O Lucario de Angélica

Ir em baixo

O Lucario de Angélica Empty O Lucario de Angélica

Mensagem por Alice em Dom 02 Mar 2014, 17:12


O Lucario de Angélica



Se você gostou de ler essa história, deixe um comentário.


Última edição por Alice em Ter 22 Out 2019, 14:53, editado 1 vez(es)
Alice
Alice


Voltar ao Topo Ir em baixo

O Lucario de Angélica Empty Re: O Lucario de Angélica

Mensagem por Naruub em Dom 16 Nov 2014, 18:41

Essa historia estar bem feita, boa de se ler... mas odiei ela... Por que Lucario teve que morre ? Crying or Very sad  Sad  No
Era só coloca que o Gregory conseguiu salva ele, não, me diz que essa historia não acaba nisso, diz que Lucario não morre. Crying or Very sad  Sad  No

Partes que Chorei:
Partes que me fizeram chorar muito

" Lágrimas não combinavam com o parque sob um ataque terrorista"

"Cinco golens rolavam pelo lugar, destruindo tudo o que estivesse em seu caminho. Lucario tentava a todo custo parar os cinco, entretanto era somente um e suas forças estavam se esvaindo. A respiração já era entrecortada e o corpo azul já apresentava diversas feridas decorrentes da luta injusta.
"

"Meowths e Persian surgiam em campo, avançando como uma unidade de caça impecável. Swellows e Taillows mergulhavam do céu, atingindo inimigos escondidos. A força cadete surgia após liberar a entrada do parque. Lucario suspirava satisfeito, permitindo aos aliados passarem por si. Os olhos do Pokémon miravam o céu e sua alma agradecia a Arceus por ter lhe dado forças para proteger àqueles que amava. Respirando fundo o guerreiro acreditava que agora poderia voltar para casa ao lado de sua família. Cumprira seu dever e sua força parecia ter sido suficiente. Ele e sua capitã haviam salvo tantas vidas naquele momento, naquele pequeno ato suicida. Tantas vidas... O coração do Pokémon se enchia de esperança e alegria ao ver que sua força fizera a diferença e seu motivo para lutar ainda existia.

O uivo de um Houndoom não foi mais alto que o grito de uma criança e o som de balas. O coração de Lucario parou quando reconheceu a voz que jamais deveria chorar. Os olhos encontraram a cena que jamais desejava ver. Ao longe, o corpo de sua capitã baleado caia sobre a filha, ainda a protegendo. A roupa agora sem nenhum traço do branco e a trança desfeita. Sem armas, Angélica não encontrou alternativa para impedir que sua filha fosse uma das vítimas do atentado. Lucario nem ao menos percebeu quando a menina se afastou do pai que executava os primeiros socorros em diversos civis, garantindo assim a sobrevivência das pessoas resgatas pela mulher, só ouvia o grito do homem que também não prestava mais atenção ao seu trabalho.
"

"Lucario teve tempo de fechar os olhos e pedir perdão por não ser mais forte, mas agradeceu a força que tinha para ainda garantir a vida de mãe e filha. O Pokémon sentia que a morena ainda estava viva e sabia que o médico a manteria assim. Lucario confiava em Gregory, sua última esperança naquele momento e, fortalecido pela fé no homem, o Pokémon correu. Seus pés erguiam a poeira que dominava o chão. Seu coração pulsava em despedida e lágrimas deslizavam de seus olhos. Yasmin nunca deveria passar por isso e o Pokémon chorava por não poder mais ver sua criança crescer, entretanto sorria por saber que ela cresceria.

A menina, ainda um bebê para muitos, tocava no rosto de sua mãe, pedindo para que ela acordasse. Quando Lucario parou a sua frente, a menina o chamou com sua voz inocente carregada pelo choro. Um bom último som a se ouvir em vida, pensou o Pokémon antes de sentir as balas atravessarem sua carne e lhe tomarem a vida. Antes de perder por completo a consciência, o Pokémon aura ouviu Yasmin gritar mais uma vez assustada. Seus olhos não perdiam um detalhe do rosto da criança. O olhar assustado e nublado por lágrimas que não deveriam existir. O soluço que escapava da pequena e rosada boca. Seu bebê chorava... Gregory se aproximava de Angélica e comandava a equipe médica. Ele a salvaria. Cadetes comentavam sobre a diferença que a intervenção de Angélica fizera no atentado e o número de perdas reduzidas. A mulher seria condecorada provavelmente, algo que ela não desejava naquele momento. Contudo Lucario só via Yasmin chorando. Suja com o sangue da mãe e do Pokémon. A única tranquilidade que o Pokémon encontrava era na idade da criança. Com o tempo ela esqueceria tudo aquilo e, talvez, com o tempo, ela só se lembrasse de um carrossel e de um Pokémon azul que a amava mais que a própria vida."


Crying or Very sad Crying or Very sad Crying or Very sad Alice, boa historia Crying or Very sad Crying or Very sad Crying or Very sad
Naruub
Naruub


Voltar ao Topo Ir em baixo

O Lucario de Angélica Empty Re: O Lucario de Angélica

Mensagem por Henri Sollari em Ter 17 Mar 2015, 12:28

ToT Me emocionei aqui. Parabéns pela história Alice. Angélica minha diva *-* <3
Henri Sollari
Henri Sollari


Voltar ao Topo Ir em baixo

O Lucario de Angélica Empty Re: O Lucario de Angélica

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum