Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ir em baixo

Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 Empty Re: Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança

Mensagem por Henri Sollari em Dom 31 Jul 2016, 13:58

Assim que avistou o homem roubando a bolsa, Ella começava a agir rapidamente logo liberando seus pokémons e passando a perseguir o ladrão. A perseguição se estendia pela rua Blaziken até chegarem à rua do Nascimento. O homem saltou para dentro de um prédio abandonado sendo logo seguido por Shinx e Meowth. A tentativa do foragido de se ocultar no prédio era infeliz devido ao olfato dos pokémons ali presentes. Ella chegou logo atrás um pouco fadigada. O homem também estava cansado e voltar a correr já não era uma opção por estar encurralado. A única saída para ele seria nocautear sua perseguidora para não ser levado à prisão.

― É melhor você se afastar se não quiser se machucar, garotinha! ― O homem ameaçou enquanto lançava duas pokébolas ao ar. O brilho escarlate surgia e revelava um Lotad e um Murkrow. Pelos pokémons do homem, parecia apenas ser algum gangster novato que não soube avaliar suas ações.
Henri Sollari
Henri Sollari


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 Empty Re: Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança

Mensagem por Ella Van Harper em Seg 01 Ago 2016, 12:27

Shinx e Meowth eram mais rápidos e logo estavam bem próximos do ladrão. Em uma tentativa de despistar meus pokémon e eu, o homem entrou em um prédio abandonado na rua do Nascimento e procurou esconder-se, mas meus parceiros tinham um ótimo olfato e logo o encontraram. O ladrão lançou um Lotad e um Murkrow, pronto para atalhar.

A corrida fora cansativa e eu estava bastante ofegante. Se eu quisesse essa carreira, teria que me exercitar bastante na Academia Hitmon para poder estar preparada para qualquer missão. O homem tentava intimidar-me com seus pokémon, mas parecia tão iniciante quanto eu. Era a primeira vez que eu iria batalhar e era uma batalha importante, já que eu estava em teste. Esperava que tudo ocorresse bem, mas eu não conhecia muito bem meus pokémon iniciais, então seria um pouco complicado. Contudo, eu não podia passar para o inimigo a impressão de estar nervosa.

- Shinx e Meowth, hora de mostrar que podemos fazer justiça! - Shinx olhou para mim de forma engraçada, para ele tudo parecia uma brincadeira até então, enquanto que a Meowth apenas encarava o Murkrow - Shinx, use Leer e depois Tackle no Lotad. Meowth, siga com duplo Scratch no Murkrow.

Os comandos foram dados e eu esperava uma resposta positiva de meus pokémon. Shinx ainda parecia não levar muito a sério o combate, já a gata me assustava com o brilho macabro que tinha nos olhos.
Ella Van Harper
Ella Van Harper


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 Empty Re: Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança

Mensagem por Henri Sollari em Sex 05 Ago 2016, 23:02

Em seu teste, Ella se deparava com uma situação bem prática de flagrante. Apesar de nunca ter batalhado antes e de não conhecer seus companheiros, a jovem aspirante tentava não transmitir insegurança. O homem se sentia acuado e tentava se controlar, assim como a aspirante.

― Lotad, use seu NATURE POWER naquele Shinx e logo em seguida GROWL . Murkrow, ataque aquela gata asquerosa com seu PECK e depois a aterrorize com seu ASTONISH.

Em campo, a habilidade de Shinx era ativada intimidando seus adversários e reduzindo seus ataques. Assim que os comandos eram dados, Meowth e Murkrow logo se moviam. A velocidade de ambos era superior dando vantagem em campo. A felina avançou contra a ave com as garras brilhando enquanto o corvo voava com o bico refletindo um brilho similar. O olhar da felina era sério e bem tecnicista. Meowth saltou e pulou em cima de Murkrow derrubando-o no chão e logo desferindo seu golpe. O corvo agitou suas asas e fez a gata se desequilibrar. Aproveitando a guarda baixa da adversária, a atingiu com seu bico em sua barriga. Sem reclamar de dor, Meowth apenas levantou a pata e atingiu o corvo novamente com suas garras. A tentativa de revida fora fracassada devido à imunidade da felina ao golpe ghost. O ladrãozinho acabava de aprender algo.

Shinx lançou um olhar ameaçador contra os adversários e logo eles sentiram suas defesas baixarem. Lotad aproveitou essa oportunidade para atacar. Uma aura dourada envolveu o corpo do aquático e três esferas surgiram acima dele. Delas, golpes de fogo, de gelo e elétricos foram lançados atingindo o cão elétrico. Shinx resistiu em pé e balançou a cabeça para se recuperar. Shinx ignorou o Lotad e se virou o Murkrow. Ele se abaixou para se preparar para correr e lançou-se em uma investida contra a ave atingindo-a em cheio. O corvo fora lançado para longe sendo parado somente pela parede logo atrás do ladrão. Lotad tossiu para chamar a atenção de todos ali e logo começou a gritar alto. Tanto o homem quanto Ella precisaram levar suas mãos aos ouvidos. O ataque de Shinx e Meowth era reduzido.

Hora da Batalha
Condições da batalha: Prédio abandonado. Área extensa sem nenhum obstáculo. Escadas de concreto parcialmente quebradas que levam ao andar superior.

Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 52
Meowth
Lv.05
Trait: Technician
90%, Status: -1 Atk
Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 403
Shinx
Lv.05
Trait: Intimidate
82%, Status: -1 Atk
Vs.
Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 270
Lotad
Lv.08
Trait: Swift Swim
100%, Status: -1 Atk|-1 Def
Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 198
Murkrow
Lv.03
Trait: Insomnia
80%, Status: -1 Atk|-1 Def

― Mas que m**da!! Estou perdendo meu tempo com você aqui! ― O jovem estava ficando nervoso e parecia estar apressado. Ella percebeu que, de tempo em tempo, o homem checava o celular e apalpava o bolso de trás da calça. ― Lotad, siga com ASTONISH contra o elétrico e depois mais uma rodada de seu GROWL! Murkrow, vamos apenas manter o seu PECK contra essa gata!
Henri Sollari
Henri Sollari


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 Empty Re: Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança

Mensagem por Ella Van Harper em Seg 08 Ago 2016, 00:20

A batalha dava início e estava equilibrada. Assim como eu, o gangster parecia um iniciante e isso poderia ser uma coisa boa, já que estávamos no mesmo nível. Era um pouco doloroso ver meus pokémon se machucando, mas isso faria parte de minha vida como Cadete e eu sabia que eles re respeitariam e me defenderiam como pudessem. Eles seriam fortes se eu fosse forte.

- Muito bem, Shinx vamos seguir com Leer e Tackle na oponente mais próximo. Meowth, vamos com duplo Scratch no Murkrow.

Minhas palavras soaram firmes e sérias. Eu realmente estava concentrada na batalha e eu já imaginava que se eu perdesse aquele gangster iria fazer algo de ruim comigo e eu não cumpriria meu teste. Muita coisa estava em jogo ali. Eu me perguntava se a moça estava bem e, enquanto eu estava perdida nesses pensamentos, não reparei no olhar frio que a Meowth lançara para mim por alguns segundos.
Ella Van Harper
Ella Van Harper


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 Empty Re: Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança

Mensagem por Henri Sollari em Ter 09 Ago 2016, 15:24

Ella tentava se manter concentrada e firme durante a batalha. Ver seus pokémons sendo feridos era doloroso, mas necessário. Caso a jovem perdesse, não falharia somente no teste, mas poderia correr risco de vida nas mãos do gangster. Os pokémons estavam se esforçando, mas algo na Meowth perturbou um pouco a jovem.

Meowth e Murkrow saíram em disparada novamente. Se chocando, felina e ave saiam feridos com arranhões e bicadas. Entretanto, desta vez a gata conseguira atingir um golpe crítico na ave. Mas a batalha entre os dois não acabaria ali. Ambos se levantavam novamente e partiam para cima um do outro com garra e bico brilhando. Mais uma vez os danos eram contados, mas definitivamente a ave dark estava se cansando mais rapidamente.

Em obediência a Ella, Shinx lançou outro LEER contra os adversários em campo para reduzir suas defesas. Entretanto, essa abertura de guarda foi o que lotad precisou para atingi-lo com seu ASTONISH. Meowth olhou aquele comando de Ella e sua consequência e lançou outro olhar frio para a aspirante. Shinx sacudiu a cabeça para se recuperar e correu em direção a lotad por estar mais próximo. O aquático aproveitou o tempo e começou a gritar novamente. O som perturbava o elétrico, mas este se manteve firme até se lançar contra o aquático e jogá-lo para longe.

Hora da Batalha
Condições da batalha: Prédio abandonado. Área extensa sem nenhum obstáculo. Escadas de concreto parcialmente quebradas que levam ao andar superior.

Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 52
Meowth
Lv.05
Trait: Technician
70%, Status: -2 Atk
Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 403
Shinx
Lv.05
Trait: Intimidate
76%, Status: -2 Atk
Vs.
Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 270
Lotad
Lv.08
Trait: Swift Swim
94%, Status: -1 Atk|-2 Def
Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 198
Murkrow
Lv.03
Trait: Insomnia
50%, Status: -1 Atk|-2 Def
Henri Sollari
Henri Sollari


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 Empty Re: Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança

Mensagem por Ella Van Harper em Sab 13 Ago 2016, 14:55

Era estranho estar numa batalha como aquela e eu estava perdendo. Quanto tempo eu demoraria para pensando no bem estar dos pokémon do inimigo? Eu não queria machucá-los, mas seu mestre fizera uma coisa errada, roubar de alguém, e deveria ser punido por isso da forma correta e necessária para que a ordem seja mantida em Nyender. Era meu dever proteger os cidadãos daquela cidade contra esse tipo de homem. Porém, e se ele estivesse roubando pra alimentar sua pobre irmã ou irmão pequeno e vulnerável devido à frieza dos cadetes que levaram seu pai preso por manter um pokémon consigo para o bem da familia? Para manter o sorriso da criança? Minha cabeça estava à mil.

Enquanto eu voava, Shinx era atingido pelo Lotad rival e a normal lançou-me um olhar nada amigável. O elétrico era insistente e forte, gostava de receber ordens minhas e as cumpria com vontade, já a gata não parecia muito amistosa quanto aos meus comandos.

- Shinx, vamos pra cima do Murkrow com um duplo Tackle. Meowth, mantenha o ataque ao Murkrow! Tente ferir suas asas de forma que ele não consiga voar!

Era difícil comandar daquela forma, quase sanguinária para mim. Fiz uma prece silenciosa para Arceus, pedindo por proteção.
Ella Van Harper
Ella Van Harper


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 Empty Re: Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança

Mensagem por Henri Sollari em Ter 16 Ago 2016, 00:04

A mente da aspirante a cadete estava repleta de questionamentos. A batalha prosseguia, mas parecia que o ladrão possuía alguma leve vantagem. A fria aplicação da lei não levava em consideração a realidade social de cada indivíduo. A jovem recordava do homem que fora preso devido ao simples fato de manter uma Skitty para alegrar a filha. A loira não sabia das motivações daquele jovem ao roubar a bolsa da mulher. Mas para os cadetes, para a lei, saber tais motivações não era relevante. A lei precisava ser aplicada!

― Murkrow, prossiga atacando essa gata infeliz! Lotad, atrapalhe eles com seu GROWL.

Murkrow e Meowth saíram em disparada novamente um contra outro. Garras e bico brilhando se chocavam. A felina tentou atingir as asas da ave, mas ela esquivou se jogando para a direita. Murkrow estava exausto e ofegante. Meowth não esperou o dark se recuperar de sua esquiva improvisada e desferiu um arranhão em seu rosto de forma profundo. A ferida certamente deixaria uma cicatriz. Sem resistir mais aos ferimentos, Murkrow desmaiou.

Shinx, ao ver seu alvo eliminado, focou em Lotad. O aquático abriu um berreiro agudo novamente, mas o elétrico correu e se lançou em uma investida contra ele. Lotad fora lançado contra a parede novamente e parecia um pouco tonto. Balançando a cabeça para se recuperar do golpe, mais um berreiro ecoava pelo prédio. Shinx não se intimidou e se chocou novamente contra o adversário.

O ladrão demonstrava uma expressão assustada ao perceber como a batalha virava e a desvantagem ia para suas mãos.

― Lotad, acabe com eles. Siga usando seu NATURE POWER!!!

O jovem seguiu correndo para as escadas e quase tropeçou em um degrau quebrado. Se recuperando rapidamente, o jovem desapareceu escada acima.

Hora da Batalha
Condições da batalha: Prédio abandonado. Área extensa sem nenhum obstáculo. Escadas de concreto parcialmente quebradas que levam ao andar superior.

Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 52
Meowth
Lv.05
Trait: Technician
44%, Status: -4 Atk
Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 403
Shinx
Lv.05
Trait: Intimidate
76%, Status: -4 Atk
Vs.
Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 270
Lotad
Lv.08
Trait: Swift Swim
68%, Status: -1 Atk|-2 Def
Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 198
Murkrow
Lv.03
Trait: Insomnia
0%, Status: Fainted
Henri Sollari
Henri Sollari


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 Empty Re: Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança

Mensagem por Ella Van Harper em Qua 17 Ago 2016, 15:38

E a batalha virava de forma inesperada, tanto por mim quanto pelo gangster, que já desesperava-se e, deixando para trás seus dois pokémon, um desmaiado e outro já tonto e cansado, fugia para os andares superiores. O Lotad parecia um pouco tonto e essa poderia ser minha chance para capturar o ladrão em fuga.

- Meowth, use de sua velocidade superior e tente confundir o Lotad. Desfira os Scratchs com fúria.

As palavras saíram com um certo tom de raiva e me assustei. Como eu estava falando daquela maneira? Algo em mim parecia ter mudado ou estava em transição para tanto. Ter presenciado certas cenas vinha mexendo comigo e eu percebia, cada vez mais, que ser inabalável emocionalmente e inteiramente racional era o melhor jeito de ser um bom Cadete. Será que eu aguentaria?

- Shinx, vamos atrás daquele homem! Tenha cuidado com os degraus. - olhei para a Meowth - Conto com você!

Subiria as escadas acompanhada de um valente Shinx. Era hora de finalizar aquele teste.

Meowth's POV

"Que garota mais chorona. Como alguém aguentaria essa menina? Só mesmo esse babaca elétrico que consegue e parece gostar dessa idiota. Minha mestra deveria ser a outra Cadete, que não se deixa abalar por nada, totalmente centrada, enquanto essa garotinha está sempre com cara de choro, parece um menino remelento.

Ela não está prepara para uma gata como eu, mas parece ter algum potencial, já que soou da forma certa, racional e fria. Pelo menos levou aquele idiota pra passear, assim eu não preciso me preocupar em salvar a bunda dele. Garota estúpida."


A Meowth cuspia no chão depois que sua possível mestra seguia para as escadas com o elétrico. A Lotad parecia uma presa fácil, estava tonta e sem seu mestre, o que fez a gata sorrir de canto de boca. Sabia que estava com as energias esgotando-se, talvez se comesse algo melhorasse seu humor e poderia aguentar a garota chorona por mais um dia. A folha não lhe parecia apetitosa, mas a pele azulada do pato parecia guardar uma carne proteica e macia.

- Pato, você vai ser o meu jantar. - a gata falava em tom macabro e partia para o ataque.
Ella Van Harper
Ella Van Harper


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 Empty Re: Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança

Mensagem por Henri Sollari em Sex 19 Ago 2016, 09:08

Pelo último comando que havia dado, a jovem aspirante começava a notar uma mudança sutil em seu tom de voz. Uma raiva que não era característica da jovem, mas que surgira com certa espontaneidade assustando a própria loira. De fato, Ella fazia uma breve análise do que havia vivido desde que decidira se torna uma seguidora de Arceus e sua mudança para os cadetes. Era possível perceber que a jovem estava trilhando um novo caminho que a poderia levar a uma nova forma de expressão. Talvez oposta ao que era antes.

Ao ver o ladrão fugindo para o andar superior, a jovem pensou rapidamente e deixou a Meowth para trás enquanto seguia o fugitivo seguida por Shinx. No andar superior, se deparou com outra grande sala vazia, porém com aberturas nas paredes para futuras janelas. O jovem fugitivo estava lá, desesperado olhando para onde deveriam haver as escadas para o segundo andar ainda não construídas. Assim que percebeu a presença da aspirante a cadete, o jovem ficou desesperado e começou a se afastar para trás com as mãos erguidas sinalizando para que ela não se aproximasse.

― Se afaste de mim!!! Não se aproxime!! Me deixe em paz...!

Era nítido o desespero no tom de voz do rapaz que talvez nunca se projetara em tal situação com a possibilidade de ir preso.


MEOWTH

Enquanto isso, no térreo do prédio, Meowth seguia sua disputa com o Lotad. A felina desprezava o modo “fraco” de Ella agir, porém uma potencialidade era vista na loira. Por ora, a frieza e ferocidade da felina eram direcionadas ao aquático que se percebeu um pouco confuso por ter sido abandonado ali, sem nenhum outro comando.

A felina partiu para cima de Lotad com as garras brilhando e desferiu dois arranhões em sua face. O Pokémon ficou um pouco tonto devido à intensidade dos golpes e pareceu tomar uma decisão a respeito do que faria. Lotad começou a drenar a energia da felina com seu ABSORB e a ter sua saúde um pouco rebastecida. Uma segunda drenagem permitiu que o aquático conseguisse se sentir um pouco melhor. Por outro lado, Meowth estava exausta, mal conseguindo se manter de pé. A gata não pode fazer nada quando o Lotad passou por ela fugindo em direção às ruas. Porém, antes que saísse, fora atingido por estrelas fazendo-o desmaiar. Na entrada do prédio, aparecia Eva acompanhada por sua imponente Persian.

Hora da Batalha
Condições da batalha: Prédio abandonado. Área extensa sem nenhum obstáculo. Escadas de concreto parcialmente quebradas que levam ao andar superior.

Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 52
Meowth
Lv.05
Trait: Technician
6%, Status: -4 Atk
Vs.
Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 270
Lotad
Lv.08
Trait: Swift Swim
0%, Status: Fainted
Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 198
Murkrow
Lv.03
Trait: Insomnia
0%, Status: Fainted
Henri Sollari
Henri Sollari


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 Empty Re: Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança

Mensagem por Ella Van Harper em Sab 20 Ago 2016, 11:09

No andar superior, a construção inacabada era o cenário de um momento de tensão. Eu estava em teste e precisava prender aquele rapaz que cometera roubo momentos antes, enquanto que o jovem Gangster parecia incrivelmente apavorado devido a situação ter virado completamente favorável para mim. O rapaz dava passos para trás em direção ao local onde deveria estar a escada para o próximo andar. A queda não o mataria ou machucaria muito, apenas parecia um boa rota de fuga.

- Tenha calma, eu só quero conversar. - eu dizia com cautela, enquanto Shinx olhava para o rapaz seriamente - Não precisa ficar nervoso, vamos só averiguar fatos.

Olhando rapidamente para o pequeno elétrico, queria que ele entendesse que deveria se aproximar pela parte mais escura, enquanto eu distraia o homem com a conversa. Era minha melhor chance e talvez a única.

Meowth's POV

Eu estava exausta, mas a Lotad fora nocauteada pela Persian da outra Cadete. Era incrível o poder daquela mulher e porquê a pirralha não poderia parecer um pouquinho mais com ela? Porquê eu havia ficado com uma chorona inútil? Gritei com raiva.

A Persian era muito mais forte, a pokémonmais forte que eu já vira, e eu estava com muita fome. Queria a carne daquele Lotad, seria uma boa refeição para aquele momento, mas eu mal conseguia andar e a comida estava longe, além de que eu precisaria subir as escadas para ver se aquela pirralha ainda estivesse viva. Como eu desejei que ela morresse. Cambaleando, me aproximei da Lotad desmaiada e estava pronta para devorá-la completamente.

- Apetitosa...
Ella Van Harper
Ella Van Harper


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 Empty Re: Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança

Mensagem por Henri Sollari em Seg 22 Ago 2016, 15:28

Dado o nervosismo do jovem ladrão, Ella tentava acalmá-lo e o convidava para uma conversa. A aspirante mandou um sinal visual para Shinx e o felino logo captou a mensagem. O elétrico começou a se aproximar sorrateiramente tentando dar a volta. Porém, ao avistar a tentativa de Ella e Shinx, o jovem se assustou e acabou tropeçando no próprio pé. Sem equilíbrio, o jovem caiu do grande vão onde deveria haver uma escada. Apenas um som do impacto fora ouvido sendo seguido pelo grito de dor do jovem. A loira se assustou e se aproximou do buraco para ver a situação. De onde estava, Ella observou Eva se aproximar do corpo do ladrão. A tutora do teste não estava com uma expressão muito feliz.

Ella desceu as escadas rapidamente sendo seguida pelo elétrico. Antes mesmo que pudesse ir ver o ladrão que havia se ferido, a loira se deparou com uma cena grotesca. Meowth estava completamente suja de sangue enquanto terminava de comer uma das patas de Lotad. A jovem virou o rosto em repulsa àquela cena e podia sentir a ânsia de vômito.

― Retorna essa gata. ― A voz de Eva soava fria enquanto fazia uma ligação. Ella retornou a Meowth e ouviu que a tutora chamava por uma viatura e uma ambulância. ― Você tem sorte de Angélica não estar mais no poder. Seria uma confusão enorme explicar isso a ela. ― Eva olhou do ladrão para o lotad.

Depois de alguns minutos, a ambulância e a viatura chegavam. Os paramédicos faziam toda a ação de retirada do ladrão e do Lotad. Certamente os dois teriam suas vidas mudadas depois daquele dia. Eva passava algumas instruções aos cadetes que chegavam. Chamando por Ella, as duas deixaram o prédio. Ella avistou a ambulância se retirando sendo seguida pela viatura. Enquanto isso, as duas seguiam para a academia. O caminho fora todo percorrido em silêncio, o que aumentava ainda mais o nervosismo da aspirante.

Assim que chegaram à academia, Eva mandou que Ella devolvesse as esferas com os pokémons. O coração da jovem disparava. Aquilo só podia significar uma coisa... Com as pokébolas entregues a uma outra cadete, Ella passou a seguir Eva pelos corredores. A sensação de fracasso aumentava no peito da jovem. As duas mulheres pararam em frente a uma porta onde a tutora começou a falar.

― Você é uma das aspirantes mais atrapalhadas que já passou por aqui. Enumerar seus erros durante o seu teste exigiria de mim uma grande lista. ― O olhar severo e a fala fria assustavam ainda mais a loira. ― Mas... ― O coração de Ella parecia que iria saltar para fora do peito. ― Você me lembra meus primeiros dias na academia. Eu era sonhadora, tola e muito sentimental. Às vezes desejamos algo muito fortemente em um determinado momento, mas não temos as condições para demonstrar todo o nosso desejo naquele momento seja por não sermos fortes o suficiente, seja por termo medo. Mas saiba de uma coisa: o que temos em comum com os pokémons é a capacidade de evoluir. Parabéns, você passou no teste! Seus pokémons foram levados à enfermaria. Na saída, você pode pegá-los na recepção juntamente com sua licença. Agora entre!

Estas foram as últimas palavras de Eva. Por um momento, Ella imaginou ter visto algo que fora uma tentativa de sorriso por parte da instrutora, mas tudo poderia ser apenas imaginação da jovem. Eva se afastou sem se despedir. Ao final de tudo, a imponente cadete deixava uma grande lição para a mais nova recruta.

Assim que entrou na sala, um homem a atendeu prontamente perguntando onde deveria ser feita a tatuagem.
Henri Sollari
Henri Sollari


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 Empty Re: Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança

Mensagem por Ella Van Harper em Ter 23 Ago 2016, 17:30

Eu estava muito apreensiva para saber o resultado do teste. Um flash sobre tudo que ocorrera nessas últimas horas passava pela minha cabeça e eu não conseguia tirar da cabeça a imagem da Meowth cheia de sangue enquanto comia uma das patas do Lotad. O que era aquela gata? Eu já notara que ela fitava com indiferença, mas isso mexia comigo de uma forma... Olha... Não sei como lidarei.

Tudo ocorrera de forma atrapalhada e terminou comigo incrivelmente apreensiva quanto ao resultado do teste e o estado de saúde do criminoso e seus pokémon, até porque ele caíra do primeiro andar e o barulho da queda não fora nada animador. Quando Eva pediu minhas pokébolas, pensei no pior. Contudo, Eva parecia ter visto algo em mim que poderia ser digno de uma Cadete e eu queria espelhar-me nela. Ter recebido adjetivos ruins, doeu em meu coração, mas eu era uma Cadete devidamente licenciada e agora eu poderia ajudar Cornelius à manter a paz em Shinki. Sorri com alegria.

- Sim, senhora. - disse para esconder o sorriso e observei a cadete Eva sumir de minha vista sem nem olhar para trás.

Encaminhada à uma sala, senti a dor da máquina que perfurava minha pele e preenchia-me com tinta (dramática, não?!). No final, a tatuagem na omoplata direita fora coberta com um pouco de pomada para cicatrização e um plástico. Estava finalizada e eu já podia pegar meus novos companheiros. A primeira coisa que eu faria logo em seguida, seria correr para casa e dormir um pouco.
Ella Van Harper
Ella Van Harper


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 Empty Re: Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança

Mensagem por Henri Sollari em Qua 24 Ago 2016, 09:30

Após toda a turbulenta missão e as duras palavras de Eva, Ella se via devidamente licenciada. Assim que entrou no estúdio de tatuagem, informou que iria querer no ombro. A dor era grande, mas não maior do que tudo o que vivera naquele dia. Depois de alguns minutos de “tortura”, a jovem estava liberada com sua mais nova tatuagem conquistada com força e coragem.

Seguindo pelos corredores da academia, a jovem voltou à recepção onde pegou as pokébolas de seus pokémons e sua tão sonhada licença. As portas da academia se abriam. A tarde já caía. Agora ela não era apenas uma civil, mas uma cadete com o objetivo de manter a ordem no caos de Shinki.

Assim que deixou o lugar, Ella não viu a ríspida cadete que a observava de longe. O olhar de Eva estava mais sereno, como se fosse um artista contemplando um pedaço de mármore que em breve se tornaria uma bela escultura. Ella nunca saberia, mas sua tutora sorrira naquele momento.
Todos os pokémons estão com 100% HP

Tempo transcorrido na rota: ~10h
Deixou a Academia de Polícia às 17h50

Pode criar um novo tópico nas ruas de Nyender

Cartão fidelidade sendo atualizado
Henri Sollari
Henri Sollari


Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança - Página 2 Empty Re: Capítulo 2 - O Sonho De Uma Criança

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum