As Aventuras de Tomy

Ir em baixo

As Aventuras de Tomy Empty As Aventuras de Tomy

Mensagem por Vero Vento em Qui 10 Out 2013, 21:48

As aventuras de Tomy

Está é a minha antiga fic reescrita, um ano atrás me veio a vontade de fazer uma fic e eu a fiz, mas parei nos capítulos iniciais. Agora estou com um novo projeto, ainda não tenho a idéia certa sobre o que irá acontecer no decorrer, mas os personagens serão os mesmos e espero que a história consiga cativar alguns membros e que agrade o Rike que leu a antiga, hoje lendo a antiga vejo o quanto minha narração evoluiu desde aquela época e espero que continue evoluindo.

Personagens:


Tomy Hyatsugy

Idade: 10 anos
Personalidade: É um amável e corajoso garoto, às vezes faz idiotices no impulso e é muito leal a todos os seus amigos, não fica parado diante de qualquer injustiça e como todo jovem sonha com a sua jornada e suas conquistas.

Parceiros: Nenhum no momento.

Equipe: Nenhuma.

-Capitulos-
Capitulo 1 – O encontro

Aqui está o capitulo 1, se alguém quiser me ajudar com o design da fic por favor fale, pois sou horrível com isso, apriveitem.
Capitulo 1 – O encontro:

O dia estava claro, o céu limpo e a temperatura certamente agradável. Pallet tem alguns atrativos como vila, as poucas pessoas que moram lá são muito receptivas e aquela é a cidade do renomado Professor Carvalho. O dia perfeito e os atrativos históricos fariam com que qualquer treinador se animasse, mas para Tomy aquela era apenas uma manhã como qualquer outra.

Ele e seus amigos estavam brincando com a supervisão de suas mães, um fundo de quintal que dava na floresta que demarcava os limites de Pallet era seu mundo. Já brincou tantas vezes ali que não teria problemas em encontrar o caminho de volta e a sua mãe sabia disso, o que colocava a preocupação dela no mínimo e rapidamente a brincadeira mudou. E para o azar dele quem tinha que correr atrás dos outros era ele mesmo.

Contou de um até vinte e começou a andar em busca de seus amigos. Aquele era um espaço relativamente aberto e nove crianças estavam correndo em nove direções diferentes tentando imitar uma linha reta e ele rapidamente correu atrás de qualquer um, ou melhor, o primeiro que viu. Era bom de corrida e sabia que rapidamente iria passar seu cargo para outra pessoa.

E isso realmente aconteceu mais rápido do que ele esperava, o jovem rapidamente parou de correr pelo enfrentamento que encontrou a frente, um Poliwag enfrentava um Fearow. O girino estava apenas protegendo uma Pikachu nocauteada e um ovo, a Pokémon Eletric estava no chão tentando ficar consciente enquanto Fearow ficava cada vez mais furioso. O jovem que estava antes fugindo agora caia no chão e se arrastava para longe de Fearow, obviamente ele tinha Fearowfobia.

O garoto em passos largos tentava sair dali e rapidamente passava direto por Tomy que partiu logo em direção a batalha, mais especificamente para a Pikachu caída. Rapidamente pegou ela e o ovo enquanto Poliwag tentava de toda forma desviar dos ataques do pássaro. Tomy colocou o ovo e a Pokémon no fundo de um tronco caído que conhecia pensando apenas em esconder os dois quando se lembrou do girino que havia ficado sozinho contra o Fearow.

Ele ouviu um estrondo forte de algo batendo em algo e logo depois outro estrondo, olhou em volta confuso e correu para onde a batalha acontecia enquanto ouvia o cantar de alegria do Fearow. Quando chegou o jovem se viu horrorizado, Poliwag estava indefeso e nocauteado no chão enquanto o pássaro subia alto e começava a descer em direção ao girino que não podia desviar.

No impulso o jovem pegou uma pedra no chão e tacou o pássaro. O pequeno projétil acertou o olho esquerdo do pássaro e isso realmente o irritou, mudou de trajetória um pouco antes de matar o Poliwag e parou em frente ao garoto. Aquele era um Fearow um pouco maior que os demais. Tinha a mesma altura do garoto e o encarava nos olhos e abria as asas para mostrar como era maior, a resposta forma duas palavras:


- Ave estúpida.

Só isso e a ave foi em direção ao jovem, o jovem desviou do bico da criatura, mas foi acertado pela asa da mesma e acabou batendo com força no chão. Ficou atordoado e o Fearow se aproveitou disso para levantar o jovem pela perna. Alguma coisa se movia abaixo dos dois. Alguém gritava desesperadamente. O mundo girava diante de seus olhos, ele tentava se debater, mas só via a sua mão ensanguentada e era largado no ar.

Antes de bater no chão ele apagou.

Vero Vento


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum