como errada, então, que continue o show >.<
Off³: Espero que se divirta XD


De certo o moreno tinha total convicção de que a sua resposta estava correta, no entanto, para Kibato, o jovem havia errado redondamente. Sabia ele que a sua resposta era plausível, mas talvez as perguntas que o oficial estivesse oferecendo para o aspirante de gladiador responder girassem em torno das leis de Shinki, o que poderia ser mais um teste para que o jovem teria que se submeter para poder vencer a barreira que separava-o de seu objetivo maior: a licença e o Pokémon.

Revoltado com a ofensiva do oficial Kibato, o mesmo pós a se rebelar, mostrando toda a sua indignação para contra o oficial e informando-o de todo e qualquer situação que reprovava na pergunta. Mesmo assim, Kibato parecia não dá nenhuma importância para o que Jarok falava e pós a se inclinar até o participante do teste e dizia em alto e bom tom.

- Então és um arruaceiro? Se tiver pensando em frustra a lei de Shinki, pode se recolher, pois todos que tentaram estão presos, ou estão prontos para serem presos. Agora, se eu disse que você errou, você errou e apenas Angélica Tompson pode dizer o contrário, capiche?

Kibato era bem incisivo em sua opinião sobre o fato de ser contestado diante do teste. Poderia significar algo ruim para o jovem Jarok, que o mesmo não poupou palavras para se expressar. Mesmo assim, parecia que o teste ainda estava de pé e logo o jovem pós a continuar a responder o teste, meio que aborrecido pela sua pergunta.

- Sim, está correto!

Dizia o oficial, de cara fechada enquanto recolhia o teste e entregava uma nova pergunta, talvez, de mesmo nível que a anterior, mas que precisava de um cuidado extra.



Oitava Questão escreveu: Dada a seguinte situação: Um Gladiador, durante uma batalha, utiliza um Pokémon, cuja as chamas que ele dispara são tão quentes que podem chegar a mais de 1600ºC, sua temperatura corporal ultrapassa os 800ºC e ele utiliza esta temperatura para afofar sua pelugem. Já seu oponente, um stylist, utiliza um pokémon que possui uma lâmpada em sua cauda capaz de emitir tanta luz que pode ser visto do espaço, sendo usado como farol ou para enviar sinais. Durante o combate, o Gladiador tenta um ataque poderoso, porém, que exige contato e só pode ser usado após todos os outros golpes do usuário terem sido usados. Ao tocar no Pokémon oponente, sua habilidade se ativa e causa uma mudança de status no Pokémon do Gladiador, dando vantagem ao Stylist. Em contra partida, a habilidade do Pokémon que sofreu mudança de status também se ativa, e seu ataque aumenta 1,5 vezes.
Responda:
a)Quais Pokémon foram usados pelo Stylist e Gladiador?
b)Quais as habilidades deles?
c)Qual o ataque que o Pokémon do Gladiador usou e em qual nível ele aprende?

Ayzen
Ayzen


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por Alice em Sab 21 Dez 2013, 13:30

Rota bloqueada por inatividade.

Em caso de retorno, poste em pedidos solicitando a reabertura.
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

O lugar certo Empty Re: O lugar certo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum